Produção em Massa

Meu princípio é baixar os preços, expandir as operações e melhorar os nossos carros. Note que a redução do preço é o mais importante. Eu nunca vi o preço de produção como uma coisa fixa. Portanto, começo por reduzir os preços para vender mais. Em seguida, coloque um funcionando, e tentamos obter um menor custo de fabricação (...).
Ao definir um preço de venda bastante baixo, forçamos todos os serviços da fábrica a ter o melhor desempenho possível, a queda de preço obriga todos a encontrar todos os benefícios, por menor que seja. Este desafio me faz encontrar novas ideias sobre a fabricação e venda (...).
Felizmente, os altos salários contribuem para reduzir o custo de produção, os trabalhadores são cada vez mais dedicados uma vez que são liberados das preocupações não relacionadas com o trabalho.
A determinação dos salários de cinco doláres em oito horas foi das melhores economias que fiz, mas subir o salário para seis dólares foi melhor ainda. Até onde chegaremos por este caminho, eu não sei. Provavelmente poderia encontrar homens que fazem por três dólares o mesmo trabalho para o qual pago seis dólares (...). Mas eu estimo que precisaria de dois ou talvez três desses trabalhadores a baixo custo para substituir cada um dos meus bem-remunerados (...).
Quanto a preços de venda, nosso trator, por exemplo, foi vendido inicialmente por US $ 756, depois por 650 e depois 625, e recentemente caiu de preço em 37% sendo vendido por US $ 395. Se reduzimos tanto o preço até este ponto é porque nós começamos a fabricação em massa de tratores.

(Henry Ford)

Mensagens Relacionadas

Os cataclismos que subitamente ocorrem no seio da natureza, provocando devastações e danos em massa, não são obras de Deus. Essas catástrofes resultam dos pensamentos e ações dos homens.

Onde quer que o equilíbrio vibratório do mundo entre o bem e o mal seja perturbado por um acúmulo de vibrações nocivas, resultantes de pensamentos e procedimentos errôneos do homem, veremos destruições como as que experimentamos recentemente (1938).

O mundo continuará a ter guerras, calamidades naturais até que todos os povos corrijam seus erros de pensamento e de comportamento. As guerras ocorrem não por uma ação divina fatal, mas pela disseminação do egoísmo natural. Elimine-se o egoísmo individual, industrial, politico, nacional e não haverá mais guerras.

Quando a materialidade predomina na consciência do homem há uma emissão de raios negativos sutis, seu poder cumulativo perturba o equilíbrio elétrico da natureza, e então ocorrem terremotos, enchentes e outros desastres. Deus não é responsável por eles!

O homem tem que controlar seus pensamentos antes de poder controlar a natureza!

(Yogananda)
(Fórum Espírita)

A imprensa livre é o olhar onipotente do povo, a confiança personalizada do povo nele mesmo, o vínculo articulado que une o indivíduo ao Estado e ao mundo, a cultura incorporada que transforma lutas materiais em lutas intelectuais, e idealiza suas formas brutas.

O comunismo não é para nós um estado que deve ser estabelecido, um ideal para o qual a realidade terá de se dirigir. Denominamos o comunismo o movimento real que supera o estado de coisas atual. As condições desse movimento resultam de pressupostos existentes.

O trabalho não é a satisfação de uma necessidade, mas apenas um meio para satisfazer outras necessidades.

Sem sombra de dúvida, a vontade do capitalista consiste em encher os bolsos, o mais que possa. E o que temos a fazer não é divagar acerca da sua vontade, mas investigar o seu poder, os limites desse poder e o caráter desses limites.

A história da sociedade até aos nossos dias é a história da luta de classes.

O dinheiro é a essência alienada do trabalho e da existência do homem; a essência o domina e ele a adora.

A tortura deu lugar às descobertas mecânicas mais engenhosas, cuja produção dá trabalho a uma imensidade de honestos artesãos.

(Karl Marx)
(Pensador)

O meu cabelo é bom é assim, e se você não gosta, por favor, fique longe de mim. Não vou alisar, não vou trançar, não vou prender. Se você não gosta do meu cabelo porque diz que é cabelo pixaim de preto, eu é que não gosto de você. Esquece essa de escovinha e chapa, solta os seus cachos, mostra o seu poder.

A minha pele é negra, bela como a noite que nunca vai ter fim. Quem disse que quando a coisa está preta é porque está ruim? Você nunca ouviu falar de cegueira branca, quando a luz está muito forte e nem com sorte você pode enxergar?

Não transforme o seu preconceito em piada, porque não tem graça, e se alguém rir pode ter certeza que você não tem motivo para se orgulhar. Não tem riso frouxo que disfarce o racismo e a ignorância do seu blá blá blá.

Sim, eu sou negro, com muito orgulho e com muito amor. Eu sou brasileiro, e levanto a taça de fazer parte de uma raça que mistura tudo quanto é cor. Mas não me orgulho de tanto preconceito que o irmão branco tem contra o irmão negro, se todos são filhos da mesma nação.

Tenho vergonha de tanta ignorância e da gente que acha que a cor da pele é que dá valor para o que a gente é. Abre a sua cabeça, porque a sua massa cinzenta já virou fumaça e a sua mente já está vazia. E não faz piada, porque preconceito, meu amigo, não tem graça!