Mensagens de Deus

Encontradas mais de 603 Mensagens de Deus:

Deus existe

Um homem foi ao barbeiro para cortar o cabelo como ele sempre fazia. Ele começou a conversar com o barbeiro e conversaram sobre vários assuntos. Conversa vai, conversa vem e começaram a falar sobre Deus...

O barbeiro disse:
- “Eu não acredito que Deus exista como você diz”.
- “Por que você diz isto?” - o cliente perguntou.
- Bem, é muito simples. Você só precisa sair na rua para ver que Deus não existe. Se Deus existisse, você acha que existiriam tantas pessoas doentes? Existiriam crianças abandonadas? Se Deus existisse, não haveria dor ou sofrimento. Eu não consigo imaginar um Deus que permite todas essas coisas”.

O cliente pensou por um momento, mas ele não quis dar uma resposta para prevenir uma discussão. O barbeiro terminou o trabalho e o cliente saiu.

Neste momento, ele viu um homem na rua com barba e cabelos longos. Parecia que já fazia um bom tempo que ele não cortava o cabelo ou fazia a barba e ele parecia sujo e arrepiado.

Então o cliente voltou para a barbearia e disse ao barbeiro:
- “Sabe de uma coisa? Barbeiros não existem”.
- “Como assim eles não existem?” - perguntou o barbeiro.
- “Eu estou aqui e eu sou um barbeiro”.
- “Não!” - o cliente exclamou. Eles não existem, porque se eles existissem não existiriam pessoas com barba e cabelos longos como aquele homem que está andando ali na rua”.

- “Ah, mas barbeiros existem, o que acontece é que as pessoas não me procuram, e isso é uma opção delas”.
- “Exatamente!” - afirmou o cliente.
- “É justamente isso, Deus existe, o que acontece é que as pessoas não o procuram, pois é uma opção delas, e é por isso que há tanta dor e sofrimento no mundo”.

Postar no Facebook
O Sussurro de Deus

Conta-se que um amigo levou um índio para passear no centro de uma grande
cidade, como o Rio ou São Paulo. Seus olhos não conseguiam acreditar na
altura dos edifícios e ele mal conseguia acompanhar o ritmo frenético das
pessoas indo e vindo. Espantava-se com o barulho ensurdecedor das sirenes,
dos automóveis, das pessoas falando em voz alta.

De repente, o índio falou: "Ouço um grilo!"

O amigo espantado retrucou: "Impossível ouvir um inseto tão pequeno nessa
confusão!"

O índio insistiu que ouvia o cantar de um grilo. Tomando o seu cicerone pela mão, levou-o até um canteiro de plantas. Afastando as folhas, apontou para o pequeno inseto.

"Como?" Perguntou o amigo, ainda sem crer.

O índio pediu-lhe algumas moedas, e então jogou-as na calçada. Quando elas caíram e se ouviu o tilintar do metal, muita gente se voltou.

"Escutei o grilo porque o meu ouvido está acostumado com este tipo de barulho. As pessoas aqui ouvem o dinheiro caindo no chão porque foram condicionados a reagirem a esse tipo de estímulo." Depois arrematou: "A gente ouve o que está acostumado ou treinado a ouvir."

Vivemos em um mundo materialista. A vida nos impõe que sejamos muitas vezes duros. Acabamos nos tornando céticos. A voz de Deus não é ouvida senão por aqueles que têm o ouvido sensível. Muitas vezes a correria da vida e as agitações da nossa alma inquieta não nos permitem perceber o Divino.

Treinamos os nossos sentidos para reagir apenas aos impulsos da sobrevivência, mas há realidades que só se percebem com o espírito. Aqueles que aquietam o coração e se deixam tocar pelo Eterno, escutam o sussurro de Deus.

Desejo que todos consigamos, apesar do tumulto que nos cerca, escutar o sussurro de Deus.

Postar no Facebook