O Governo

E cada governo faz as leis para seu próprio proveito: a democracia, leis democráticas; a tirania, leis tirânicas, e as outras a mesma coisa; estabelecidas estas leis, declaram justo, para os governados, o seu próprio interesse, e castigam quem o transgride como violador da lei, culpando-o de injustiça. Aqui tens, homem excelente, o que afirmo: em todas as cidades o justo é a mesma coisa, isto é, o que é vantajoso para o governo constituído; ora, este é o mais forte, de onde se segue, para um homem de bom raciocínio, que em todos os lugares o justo é a mesma coisa: o interesse do mais forte.

- Platão

(A República)

Mensagens Relacionadas

Morar numa casa mais o menos
Morar numa rua mais o menos
Morar numa cidade mais o menos
e até ter um governo mais o menos

A gente pode
Dormir numa cama mais o menos
Comer um beijão mais o menos
Ter um carro mais ou menos,
e até ser obrigado a acreditar mais
ou menos no futuro.

A gente pode
Olhar em volta e sentir que tudo
está mais ou menos.

TUDO BEM

O que a gente não pode mesmo,
nunca, de jeito nenhum,
É amar mais ou menos
É sonhar mais ou menos
É ser amigo mais ou menos
É ter fé mais ou menos,
Senão a gente corre o risco de se
tornar uma pessoa mais ou menos.

(Chico Xavier)

São tanto sentimentos negativos que nos cercam neste mundo que fica difícil manter a esperança de uma convivência mais justa e solidária. Cada vez mais somos surpreendidos pela naturalidade de que não faz diferença em viver numa sociedade corrompida, onde o dinheiro prevalece e vale muito mais que uma vida.

Com a população cada vez mais aumentando, a mudança deste quadro se torna muito mais complexo, pessoas diferentes dividindo o mesmo espaço, deixa o ambiente muito mais susceptível a conflitos ou o isolamento amedrontado.

Mesmo com tantos empecilhos para alcançar uma sociedade mais igualitária, se ninguém se mexer, o que resta é esperar apenas por um milagre. As mudanças devem ocorrer primeiramente dentro da gente, não adianta mudar o governo ou o sistema de gerir uma sociedade, se a população não tem dentro de si o sentimento de igualdade.

Enquanto permanecermos com um pensamento que distingue um melhor que outro por motivos torpes, nosso modelo de sociedade continuará eternamente o mesmo. A esperança nunca deve desaparecer, mas para que ela tenha algum valor é preciso muito mais que apenas querer, é imprescindível começar a fazer.

Não haverá razão para viver, nem termo para as nossas
misérias, se fôr mister temer tudo quanto seja temível.
Neste ponto, põe em acção a tua prudência; mercê da
animosidade de espírito, repele inclusive o temor que te
acomete de cara descoberta. Pelo menos, combate uma
fraqueza com outra: tempera o receio com a esperança.
Por certo que possa ser qualquer um dos riscos que
tememos, é ainda mais certo que os nossos temores se
apaziguam, quando as nossas esperanças nos enganam.
Estabelece equilíbrio, pois, entre a esperança e o
temor; sempre que houver completa incerteza, inclina a
balança em teu favor: crê no que te agrada. Mesmo que o
temor reuna maior número de sufrágios, inclina-a sempre
para o lado da esperança; deixa de afligir o coração, e
figura-te, sem cessar, que a maior parte dos mortais,
sem ser afectada, sem se ver seriamente ameaçada por mal
algum, vive em permanente e confusa agitação. É que
nenhum conserva o governo de si mesmo: deixa-se levar
pelos impulsos, e não mantém o seu temor dentro de
limites razoáveis. Nenhum diz: - Autoridade vã,
espírito vão: ou inventou, ou lho contaram. Flutuamos
ao mínimo sopro. De circunstâncias duvidosas, fazemos
certezas que nos aterrorizam. Como a justa medida não é
do nosso feitio, instantaneamente uma inquietude se
converte em medo.


(Lucius Annaeus Sêneca)

Eu usei muitas vezes a metáfora de plantar as sementes, assim examinaremos isto um pouco mais e lhes daremos mais informações. A metáfora, naturalmente, é o agricultor, e nós a usamos de modo que vejam todos os atributos que o agricultor observa, que são comuns a todos vocês.

Enquanto vocês estavam lutando contra a velha energia, não estavam arando os campos e os preparando para as sementes. Em vez disto, vocês estavam sobrevivendo. Agora é o momento de preparar os campos para o plantio e no processo de liberação, vocês se interiorizam. Preparar os campos é uma metáfora para descobrir o Eu Superior, o aspecto quântico em vocês, e avançar para um espaço, pessoalmente, onde as coisas começam a fazer mais sentido em sua vida cotidiana.

Há aqueles que estão lendo isto agora, que eu estou ouvindo: Ajude-me, ajude-me. Vocês não acham que eu sei quem está aqui? Assim, eu lhes direi: Vocês sabem quem são, queridos, e eu quero que relaxem por um momento. Vocês são amados além do que imaginam. Vocês são conhecidos por Deus além do que têm conhecimento, e isto que estão sentindo agora é temporário. OK? Isto é temporário. Se estiverem implorando ajuda, estão em desequilíbrio. É o momento de relaxar em Deus e saber que são amados. Há tempo. Vocês sobreviverão. Vocês irão fazer isto.

Há sabedoria na metáfora do plantio das sementes. Em primeiro lugar, vocês aram os campos. Em seguida, adicionam o adubo e os nutrientes. Finalmente, vocês se preparam para o plantio das sementes. Os campos não estão preparados agora, assim vocês devem fazer uma pausa e prepará-los. Toda esta conversa é uma metáfora do agricultor. Isto pode não fazer sentido a vocês, mas o que ela diz é que o ponto de demarcação do velho para o novo é agora, e somente agora vocês podem começar para o que vieram. Vocês não plantaram as sementes ainda. Os campos devem ser preparados. No processo desta preparação, perceberão que a energia escura, está mais fácil na batalha, permitindo-lhes fazer o plantio.

Novos cenários irão surgir inesperadamente para lhes mostrar que isto é verdade. Vocês não acreditarão que passaram por alguns dos desafios com tanta facilidade. Porque agora a energia os apóia e isto não ocorria há um ano. O ano de 2013 é realmente uma demarcação de intenções e afeta a manifestação. Vocês começam a preparar os campos para a nova energia e começam a plantar as sementes usando aquilo que a velha alma tem: a sabedoria do passado. Estas sementes de sabedoria são plantadas na economia, no governo, no lar e nas famílias. Estas são as sementes da integridade e falarão da sabedoria de se unirem, em vez de se separarem.

(Kryon)
(Anjo de Luz)