A mais Bela Flor

O estacionamento estava deserto quando me sentei para ler embaixo dos longos ramos de um velho carvalho.
Desiludido da vida, com boas razões para chorar, pois o mundo estava tentando me afundar.
E se não fosse razão suficiente para arruinar o dia, um garoto ofegante se chegou, cansado de brincar. Ele parou
na minha frente, cabeça pendente, e disse cheio de alegria:
- "Veja o que encontrei".
Na sua mão uma flor, e que visão lamentável, pétalas caídas, pouca água ou luz.
Querendo me ver livre do garoto com sua flor, fingi pálido sorriso e me virei. Mas ao invés de recuar ele se
sentou ao meu lado, levou a flor ao nariz e declarou com estranha surpresa:
- "O cheiro é ótimo, e é bonita também... Por isso a peguei;
ei-la, é sua."
A flor à minha frente estava morta ou morrendo, nada de cores vibrantes como laranja, amarelo ou vermelho,
mas eu sabia que tinha que pegá-la, ou ele jamais sairia de lá.
Então me estendi para pegá-la e respondi:
- O que eu precisava.
Mas, ao invés de colocá-la na minha mão, ele a segurou no ar sem qualquer razão. Nessa hora notei, pela
primeira vez, que o garoto era cego, que não podia ver o que tinha nas mãos.
Ouvi minha voz sumir, lágrimas despontaram ao sol enquanto lhe agradecia por escolher a melhor flor daquele
jardim.
- "De nada", ele sorriu.
E então voltou a brincar sem perceber o impacto que teve em meu dia. Me sentei e pus-me a pensar como ele
conseguiu enxergar um homem auto-piedoso sob um velho carvalho.
Como ele sabia do meu sofrimento auto-indulgente?
Talvez no seu coração ele tenha sido abençoado com a verdadeira visão.
Através dos olhos de uma criança cega, finalmente entendi que o problema não era o mundo, e sim EU.
E por todos os momentos em que eu mesmo fui cego, agradeci por ver a beleza da vida e apreciei cada segundo
que é só meu.
E então levei aquela feia flor ao meu nariz e senti a fragrância de uma bela rosa, e sorri enquanto via aquele
garoto, com outra flor em suas mãos, prestes a mudar a vida de um insuspeito senhor de idade.

Mensagens Relacionadas

Bela como uma noite linda,
Um céu com mil encantos,
Em tudo és bela, em tudo és pura, em tudo um eterno encanto,
e o olhar um céu tão belo com mil estrelas douradas...
Sonhei com a beleza de um mundo encantado, e nele encontrei você.
Você tão bela como as estrelas e meiga como o luar.
Em noites tensas e silenciosas,
És uma linda estrela adormecida, a enfeitar uma vida que te amo...
Tu és um tesouro,
Jóia de real valor,
Tu és a mais bela das pessoas,
Um anjo de asas leves,
A encantar um céu de mil flores num jardim.
Um amor para uma vida,
És tu meu amor!

Hoje você completa 15 anos, uma idade muito especial na vida de qualquer pessoa, mas mais especial ainda na vida de uma menina. Hoje o dia é todo seu, minha princesa, todos os holofotes estão voltados para você, e todos os pensamentos positivos de amor e alegria estão canalizados em sua direção.

Hoje marcamos um dia de passagem muito importante e bonito. Você entra agora numa nova fase da vida, um novo mundo se abre para você. Desejo que você saiba viver plenamente a sua bela juventude, com muita alegria, responsabilidade e sabedoria. Que você saiba reconhecer quando a vida estiver um mar de rosas, mas que aprenda a crescer com todas as pedras que lhe aparecem no caminho.

Você é uma princesa muito especial! Tenha muita saúde, paz, alegrias e sonhos a realizar! Parabéns pelos seus quinze anos.

O importante não foi o dia que conheci você, mas o dia que aprendi a compartilhar com você minhas alegrias e tristezas. Quando descobri que nascia em mim o sentimento da amizade, pude perceber que nascia entre nós um sonho de uma bela amizade.

A palavra é complicada, mas quem sabe seu significado é só quem tem a capacidade de poder apreciar seus defeitos e qualidades. A amizade quando verdadeira é um sentimento eterno, que não tem fim. A minha amizade por você é tão especial que não saberei explicar em meras palavras.

Sempre sinto vontade de dizer o quanto é importante contar com amigos como você. Hoje você já faz parte da minha vida, agradeço a Deus por ter encontrado você e descoberto com você a verdadeira amizade. Só lhe digo uma coisa, que minha amizade teve: Um início, meio e nunca terá fim.

Em um lindo regato, uma flor dizia em vão, para sempre nas correntezas:
-Aí, não me deixes, não.
Aqui fica, ou leva-me contigo, estou aqui te pedindo perdão:
-Mas, aí, não me deixes, não.
Por fim desfalecida, a quase lamber o chão, sua cor murcha, exclamou:
-Aí, não me deixaste não!!!

Pudesse eu ser manhã, dessas manhãs primaveras
Invadiria seu quarto, ainda coberto de sono
Pra tomar em minhas mãos o seu fruto em abandono
E levá-lo a meus lábios...Ai! meu Deus, como o quisera!

E meus lábios entreabertos, mordiscariam seu pomo
E a língua doce e morna, ao pincelar sua haste,
Convidaria sedenta pra habitar o meu domo
E nele deixar seu mel...Ai! meu Deus, que isso me baste!

Mas seu fruto, meu amor, já na minha boca cresce
Minha língua se contorce a sugar todo o volume
Minha flor, bem orvalhada, suplica que se apresse

Desce no canto da boca, um fio de sumo doce
No quarto sumo e orvalho exalam cio-perfume
Flor e fruto se encontram...Ai! meu Deus... verdade fosse...