Mensagens de Encorajamento

Encontradas mais de 161 Mensagens de Encorajamento:

Os Mandamentos Para O Sucesso Profissional

No mundo competitivo que estamos vivendo conseguirá ter mais sucesso aquele que souber administrar sua carreira profissional e principalmente não esmorecer diante dos obstáculos.

O primeiro ponto importante a se destacar é que o profissional que alcança o sucesso é aquele que procura sempre desempenhar melhor suas funções a cada dia. Se você neste momento está desanimado com sua performance profissional ou deseja melhorar consideravelmente suas habilidades aqui vão algumas dicas importantes que chamo de “Mandamentos para o sucesso profissional“:

Mandamento da Motivação

Quando você se sentir desmotivado, essa é a melhor hora para fazer uma auto-análise do que você vem desenvolvendo na sua carreira. Com certeza você poderá modificar algumas atitudes para seguir com mais ânimo na sua trajetória profissional.

Mandamento do Aqui e Agora

Se você está procrastinando os seus afazeres diários, ou seja, está adiando coisas importantes, é imprescindível que você comece a agir imediatamente, pois o mundo globalizado não perdoa pessoas acomodadas. O certo é você começar agir com o que tem em mãos e ir até o fim.

Mandamento da Ousadia e Determinação

É sabido que sem ousadia e determinação o profissional moderno não consegue ir longe demais. Portanto, coloque em suas veias uma dosagem extra de coragem e inovação, para que seu trabalho seja realizado com mais profissionalismo e sucesso.

Mandamento da Convivência Pacífica

Este mandamento nos ensina a relacionarmos melhor com colegas de trabalho, superiores e principalmente os nossos clientes. Quem se relaciona bem, vive melhor, trabalha melhor e consegue melhores resultados.

Mandamento da Perseverança

Diante dos obstáculos o ser humano tem uma grande desculpa para desistir, mas é aí que mora o perigo. As pessoas que alcançaram o tão desejado sucesso profissional foram aquelas que se recusaram a desistir. Então, siga firma apesar dos atropelos do dia-a-dia. Você pode muito mais do que já conseguiu até aqui. Não desista.

Mandamento da Organização

O profissional organizado trabalha melhor porque tudo que precisa está no seu devido lugar, desde uma simples caneta à relatórios e pastas de arquivos. Se você não se acha uma pessoa organizada, comece hoje mesmo a organizar sua mesa de trabalho da melhor maneira possível, facilitando assim o seu desempenho profissional.

Mandamento da Fé

Este talvez seja o mais importante, pois a fé é que move montanhas, ou seja, sem fé nenhum trabalho por mais belo e perfeito que seja tem sentido. Por isso, amigo(a) seja humilde o suficiente para manter a sua verdadeira fé viva, ela com certeza lhe ajudará em todos os momentos, principalmente nos mais difíceis.

Esses mandamentos seguidos diariamente ajudarão você a ser mais motivado, mais ousado, mais determinado em suas ações.

E lembre-se sempre que com uma convivência pacífica, com perseverança, organização e fé os resultados positivos acontecerão naturalmente.

Siga firme, pois o mundo só aplaude de pé aquelas pessoas que não desistem diante de uma derrota temporária e seguem em frente com uma coragem fora do comum.

(Eugênio Sales Queiroz)

Postar no Facebook
Aprendendo a Fazer Novas Amizades

Infelizmente nem todos conseguimos fazer amizades facilmente. A maior parte das pessoas faz amigos de forma natural, pois são pessoas extrovertidas e faladoras.

Se você for uma pessoa mais tímida, aqui ficam algumas dicas para fazeres amizades.

Ter personalidade e auto-estima

Quanto melhor forem as tuas qualidades, mais fácil será para você arranjar amigos. Aprende a melhorar a auto-estima.

Olha à tua volta

Analisa os comportamentos das pessoas à tua volta, chega a alguma conclusão sobre a forma correta de fazer amizades.

Não tenhas pressa

É obvio que não te vais sentir logo à vontade nos primeiros dias. Fazer amigos leva um pouquinho de tempo. Tem paciência!

Coragem

É preciso arranjar alguma coragem para fazer convites a pessoas com quem gostarias de fazer amizade. Não é muito complicado e na maioria das vezes a resposta será positiva, porque todas as pessoas gostam de ser convidadas nem que seja apenas para beber café.

Faz perguntas

Começa a fazer perguntas sobre a escola... Como são os professores... Quais são os horários... Quais são os prós e contras da escola... Há quanto tempo estudam lá... Enfim, pergunta o que quiser, claro, sem abusar. É uma ótima forma de começar a comunicar.

Sê sempre simpática

Se fores respondona logo no primeiro encontro, a primeira impressão é a que fica. Jamais faças cara feia. Por mais que estejas de mau humor, procura tratá-las com simpatia e educação. Assim, as pessoa irão "ir com a tua cara" e ganharão a tua simpatia.

Elogia sempre

As pessoas adoram ser elogiadas. Sempre que puderes, elogia o cabelo, a caligrafia, a roupa ou outro aspecto da pessoa. Isso vai facilitar, e muito, as coisas, mas cuidado, não faças isso a toda a hora, se não tornas-te uma pessoa chata!

Sê carismática

Faz cara de satisfeita com a vida. Isso não é hipocrisia, pois poderás sempre convencer as pessoas disso. As pessoas carismáticas conquistam a admiração das pessoas pelo modo de ser, então, sê sempre agradável, comunicativa e sorridente.

Ri sempre!

Sempre que alguém contar uma piada, ri! As pessoas adoram quando alguém ri de alguma piada sua. Quando tropeçares, errares ou perderes o rumo, ria de você mesma, não vale a pena lamentações.

Aceita todos os convites

Se alguém te convidar para o que quer que seja, não recuses porque será uma grande oportunidade de passares mais tempo com essa pessoa e com outras pessoas. A menos que tenha fortes motivos, tenta ir, nem que seja só um pouquinho.

Por vezes até pode ser aborrecido e ser um sacrifício, mas também pode revelar ser uma óptima oportunidade para conhecer algumas pessoas que mais tarde poderão vir a ser teus amigos.

Como melhorar a tua vida social

Pega nas pessoas que já fazem parte da tua vida, mas ainda não são teus amigos, como por exemplo colegas da escola, que frequentam os mesmo lugares que você mas com os quais não ainda tens relações de amizade.

Procure passar mais tempo com estas pessoas, para que elas te conheçam melhor e vice-versa. Se apenas estás cinco minutos por dia com uma determinada pessoa, não podes esperar grandes amizades em pouco tempo. É fisicamente impossível, por isso tens que arranjar forma de estar mais tempo junto dessa pessoa. Vais aos mesmos lugares que as pessoas vão. Certifica-te que o fazes de forma natural e não perseguindo ou fazendo-te de convidado sem o seres, porque senão passas a ser daquelas pessoas que ninguém gosta…

Interessa-te pelas pessoas

Se conheceres alguém novo, descobre coisas sobre a família dela e os seus interesses. Pergunta sobre os seus interesses e hobbies. Estes dois assuntos vão garantir uma conversa muito melhor do que ficar à conversa só sobre a escola. A maioria das pessoas não gosta de pensar nessas coisas em ocasiões sociais a não ser que sejam obrigadas.

Mostra o teu talento

Se sabes cantar... CANTA! Se sabes contar piadas, CONTA! Se sabes dar conselhos... DÁ!

Não te isoles!

Nunca te isoles em nenhum lugar por muito tempo. As pessoas vão pensar que és anti-social. Fica sempre cercada de pessoas.

Ignora as provocações

Se alguém fizer uma brincadeira de mal gosto ou inventar uma mentira ou até te ofender e te humilhar em público, jamais te rebaixes! É nessa horas que sentes mais vontade de te isolares e chorar. Mas não faças isso! Luta contra ti mesma e sê sempre forte! As pessoas verão que és forte e irão querer se aproximar de ti.

Se aplicares todos estes conselhos à risca, de certeza que terás novos amigos.

Seja você mesma

Se fingires ser o que não és, irás atrair falsas amizades. Sê tu mesma, sê sempre sincera e agradável.

Dicas:

Torna-te amigo de uma ou duas pessoas que têm redes sociais muito grandes. Aquelas pessoas que conhecem meio mundo.
Junte-se a associações e faz atividades de grupo, é ótimo para fazeres novas amizades.
Frequenta locais com muita gente e começa a conhecer novas pessoas diariamente.

(Catarina)
(Auto-adolescência)

Postar no Facebook
Revolução da Alma

Ninguém é dono da sua felicidade, por isso não entregue a sua alegria, a sua paz, a sua vida nas mãos de ninguém, absolutamente ninguém.

Somos livres, não pertencemos a ninguém e não podemos querer ser donos dos desejos, da vontade ou dos sonhos de quem quer que seja.

A razão de ser da sua vida é você mesmo.

A sua paz interior deve ser a sua meta de vida; quando sentir um vazio na alma, quando acreditar que ainda falta algo, mesmo tendo tudo, remeta o seu pensamento para os seus desejos mais íntimos e busque a divindade que existe dentro de si.

Pare de procurar a sua felicidade cada dia mais longe.

Não tenha objetivos longe demais das suas mãos, abrace aqueles que estão ao seu alcance hoje.

Se está desesperado devido a problemas financeiros, amorosos ou de relacionamentos familiares, busque no seu interior a resposta para se acalmar, você é reflexo do que pensa diariamente.

Pare de pensar mal de si mesmo, e seja o seu próprio melhor amigo, sempre. Sorrir significa aprovar, aceitar, felicitar.
Então abra um sorriso de aprovação para o mundo, que tem o melhor para lhe oferecer.

Com um sorriso, as pessoas terão melhor impressão sua, e você estará afirmando para si mesmo, que está "pronto"para ser feliz.
Trabalhe, trabalhe muito a seu favor.
Pare de esperar que a felicidade chegue sem trabalho.
Pare de exigir das pessoas aquilo que nem você conquistou ainda.

Agradeça tudo aquilo que está na sua vida, neste momento, incluindo nessa gratidão, a dor. A nossa compreensão do universo ainda é muito pequena, para julgarmos o que quer que seja na nossa vida.


(Aristóteles)

Postar no Facebook
A Árvore das novas Relações

Oi! Tudo bem?
Saia de casa só pelo gosto
de caminhar. Sorria para todos. Faça um álbum
de família. Conte estrelas. Telefone para os seus amigos.
Diga : gosto muito de você! . Converse com Deus. Volte
a ser criança. Pule corda. Apague de vez a palavra rancor. Diga sim.
Dê uma boa risada! Leia um livro. Peça ajuda. Corra. Cumpra uma promessa.
Cante uma canção. Lembre o aniversário de seus amigos. Ajude algum doente.
Pule para se divertir. Mude de penteado. Seja disponível para escutar. Deixa seu
pensamento viajar. Retribua um favor. Termine aquele projeto. Quebre uma rotina.
Tome um banho de espuma. Escreva uma lista de coisas que lhe dão prazer. Faça uma
visita. Sonhe acordado. Desligue o televisor e converse. Permita-se errar. Retribua uma
gentileza. escute os grilos. Agradeça a deus pelo Sol. Aceite um elogio. Perdoe-se...
Deixe que alguém cuide de você. Demonstre que está feliz. Faça alguma coisa que
sempre desejou. Toque a ponta dos pés. Olhe com atenção uma flor. Só por hoje,
evite dizer não posso. Cante no chuveiro. Viva intensamente cada minuto de Deus.
Inicie uma tradição familiar. Faça um piquenique no quintal. Não se preocupe.
Tenha a coragem das pequenas coisas. Ajude um vizinho idoso.
Afague uma criança. Reveja fotos antigas. Escute um amigo.
Feche os olhos e imagine as ondas do mar.
Brinque com seu mascote.
Permita-se brilhar. Dê
uma palmadinha nas
suas próprias costas.
Torça pelo seu time.
Pinte um quadro.
Cumprimente um
novo vizinho.
Compre um presente
para você mesmo.
Mude alguma
coisa. Delegue
tarefas. Diga
bem vindo
a quem chegou.
Permita que
alguém o ajude.
A-gra-de-ça!
Saiba que não
está só. Decida-se
a viver
com ‘paixão’: sem ela
nada de grande se consegue
Conserve esta árvore diante de si durante os 365 dias do Ano Novo. Ela garante boa saúde,
excelentes relações pessoais, rápido crescimento pessoal e comunitário e uma eternidade feliz!

Postar no Facebook
O Vôo do Condor

As vezes, sinto vontade de voar, com uma pretensiosa convicção de saber planar sobre as nuvens e montanhas.
Mas até nos sentimentos, a força da gravidade nos mantém presos a vínculos, que até hoje, não consegui aceitar
seus mistérios e porquês.
É como se a vida me conduzisse para os meus mais íntimos sonhos e uma força poderosa, mas sem preceitos
estabelecidos por mim, me chamasse para a razão.
Uma razão que não me cabe julgar ou aceitar, pois ela já existe dentro de mim.
Como queria voar! Sem local e hora de pouso. Simplesmente voar! Voar em busca de viver, voar em busca do
meu "eu", voar nos meus sonhos e desejos mais íntimos, como o Condor, que ao olhar para baixo, sente a
fragilidade dos que se encontram sobre a terra e extasiado senti-se distante de todo tipo de mesquinharias que lá
se encontra.
Talvez este condor até tentasse um vôo rapante, mas longe de se iludir com a paisagem tão próxima e batendo
com toda força suas asas, fugiria, como se já conhecesse aquele lado falso do belo e não quisesse mais iludir-se.
Permanecendo longe de tudo e de todos. Evitando sofrimentos e questionamentos.
Sendo um pouco egoísta a quem o quisesse julgar, mas vivendo, não sei como, o seu sonho de superioridade.
Mesmo sendo um sentimento, que dentro dele, não significasse, exatamente superioridade e sim liberdade.

Voar, voar, voar...

Um vôo sem limites, sem rumo, mas um vôo verdadeiro, de um ser que nunca vai se encontrar na realidade, pois
seus sonhos são maiores, mas impossíveis, porque o mundo não é dele e o rumo das leis já estabelecidas, não
mudam.
Voe Condor! Não olhe para baixo, não olhe a razão! Simplesmente voe! Procure ser feliz!
É difícil, eu sei! Mas me faça também um pouco feliz, vendo-o partir. Saia dessa prisão, e não se culpe .
Você foi feito para viver livremente, não se puna por um desejo, que está lhe sufocando.
Ponha-o em prática e se não der certo, o caminho de volta você também conhece e pode tentar regressar, mas,
mais bonito e corajoso, menos deprimido e confiante. Você irá se conhecer e irá com certeza mudar sua pequena
vida.

Postar no Facebook
O Monge e o Samurai

A vida do samurai andava um inferno.

Dúvidas sobre o Bushido lhe atormentavam. Para ter paz, precisaria aprender mais sobre um dos princípios deste código dos samurais.

O guerreiro precisava aprender sobre compaixão. Ele nunca teria paz se vivesse apenas pela coragem e disciplina. A compaixão era um dos valores que norteavam o caminho do cavaleiro, o Bushido.

Aquele samurai se perguntava se não teria desviado do caminho ao cortar cabeças indefesas e não ajudar inimigos em dificuldades. Teria ele perdido o poder da compaixão? Teria ele perdido a honra? Por que sua vida estava um inferno e como seria alcançar o céu?

As dúvidas levaram o guerreiro em busca de um local sagrado – na esperança de encontrar um mestre que o tirasse de seu inferno e lhe ensinasse o que era o céu. Enquanto ia se aproximando do templo zen budista os lavradores se afastavam daquele homem. Chegando lá, o samurai exigiu ser levado à presença do monge chefe. Este ensinava na cozinha. O homem armado de espada ouviu os ensinamentos do outro, armado de uma colher. O mestre ensinava os aprendizes sobre a importância de transformarem em prática o pensamento zen. A importância de praticarem de fato o que quer que fossem ensinar. O mestre zen parou de falar e com sua colher remexeu cuidadosamente o cozido de legumes na panela. Voltou a falar do aspecto sagrado de cada ação cotidiana, que a prática da preparação diária do alimento é a mesma prática do caminho da iluminação.

“Pense que as panelas são você mesmo... Veja que a água é a sua própria vida...”

E voltou a mexer o cozido, borrifando temperos que ao caírem na panela exalaram vapores aromáticos...

Só que o samurai não queria saber de prática de “mestre cuca” coisa nenhuma! Ele não queria perder tempo da sua “busca espiritual” com futilidades diárias como culinária. Rompeu o silêncio dos vapores:

- Mestre: quero que me ensine sobre a compaixão. Quero que me ensine sobre o céu e o inferno.

O monge olhou longamente para o samurai. Reparou em seu calçado enlameado, em sua espada embainhada, em sua mente inquieta.

- Você não vai encontrar o que busca. Como posso ensinar a pureza e a beleza da compaixão a um homem com a bota, a espada e a mente completamente sujas? Sua presença deixa este templo feio e sujo. Seria melhor que saísse daqui agora!

O sangue do samurai se aqueceu mais rápido do que as panelas e em dois movimentos ele desembainhou a espada e preparou o ataque certeiro que faria rolar a cabeça daquele monge que desrespeitava a honra de um cavaleiro que, por sua vez, se afundaria ainda mais em seu inferno.

O monge permaneceu parado e quieto, mirando o outro com profundidade. Com a espada viajando pelo ar a poucos centímetros do seu pescoço, disse:

- Espere. Agora você já sabe o que é o inferno. Isto é o inferno!

O astuto espadachim fez parar sua katana antes dela atravessar a pele. Ficou espantado com a coragem e dedicação do mestre ao ensinar. O monge colocava suas palavras e sua própria vida à serviço do outro. Entendeu que a sua maior desonra não seria receber um insulto e sim praticar um ato violento.

O desejo de paz invadiu o guerreiro. Uma onda de compaixão o arrebatou.

O monge, enfim, enxergou o olhar iluminado e compassivo do samurai:

- Agora você já sabe o que é compaixão. Isto é o céu.

Postar no Facebook