Calma

Se você está no ponto de estourar mentalmente, silencie alguns instantes para pensar.

Se o motivo é moléstia no próprio corpo, a intranqüilidade traz o pior.

Se a razão é enfermidade em pessoa querida, o seu desajuste é fator agravante.

Se você sofreu prejuízos materiais, a reclamação é bomba atrasada, lançando caso novo.

Se perdeu alguma afeição, a queixa tornará você uma pessoa menos simpática, junto de outros amigos.

Se deixou alguma oportunidade valiosa para trás, a inquietação é desperdício de tempo.

Se contrariedades aparecem, o ato de esbravejar afastará de você o concurso espontâneo.

Se você praticou um erro, o desespero é porta aberta a faltas maiores.

Se você não atingiu o que desejava, a impaciência fará mais larga a distância entre você e o objetivo a alcançar.

Seja qual for a dificuldade, conserve a calma, trabalhando, porque, em todo problema, a serenidade é o teto da alma, pedindo o serviço por solução.

(Chico Xavier)

Mensagens Relacionadas

Cada vez que um enxame de preocupações pretender invadir sua mente, não se deixe perturbar. Mantenha a calma, enquanto procura a solução adequada. Destrua toda a preocupação com o poderoso antídoto da sua paz. A paz não pode ser comprada; você deve aprender a cultivá-la em seu interior, na tranquilidade de suas práticas diárias de meditação. Inclusive quando você considerar que já alcançou a mais profunda calma e o recolhimento interno, mergulhe ainda mais neles. É nas profundezas do silêncio que você receberá as respostas de Deus a todos os problemas de sua vida.

(Paramahansa Yogananda)
(Pensador)

Reflitamos nisto:
se tiveres humildade e calma,
num instante de crise,
guarda a certeza
de que conseguirás
evitar longo tempo
de remorso e pesar.

Quero te acercar de mim, acariciar sua pele...
Quero sentir o perfume que vem de você
quando nos amamos,
Quero ouvir sua voz baixinho em meus ouvidos,
E ficar assim, abraçada a você, na penumbra...
E falar de nossos sentimentos, de nossas emoções,
E deixar que nossas mãos nos explorem,
nos toquem...
Quero deixar que a pele arrepiada lentamente
Vá substituindo a calma pelo desejo...
Quero sentir o toque dos seus lábios
em minha orelha,
E esse seu jeito gostoso de cheirar meu pescoço,
Quando você chega, com saudade...
Quero te tocar devagarzinho,
te excitar, nos sentir
Quero te afagar inteiro e ao mesmo tempo
um só pedacinho....
Quero te profanar e violar seu desejo,
seu corpo
Quero que você se doe numa entrega total,
louca, apaixonada.
Depois quero a paz e a calma,
com cheiro de manhã de primavera,
E enquanto descansamos num abraço,
numa banheira...
Quero seu beijo, calmo.... quente...
uma carícia terna, um olhar...
Quero conhecer seus mistérios,
sua alma, seu coração...
Quero te envolver, me aproximar...
Quero dizer numa voz baixa, rouca...
Eu amo você, paixão...
Você deixa

Querida filha,
Seu grande dia está chegando e eu bem sei que você está muito ansiosa. Eu conheço você! Tudo vai correr lindamente. Todos os preparativos estão prontos, portanto não há razão para preocupações e receios. Nesse seu dia de casamento eu quero que você esteja tranquila para desfrutar de todos os momentos de felicidade que vão marcar sua nova e bela etapa.

É uma emoção muito grande para todos nós, por isso eu calculo como você se está sentindo. Preocupada, nervosa e desassossegada, porém você tem sido uma menina tão boa para a vida que ela vai retribuir em pleno nesse dia lindo que está chegando. O segredo é levar as coisas com calma e perceber que esse passo é tremendamente importante e saudável porque quando duas pessoas se gostam, elas tem de se unir através do casamento. Esse é o caminho para a comunhão entre dois seres apaixonados e conscientes da beleza que existe na criação de um novo lar, de uma nova família.

Vai tudo correr lindamente, meu bem.
Tenha calma e seja feliz.

Mundo colorido
Alegria vital
Calma perdida
Sonho desfeito
Ilusão de segundos
Olhar de palhaços
Tristeza profunda
Que agora me traz
Passado e presente
Perdidos no tempo
Tempo de marcas
Profundas marcas
Agora o vazio
Silêncio mortal
Retroceder não diminui a angústia
Tudo que acontecer
Importante será
Me chame de louca
Ou outra palavra qualquer
No delírio eu quero ficar!