Mensagens Amor Não Correspondido


Desculpe por eu ter te conhecido
e ficado feliz ao ouvir a sua voz
pela primeira vez ...
Desculpe por ter me identificado com você
e por te entender ...
Desculpe por querer estar sempre
presente em sua vida e
querer participar do seu dia-a-dia ...
Desculpe por querer impor meus
pensamentos para te incentivar ...

Desculpe querer te dar o meu carinho
por me sentir bem ao teu lado ...
Desculpe por querer te dar o meu ombro amigo
e não perceber que te sufocava
com minhas preocupações ...
Desculpe por sofrer junto com você ...
Desculpe por te telefonar,
sem imaginar que te acordaria ...

Desculpe por gostar dos teus beijos ...
Desculpe por me sentir feliz ao teu lado
e achar que também estava
te fazendo feliz ...
Desculpe por não corresponder
as suas expectativas ...

Desculpe se de alguma forma
te fiz ou faço sofrer ...
Desculpe por sonhar um sonho
que era só meu ...
Me Desculpe mais ainda ...
Por Te Amar Demais!!!

Há tanto tempo que te vejo
Mas de forma totalmente diferente.
Tenho certeza que nem imagina
Qual é o sentimento que invade minha vida.

Desde a primeira vez que te vi,
Algo estranho aconteceu,
Não sei se foi amor, calor ou atração,
Ou todos de uma só vez
Só tenho a completa certeza
Que nenhum desses sentimentos
Chega até mim através de você.

Vivo todo esse amor tão intensamente,
Mas não consigo ter coragem
De demonstrá-lo na sua frente.
Tenho medo do que pode acontecer,
Se me amará de volta ou me pedirá para desaparecer.

Sempre tão gentil com outras pessoas
Fico imaginando como agiria comigo.
Quem sabe um dia ganho forças
E enfim expresso tudo o que sinto,
Mesmo que todo o meu amor
Permaneça não correspondido.

Hoje falo para o amor, como se de uma pessoa se tratasse, como se ele tivesse acontecido em sua plenitude. Falo triste mas também o faço com convicção, pois são palavras de adeus o que eu tenho de proferir.

Durante tempos alimentei esta esperança em meu coração. Ter você em meus braços e me poder perder nos seus, era para mim já realidade, uma realidade na qual só eu vivia. Demorou, talvez, mas acabei por entender que este amor que eu sentia não era correspondido e tive que aceitar isso, por muita mágoa que me causasse.

Então adeus, sonhos que não foram concretizados. Até nunca, beijos e abraços que nunca foram dados. Tomara eu ter largado esta paixão infrutífera há mais tempo. Mas infelizmente, primeiro somos sempre arrastados pelo coração e só depois fazemos nossas escolhas. Agora eu sei que o que dói mais não é a despedida, mas saber o que nós dois poderíamos ter sido.

Se é o sofrimento, que te traz alegria.
Se é o amor não correspondido, que te faz amar.
Tudo bem, vou acreditar…

Se quem é capaz de te fazer feliz, não serve pra você.
Tudo bem, vou entender…

Se você se sente feliz ao lado de quem só sabe te magoar,
Tudo bem, vou aceitar…

Se é essa pessoa que mais te faz mal, do que bem,
é a única que te convém.
Tudo bem…

Se é essa pessoa que vive te causando dor
é a única que merece o seu valor.
Tudo bem, amor…

Se é essa pessoa que só te enrola, te usa, e depois joga fora.
é a única que você guarda na memória.
Tudo bem, me ignora…

Se a pessoa que realmente se importa de verdade com você.
você finge não ver,
Tudo bem, vou esquecer…

Se você consegue ver um futuro, ao lado de quem não está presente.
Tudo bem, vá em frente…

Se os palpites e conselhos que te dei, você não usou.
Tudo bem, Acabou…

Talvez eu possa até estar errado,
Ou talvez é você que não está enxergando.
Que o tempo ta passando, e essa pessoa só te usando.

(Leonardo Pina)
(Pensador)

Sofrimentos de amor acometem homens e mulheres. Quem já não sofreu a pungente dor de um amor não correspondido ou complicado? Quantas vezes ficou com os olhos fixos no telefone e ele não tocou? A pessoa amada não ligou. Quantas vezes você checou seus e-mails à espera de um e-mail do seu amor? A caixa lotada, mas nenhuma linha da pessoa amada. Amor sem beijos, sem carinhos e quase sem a presença da pessoa amada.

Algo em comum aumenta o sofrimento do amor não correspondido: a desilusão e a esperança. A dor é forte, mas um fiozinho de esperança acalenta seu coração. O que é proibido e complicado parece mais saboroso. Quando a pessoa amada liga, depois de semanas sem dar notícias, seu coração dispara. Ouvir a voz dele (a) é um consolo para suas noites insones. Na caixa de e-mails, lá está o e-mail esperado. Seu coração se aquece; a esperança retorna com mais força.

Se você vive um amor complicado ou não correspondido há algum tempo, pare e pense. Os minutos da sua vida estão passando. E o que você tem feito da sua vida a não ser esperar e esperar pela atenção da pessoa amada? Os amores impossíveis ou platônicos têm algo em comum: a inacessibilidade da pessoa amada. Ela nunca está presente. Fugidia, irreal e inconstante. Uma pessoa que não está “na sua". No entanto, é difícil acordar para a realidade.

A vida é feita de escolhas. Traçamos nossos destinos baseados (a) em nossas emoções e sentimentos. Atraímos as pessoas e os amores. Você quer ser feliz ou não? Gostaria de viver um amor correspondido? O destino está lhe preparando um grande amor. Basta sua decisão: parar de sofrer. Parar de roer as unhas de raiva, ciúme e desilusão. Ponha um ponto final neste amor doido em que você ama e a outra pessoa é sempre difícil e inacessível. Você pode dizer: “Meu amor basta para nós dois!" Será?

Para viver um amor complicado você precisa de uma certa dose de masoquismo. Sofrimento misturado à alegria, quando você recebe uma migalha de carinho. Algumas pessoas não sabem viver um amor correspondido. Atraem para si pessoas complicadas. Gostam do mistério e do irreal. Não deixa de ser um motivo para fugir à realidade sofrida.

O fortalecimento da sua auto-estima será muito promissor para sua felicidade amorosa. Invista em você mesmo (a). Renove sua esperança. Chega de masoquismo! As pessoas que sofrem muito por um amor não correspondido, não têm fé no futuro. Recarregue a bateria da sua fé. Você vai encontrar alguém que corresponda ao seu amor. Por que não? É difícil abandonar este alguém tão maravilhoso e difícil? Por que valoriza tanto esta pessoa? Mais uma vez, a imaginação lhe pregando peças. Saiba diferenciar o amor verdadeiro da fantasia e da ilusão. O amor verdadeiro é uma troca real de carinho, presença e comprometimento.

Faça as pazes com seu espelho. Afirme para si mesmo (a) que você merece amor, carinho e respeito. E se a outra pessoa não corresponde ao seu amor, azar o dela! Não sabe o que está perdendo! Aliás, você sim, está perdendo uma chance maravilhosa de encontrar outra pessoa e ser verdadeiramente feliz!

(Sandra Cecília)
(Fonte para Reflexão)

O cupido, muitas vezes por distração ou por pura diversão, causa furor em nosso coração, se atrapalha com as flechas e nos faz viver amores não correspondidos. Quem nunca viveu uma paixão solitária? Nunca amou e não foi amado? Quem, pelo menos uma vez na vida, nunca viveu um amor não correspondido? É triste, é dolorido, mas ao menos uma vez na vida, vamos passar por isso...

Podemos demonstrar os nossos sentimentos, declarar o nosso amor, mas nunca exigir reciprocidade. Infelizmente, não mandamos nos nossos sentimentos e menos ainda nos sentimentos dos outros. Se você se descobriu vivendo um amor não correspondido, por muito que custe abandonar as expectativas, o melhor a fazer é dar o assunto por encerrado.

Não adianta tentar convencer o outro que ele só vai ser feliz se lhe amar. Se a pessoa por quem você se interessou não se interessa por você, não pense que a culpa é sua e não deixe que isso afete a sua autoestima. Pense que foi uma brincadeira irresponsável do cupido brincalhão, respire fundo, recupere e siga em frente.

O amor não correspondido pode até ser fonte de inspiração, mas é muito melhor quando é correspondido. Uma hora, com mais atenção, o cupido acertará as flechas nas pessoas certas.

É galera... Nada melhor do que o tempo para curar um amor não correspondido. Quantas e quantas pessoas sofrem, sofreram ou irão sofrer por um amor não correspondido? Quantas e quantas pessoas sonham com o dia em que a pessoa amada irá lhe corresponder?

A resposta para essas duas palavras é uma só: várias e várias pessoas sonham com a possibilidade de um dia o seu amor ser correspondido. Várias e várias pessoas sofrem, sofreram ou vão sofrer um dia por um amor não correspondido.

A verdade é que amores não correspondidos são na verdade a busca pela pessoa certa. A infeliz ideia de amar quem não nos ama não nos faz fracos ou forte, não nos faz ser masoquista ou outra coisa qualquer. Nos faz crescer amorosamente e emocionalmente e dar valor e saber reconhecer a pessoa certa quando um dia ela aparecer.

(Vida de Adolescentes)

Dói saber que é você quem eu quero, mas que tudo não passa de um amor não correspondido. Fere meu coração imaginar como seriamos felizes juntos e pensar que é com outra pessoa que você quer estar.

Já deveria estar acostumada a essa realidade e ter seguido com minha vida para outra direção. Mas tudo o que sinto por você me faz ficar, como se a esperança desse vida a este meu sentimento.

Querida amiga, por vezes o amor é o mais injusto dos sentimentos, pois jamais coração algum deveria sentir amor por um que é incapaz de retribuir igual sentimento. Por vezes parece que o mundo enlouqueceu e que nada dará certo, pois sofrer por amor é por tempo indeterminado ver a vida de forma distorcida.

Mas tudo passa, um dia a dor desaparece e você readquire a capacidade de enxergar o mundo como ele é. Não desespere, minha amiga, pois só quem ainda não viveu um amor não correspondido não sabe o quanto dói, mas eu sei. Contudo, também sei que é dor que eventualmente termina, pois sem alimento e retribuição, esse amor acabará por morrer e mesmo o seu rasto desaparecerá.

Tenha esperança no amanhã, pois em breve seu coração estará sarado e poderá se abrir novamente para outro que por você também sinta amor, e verá como então será extremamente feliz!

“Cada vez que você olha para mim com esses olhos, o céu desaba em cima de mim por saber que não me queres. “

“Se dois lábios não podem se beijar, dois olhos se beijam numa troca de olhar.”

“Coração que ama, chora calado e não reclama.”

“Sei que teus beijos jamais serão meus, sei que teus olhos jamais cruzarão os meus, e te amo, e nos meus sonhos loucos e ardentes, bendigo o seu desdém, adoro seus esquivos e ao em vez de te amar menos te amo muito mais.”

“Diz-me como te tiro da minha mente, como deixar de pensar em você, como te expulso de meus sonhos, como faço para me afastar de você, como explicar a meu pobre coração que você nunca será para mim.”

“Não há disfarce algum que, por muito tempo, possa ocultar o amor onde ele existe, nem fingi-lo onde não existe.”

“…nada é mais vulnerável que nosso desejo. Na luta entre o cérebro e a pele, nunca dá empate. A pele sempre ganha de W.O.”

“Há momentos na vida em que sentimos tanto a falta de alguém, que o que mais queremos é tirar essa pessoa de nossos sonhos e abraçá-la.”

“Não existe amor impossível, apenas pessoas incapazes de lutar por aquilo que chamam de amor”

“Quem nunca saiu com o cara errado que atire a primeira pedra! Mas atire nele, por favor…”

(be2 blog)

Nunca despreze quem te ama, para amar quem te despreza.
Quem te ama sofre por ti, pois quem te despreza jamais prestara atenção em ti ou nos seus sentimentos.
Então nunca feixe a porta para uma nova felicidade

O coração quer o que o coração exige, e não existe cabeça ou razão alguma que o faça mudar de ideias. Infelizmente nem sempre o que o coração de um quer, tem correspondência positiva no coração que ele deseja. Amor não correspondido dói no coração que sofre sem ser amado, mas por vezes também dói naquele que não ama.

Mas por muito que doa, você tem que entender que até mesmo a seta do cupido por vezes erra os alvos, e que se um dia você sofre com um amor não correspondido, mais tarde pode ser o seu coração o que se fecha para outro por não sentir o mesmo.

Custa, mas ninguém pode ser culpado de não sentir amor, pois muito pior é trair um amor que se diz sentir, ou fingir sentir algo que não se sente. Então tenha fé e paciência e canalize esses sentimentos para o bem e verá como em breve estará amando um coração que lhe vai corresponder. Mas se houver um coração por você apaixonado, sem que você sinto o mesmo, use gentileza e carinho para a rejeição inevitável, e ajude quem sofre por amor.

O sentido da vida se resume a três coisas: Sonhar, lutar e amar.

Sonho com você, mesmo sem teu amor...
Eu te amo como nunca amei nenhuma outra pessoa...
A Amo mais que minha própria vida...
Luto por seu amor, mesmo sabendo que é impossível...
Logo o sentido da minha vida é você.

Dizer "eu te amo" não é fácil. Depois de sentirmos no peito a certeza genuína do amor, vem a dúvida do melhor momento e do jeito certo de dizer. E junto da dúvida, vem também o famigerado medo de não ouvir uma palavra de reciprocidade, de não ouvir o ecoar da voz do outro ao dizer "eu também te amo".

Nem sempre vivemos um amor correspondido, e às vezes até desperdiçamos palavras de amor com pessoas erradas. Mas o primeiro amor verdadeiro a gente não esquece. E mesmo que não seja recíproco, vale a pena expressar esse sentimento tão belo. Não ser correspondido pode ser triste, mas triste mesmo é viver sem ter amado.

Depois da frustração, quando o tempo passar, você vai olhar para trás e pensar: eu amei. Amar, muitas vezes, é mais recompensador do que ser amado.

Nunca deixe de confessar o seu amor!

Existem duas dores de amor:
A primeira é quando a relação termina e a gente,
seguindo amando, tem que se acostumar com a ausência do outro,
com a sensação de perda, de rejeição e com a falta de perspectiva,
já que ainda estamos tão embrulhados na dor
que não conseguimos ver luz no fim do túnel.

A segunda dor é quando começamos a vislumbrar a luz no fim do túnel.

A mais dilacerante é a dor física da falta de beijos e abraços,
a dor de virar desimportante para o ser amado.
Mas, quando esta dor passa, começamos um outro ritual de despedida:
a dor de abandonar o amor que sentíamos.
A dor de esvaziar o coração, de remover a saudade, de ficar livre,
sem sentimento especial por aquela pessoa. Dói também…

Na verdade, ficamos apegados ao amor tanto quanto à pessoa que o gerou.
Muitas pessoas reclamam por não conseguir se desprender de alguém.
É que, sem se darem conta, não querem se desprender.
Aquele amor, mesmo não retribuído, tornou-se um souvenir,
lembrança de uma época bonita que foi vivida…
Passou a ser um bem de valor inestimável, é uma sensação à qual
a gente se apega. Faz parte de nós.
Queremos, logicamente, voltar a ser alegres e disponíveis,
mas para isso é preciso abrir mão de algo que nos foi caro por muito tempo,
que de certa maneira entranhou-se na gente,
e que só com muito esforço é possível alforriar.

É uma dor mais amena, quase imperceptível.
Talvez, por isso, costuma durar mais do que a ‘dor-de-cotovelo’
propriamente dita. É uma dor que nos confunde.
Parece ser aquela mesma dor primeira, mas já é outra. A pessoa que nos
deixou já não nos interessa mais, mas interessa o amor que sentíamos por
ela, aquele amor que nos justificava como seres humanos,
que nos colocava dentro das estatísticas: “Eu amo, logo existo”.

Despedir-se de um amor é despedir-se de si mesmo.
É o arremate de uma história que terminou,
externamente, sem nossa concordância,
mas que precisa também sair de dentro da gente…
E só então a gente poderá amar, de novo.


(Martha Medeiros)