Reverência ao Destino

Falar é completamente fácil, quando se tem palavras em mente que se expresse sua opinião...
Difícil é expressar por gestos e atitudes, o que realmente queremos dizer.

Fácil é julgar pessoas que estão sendo expostas pelas circunstâncias...
Difícil é encontrar e refletir sobre os seus próprios erros.

Fácil é fazer companhia a alguém, dizer o que ela deseja ouvir...
Difícil é ser amigo para todas as horas e dizer a verdade quando for preciso.

Fácil é analisar a situação alheia e poder aconselhar sobre a
mesma...
Difícil é vivenciar esta situação e saber o que fazer.

Fácil é demonstrar raiva e impaciência quando algo o deixa irritado...
Difícil é expressar o seu amor a alguém que realmente te conhece.

Fácil é viver sem ter que se preocupar com o amanhã...
Difícil é questionar e tentar melhorar suas atitudes impulsivas e as vezes impetuosas, a cada dia que passa.

Fácil é mentir aos quatro ventos o que tentamos camuflar...
Difícil é mentir para o nosso coração.

Fácil é ver o que queremos enxergar...
Difícil é saber que nos iludimos com o que achávamos ter visto.

Fácil é ditar regras e, Difícil é segui-las...



(Carlos Drummond de Andrade)

Mensagens Relacionadas

Morte, porquê não vem e leva-me contigo,
libertando minha alma de tão cruel sofrimento?
A vida me deu o exílio, e eu a minha vida dei todo o meu amor,
queria eu não ser mais eu, queria ser alguém,
alguém que fosse feliz, que desse valor as coisas,
alguém em que eu mesmo pudesse acreditar.
Não tenho mais forças para continuar, não tenho mais esperanças,
e nem mais vontade de ser alguém, não tenho nem coragem de ir embora...
Porque? Porque? Porque?
Não sei porque ainda estou vivo, não sei porque choro,
não sei porque escrevo esta carta,
tudo o que sei é que nada mais sei.

Foi na telinha do meu monitor que eu encontrei você, e a partir desse momento não houve mais adeus. Esquecemos nossas diferenças, nossos defeitos e começamos a nos moldarmos.

Passamos a viver mais daquilo que estava dentro de nós, daquilo que estava em volta de nós, por isso, muitas vezes fomos pegos calados, admirando a interioridade de cada um.

E o sentimento livre e espontâneo foi se realizando platonicamente. A distância jamais será separação para nós, porque no amor verdadeiro não existe nem tempo nem espaço!

Pode ser que alguém
Não veja
Mas a face do dia vem
Misturada às dores
Do tempo
Confundida
A face é dupla
Emostra o que não é
Tanto que há
Essa confusão a me
Clamar no infinito
Sabor da sua voz

Se você me encontrar pelas ruas
Não precisa mudar de calçada
Pense logo que somos estranhos
E que nunca entre nós houve nada

Não precisa baixar a cabeça
Pra não ver os meus olhos nos seus
Passarei por você sem rancor sem lembrar
Que entre nós houve adeus

Nossos sonhos são tão diferentes
Que o remédio é mesmo deixar
Que esse amor se desfaça com o tempo
Sem que seja preciso chorar

Entre nós não há culpa nem mágoa
O destino assim escreveu
Poderemos achar noutros braços
Este amor que entre nós não viveu

Aos olhos de Deus e dos homens
Dissemos que sim
Unimos as mãos e os corações
E duas almas assim percorrem
Um só destino.

E como é fácil prometer a vida
Como é fácil amá-lo
Quando nos seus olhos me perco
Nesses mesmo olhos que me prometem
Todos os dias
O que eu quero jurar eternamente:

Que o amarei
Enquanto a vida existir em mim
Que o amarei
Depois que a vida se esvair de mim!