Filosofia de Vida

Havia um garotinho que tinha mau gênio. Seu pai lhe deu um saco cheio de pregos e lhe disse que cada vez que perdesse a paciência que batesse um
prego na cerca dos fundos da casa. No primeiro dia o garoto havia pregado
37 pregos na cerca. Porém, gradativamente o número foi decrescendo. O
garotinho descobriu que era mais fácil controlar seu gênio do que pregar
pregos na cerca. Finalmente chegou o dia, no qual o garoto não perdeu mais
o controle sobre o seu gênio. Ele contou isto a seu pai, que lhe sugeriu que
tirasse um prego da cerca por cada dia que ele fosse capaz de controlar seu
gênio. Os dias foram passando ate que finalmente o garoto pode contar a seu
pai que não haviam mais pregos a serem retirados. O pai pegou o garoto pela
mão e o levou ate a cerca. Ele disse :

- Você fez bem garoto, mas de uma olhada na cerca. A cerca nunca mais será
a mesma. Quando você diz coisas irado, elas deixam uma cicatriz como esta.
Você pode esfaquear um homem e retirar a faca em seguida, e não importando
quantas vezes você diga que sente muito, a ferida continuara ali. Uma ferida
verbal é tão má quanto uma física. Amigos são uma jóia rara realmente. Eles
te fazem sorrir e o encorajam a ter sucesso. Eles sempre te ouvem, tem uma
palavra de apoio e sempre querem abrir seu coração para você. Mantenha
isto em mente antes de se irar contra alguém.

Mensagens Relacionadas

Se você pensa que é um derrotado,
você será derrotado.
Se não pensar quero a qualquer custo!
Não conseguirá nada.
Mesmo que você queira vencer,
mas pensa que não vai conseguir,
a vitória não sorrirá para você.

Se você fizer as coisas pela metade,
você será fracassado.
Nós descobrimos neste mundo
que o sucesso começa pela intenção da gente
e tudo se determina pelo nosso espírito.

Se você pensa que é um malogrado,
você se torna como tal.
Se almeja atingir uma posição mais elevada,
deve, antes de obter a vitória,
dotar-se da convicção de que
conseguirá infalivelmente.

A luta pela vida nem sempre é vantajosa
aos fortes nem aos espertos.
Mais cedo ou mais tarde, quem cativa a vitória
é aquele que crê plenamente
Eu conseguirei!

(Napoleon Hill)
(pensador.uol.com.br)

O Jiu-jitsu não persegue, apenas, um ideal de defesa pessoal ou o ouro nas competições. Muito mais que isso, engloba um conjunto de conhecimentos que transportam o Budo, essa quintessência das artes marciais do oriente.

Ao apresentar-se, o principiante busca, normalmente, aprender as técnicas que lhe permitam defender-se eficientemente de eventuais agressões físicas. Mas também, muito normalmente, ele perde o auto-controle se for agredido moralmente. Já o iniciado, o graduado, deverá perseguir o Budo desenvolvendo um equilíbrio entre a sua parte física e a mental, buscando atingir um profundo auto-conhecimento. À medida que o iniciado progride na escala hierárquica, deverá, cada vez mais, dominar-se a si mesmo, da mesma forma que pode dominar seus adversários; deverá, cada vez mais, concentrar-se no desenvolvimento de sua harmonia interior e na sua interação e integração com o Universo.

Todo aquele que atingir o nível de Sensei ou Shi-han julgando-se invencível ou superior, não tendo desenvolvido um excelente autocontrole psicossomático, nem tendo conhecido as verdadeiras essências da Arte da Suavidade e da Suavidade da Arte, não é um Sensei nem um Shi-han: é um imbecil. Pode até ter passado a vida ensinando Jiu-jitsu, mas na realidade não conseguiu aprender nada! Acabou morrendo na praia. Esta dica serve de alerta para muitos principiantes, que buscam, apenas, vencer uma briga no lusco-fusco de uma danceteria da moda. Não é preciso quebrar o pescoço de um desafeto para provar que se pode vencê-lo; é necessário, apenas, saber que se pode vencê-lo.

Nas entrelinhas do treinamento, o professor deve deixar o Jiu-jitsu trabalhar a energia interior de seus discípulos; evitar que usem demasiadamente a força bruta; desenvolver no espírito deles o espírito da Arte Suave; promover neles o melhor equilíbrio entre razão e emoção. Le coeur a des raisons que la raison elle-mêmme ne connait pas: o velho filósofo francês dizia que o coração tem razões que a própria razão desconhece. Para um praticante verdadeiramente bem desenvolvido em Jiu-jitsu, esse desconhecimento será o menor possível.

Saber dominar e controlar seu corpo e sua mente é o objetivo final do iniciado em Jiu-jitsu. A luta é apenas uma parte integrante do caminho que leva a esse objetivo, porque quem possui a morte nas mãos deve possuir, também, a responsabilidade e a coerência daí decorrentes. Boa parte da Sabedoria está em poder distinguir o todo da parte e a parte da meta. Quem não consegui-lo, jamais será um verdadeiro sensei.

Por melhor que seja, um livro não pode condensar a filosofia do Jiu-jitsu num único capítulo. A filosofia só pode ser transmitida pessoalmente, aos poucos através dos anos, com a vivência e a convivência entre professores e alunos. Formar um lutador é fácil, a dificuldade consiste em formar um discípulo. Eu mesmo já formei muitos lutadores, ótimos lutadores, mas meus discípulos se contam com os dedos de uma só mão. Meus alunos poderão até levar avante a minha técnica, porém, somente meus discípulos conseguirão imortalizar minha memória, junto com a filosofia, o conhecimento e os segredos que herdei de Américo e de Loanza ().

E assim será com todos os outros professores que ensinam o verdadeiro Jiu-jitsu.

(Jiu Jitsu & Judo)

A vida é uma oportunidade, aproveita-a.
A vida é beleza, admira-a.
A vida é beatificação, saboreia.
A vida é sonho, torna-o realidade.
A vida é um desafio, enfrenta-o.
A vida é um dever, cumpre-o.
A vida é um jogo, joga-o.
A vida é preciosa, cuida-a.
A vida é riqueza, conserva-a.
A vida é amor, goza-a.
A vida é um mistério, desvela-o.
A vida é promessa, cumpre-a.
A vida é tristeza, supera-a.
A vida é um hino, canta-o.
A vida é um combate, aceita-o.
A vida é tragédia, domina-a.
A vida é aventura, afronta-a.
A vida é felicidade, merece-a.
A vida é a VIDA, defende-a.

Madre Teresa de Calcutá

A vida são deveres, que nós trouxemos para fazer em casa.
Quando se vê, já são seis horas!
Quando se vê, já é sexta-feira...
Quando se vê, já é Natal...
Quando se vê, já terminou o ano...
Quando se vê, perdemos o amor da nossa vida...

Quando se vê, passaram-se 50 anos!
Agora é tarde demais para ser reprovado..
Se me fosse dado, um dia, outra oportunidade, eu nem olhava
o relógio.
Seguiria sempre em frente e iria jogando, pelo caminho, a casca
dourada e inútil das horas...
Seguraria o meu amor, que está a muito à minha frente, e diria
EU TE AMO...
Dessa forma, eu digo: não deixe de fazer algo que gosta devido
à falta de tempo.

Não deixe de ter alguém ao seu lado
por puro medo de ser feliz.

A única falta que terás será desse tempo que infelizmente...
não voltará mais.


(Mario Quintana)

Se você não está bem, eu não ando bem também. Amizade é isso! Sei que você anda em baixo, anda preocupado, estressado. Então isso me deixa preocupado, porque eu conheço seu jeito e você é uma pessoa cheia de vida para dar e vender, no entanto anda sem ânimo, sabe? A gente tem de dar um jeito nisso. Um jeito para tocar você para a frente, para o caminho certo e merecido: o caminho para a felicidade e o bem-estar. Não vou descansar enquanto você estiver metido nesse poço injusto.

A vida é um momento pequeno onde a gente busca o que de melhor está à disposição. Acontece que diversas vezes, o melhor da vida anda meio escondido, anda fugindo de nossos braços. A gente não pode parar nunca de procurar o sumo da vida. Na verdade, o melhor da vida é sempre o agora, o tempo. Tudo o resto são coisas triviais! Então se levanta e parta em busca do seu espaço de satisfação. Não se permita desistir. Sim, porque sempre que você caminha cabisbaixo e sempre que você não oferece um sorriso aberto ao mundo e às pessoas você está desistindo. Abrace o mundo a toda a hora porque a vida é um momento só e que não para nunca. Você não está sozinho.
Conte comigo para tudo!