Mensagens de Ex-amor

Encontradas mais de 368 Mensagens de Ex-amor:

O fim do amor é ainda mais triste

Eu sei, eu sei, o eterno clichê “isso passa”. Passa sim e, quando passar, algo muito mais triste vai acontecer: eu não vou mais te amar.

É triste saber que um dia vou ver você passar e não sentir cada milímetro do meu corpo arder e enjoar. É triste saber que um dia vou ouvir sua voz ou olhar seu rosto e o resto do mundo não vai desaparecer.

O fim do amor é ainda mais triste do que o nosso fim. Meu amor está cansado, surrado, ele quer me deixar para renascer depois, lindo e puro, em outro canto, mas eu não quero outro canto, eu quero insistir no nosso canto.

Eu me agarro à beiradinha do meu amor, eu imploro pra que ele fique, ainda que doa mais do que cabe em mim, eu imploro pra que pelo menos esse amor que eu sinto por você não me deixe, pelo menos ele, ainda que insuportável, não desista.

(Tati Bernardi)

Postar no Facebook
Solidão

Com a noite veio a solidão porque é nas horas mais mortas que a nossa alma se põe de joelhos e começa a refletir sobre as coisas que ama.
E a noite parecia um manto alto trazido pela tristeza e a nevoa enroscando se na imensidão de vales desolados amortecendo a própria voz dos ramos batidos pelo vento.
E a solidão veio falar de saudade.
Era uma estranha nevoa coroada por uma luz que ia entrando lentamente no meu coração.
Era uma estranho sentimento que iria acariciando de leve a minha alma tocando os recantos mais intimos do meu ser.
Compreendi então, meu amor a tristeza de estar sozinha, pois junto comigo trazia as infinitas magoas de sonhar com a ausência de ser amada.

Postar no Facebook
Buscando a Felicidade

Vou espremer entre as mãos as emoções

Refinando cada sensação do meu coração

Estes sentimentos que se misturam

Vou retirar os que mais machucam

A dor que se alastra no peito

Por uma ausência de alegria

A saudade que não se decifra

Apenas sabemos que ela existe

A tristeza que faz o olhar opaco

Não deixando a luz do amor entrar

A solidão que nos torna sozinhos

Mesmo estando em plena multidão

Vou deixar sentimentos bons para sentir

Como o amor a fluir em minha vida

A felicidade de me sentir liberta

O sorriso que todos os dias me desperta

A conquista de mais um dia sobrevivido

A alegria de ver o sol nascente ou poente

A paz que meu espírito sente

Escrevendo descobri que temos

Muitos sentimentos bons a usufruir

O melhor a fazer é ser feliz

Procurando a felicidade

Dentro dos pequenos momentos

De nossa vida

(Ângela Lugo)
(Ao Sabor da Poesia)

Postar no Facebook
Querer

Queria poder fechar os olhos e não mais abri-los, pois só assim não perceberia que não estás mais ao meu lado;
Queria poder dormir e não sentir falta do calor do teu corpo e do bem-estar que teus carinhos me fazem;
Queria poder pensar em ti e não sentir tantas saudades, então não veria o quanto a tua ausência dói;
Queria poder te ver e não sentir que te perdi, que te perdi por não me amares mais;
Queria poder te ouvir, te ouvir chamar meu nome ou somente meu amor, mas não ouço, o vazio da solidão ocupa o espaço da tua voz;
Queria poder sentir teu perfume e não sentir vontade de te abraçar, pois sempre adorei o cheiro da tua pele;
Queria poder me aproximar e não sentir que meu coração dispara pelo simples fato de saber que estás próximo;
Queria poder te tocar e não sentir calafrios, pois quando os sinto sei que meu corpo te deseja insaciavelmente;
Queria poder te acariciar, acariciar teus cabelos, teu rosto, teu corpo, e não descobrir que não estás ao alcance das minhas mãos que, desesperadamente, procuram por ti;
Queria poder te abraçar e não sentir que me fazes muita falta;
Queria poder te beijar e não sentir que já não me amas mais, pois sei que seu amor já não me pertence;
Queria poder gritar, gritar até não poder mais e não saber o porquê de tal atitude, mas não posso, pois sei que tudo o que quero é me livrar da dor que se aloja em meu peito;
Queria poder chorar e não perceber que choro por você, mas não consigo, minhas lágrimas simplesmente representam o desespero de te perder;
Sabes o que eu realmente queria???
Queria simplesmente ter a certeza de que algum dia vou conseguir deixar de te amar da forma que eu te amo, pois só assim poderei unir os pedaços de um coração que busca o verdadeiro amor: Aquele em que se ama e se é amada plenamente
SINTO SUA FALTA...

Postar no Facebook
Nessa horrível noite monótona e fervente

Nessa horrível noite monótona e fervente

Encontro-me aqui...

Na mente apenas a lembrança do seu rosto,

Dos seus olhos...

Com o ardente desejo de seus lábios

Passo os tristes dias a sua espera...

Meu coração em desalinho,

Completamente perdido

Começa a se derrocar perante sua constante presença nos meus pensamentos.

Meu coração já bate a seu favor,

Já palpita veloz ao te sentir perto...

Há tempos sonhava com você,

Sem saber quem realmente tu és,

Quando chegarias.

E agora,

Entrego-te meu coração

Para não mais chegar a beira do abismo

Perguntando-se o verdadeiro significado do amor,

Se ele existe ou se é apenas mais uma invenção da mente fértil do homem...

A sensação de vazio eterno

Faz parte de um passado mórbido,

Tenebroso...

A dor da solidão consumia meus sonhos,

Meus desejos,

As lágrimas que caiam da minha alma

Faziam brotar um sentimento sombrio,

Capaz de me transformar em apenas mais um ser,

Sem sentimentos,

Mas você chegou,

E hoje...

A saudades já é devastadora...

Não nego que sinto falta de sua voz,

Da sua presença,

Mas você fez nascer dentro de mim

Um sentimento puro,

Incomparável...

E a ele me apego nessas noites insanas

Para suprir a dor da sua ausência.

Postar no Facebook
Quando a ausência de quem se ama

Palavra que na alma cala...
Quando a ausência de quem se ama
mais alto, dentro de nós, fala!
É sentimento dorido,
pois não tem aquele que já não o tenha sofrido...
Pela dor de um amor já findo.
Adeus é despedida sem volta
é sentimento profundo doído.
Uma saudades que nunca acaba
Que a gente nunca esquece...
O tempo apenas esmorece.
Mas na alma fica reservado
No coração resguardado...
Num cantinho do ser, escondido!
A vida passa e com ela a dor
dilacera todo o sofrimento contido...
E quem dera a vida sem ela...
Seria tão mais linda! Mais bela!
Se esta palavra fosse de nós abolida!
E com ela o sentimento tão triste,
que nesta cinco letras, se revela...

Postar no Facebook
Despedida

Existem duas dores de amor:
A primeira é quando a relação termina e a gente,
seguindo amando, tem que se acostumar com a ausência do outro,
com a sensação de perda, de rejeição e com a falta de perspectiva,
já que ainda estamos tão embrulhados na dor
que não conseguimos ver luz no fim do túnel.

A segunda dor é quando começamos a vislumbrar a luz no fim do túnel.

A mais dilacerante é a dor física da falta de beijos e abraços,
a dor de virar desimportante para o ser amado.
Mas, quando esta dor passa, começamos um outro ritual de despedida:
a dor de abandonar o amor que sentíamos.
A dor de esvaziar o coração, de remover a saudade, de ficar livre,
sem sentimento especial por aquela pessoa. Dói também…

Na verdade, ficamos apegados ao amor tanto quanto à pessoa que o gerou.
Muitas pessoas reclamam por não conseguir se desprender de alguém.
É que, sem se darem conta, não querem se desprender.
Aquele amor, mesmo não retribuído, tornou-se um souvenir,
lembrança de uma época bonita que foi vivida…
Passou a ser um bem de valor inestimável, é uma sensação à qual
a gente se apega. Faz parte de nós.
Queremos, logicamente, voltar a ser alegres e disponíveis,
mas para isso é preciso abrir mão de algo que nos foi caro por muito tempo,
que de certa maneira entranhou-se na gente,
e que só com muito esforço é possível alforriar.

É uma dor mais amena, quase imperceptível.
Talvez, por isso, costuma durar mais do que a ‘dor-de-cotovelo’
propriamente dita. É uma dor que nos confunde.
Parece ser aquela mesma dor primeira, mas já é outra. A pessoa que nos
deixou já não nos interessa mais, mas interessa o amor que sentíamos por
ela, aquele amor que nos justificava como seres humanos,
que nos colocava dentro das estatísticas: “Eu amo, logo existo”.

Despedir-se de um amor é despedir-se de si mesmo.
É o arremate de uma história que terminou,
externamente, sem nossa concordância,
mas que precisa também sair de dentro da gente…
E só então a gente poderá amar, de novo.


(Martha Medeiros)

Postar no Facebook
Palavra que na alma cala

Palavra que na alma cala...
Quando a ausência de quem se ama
mais alto, dentro de nós, fala!
É sentimento dorido,
pois não tem aquele que já não o tenha sofrido...
Pela dor de um amor já findo.
Adeus é despedida sem volta
é sentimento profundo doído.
Uma saudades que nunca acaba
Que a gente nunca esquece...
O tempo apenas esmorece.
Mas na alma fica reservado
No coração resguardado...
Num cantinho do ser, escondido!
A vida passa e com ela a dor
dilacera todo o sofrimento contido...
E quem dera a vida sem ela...
Seria tão mais linda! Mais bela!
Se esta palavra fosse de nós abolida!
E com ela o sentimento tão triste,
que nesta cinco letras, se revela...

Postar no Facebook
Quando se perde um Grande Amor

É tão difícil compreender as emoções quando se rompe uma relação. Às vezes, temos certeza que tudo passou e de repente tudo volta. Como definir se o que sentimos é amor ou não é? Se é saudade ou solidão? Tristeza ou decepção? Posse ou desejo? Perda. Quando se perde um grande amor, muitas dúvidas emergem sob o fundo do sofrimento. Para alguns é um momento de intenso crescimento. Muito se pode aprender, uma aprendizagem que nos faz humildes diante da própria fragilidade.

Deparamo-nos com o que é a dor, a impotência diante dos sentimentos, a paciência necessária para esperar passar, pois a dor de amor não passa na velocidade da net, do gigas, dos chips, e o tempo que isso leva é indeterminado, é pessoal e singular.

Aceitar os altos e baixos, os enganos, os tropeços, as dúvidas, a falta de controle. Aceitar a não certeza, o não acesso ao que o outro sente e pensa, a incoerência do humano, a fraqueza, o medo, a culpa, o erro que não tem concerto, a marca da mentira e o que fazer com tudo isso?

O tempo não volta e as coisas não se apagam, por amor que tentamos, mas nada vai permanecer do jeito que está. A incerteza do futuro corrói, o medo do que virá, a ansiedade pelo novo e desconhecido, a prisão do passado, do familiar, que falta faz, será abstinência? Temos sim abstinência do outro a quem amamos e perdemos, somos forçados a esquecer quando ainda, ainda não estávamos preparados.

O choro que insiste em voltar, a vida que segue, e o tempo que insiste em passar, a confusão que não consegue chegar ao fim, tempos distintos, tempos diversos, tempo de cada um. Amor perdido, amor doído, amor esquecido, quando? Quando você está preparado para correr o risco de passar por tudo isso de novo e lembrar da abundância de felicidade num coração que ama, e é também amado...

(Priscila Lima e Melissa Coutinho)
(Terapiólogas)

Postar no Facebook
Metade

E que a força do medo que tenho, não me impeça de ver o que anseio.
Que a morte de tudo o que acredito não me tape os ouvidos nem a boca
Porque metade de mim é o que eu grito, mas a outra metade é o silêncio.
Que a música que eu ouço ao longe, seja linda, ainda que triste
Que a mulher que eu amo seja pra sempre amada, mesmo que distante
Porque metade de mim é partida e a outra metade é saudade ...
Que as palavras que eu falo não sejam ouvidas como prece, nem repetidas com fervor
apenas respeitadas, como a única coisa que resta a um homem inundado de sentimentos
Porque metade de mim é o que eu ouço, a outra metade é o que calo.
Que essa minha vontade de ir embora se transforme na calma e na paz que eu mereço
Que essa tensão que me corroe por dentro seja um dia recompensada
Porque metade de mim é o que eu penso e a outra metade é um vulcão.
Que o medo da solidão se afaste, que o convívio comigo mesmo, se torne ao menos suportável
Que o espelho reflita em meu rosto um doce sorriso que eu me lembro ter dado na infância
Porque metade de mim é a lembrança do que fui, a outra metade eu não sei.
Que não seja preciso mais do que uma simples alegria para me fazer aquietar o espírito
E que o teu silêncio me fale cada vez mais ...
Porque metade de mim é abrigo, mas a outra metade é cansaço
Que a arte nos aponte uma resposta, mesmo que ela não saiba
E que ninguém a tente complicar porque é preciso simplicidade para fazê-la florescer ...
Porque metade de mim é a platéia
E a outra metade é a canção
E que minha loucura seja perdoada
Porque metade de mim é amor
Mas a outra metade também !

Postar no Facebook
Despedida do Amor

Tudo que fica, fica para sempre um amor, uma longa conversa e um abraço apertado... Essas memórias nunca serão esquecidas não importa quanto tempo passe.

Assim será a nossa história, uma memória que nunca desaparecerá, será uma marca eterna. Em meio a uma música e outra nossos pensamentos cruzaram a distância para nos conectamos um ao outro.

Você foi meu anjo, meu escudeiro meu amante, com você fui do céu ao inferno. Com você eu atravessei barreiras, enfrentei meus piores medos e venci alguns deles. Me reinventei de forma mais simples, mas não consigo ser tão doce, sabe, coisa de instinto, sou assim azedinha mesmo.

Você fez meu coração ficar mais leve, leve de desejos e sonhos e de histórias bonitas, ele ficou tão leve e acabou saindo do peito e voando para longe, tão longe que eu acabei perdendo-o nessa busca de tentar fazer as coisas certas.

Eu nunca fui boa em fazer as coisas certas, sempre gostei do que não está escrito, do que é irreal, do que está fora do padrão, e de nunca fazer as coisas certas. Escolhi me arriscar de cabeça nessa nossa história, mesmo sabendo que ela estava fadada a não funcionar, mesmo sabendo que tudo isso seria uma daquelas histórias com finais dramáticos e bem clichês.

Eu arrisquei, arrisquei meu coração, guardei meus sonhos e desejos mais devassos em um caixinha e tranquei com setes chaves para tentar ser a menos errada possível.

Mas eu não consegui deixar a minha vida de lado, não consegui deixar minha bagagem no caminho, as minhas pegadas continuaram comigo, todas as dores e mágoas que ganhei nessa minha vida de erros continuaram comigo, pois essa era eu, essa sou eu, um conjuntos de derrotas e acertos, de medos e incertezas.

E mesmo sabendo de tudo isso, você mostrou que daria conta, que suportaria cada peso, que curaria cada ferida. E juntos apostamos tudo que tínhamos.

Todas as moedas apostadas não valeram muito, acabaram jogadas em qualquer fonte dos desejos, porque esses desejos nunca se realizaram ou talvez nunca foram cultivados da forma certa.

Nos perdermos não por falta de amor, talvez por amar de forma errada, por não compreender a forma do outro de amar, por não acreditar na forma do outro de amar.

Por não aceitar as escolhas do outro, e a minha escolha é buscar meu coração que sair voando por aí, e a sua foi encontrar um coração sem tantos defeitos.

Tudo que vivemos foi verdade, pelo menos para um lado da história. E nunca será esquecido.

(Moni)

Postar no Facebook
Como Esquecer Você?

Se a cada tristeza lembro-me do teu sorriso?
Se a cada solidão sinto a tua presença?
Se a cada lágrima lembro-me do seu silêncio?
Se a cada palavra lembro-me de você?
Você está a cada ausência.
Você está a cada gesto.
Em cada amanhecer da vida.
No silêncio do meu pensamento.
Lembro-me que foi bom te conhecer.
E sentir que sou o bastante...
Para te encontrar em cada alvorecer.
Te gosto com qualidades e defeitos.
Quero somente que você me aceite apenas como sou.
Pense em alguém no silêncio da noite.
Alguém que não precisa nem do silêncio da noite para pensar em você.
Algum dia serei algo que passou na sua vida.
Mas, para mim você sempre será alguém que lembrarei com muito amor...

Te amo e sempre hei de amar...

Postar no Facebook
Saudade Dolorida

Saudade...
Eu não queria senti-la, mas é mais forte que eu, todas essas lembranças me escravizam, me tiram a paz, sinto saudades de você, saudades dos nossos abraços, dos nossos carinhos, enfim, de tudo de bom que vivemos juntos e que a vida cruelmente roubou de mim.
Hoje, junto com a saudade, uma solidão terrível impera ao meu redor, tudo é vazio, tudo é triste; só a saudade de você que insiste em me machucar.
Quero reviver com você todos os nossos momentos, sentir o seu beijo, o seu corpo; eu tentei te esquecer, mas não consegui, perdi as rédeas do meu coração, eu sei que preciso superar tudo isso, mas se tornou muito difícil, sinto saudades, muitas saudades, não sei se lhe verei novamente algum dia, mas gostaria que essas palavras chegassem ao seu coração e você entendesse que minha vida perdeu a cor e deu lugar a uma imensa dor...
Não sei quais foram os motivos que nos separaram, até hoje isso me inconforma, talvez seja por isso que essa saudade dói tanto, a triste certeza de que não verei seu rosto, sentirei seu corpo, queria poder gritar, explodir essa angústia, mas ela se resume em um choro, onde ódio e tristeza se misturam.
Queria lhe procurar, mas não posso, queria que houvesse uma maneira de erradicar esse maldito sentimento da minha vida, queria lhe ver, olhar seus olhos, mas esse desejo é o mesmo que tentar agarrar o sol...
Tanto amor não foi suficiente para evitar esse desfecho, hoje sou sufocado pela saudade, e forçado a viver contra minha vontade...

Postar no Facebook
Eu não queria senti-la

Saudade...
Eu não queria senti-la, mas é mais forte que eu, todas essas lembranças me escravizam, me tiram a paz, sinto saudades de você, saudades dos nossos abraços, dos nossos carinhos, enfim, de tudo de bom que vivemos juntos e que a vida cruelmente roubou de mim.
Hoje, junto com a saudade, uma solidão terrível impera ao meu redor, tudo é vazio, tudo é triste; só a saudade de você que insiste em me machucar.
Quero reviver com você todos os nossos momentos, sentir o seu beijo, o seu corpo; eu tentei te esquecer, mas não consegui, perdi as rédeas do meu coração, eu sei que preciso superar tudo isso, mas se tornou muito difícil, sinto saudades, muitas saudades, não sei se lhe verei novamente algum dia, mas gostaria que essas palavras chegassem ao seu coração e você entendesse que minha vida perdeu a cor e deu lugar a uma imensa dor...
Não sei quais foram os motivos que nos separaram, até hoje isso me inconforma, talvez seja por isso que essa saudade dói tanto, a triste certeza de que não verei seu rosto, sentirei seu corpo, queria poder gritar, explodir essa angústia, mas ela se resume em um choro, onde ódio e tristeza se misturam.
Queria lhe procurar, mas não posso, queria que houvesse uma maneira de erradicar esse maldito sentimento da minha vida, queria lhe ver, olhar seus olhos, mas esse desejo é o mesmo que tentar agarrar o sol...
Tanto amor não foi suficiente para evitar esse desfecho, hoje sou sufocado pela saudade, e forçado a viver contra minha vontade...

Postar no Facebook
Devemos Continuar

À noite em meu quarto olho as estrelas e não encontro o brilho de outrora.

Tento dormir e não consigo.

Meus pensamentos voam tentando achar uma explicação e não consigo encontrar.

A angústia sufoca o meu coração.

Lágrimas rolam e não conseguem aliviar o peso da minha alma.

E eu continuo a te procurar em cada esquina da vida, mas em nenhuma delas você está...

Sim, em muitos momentos da vida, alguém especial tem que partir antes de nós.

E fica a pergunta: "Como continuar? "

A dor é forte demais e a vontade de desistir persiste.

Porém, podemos e devemos continuar.

Se o sorriso de outrora não pode mais ser visto, procuremos encontrá-lo na alegria expressada no rosto de uma criança carente que acabamos de auxiliar.

Se as mãos não podem mais ser tocadas, levemos o calor de um abraço sincero a quem passa por grandes sofrimentos.

Se a música não pode mais ser dançada, espalhemos a melodia entre os enfermos de um hospital.

Se a voz não pode mais ser ouvida, procuremos semear palavras de esperança por onde andarmos.

Se as estrelas não têm o mesmo brilho de outrora, nos esforcemos em iluminar o caminho daqueles que se encontram entre as trevas.

Se não podemos mais oferecer flores, trabalhemos para florir todos os jardins do mundo.

Se a luz parece ter ido embora, procuremos suavizar a escuridão que reina em tantos lares necessitados.

Se o riso se foi, procuremos trazer alegria para quem está desanimado diante de tantos obstáculos.

Se o sol deixou de brilhar, transformemo-nos em um farol para iluminar o caminho de quem se encontra perdido.

Se a ausência parece machucar o nosso coração, procuremos levar esperança a quem deixou de acreditar.

Se os encontros perderam a sua graça, procuremos entender o milagre que podemos realizar quando estendemos a mão a quem está caído.

Se o físico se foi, o espírito ainda vive e sente.

Devemos acreditar que o reencontro está marcado.

Sim, devemos continuar.

Devemos sentir saudades sim, mas jamais tristeza.

Devemos preencher o vazio que sentimos com gestos de amor.

Porque só o amor é capaz de grandes transformações.

Só o amor rompe todas as barreiras.

Só o amor cala as nossas feridas.

E só o amor nos leva a crer que não importa as perdas que a vida nos impõe, devemos sempre continuar....

Meus pêsames aos familiares.

Postar no Facebook