Mensagens de Saudade


Saudade,
Acho que sei o que é.
Saudade é sentir teu perfume na rua e correr a te procurar,
É escutar nossas músicas fazendo força para não chorar.
Lembrar dos momentos juntos e ressaltar
A felicidade que você veio me proporcionar,
E de como era bom estar ao seu lado vendo esse olhar,
Dizendo pra mim vem me beijar.
Saudade é procurar nos jardins seu sorriso e não encontrar.
É recostar na cama à noite e te imaginar.
Lembrar da tua face e vibrar.
Saudade, por fim, é parar para pensar no quanto quero te amar!!!

Sinto saudade do tempo.
Do tempo em que eu era criança
Do tempo em que tudo era só brincadeira
Do tempo em que eu era feliz.
E não sabia

Sinto saudade do tempo em que as coisas eram apenas novidade
Do tempo em que tudo o que eu fazia dava certo
Das pessoas que conheci
Das amizades que fiz
Dos relacionamentos que tive

Sinto saudade do tempo
De quando amar parecia algo muito distante
De quando a vida era apenas uma festa
Das brincadeiras que fazia com meus amigos

Sinto saudade do tempo
Tempo em que não dava satisfações de minha vida
De não ter que dar explicações
De fazer o que queria e não me arrepender

Sinto saudade
Do tempo que passou
E que não volta mais

Mas de tudo isso
Também sinto saudade....

Do tempo em que você esteve COMIGO!

Saudade é solidão acompanhada,
é quando o amor ainda não foi embora,
mas o amado já...

Saudade é amar um passado que ainda não passou,
é recusar um presente que nos machuca,
é não ver o futuro que nos convida...

Saudade é sentir que existe o que não existe mais...

Saudade é o inferno dos que perderam,
é a dor dos que ficaram para trás,
é o gosto de morte na boca dos que continuam...

Só uma pessoa no mundo deseja sentir saudade:
aquela que nunca amou.

E esse é o maior dos sofrimentos:
não ter por quem sentir saudades,
passar pela vida e não viver.

O maior dos sofrimentos é nunca ter sofrido.

(Pablo Neruda)
(Pensador)

Ah, que bom seria se eu soubesse
Quais as chaves para te prender
Quais as cores pra te ter comigo
Quais as frases certas pra dizer

E melhor ainda se eu tivesse
Um portal, uma máquina do tempo
Algo que te teletransportasse
Te trouxesse para mim no vento

Mas você foi pra muito longe
E a distância fere de verdade
Saudade

Saudade dói, dói, dói
Machuca o coração
Saudade dói, dói, dói, dói
Faz o amor virar solidão

Eu te espero como o mar
Espera pela embarcação
Como a flor espera a primavera
E o sol espera o verão

Eu te espero como o céu
Espera pelo avião
Como a lua espera o poeta
O amor espera o coração

Ainda nem fui embora, mas já sinto o coração apertado de tanta saudade. Você sabe o quanto relutei para não me afastar nem um milímetro de você, mas infelizmente minha situação profissional falou mais alto e não tive como deixar passar essa ótima oportunidade.

Tenho certeza que conhece os meus sentimentos e como estou mal por ter que ficar tanto tempo longe de você. Meu coração já é só saudade, mas teremos que superar esse momento e ultrapassar todas as dificuldades.

Você é o ar que eu respiro, e não consigo imaginar como viverei longe de você. Espero que esse período fortaleça ainda mais o nosso amor e que possamos perceber o quanto somos importantes um para o outro.

Já estou em contagem regressiva para a volta, espero que o tempo passe bem rápido para não sentir tanta falta de estar em seus braços. Saiba que você não sairá dos meus pensamentos em nenhum momento, amo você para a vida inteira, e juntarei todas as minhas forças para poder ver você novamente.

Começo por sentir um peso me oprimindo o peito e em pouco tempo deixam de existir mais palavras capazes de expressar um sentimento tão avassalador, ficando apenas a Saudade para falar por mim. E essa singela palavra diz o que séculos de melancolia debitada noutras línguas jamais seria quem, pois a saudade não é uma mera palavra, mas um símbolo que une vários povos em uma mesma língua.

É esta saudade que eu carrego no peito e no sangue, que me esmaga com sua herança apenas porque a conheço, porque a entendo, porque nasci sob o seu domínio. E mesmo tão longe no tempo sinto saudades de uma História já ida, de batalhas já travadas, de sentimentos forjados em circunstâncias tão distintas.

Sinto saudades porque respiro, porque em meu peito bate um coração ávido de vida e minha boca se expressa em tão bela língua. E sinto, faça chuva, faça sol, saudades de um ontem, de um amanhã, e até mesmo do dia de hoje... E principalmente sinto saudades de você!

Há varias formas de sentir saudade,
Com o amor,
Com a morte,
Com a distância...
Todas são saudades muito doidas.
Quando a saudade bater em nossos corações,
Lembre-se que é um bom sinal de amor.
O amor faz a gente renascer para um mundo de sonhos e fantasia.
Mas quando esse amor acabar,seus sonhos iludidos se transformarão na
grande realidade que sempre viveu.
Por aqueles que já viveram uma grande saudade,é que a saudade pode ser
definida mais jamais entendida.

Se queres compreender o que é saudade
Terás que antes que tudo conhecer
Sentir o que é querer, o que é ternura
E ter por bem um grande amor viver
Então, compreenderás o que é saudade
Depois de ter vivido um grande amor
Saudade é solidão! Melancolia!
É nostalgia! É recordar...! Viver!
Se queres compreender o que é saudade...
Terás que antes que tudo conhecer!
Sentir o que é querer, o que é ternura!
E ter por bem um grande amor viver!
Então, compreenderás o que é saudade!!!
Depois de ter vivido um grande amor...
Saudade é solidão! Melancolia! É nostalgia! É recordar. Viver!

Saudade é reviver cada momento,
sentir as mesmas emoções
sem cogitar que tudo se passou há tanto tempo.
Saudade é acordar de manhã,
e ter para o ente amado o primeiro pensamento e os demais,
que vão invadindo a mente pelo resto do dia.

Saudade é envidar todos os esforços para esquecer
sem contudo perder a mania
de retomar os restos tangíveis que permaneceram,
com os olhos marejados
e descobrir que estes “restos tangíveis” estão vivos
aconteceu que ele não partiu,
não traiu ou morreu e que,
a qualquer momento,
não importa se aqui ou além se nesta ou em outra vida,
Retomaremos o trajeto interrompido pelo revés inesperado e estaremos de novo caminhando lado a lado !

Vai, minha tristeza, e diz a ela
Que sem ela não pode ser
Diz-lhe, numa prece, que ela regresse
Porque eu não posso mais sofrer

Chega de saudade, a realidade é que sem ela
Não há paz, não há beleza
É só tristeza e a melancolia
Que não sai de mim, não sai de mim, não sai

Mas, se ela voltar, se ela voltar
Que coisa linda, que coisa louca
Pois há menos peixinhos a nadar no mar
Do que os beijinhos que eu darei na sua boca

Dentro dos meus braços
Os abraços hão de ser milhões de abraços
Apertado assim, colado assim, calado assim
Abraços e beijinhos e carinhos sem ter fim

Que é pra acabar com esse negócio de viver longe de mim
Não quero mais esse negócio de você viver assim
Vamos deixar desse negócio de você viver sem mim

A saudade é o que fica daquilo que partiu, daquilo que já não é mais. Saudade é ausência, é o sentimento de vazio que fica daquilo que se foi. Mas, às vezes, a saudade é um vazio tão grande que ocupa muito espaço dentro do coração, e aperta tanto o peito que acaba transbordando e escorrendo pelos olhos.

Se sentimos saudades de algo ou de alguém, é porque o objeto da saudade nos trouxe felicidade, foi algo ou alguém que amamos. Por isso, a saudade dói. A saudade é a insistência da memória de manter vivo e presente, perto de nós o que já não temos. A saudade faz o ponto final virar uma vírgula na vida.

Há saudades que se pode matar, há outras que são capazes de nos fazer morrer. Mas a saudade é sempre uma memória de amor que não morre.

A saudade não é um sentimento de ausência. A saudade é o sentimento de presença de quem não está. A verdadeira saudade não se desfaz. É a lembrança viva, é uma memória que aquece e às vezes arde, mas que não esfria, não se apaga. A saudade é uma chama que se mantém acesa pela falta que o outro faz.

O tempo da saudade é sempre o passado, porque a saudade é a vontade de trazer o passado para o presente e o levar conosco para o futuro, para toda a vida. A saudade é constante vontade de estar. Não há como melhor explicar a saudade. Basta fechar os olhos e se aquilo que mais deseja lhe parece tão distante na realidade como no sonho, então há saudade. A saudade é o eterno desejo da presença de quem está ausente ou daquilo que passou.

Hoje se completam dois anos desde o dia em que você partiu, desde o dia em que o adeus definitivo ditou o seu desaparecimento.

São dois anos de viva saudade, e a certeza de que nunca cairá no esquecimento, pois mora em meu coração, nas minhas memórias...
Lá onde você esteja, espero que descanse em paz, e possa sentir a minha saudade que por você será eterna.

Saudade é aquele desejo incessante de preencher o vazio das horas
Saudade é a impossibilidade de parar os ponteiros
E de rebobinar o tempo
É a vontade de voltar ao mesmo ponto onde partimos e nos encontramos
Saudade é se sentir só na multidão
Saudade é o cheiro que insiste em impregnar a roupa velha
Saudade é não querer esquecer mesmo querendo
Saudade é a lembrança permanente que machuca e afaga
Saudade é como a nostalgia da infância
Da inocencia perdida, do amor puro, do riso a toa, das brincadeiras e das histórias de ninar
A saudade é a trapaça da memória, é a visão embaçada que distorce a realidade e idealiza o passado
O que ficou pra trás parece sempre melhor que o presente
A saudade tem memória de elefante quando quer lembrar do que era amor
Mas quando precisa lembrar do que era sofrer, a saudade sofre de amnésia
Por isso a saudade é traiçoeira
Ela só mostra as delícias, mas se esquece das dores
Saudade ora amiga, ora inimiga
É preciso conviver com ela sem se enganar
É preciso valorizar o presente
E pensar no futuro
Sigamos em frente, com a saudade na bagagem, mundo a fora.

Hoje eu decidi
Vou deixar a saudade chegar
Vou deixar a saudade me abraçar com seu manto
E se for preciso chorar, vou chorar
Quem sabe entre uma lágrima e outra, o riso aparece?
Afinal, a mesma saudade que machuca também acaricia com suas lembranças

Hoje eu decidi, não vou evitar a saudade
Vou aceitá-la de coração e braços abertos
Vou cantar para ela a nossa canção preferida
Vou recitar aquele poema de amor que você um dia me dedicou

Quem sabe se eu abrir as portas da minha casa e meu coração
A saudade me dê uma trégua
E se torne um aconchego ao invés de um tormento
Quero fazer as pazes com a saudade
Preciso fazer as pazes com a saudade
Já que ela é minha companheira, não posso mais evitá-la

Venha saudade
Encha minha casa tão vazia
Escute as minhas canções de amor
E meus poemas inacabados
Dancemos essa valsa solitária
E enquanto um novo amor não chega
Você será bem vinda