Mensagens de Nascimento

Encontradas mais de 35 Mensagens de Nascimento:

Parabéns pelo Nascimento do Bebê!

Um bebê nasce com a necessidade de ser querido. E nunca perde esta necessidade. Eu estarei entre os muitos que farão que teu novo bebê se encontre entre os seres mais queridos do nosso planeta.
Os bebês nascem com olhos dispostos a ver todo o precioso, abraçar todo o alegre e querer sem condições com todo seu coração.
O milagre de um nascimento é um tesouro único para uma mulher. Felicidades e que o desfrute.
Um bebê recém nascido enche um oco que sua mãe nunca sabia que existia em seu coração.

Postar no Facebook
Oração pelo nascimento de um filho

Chegou,
e a casa encheu-se de fragrância.
Parece primavera.
Em ti, Pai Santo, manancial de toda paternidade,
em ti estão todas as nossas fontes.
Mandaste-nos um presente desejado e sonhado:
uma criança chegou para o banquete da festa.
Seja bem-vinda!
Como é que vamos te agradecer,
Senhor da vida, com quê palavras?
Obrigado por seus olhos e por suas mãos,
Obrigado por seus pés e por sua pele,
Obrigado por seu corpo e por sua alma,
Em Tuas mãos de ternura nós o depositamos
para que cuides dele , e lhe faças carinhos
e o enchas de doçura.
Pai Santo e querido, põe um anjo ao seu lado
para que impeça a passagem da doença e
de todo o mal,
e o guie pelassendas da saúde e bem estar.
O bem, a paz e a Bênção
acompanhem-no todos os dias de sua vida
Amém

Postar no Facebook
Que seu bebê traga muita felicidade!

Há nove meses começamos uma contagem regressiva para a chegada da sua filhinha, a cada semana a expectativa era ampliada, mas conseguimos passar por tudo isso e não vemos a hora ver pessoalmente sua linda bebezinha.

Que ela esteja sempre com muita saúde e leve muita alegria para toda família. A chegada de uma nova criança mudará completamente sua maneira de enxergar a vida, mas com certeza a partir de agora ganhará uma enorme bagagem de aprendizado.

Que nunca lhe falta amor e paciência, que consiga superar todas as dificuldades que encontrar pela frente e assim consiga criar sua filha da melhor forma possível, se transformando em um ótimo pai, assim como é um ótimo amigo.

Apesar de ter chegado há tão pouco tempo, meu amor por ela já é imenso! Não vejo a hora de vê-la pessoalmente, para poder abraçar e beijar bastante sua bebezinha! Receba toda minha felicidade pelo nascimento da sua filhinha!

Postar no Facebook
Shiva e Parvati

Sati nasceu como Parvati, a filha do rei da cadeia do Himalaia. Sendo uma menina, ela não tinha interesse em brincar com as outras crianças. Ela estava inclinada em adorar Shiva, e tinha o desejo de casar-se com Ele. Depois de ter a permissão dos seus pais, ela foi até o local sagrado do Gangavatara, o qual ficou mais tarde conhecido como Pico Gauri. A penitência que fez para casar-se com o Senhor Shiva foi severa. Ela ficou sobre uma perna, com as mãos erguidas, tendo sobre Sua cabeça a neve das montanhas, meses e meses, sem comer ou beber nada. O Senhor Shiva ficou muito contente com as preces d´Ela, mas quis fazer um teste. Ele foi até Ela como um velho devoto do Senhor Shiva. Parvati ofereceu Seus respeitos ao velho devoto, bem como ao Senhor Shiva. Então, o velho devoto tentou convencê-la que deveria passar a Sua junventude em meditação, mas que também deveria desfrutar a vida casando-se com ele. Assim sugerindo, disse que era melhor casar com ele, em vez de ficar dançando em cemitérios e vestindo crânios e ossos. Parvati, incapaz de reconhecer que o velho homem era o Senhor Shiva em pessoa, ficou muito irada em escutar os insultos, mas mostrou a ele os devidos respeitos porque ele era semelhante a um devoto, mas Ela não queria mais escutar qualquer coisa contra o Senhor Shiva.
Ela pediu para que o velho devoto deixasse o local imediatamente. O Senhor, estando grato com a determinação de devoção de Parvati, então revelou quem era, concedendo o desejo de Ela poder casar com Ele. Parvati e Shiva casaram-se e iniciaram uma vida feliz no monte Kailash.

Eles tiveram dois filhos, Kartikeya e Ganesha. Ganesha nasceu quando Parvati desejou ser mãe de Krishna.

Postar no Facebook
O Poder das Mães

A mãe tem um poder marcante na vida de cada ser humano. Nos nove meses em que ficou em gestação dentro do ventre materno, recebeu dela muitos estímulos pelo líquido uterino, morno e aconchegante, ouvia as setenta e duas batidas por minuto do seu coração, sentia as vibrações, pressão e movimentos do seu corpo, durante o andar ou o seu falar.

Sentia até quando a mãe acariciava a barriga como se estivesse acariciando o bebê, estímulos físicos que a acalmavam e também ao feto. Ao sair do ambiente aconchegante do útero materno, no qual sentia-se bem, protegido e em segurança, o bebê obviamente continua a receber de sua mãe os estímulos físicos e psicológicos, além dos cuidados que o fazem, nesse período sentir-se bem e feliz: é amamentado, cuidado, abraçado, beijado, acariciado, embalado, lavado, carregado, etc. Quando o bebê vai crescendo, desenvolvendo a sua independência como ser humano, ele recebe ainda grande influência de sua mãe, além de outros adultos que com ele convivem.

O poder de uma mãe na vida de cada ser humano é tão forte que poderá formar uma personalidade sadia ou desequilibrada na criança, dependendo de como a mãe a trata e estimula. Se cada mãe fizer bem o seu trabalho, na sua importante missão como educadora e incentivadora de uma vida saudável na criança, certamente os resultados serão muito positivos. Uma mãe incentivadora dará estímulos positivos ao filho como, por exemplo: "Amo você, como fico feliz de você ter nascido, meu filho/a", "Parabéns, está muito bom isso que fez", "Você é inteligente e uma boa criança", "Sei que você é capaz de fazer, tente de novo".

Feliz da criança que tiver uma mãe que lhe dá estímulos positivos como esses, estímulos de amor, de aceitação e de confiança, que sabe valorizar os seus acertos e que sabe agir quando a criança erra, orientando-a para aprender a fazer o certo. Esse é o agir de uma mãe com atitudes de firmeza mas com um coração enorme, formando um filho saudável, uma pessoa com qualidades humanas. Uma mãe que faz a criança aprender as regras de um conviver sadio, aprendendo a ser disciplinada nas coisas da vida, e a aprender os limites que existem, evitando que a criança desenvolva a atitude de que "pode tudo" sendo uma "pequena tirana", dominando os pais com suas birras e vontades, e em casos extremos, ache normal realizar atos de vandalismo, a ser agressiva e violenta.

É preciso que haja, cada vez mais, mães educadoras e estimuladoras, mães atentas e interessadas no desenvolvimento dos seus filhos. Agindo assim, essas mães estarão influenciando positivamente na formação da personalidade da criança, formando nelas uma auto-imagem positiva. Essa formação saudável influenciará toda a vida daquela criança levando-a, quando adulta, a ser equilibrada e feliz, contribuindo para que a sociedade humana seja melhor, com pessoas de qualidade.

Ao contrário disso, se uma mãe der à criança mensagens negativas, depreciativas ou agressivas, certamente estará formando uma personalidade problemática. Mensagens negativas como, por exemplo: "Você não deveria ter nascido, detesto você!", "Espera só seu pai chegar para ver a surra que vai levar!", "Não adianta tentar, você não é capaz de fazer", "Desça já daí! Você não tem capacidade para subir aí!", "Como você é burra!", "Como você é lerda para aprender!", "Burrice igual à sua eu nunca vi!", "Você é surda, sua idiota?!" Estímulos negativos como esses certamente irão contribuir para formar uma criança insegura, medrosa ou agressiva, com problemas de relacionamento e até uma criança violenta, que terá problemas de aceitação de si mesma e dos outros. Quando a mãe é educadora negativa está, na realidade realizando um grande desperdício de oportunidades para formar um filho saudável e equilibrado.

Na adolescência ou na vida adulta desse filho, é que a mãe (e a sociedade) colherá "a tempestade" dos desequilíbrios que ela própria, como mãe, plantou na educação do filho.

A sociedade atual necessita urgente de mães que realizem ações para que seus filhos evoluam com personalidades saudáveis e equilibradas, contribuindo assim, para que a sociedade seja formada por crianças, jovens e adultos melhores. Ainda é tempo, ainda é possível realizar mudanças para uma sociedade melhor. Você que é mãe, faça bem a sua parte!

(Antônio de Andrade)

Postar no Facebook
Pertencer

Um amigo meu, médico, assegurou-me que desde o berço a criança sente o ambiente, a criança quer: nela o ser humano, no berço mesmo, já começou.
Tenho certeza de que no berço a minha primeira vontade foi a de pertencer. Por motivos que aqui não importam, eu de algum modo devia estar sentindo que não pertencia a nada e a ninguém. Nasci de graça.
Se no berço experimentei esta fome humana, ela continua a me acompanhar pela vida afora, como se fosse um destino. A ponto de meu coração se contrair de inveja e desejo quando vejo uma freira: ela pertence a Deus.
Exatamente porque é tão forte em mim a fome de me dar a algo ou a alguém, é que me tornei bastante arisca: tenho medo de revelar de quanto preciso e de como sou pobre. Sou, sim. Muito pobre. Só tenho um corpo e uma alma. E preciso de mais do que isso.
Com o tempo, sobretudo os últimos anos, perdi o jeito de ser gente. Não sei mais como se é. E uma espécie toda nova de "solidão de não pertencer" começou a me invadir como heras num muro.
Se meu desejo mais antigo é o de pertencer, por que então nunca fiz parte de clubes ou de associações? Porque não é isso que eu chamo de pertencer. O que eu queria, e não posso, é por exemplo que tudo o que me viesse de bom de dentro de mim eu pudesse dar àquilo que eu pertenço. Mesmo minhas alegrias, como são solitárias às vezes. E uma alegria solitária pode se tornar patética. É como ficar com um presente todo embrulhado em papel enfeitado de presente nas mãos - e não ter a quem dizer: tome, é seu, abra-o! Não querendo me ver em situações patéticas e, por uma espécie de contenção, evitando o tom de tragédia, raramente embrulho com papel de presente os meus sentimentos.
Pertencer não vem apenas de ser fraca e precisar unir-se a algo ou a alguém mais forte. Muitas vezes a vontade intensa de pertencer vem em mim de minha própria força - eu quero pertencer para que minha força não seja inútil e fortifique uma pessoa ou uma coisa.
Quase consigo me visualizar no berço, quase consigo reproduzir em mim a vaga e no entanto premente sensação de precisar pertencer. Por motivos que nem minha mãe nem meu pai podiam controlar, eu nasci e fiquei apenas: nascida.
No entanto fui preparada para ser dada à luz de um modo tão bonito. Minha mãe já estava doente, e, por uma superstição bastante espalhada, acreditava-se que ter um filho curava uma mulher de uma doença. Então fui deliberadamente criada: com amor e esperança. Só que não curei minha mãe. E sinto até hoje essa carga de culpa: fizeram-me para uma missão determinada e eu falhei. Como se contassem comigo nas trincheiras de uma guerra e eu tivesse desertado. Sei que meus pais me perdoaram por eu ter nascido em vão e tê-los traído na grande esperança.
Mas eu, eu não me perdôo. Quereria que simplesmente se tivesse feito um milagre: eu nascer e curar minha mãe. Então, sim: eu teria pertencido a meu pai e a minha mãe. Eu nem podia confiar a alguém essa espécie de solidão de não pertencer porque, como desertor, eu tinha o segredo da fuga que por vergonha não podia ser conhecido.
A vida me fez de vez em quando pertencer, como se fosse para me dar a medida do que eu perco não pertencendo. E então eu soube: pertencer é viver. Experimentei-o com a sede de quem está no deserto e bebe sôfrego os últimos goles de água de um cantil. E depois a sede volta e é no deserto mesmo que caminho!

(Clarice Lispector)

Postar no Facebook
A Vida e a Viagem de Trem

A vida não passa de uma viagem de trem, cheia de embarques e desembarques, alguns acidentes, agradáveis surpresas em muitos embarques e grandes tristezas em alguns desembarques.

Quando nascemos, entramos nesse magnífico trem e nos deparamos com algumas pessoas, que julgamos, estarão sempre nessa viagem conosco, nossos pais.

Infelizmente isso não é verdade, em alguma estação eles descerão e nos deixarão órfãos do seu carinho, amizade e companhia insubstituível. Isso porém não nos impedirá que durante o percurso, pessoas que se tornarão muito especiais para nós, embarquem. Chegam nossos irmãos, amigos, filhos e amores inesquecíveis!

Muitas pessoas embarcarão nesse trem apenas a passeio, outras encontrarão no seu trajeto somente tristezas e ainda outras circularão por ele prontos a ajudar quem precise.

Vários dos viajantes quando desembarcam deixam saudades eternas, outros tantos quando desocupam seu assento, ninguém nem sequer percebe.

Curioso é constatar que alguns passageiros que se tornam tão caros para nós, acomodam-se em vagões diferentes dos nossos, portanto somos obrigados a fazer esse trajeto separados deles, o que não nos impede é claro que possamos ir ao seu encontro. No entanto, infelizmente, jamais poderemos sentar ao seu lado, pois já haverá alguém ocupando aquele assento.

Não importa, é assim a viagem, cheia de atropelos, sonhos, fantasias, esperas, despedidas, porém, jamais, retornos. Façamos essa viagem então, da melhor maneira possível, tentando nos relacionar bem com os outros passageiros, procurando em cada um deles o que tiverem de melhor, lembrando sempre que em algum momento eles poderão fraquejar e precisaremos entender, porque provavelmente também fraquejaremos e com certeza haverá alguém que nos acudirá com seu carinho e sua atenção.

O grande mistério afinal é que nunca saberemos em qual parada desceremos, muito menos nossos companheiros de viagem, nem mesmo aquele que está sentado ao nosso lado. Eu fico pensando se quando descer desse trem sentirei saudades. Acredito que sim, me separar de muitas amizades que fiz será no mínimo doloroso, deixar meus filhos continuarem a viagem sozinhos será muito triste com certeza... mas me agarro na esperança que em algum momento
estarei na estação principal e com grande emoção os verei chegar. Estarão provavelmente com uma bagagem que não possuíam quando embarcaram e o que me deixará mais feliz será ter a certeza que de alguma forma eu fui uma grande colaboradora para que ela tenha crescido e se tornado valiosa.

Amigos, façamos com que a nossa estada nesse trem seja tranqüila, que tenha valido a pena e que quando chegar a hora de desembarcarmos o nosso lugar vazio traga saudades e boas recordações para aqueles que prosseguirem a viagem.

Postar no Facebook
Futura Mamãe

Quando um bebê decide vir ao mundo, nasce com ele uma mamãe.

Uma mãe é mãe desde o primeiro instante. Mesmo quando a vida ainda é um minúsculo ser implantado no ventre, a gente já é mãe do coração. Todo nosso pensamento, todo nosso cuidado se volta para esse serzinho que, tão minúsculo, já provoca emoções tão grandes.

A simples descoberta já nos traz um turbilhão de emoções inexplicáveis. A vida nunca mais vai ser a mesma. E nos perguntamos: "será que vou ser uma boa mãe?" "Será que vou saber cuidar do meu bebê?"

Mas uma mãe não nasce mãe e não aprende a ser em escolas. Uma mãe é e isso basta. Mãe sente, mãe adivinha, mãe aprende sofrendo, mãe sofre aprendendo.

Benditas são as mulheres! Se elas suportam uma das maiores dores, sentem sem dúvida a maior das felicidades. Uma mulher grávida é sempre algo sublime, ela tem algo de anjo e santo, uma aura invisível que reflete e ilumina seu rosto. Ela carrega nela a vida, um pedacinho dela mesma que vai um dia ter vida própria e isso é maravilhoso e assustador ao mesmo tempo.

Deve ser por isso que nos tornamos tão emotivas e choramos tão facilmente. Deve ser essa a razão de querermos estar satisfeitas em todos os nossos desejos.

Que a gravidez não é uma doença é verdade. Mas que não digam que é normal e que a pessoa pode viver normalmente, pois isso não é verdade. Todo o equilíbrio físico, psicológico e emocional fica balançado. Há ainda hoje civilizações onde as mulheres grávidas são tratadas como seres especiais e divinos.

Mãe que está descobrindo as alegrias da maternidade agora, deixa eu te dizer uma coisa: se você tem medo de não saber o suficiente para ensinar ao seu bebê os caminhos da vida, saiba que é com ele que você vai aprender a trilhar muitos desses caminhos. Viva a sua gravidez em todos os seus instantes e não se preocupe se está fazendo ou se fará as coisas certas ou erradas. Seu coração vai te ditar, confie nele! Aproveite ao máximo cada segundo, pois cada momento é único e esse privilégio não é dado a todos. Fale com seu bebê, faça carinho nele, sorria pra ele; viva o mais serenamente possível. Acredite: esses momentos são preciosos!...

E, sobretudo, você é uma pessoa agraciada! Deus os escolheu, para que fizessem parte um do outro. Ele saberá, certamente, conduzi-los nesse maravilhoso caminho.

Postar no Facebook
Feliz 15 Anos Filha

Hoje é um dia muito especial, pois tu estás completando quinze anos, portanto, viva-os com alegria. Viva a alegria que esta data te traz e faça muitos planos.
Entretanto, eu quero te lembrar que terás muitas primaveras, outonos, invernos e verões, mas mesmo que fiques mais velhinha, para mim tu continuarás sendo a minha pequenina princesinha.
Filha, nós passamos muito rápido pelo tempo, não é? Pois se vai perdendo a inocência e, sem querer, passa a germinar uma sombra de dor, isto é a chegada da saudade da doce infância. Aconselho-te minha linda do alto do 66° andar do edifício da minha existência que, deves viver sempre cada dia com toda a intensidade como se fosse o último.
Aproveite cada instante, cada momento e não faça mal a ninguém, procura sempre fazer o bem, o resto Deus te dará em abundância, este é o grande segredo da felicidade.
Parabéns pelos teus 15 aninhos. Agora, os meninos já te olham com outros olhos, mas eu continuarei te olhando como a menina dos meus sonhos. Para mim, esta data é mais uma pétala que se abre, porque tu és a minha rica flor, pois estás plantada e vicejando sempre glamourosa no meu coração, desde o dia do seu nascimento.

Feliz aniversário, minha última e definitiva paixão!
Beijos de um Pai Apaixonado pela sua Filha.

Postar no Facebook
Felicidades pelo Bebê

Hoje é um dia em que os sorrisos ficam estampados no rosto;
A partir de hoje tudo será um grande conhecimento;
Você terá de aprender a decifrar choros e manhas;
E ficará emocionada ao ouvir a primeira gargalhada;
Irá aprender o jeitinho que ele dorme com mais facilidade;
E terá diferentes sensações toda a vez que ele abrir seus pequenos olhos e perceber que está seguro ao seu lado.
A vida é mesmo uma eterna descoberta,
e ela está prestes a começar,
e eu espero estar sempre por perto para
auxiliar cada etapa desse intenso aprendizado.
Parabéns pelo Nascimento do Bebê.

Postar no Facebook
Amar alguém é...

Amor possessivo não é amor, como todo mundo sabe e estão cansados de ouvir que...
“Ninguém é de ninguém nesse mundo”
Nem nossos filhos são nossos, o que dirá um homem ou uma mulher.
As pessoas são livres, livres para amar e escolher quem quer amar.
O amor que exige exclusão e posse não é amor.
O amor possessivo amarra, impede o crescimento, enquanto que o amor verdadeiro é a força, é o impulso que faz o outro crescer.
Amar alguém é comprometer-se...
O amor é uma soma para que cada um possa ser mais ele mesmo, ele não existe para aliviar a dor e nem tão pouco para resolver necessidades, carências e interesses do outro.
O amor verdadeiro, maduro, é livre, é incondicional, sabe ceder e perder com serenidade para o bem da pessoa amada; sabe viver quando tem o bem e também quando não tem; sabe dialogar e chegar a conclusões maduras e sensatas.
O amor não nasce pronto, de uma vez...
Tem que haver vibração tem que ser harmônico.
Amar alguém é comprometer-se...
Como um amigo, companheiro, nas horas felizes e tristes, è ser honesto, sincero, confiante, verdadeiro em palavras e atitudes.
Amar alguém é comprometer-se...
O amor é como uma rosa, mas para que essa rosa exista, é preciso que existam também espinhos.
Mas mesmo assim, o amor ainda é a maior força que existe em nós, é só o amor que nos transforma, que nos amadurece.
Se não se aceitarmos de coração aberto à dinâmica transformadora do amor estaremos definitivamente negando a crescer e permanecer sempre infantil
Amar alguém é comprometer-se...
Não importa quem você ama.
Como diz: HERMANN HESSE “NÃO É FELICIDADE SER AMADO”: TODOS AMAM A SI MESMOS AMAR AOS OUTROS, SIM, É QUE É FELICDADE.

Postar no Facebook
Parabéns pelo Filho

Acaba de nascer uma luz;
Uma luz de novos planos
De novos momentos.
Essa luz está cheia de encantos,
Cheio de magias,
Cheio de vida.
Está luz é o fruto de dois corações,
É o mais novo ser do mundo
Um ser lindo
Tão pequeno...
Anjinho...
Que veio para ensinar o que é amor.
Anjinho que veio para amar e ser amado.
Anjinho cheio de glória
Cheio de Benção.
A partir de agora esse
Anjinho vai aprender como saber viver no amor
Aprender os passos para chegar até a
Felicidade.
Seja bem vinda essa luz que acaba de nascer.
E aos guardiões dessa luz eu desejo Parabéns pelo Bebê!

Postar no Facebook
Que Felicidade a Chegada de um Bebê!

Que felicidade saber da chegada do seu bebê!!!

Tenha certeza que a chegada de uma criança é um presente de Deus, um anjo colocado por Ele para sempre permanecer em sua vida! Que nesta nova fase todos os problemas e dificuldades se transformem em amor, que essa vidinha traga tudo o que for de melhor para sua vida.

Que chegue cheio de saúde e rodeado de amor por todos os lados. Que muitas bençãos sejam derramadas na vida desta família e que nunca falte nem beijos nem abraços!

Parabéns!!!

Postar no Facebook
Jovem...

Ser jovem é não perder o encanto e o susto de qualquer espera. É, sobretudo,
não ficar fixado nos padrões da própria formação.

Ser jovem é ter abertura para o novo na mesma medida do respeito ao
imutável. É acreditar um pouco na imortalidade da vida, é querer a festa, o
jogo, a brincadeira, o impossível, o distante. Ser jovem é ser bêbado de
infinitos que terminam logo ali. É só pensar na morte de vez em quando. É
não saber de nada e poder tudo.

Ser jovem é ainda acordar, pelo menos de vez em quando, assobiando uma
canção, antes mesmo de escovar os dentes. Ser jovem é não dar bola para o
síndico mas reconhecer que ele está na sua. É achar graça do riso, ter pena
dos tristes e ficar ao lado das crianças.

Ser jovem é estar sempre aprendendo inglês, é gostar de cor, xarope,
gengibirra e pastel de padaria. Ser jovem é não ter azia , é gostar de dormir e
crer na mudança; é meter o dedo no bolo e lamber o glacê. É cantar fora do
tom, mastigar depressa e engolir devagar a fala do avô. É gostar de barca da
Cantareira, carro velho e roupa sem amargura. É bater papo com a baiana,
curtir o ônibus e detestar meia marrom.

Ser jovem é beber curvas, ter estranhas, súbitas e inexplicáveis atrações. É
temer o testemunho, detestar os solenes, duvidar das palavras. Ser jovem é não
acreditar no que está pensando exceto se o pensamento permanecer depois. É
saber sorrir e alimentar secreta simpatia pelos crentes que cantam na praça
em semicírculo, Bíblia na mão, sonho no coração. É gostar de ler e tentar
silêncios quase impossíveis. É acreditar no dia novo como obra de Deus. É
ser metafísica sem ter metafísica. É curtir trem, alface fresquinha, cheiro de
hortelã. É gostar até de talco.

Ser jovem é ter ódio de cachimbo, de bala jujuba, de manipulação, de ser
usado. Ser jovem é ser capaz de compreender a tia, de entender o reclamo da
empregada e apoiar seu atraso. Ser jovem é continuar gostando de deitar na
grama. É gostar de beijo, de pele, de olho. Ser jovem é não perder o hábito de
se encabular. É ir para ser apresentado( já conhece fulano ) morrendo de
medo. Ser jovem é permanecer descobrindo. É querer ir a lua ou conhecer as
Finlândias, Escócias e praias advinhadas. É sentir cheiro de férias, cheiro de
mãe chegando em casa em dia de chuva, cheiro de fecom a baiana,
curtir o ônibus e detestar meia marrom.

Ser jovem é beber curvas, ter estranhas, súbitas e inexplicáveis atrações. É
temer o testemunho, detestar os solenes, duvidar das palavras. Ser jovem é não
acreditar no que está pensando exceto se o pensamento permanecer depois. É
saber sorrir e alimentar secreta simpatia pelos crentes que cantam na praça
em semicírculo, Bíblia na mão, sonho no coração. É gostar de ler e tentar
silêncios quase impossíveis. É acreditar no dia novo como obra de Deus. É
ser metafísica sem ter metafísica. É curtir trem, alface fresquinha, cheiro de
hortelã. É gostar até de talco.

Ser jovem é ter ódio de cachimbo, de bala jujuba, de manipulação, de ser
usado. Ser jovem é ser capaz de compreender a tia, de entender o reclamo da
empregada e apoiar seu atraso. Ser jovem é continuar gostando de deitar na
grama. É gostar de beijo, de pele, de olho. Ser jovem é não perder o hábito de
se encabular. É ir para ser apresentado( já conhece fulano ) morrendo de
medo. Ser jovem é permanecer descobrindo. É querer ir a lua ou conhecer as
Finlândias, Escócias e praias advinhadas. É sentir cheiro de férias, cheiro de
mãe chegando em casa em dia de chuva, cheiro de festa, aipim, camisa nova
ou toalha lá do clube.

Ser jovem é andar confiante como quem salta, se possível de mãos dadas com
o ar. É ter coragem de nascer a cada dia e embrulhar as fossas no celofane do
não faz mal. É acreditar em frases, pessoas, mitos, forças, sons, é crer no que
não vale a pena mas ai da vida se não fosse isso. É descobrir um belo que não
conta. É recear as revelações e ir para casa com gosto de seu silêncio amargo
ou agridoce. Ser jovem é ter capacidade do perdão e andar com os olhos
cheios de capim cheiroso. É ter tédios passageiros, é amar a vida, é ter uma
palavra de compreensão. Ser jovem é lembrar pouco da infância por não
precisar fazê-lo para suportar a vida.

Ser jovem é ser capaz de anestesia salvadoras. Ser jovem é misturar tudo isso
com a idade que tenha, trinta, quarenta, cinqüenta, sessenta, setenta ou
dezenove. É sempre abrir a porta com emoção. É esperar dos outros o que
ainda não desistiu de querer. Ser jovem é viver em estado de fundo musical de
superprodução da Metro. É abraçar esquinas, mundos, espaços, luzes, flores,
livros, discos, cachorros e a menininha com um profundo, aberto e
incomensurável abraço feito de festa, cocada preta, dentes brancos e dedos
tímidos, todos prontos para os desencontros da vida. Com uma profunda e
permanente vontade de SER.

Postar no Facebook
O Anjo de Um Bebê

Parabéns pelo nascimento do bebê!

Uma criança pronta para nascer pergunta a Deus:
"Como eu vou viver sendo assim pequeno e indefeso?"
Deus disse: "Eu escolhi um anjo para você. Estará lhe esperando e tomará conta de você."
Criança: "Aqui no Céu eu não faço nada a não ser cantar e sorrir, o que é suficiente para que eu seja feliz. Serei feliz lá?"
Deus: "Seu anjo cantará e sorrirá para você... A cada dia, a cada instante, você sentirá o amor do seu anjo e será feliz."
Criança: "Como poderei entender quando falarem comigo, se eu não conheço a língua que as pessoas falam?"
Deus: "Com muita paciência e carinho, seu anjo lhe ensinará a falar."
Criança: "E o que farei quando eu quiser lhe falar?"
Deus: "Seu anjo juntará suas mãos e lhe ensinará a rezar."
Criança: "Eu ouvi que na Terra há homens maus. Quem me protegerá?"
Deus: "Seu anjo lhe defenderá mesmo que signifique arriscar sua própria vida."
Nesse momento é chegada a hora do nascimento.A criança, apressada, pediu suavemente:
"Deus, eu estou no ponto de ir agora, diga-me por favor, o nome do meu anjo."
E Deus respondeu:
"Você a chamará de MÃE".

(Criança Genial)

Postar no Facebook