Lembranças dos Velhos Tempos


Abro os olhos para te tocar
Sentir o teu rosto perto do meu
Sentir o doce meu da tua boca
E saber que tudo é real!
Andar ao seu lado
Seguir os teus passos
Ouvindo dizer que me amas
E saber que tudo é real!
Ao menos percebo e já estás longe
Não posso mais beijá-la,
Nem ouvi-la, nem tocá-la
E saber que tudo é real!
Percebendo que tudo se foi
Fecho os olhos para vê-la
E sabendo que o seu amor já não existe
Durmo. Pois sei que estas...
Estás em meus sonhos
E que agora tudo é fantasia
Uma "fantasia real"
Porém sei que amar é necessário
E que apesar da distancia,
Existe uma realidade
Aquela que um dia me amou
E que sempre irá estar aqui
Dentro de mim.
Então irei gritar o seu nome
Porque sei que apesar da distância
O teu sorriso será sempre um oásis
Que anima o meu corpo
E conforta a minha alma
Então digo..... TE AMO

Mensagens Relacionadas

Por vezes a vida se torna pesada, dura, áspera. Mas por muito difícil que seja o tempo que você está vivendo, por terrível que seja o fardo, nunca esqueça que esses são também momentos de oportunidade, de mudança, de transformação e superação. Aqui nos é dado provar a nossa força, a nossa tenacidade. E nunca desespere, pois dias melhores vão chegar.

A quanto tempo estou aqui? Já nem me recordo, me parece ema eternidade. Não entendo como cheguei e por mais que eu procure não encontro uma saída. É estranho, mas sinto-me confortável. Aqui dentro as paredes são ásperas, grossas como se quisessem me proteger. Já perdi me ponto de referencia a muito tempo, cada passo me leva a em lugar mais escuro, quente, denso, há um lugar desconhecido Neste lugar quanto mais ando mais longe fica, cada passo uma dor, e uma dor cada coisa que faço, faço para agradar a alguém cheios de lembranças, cheios de coisas na cabeça, cheios de tudo, cheio de tentar consertar o que quebrei, cheio de se fingir de besta, mas acabou não farei nada para agradar os outros, não me interessa o que os outros falam e que pensam de mim, mas sim o que eu penso, e devo fazer coisas novas coisas que nunca fiz e que um dia irei fazer

Não é maravilhoso as lembranças que temos de nossa infância? São lembranças marcantes, têm cheiro, têm sabor, têm uma saudade gostosa que nos faz viajar longe e nos faz sensações bem parecidas com as que sentimos na época.

Lembrar dos amiguinhos imaginários... Nossa, os meus me acompanharam por anos, que delícia! Eu lembro de andar de bicicleta no enorme quintal da minha casa, rodeava aquelas árvores e parecia que eu ia para outra cidade. Meu pai fez um balanço para cada um e assim cada um tinha sua árvores, eu conseguia ficar horas no vai e vem do balancinho sentindo o vento no rosto e minha mente ia criando diversas situações imaginárias, era tão gostoso! Gosto de lembrar do quartinho que tinha no fundo de casa onde brincávamos de escolinha, meus irmãos eram os alunos, e o café da tarde? Nossa! Café com leite e pão com manteiga, sentávamos na beira da porta com os pezinhos pendurados e qualquer coisa era motivo para eu e meus dois irmãos rirmos até quase fazer xixi nas calças! Ai que tempo bom...poucas preocupações...e todos reunidos.
(...)

São doces lembranças do passado, da minha infância...esses registros nos ajudam a crescer e amadurecer e servem também de norte para criarmos nossos filhos, porque eu sempre fico me questionando que tipo de lembrança quero deixar para minha filha... É claro que quero as melhores possíveis!!!

(Cristiane Marino)

Uma das poucas coisas que levamos para o resto das nossas vidas são as lembranças. Sejam elas boas ou más, estão sempre lá, despertadas por um cheiro, uma música ou até outro momento parecido. Poucas pessoas devem pensar nisso, mas nossas lembranças são determinadas pelas nossas atitudes no presente, produzidas a partir da forma como lidamos as situações já esperadas no futuro.

Além de pensar nas consequências que seus atos podem provocar, não se esqueça principalmente das lembranças que irão ocasionar. Certas recordações são praticamente impossíveis de esquecer e nosso cérebro sempre foca naquelas mais marcantes, independentemente de causarem alegria ou sofrimento.

É por isso que devemos ser cautelosos, sejam qual for o momento, pense na forma que lembrará dele para o resto da sua vida e tente construir boas lembranças. Faça das más recordações uma exceção, com uma grande quantidade de bons momentos, aumentará também a possibilidade de boas lembranças surgirem no seu pensamento.

Quando perdemos um irmão, parte de nós também se perde. Parte do que já vivemos, metade do que ainda íamos viver. Um irmão é alguém que sempre fará parte de nossa vida, sempre estará em nós, nesta linha que une o passado ao futuro que é a vida.

O seu irmão já não está fisicamente ao seu lado, mas ele ainda está com você e sempre estará. E pode ter certeza de que ele te escuta e conversa com você. Quando a saudade apertar, procure um lugar bonito, silencioso, feche os olhos e escute o seu coração. O seu irmão está vivo dentro de você e lhe sorri ternamente nas memórias que vocês têm juntos.

Sinto muito pela sua perda e rezo para que você encontre algum conforto das boas lembranças do seu irmão. Um abraço muito forte!