Mensagens de Deus

Encontradas mais de 448 Mensagens de Deus:

Caixa Postal

Sempre me impressionou o volume de cartas e papéis colocados nos bolsos do paletó do Chico, que de tanta correspondência, sempre estiveram muito inchados.

Confesso não saber a quem pertence a frase seguinte, mas considero-a de uma rara felicidade:

- O bolso do paletó de Chico é a caixa postal de Deus.

Postar no Facebook
Sexta-feira da Paixão

Numa pequena vila, de uma pequena cidade, alguns homens trabalhando; cada um em sua tarefa. Naquele lugarejo não se tinha muitas opções de trabalho, quase todos os seus moradores se dedicavam ao plantio ou a criação de gado, e o cultivo de hortifrutigranjeiros. Eram todos simples, porém muito tradicionais em suas crendices, supersticiosos e respeitadores das datas, principalmente as religiosas. Era véspera de sexta-feira santa. Naquela quinta-feira, todos procuravam adiantar o máximo seus afazeres, para que no dia seguinte, pudessem respeitar e guardar a paixão e morte de Nosso Senhor Jesus Cristo.
-Éh! Amanhã não vou tirar leite não Joaquim.
-Eu também não Mané.
(Conversavam os compadres), porém entre eles, havia um amigo incrédulo, que não obedecia nem respeitava nenhuma data.
-Ah! Eu não estou nem aí... Amanhã é um dia como um outro qualquer uai, eu num quero nem saber. Vou é cuidar do meu animal e ordenhar a Malhada, tirar aquele leitinho gostoso que só ela tem... e num acontece nada...
-Juca... Você não teima não.
-É isso mesmo Juca, o Mané tem razão. Com essas coisas num se brinca gente!
-Que nada, depois eu conto.
Os amigos se separavam ali. Cada um se dirigira ao seu lar, já eram quase seis horas. Chegando em casa, o Joaquim solta os arreios do animal, dando-lhe um leve tapinha no lombo, de forma carinhosa lhe diz: - Vai meu amigo, amanhã você está de folga. (Joaquim era muito carinhoso e zeloso com seus animais e era dia santo, merecia soltar o animal).
Na casa do Manuel, o Mané como o chamavam, também estavam todos aguardando com muito respeito a chegada da sexta-feira santa. A esposa - Dona Genoveva já estava a catar o milho para o preparo da tradicional canjica, enquanto as duas filhas - Inês e Graça preparavam a limpeza da casa com muito carinho, já que no dia santo, era por tradição nem se pegar na vassoura, varrer a casa poderia ser interpretado como um gesto de desrespeito àquele dia.
-Mané, cadê a sua roupa suja Homem? Me dê logo, quero lavar tudo hoje, pois amanhã eu não lavo roupa, você sabe disso!
-Já vai Genoveva, vou só me lavar e já lhe dou a roupa suja, é só um instante.
-Manê, você pegou os peixes que o Sr. Geraldo ficou de guardar assim que chegasse? Olha lá nhém, depois acaba e nós vamos comer o quê amanhã??? Carne não!
- Esquenta não sô, já deixei até pago, depois é só Inês ir buscar uai!
-Então vá logo filha, do jeito que tem tanta gente à procura de peixes, é arriscado até vender o nosso.
-Sim mãe, já vou.
(Enquanto isso o Juca, que não estava nem um pouco se importando se amanhã seria dia santo ou não, bebia mais uma branquinha em companhia de sua mulher, a Diva, essa até que era mais temente, já tinha preparado algumas coisas para o dia seguinte, ela era religiosa e temia praticar certas descrenças como o marido, muitas vezes lhe aconselhara à que não praticasse certos atos, que respeitasse mais as coisas de Deus, mas era inútil, o Juca sempre fora descrente, porque não dizer - Ateu.
Todos dormiram. pela madrugada, por volta das 3 horas da manhã, o Juca levantou-se como de costume, dirigiu-se ao curral e chamou por Malhada, sua vaca mais produtiva; chamou uma, duas, três ou mais vezes, porém a Malhada naquele dia parecia não ouvir seu dono, ela não queria atendê-lo. Juca fora ficando indignado com a pirraça da malhada, e começou a agredi-la, à princípio com palavrões e depois com um chicote; quanto mais ele ficava furioso, mais a vaca se evadia dele. Começou-se então uma verdadeira batalha - HOMEM X ANIMAL. Quem venceria? Era difícil saber e prever. Mas, porquê aquela reação? Aquele animal era sempre tão dócil, nunca se mostrara rebelde. Juca, não queria nem saber. Num gesto animalesco, possesso de fúria ordenhou a vaca, de uma forma brutal, amarrada sem poder defender-se. Mesmo assim, ele manipulava suas tetas com brutalidade, queria o seu leite, não importava se para isso tivesse até mesmo que matá-la. O líquido começou a sair das tetas de Malhada, ainda era escuro, a lua era nova, a claridade era pouca e Juca continuava a ordenhar... Ordenhar, até então que finalmente enchera um balde e quando retirava o balde para já então substituí-lo por um outro, foi tomado por um grande pavor, seu rosto enrubreceu, ficou atônito, parecia transtornado, seus olhos esbugalhados parecendo querer saltar-se para fora, não podia acreditar no que estava vendo. No balde... no lugar do costumeiro e delicioso leite, havia sim...sangue... sangue... e muito sangue. Não podia acreditar, porque a Malhada ao invés de lhe dar o leite, lhe dera sim sangue??? Eram perguntas e mais perguntas. Tentou recompor-se do susto e a ignorância mais uma vez tomou conta daquele homem, que sacou uma peixeira que sempre trazia atada ao cinturão e desfechou vários golpes no lado peito daquela que era até então uma grande amiga e que lhe garantira bons lucros durante muito tempo, afinal era sagrado, diariamente lhe proporcionava uma média de 40 litros de leite de boa qualidade. E agora... Malhada ainda agonizando, deu uma olhada aquele homem, possuidor de tanta ignorância. Viu ainda o seu pequeno bebê... Um lindo bezerrinho, apelidado de Totinho, não podia mais resistir, seu sangue lavava todo o curral, rodeando inclusive o balde que poucos instantes antes, servira para colher o que seria o seu leite. Era sangue no balde e fora. O homem ficara ainda mais aturdido vendo que o pobre e inocente Totinho, o filhinho de Malhada lhe cheirava como se dissesse: - Levanta ma-mãe. Era demais, saiu correndo pelo pasto sem destino, não havia ninguém. Todos estavam em seus lares, somente ele houvera desrespeitado aquele dia. Sentou-se debaixo de uma frondosa árvore, acendeu um grande cigarro de palha, e sentiu que um vento lhe soprara os ouvidos, sentiu um forte arrepio, olhou, não havia ninguém, sentou, deitou-se e terminou por cochilar. Logo pegou no sono e começou a sonhar... Estava caminhando por um lugar muito bonito, era todo alvo, branco como a neve, pessoas com os rostos serenos, suaves passavam por ele, só que ele era ignorado, era como se ele não estivesse entre eles e ia andando, sempre aquela beleza... tudo muito suave, até que chegou finalmente à entrada de uma bela casa, toda branca, porém folhada de um brilho extasiante, parecia ouro. Um Senhor, de barbas longas e brancas aproximou-se dele com um cajado, apoiava-se deveria ter 100, 200, quantos anos??? Não sabia, era idoso; com carinho, ele estendeu-lhe a mão e lhe disse: - Meu filho... O que você te feito? Por que age assim? Por que é tão descrente? Não deveria ter feito o que fez ainda pouco! (Aquele homem não sabia o que responder...)
-Quem é o senhor?
-Não importa meu filho. Quero salvar você. Ainda é tempo, basta que se arrependa e passe a praticar daqui para a frente boas ações, não vou puni-lo pelo que diz sobre essa data. Quero apenas lhe dizer... Você matou sua Malhada, aquela sua vaquinha que tantas alegrias e lucros já lhe deu. Daqui a um ano, com certeza estará se lembrando desta data. E hoje, exatamente hoje, todos lembram que o meu filho também morreu. Há muitos anos, a humanidade toda se recorda com respeito e dor essa data. E você... porque não respeita também; o leite virou sangue, eu queria apenas alertá-lo, mas você não compreendeu. pensou que foi a pobre malhada. Ela não faria isso. Morreria como morreu, sempre fiel a você. mas vou lhe dar uma outra chance!
-Quem é o Senhor? Será que é quem eu estou pensando??? Se for me perdoe, me dê outra chance. Daqui para frente eu vou mudar... Eu prometo!!!
-Tenho certeza que sim. Você vai agora acordar e vai passar a respeitar aquele que morreu na cruz um dia por você e por todos e que é o MEU FILHO.
(O homem acordou... Daquele dia em diante mudara completamente seu comportamento. Hoje respeita os animais, as pessoas, as datas religiosas, sexta feira santa, então...
Seu animalzinho companheiro de todos os dias é o “TOTINHO, os dois estão à correr pelo pasto, pois este fato ocorreu no ano passado!
Este texto foi escrito por Rita de Cássia Oliveira em 1° de Abril de 1994.

Postar no Facebook
Procuro-me

Hoje nao sei de mim.
Pois estou longe de ti;
E procuro o teu olhar
E essa boca tao louca.
O calor desse teu corpo,
Os tracos desse teu rosto,
E o sorriso
Esse e tao aberto
E tao lindo
Que ate me deixa encantada,
E enfeiticada, me perco
Nos caminhos das tuas
Aventuras que me deixam fascinada.
E nos tracos
Da tua boca tao sensual...
Me perdi...
Por isso hoje eu nao sei de mim.
Marcos Alexandre Tavano, tu es meu Anjo...
O Anjo que tanto pedi a Deus... Obrigado por
existires...Es especial demais para mim, nao
te esquecas o quanto EU TE AMO...Encontrei a
FELICIDADE ao teu lado.

Postar no Facebook
A saudade fala português

Eu tenho saudades de tudo que marcou a minha vida
Quando vejo retratos, quando sinto cheiros,
Quando escuto uma voz, quando me lembro do passado,
Eu sinto saudades...

Sinto saudades de amigos que nunca mais vi,
De pessoas com quem não mais falei ou cruzei...
Sinto saudades da minha infância,
Do meu primeiro amor, do meu segundo, do terceiro,
Do penúltimo, e daqueles que ainda vou vir a ter,
Se Deus quiser...

Sinto saudades do presente, que não aproveitei de todo,
Lembrando do passado e apostando no futuro...
Sinto saudades do futuro, que se idealizado,
Provavelmente não será do jeito que eu penso que vai ser...

Sinto saudades de quem me deixou e de quem eu deixei,
De quem disse que viria e nem apareceu;
De quem apareceu correndo, sem tempo de me conhecer direito,
De quem nunca vou ter a oportunidade de conhecer.

Sinto saudades dos que se foram
E de quem não me despedi direito,
Daqueles que não tiveram como me dizer adeus;
De gente que passou na calçada contrária da minha vida
E que só enxerguei de vislumbre;
De coisas que eu tive e de outras que não tive, mas quis muito ter;
De coisas que nem sei como existiram, mas que se soubesse,
De certo gostaria de experimentar;

Quantas vezes tenho vontade de encontrar não sei o que,
Não sei aonde,
Para resgatar alguma coisa que nem sei o que é
E nem onde perdi...

Vejo o mundo girando e penso que poderia estar
Sentindo saudades em japonês,
Em russo, em italiano, em inglês,
Mas que minha saudade,
Por eu ter nascido brasileira,
Só fala português embora, lá no fundo, possa ser poliglota.

Aliás, dizem que se costuma usar sempre a língua pátria,
Espontaneamente, quando estamos desesperados,
Para contar dinheiro, fazer amor e declarar sentimentos fortes,
Seja lá em que lugar do mundo estejamos.
Eu acredito que um simples "I miss you",
Ou seja, lá como possamos traduzir saudade
Em outra língua, nunca terá a mesma força
E significado da nossa palavrinha.

Talvez não exprima, corretamente,
A imensa falta que sentimos de coisas ou pessoas queridas.

E é por isso que eu tenho mais saudades...
Porque encontrei uma palavra para usar
Todas as vezes que sinto este aperto no peito,
Meio nostálgico meio gostoso,
Mas que funciona melhor do que um sinal vital
Quando se quer falar de vida e de sentimentos.

Ela é a prova inequívoca de que somos sensíveis,
De que amamos muito do que tivemos e lamentamos as coisas boas
Que perdemos ao longo da nossa existência...

Sentir saudade é sinal de que se está vivo!

Postar no Facebook
Serei Para Ti

Serei para ti um verso de canção
No horizonte, o sol a brilhar
Ou quem sabe, a terna emoção,
Que te fez um dia sonhar
Serei para ti, o amor calmo e tranqüilo,
A chuva que cai serenamente.
Ou quem sabe, serei tudo aquilo,
Que teu coração almeja docemente.
Serei para ti, o entardecer com mil promessas,
O luar prateando teu rosto.
Ou serei aquele amor doce e gentil,
Que a ti, por Deus foi proposto
Serei para ti, a sensual madrugada,
Queentonteia de desejos o coração.
Ou quem sabe serei aquela amada,
Que quase te mata de paixão.
Serei para ti, o ar que respiras,
O alimento que precisas para viver.
Ou quem sabe, serei a derradeira mira,
Repleta de encantos, amor e prazer...

Postar no Facebook
Nada Impedirá Meu Sorriso

Nem a tristeza, nem a desilusão
Nem a incerteza, nem a solidão

NADA ME IMPEDIRÁ DE SORRIR.

Nem o medo, nem a depressão,
Por mais que sofra meu coração,

NADA ME IMPEDIRÁ DE SONHAR.

Nem o desespero, nem a descrença,
Muito menos o ódio ou alguma ofensa,

NADA ME IMPEDIRÁ DE VIVER.

Em meio as trevas, entre os espinhos,
Nas tempestades e nos descaminhos,

NADA ME IMPEDIRÁ DE CRER EM DEUS.

Mesmo errando e aprendendo,
Tudo me será favorável,
Para que eu possa sempre evoluir
Preservar, servir, cantar,
Agradecer, perdoar, recomeçar...

QUERO VIVER O DIA DE HOJE
COMO SE FOSSE O PRIMEIRO,
COMO SE FOSSE O ÚLTIMO,
COMO SE FOSSE O ÚNICO.

Quero viver o momento de agora
Como se ainda fosse cedo,
Como se nunca fosse tarde.

Quero manter o otimismo,
Conservar o equilíbrio,
Fortalecer a minha esperança,
Recompor minhas energias,
Para prosperar na minha missão
E viver alegre todos os dias.

Quero caminhar na certeza de chegar,
Quero lutar na certeza de vencer,
Quero buscar na certeza de alcançar,
Quero saber esperar
Para poder realizar os ideais do meu ser.

ENFIM,
Quero dar o máximo de mim,
para viver intensamente.

Postar no Facebook
A Árvore das novas Relações

Oi! Tudo bem?
Saia de casa só pelo gosto
de caminhar. Sorria para todos. Faça um álbum
de família. Conte estrelas. Telefone para os seus amigos.
Diga : gosto muito de você! . Converse com Deus. Volte
a ser criança. Pule corda. Apague de vez a palavra rancor. Diga sim.
Dê uma boa risada! Leia um livro. Peça ajuda. Corra. Cumpra uma promessa.
Cante uma canção. Lembre o aniversário de seus amigos. Ajude algum doente.
Pule para se divertir. Mude de penteado. Seja disponível para escutar. Deixa seu
pensamento viajar. Retribua um favor. Termine aquele projeto. Quebre uma rotina.
Tome um banho de espuma. Escreva uma lista de coisas que lhe dão prazer. Faça uma
visita. Sonhe acordado. Desligue o televisor e converse. Permita-se errar. Retribua uma
gentileza. escute os grilos. Agradeça a deus pelo Sol. Aceite um elogio. Perdoe-se...
Deixe que alguém cuide de você. Demonstre que está feliz. Faça alguma coisa que
sempre desejou. Toque a ponta dos pés. Olhe com atenção uma flor. Só por hoje,
evite dizer não posso. Cante no chuveiro. Viva intensamente cada minuto de Deus.
Inicie uma tradição familiar. Faça um piquenique no quintal. Não se preocupe.
Tenha a coragem das pequenas coisas. Ajude um vizinho idoso.
Afague uma criança. Reveja fotos antigas. Escute um amigo.
Feche os olhos e imagine as ondas do mar.
Brinque com seu mascote.
Permita-se brilhar. Dê
uma palmadinha nas
suas próprias costas.
Torça pelo seu time.
Pinte um quadro.
Cumprimente um
novo vizinho.
Compre um presente
para você mesmo.
Mude alguma
coisa. Delegue
tarefas. Diga
bem vindo
a quem chegou.
Permita que
alguém o ajude.
A-gra-de-ça!
Saiba que não
está só. Decida-se
a viver
com ‘paixão’: sem ela
nada de grande se consegue
Conserve esta árvore diante de si durante os 365 dias do Ano Novo. Ela garante boa saúde,
excelentes relações pessoais, rápido crescimento pessoal e comunitário e uma eternidade feliz!

Postar no Facebook
Desabafo de um Vira-Lata

Dizem que sou um vira-lata,
Uma espécie de coisa sem graça.
Isso é coisa da sua raça...
E você, que se diz humano, e descendente de:
Negro, Índio, Português, Holandês,
Espanhol, Japonês, Inglês.
Desse com aquele,
Daquele com aquele lá,
Daquele lá com aquele ali,
Daquele ali com aquele acolá.
Quanta "misturação"...
Você também é um VIRA-LATÃO!
Deus não me fez de graça!
Nem me fez sem graça.
Fez-me para ser seu companheiro carinhoso,
Seu amigo, seu ouvinte.
Por isso... quero que me trate com requinte!
Com requinte, de amizade, de carinho, de bondade.
Latindo ou miando, estarei sempre atento lhe acompanhando.
Sou seu Gato, sou seu Cão.
Sou acima de tudo...
Seu Amigão!!!

Postar no Facebook
Adeus...

Amor da minha vida...
Adeus...
Amor que me deu vida...

A Deus,
Obrigada pelos dias de sol...
Obrigada pelos risos e sorrisos...
Obrigada pela luz brilhante naquele olhar...
Obrigada por deixa-lo cruzar meu caminho...
Obrigada por ter tido a sorte de saber o que é amar !

Benvindo Amigo...
Benvinda tua mão que me estende ajuda...
Benvindas tuas palavras de apoio, fôrça e coragem,
Benvindo amigo...

Benvindo Sol nascente no horizonte,
dando VIDA NOVA ao amanhecer de cada NOVO dia...!

Abençoados aqueles que te deram vida...
Abençoado sejas tu, que me ensinastes a vive-la...
Abençoada vida que com cada anoitecer, ao amanhecer,
nos faz reconhecer que sempre haverá um NOVO DIA.

Postar no Facebook
Ter um bom dia

Mesmo que te surjam contratempos, afirma hoje, com convicção:
Este dia é bom. Nele vejo condições de bem pensar e agir. Cada hora, cada minuto é abençoado e precioso. Deus, que me vê e protege, dá-me este diapara que eu progrida e seja feliz. Assim, farei das dificuldades um caminho para o meu equilíbrio, do nervosismo um meio de obter a calma e das desavenças uma força para a paz. Estou pronto para amar, descobrindo soluções e conviver com pessoas difíceis.
Dize isso para ti, pois, se dependes dos dias e das suas ocorrências, mais eles dependem de ti e são como sejas ou faças.
O dia é tua fisionomia.
O dia é bom para quem é bom para si mesmo.

Postar no Facebook
A Mochila e as Pedras

Um fervoroso devoto estava atravessando uma fase muito penosa de sua vida, com graves problemas de saúde em família e sérias dificuldades financeiras. Por isso orava diariamente pedindo que o livrassem de tamanhas atribulações.

Um dia, enquanto fazia suas preces, um anjo lhe apareceu, trazendo-lhe uma mochila e a seguinte mensagem:

O Senhor se compadeceu da sua situação e lhe manda dizer que é para você colocar nesta mochila o máximo de pedras que conseguir, e carregá-la com você, em suas costas, por um ano, sem tirá-la por um instante sequer. Manda também lhe dizer que, se você fizer isso, no final desse tempo, ao abrir a mochila, terá uma grande alegria. E desapareceu, deixando o homem bastante confuso e revoltado.

"Como pode o Senhor brincar comigo dessa maneira? Eu oro sem cessar, pedindo a Sua ajuda, e Ele me manda carregar pedras?" Já não me bastam os tormentos e provações que estou vivendo? "Pensava o devoto. Mas, ao contar para sua mulher a estranha ordem que recebera do Senhor, ela lhe disse que talvez fosse prudente seguir as determinações dos Céus, e concluiu dizendo:

Deus sempre sabe o que faz...

O homem estava decidido a não fazer o que o Senhor lhe ordenara, mas, por via das dúvidas resolveu cumpri-la em parte, após ouvir a recomendação da sua mulher. Assim, colocou duas pedras pequenas, dentro da mochila e carregou-a nas costas por longos doze meses.

Findo esse tempo, na data marcada, mal se contendo de tanta curiosidade, abriu a mochila conforme as ordens do Senhor e descobriu que as duas pedras que carregara nas costas por um ano inteiro tinham se transformado em pepitas de ouro... , apenas duas pequenas pepitas.

Todos os episódios que vivemos na vida, inclusive os piores e mais duros de se suportar, são sempre extraordinárias e maravilhosas fontes de crescimento.

Temendo a dor, a maioria se recusa a enfrentar desafios, a partir para novas direções, a sair do lugar comum, da mesmice de sempre.

Temendo o peso e o cansaço, a maioria faz tudo para evitar situações novas, embaraçosas, que envolvam qualquer tipo de conflito.

Mas aqueles que encaram para valer as situações que a vida propõe, aqueles que resolvem "carregar as pedras", ao invés de evitá-las, negá-las ou esquivar-se delas, esses alcançam a plenitude do viver e transformam, com o tempo, o peso das pedras que transportaram em peso de sabedoria.

Como está sua mochila?

Postar no Facebook
Amor Verdadeiro

Hoje faz um ano
Coisa que não parece ser
Faz um ano que você se foi
Deixando muita gente sofrer
As vezes pergunto a Deus
Porque tivestes que ir
E parece que alguém me responde
Um dia todos irão
E vai ser sempre assim
Espero que você esteja bem
Mas sei que voce está
Num lugar maravilhoso
Fazendo o bem a todos
Que realmente precisar
Mas, onde estiver
Quero que você saiba
Que realmente te amo
E sempre irei te amar.

Postar no Facebook
Grandes amigos sempre

Amigo é uma pessoa querida, com a qual podemos pensar em voz alta.
É um anjo que nos abriga em suas asas doces e aconchegantes,
é a melhor coisa que Deus nos deu.
Difícil poder definir aquilo que chamamos de amigo.
Amigo é mente aberta, coração pulsante, costas largas.
É aquele que ouve com olhar seu e dele em sintonia telepática
mesmo quando estes mesmos olhos estão amplificando tristeza exterior faz piada amenizando seus problemas que a perfeição
é utopia.
É aquele que te diz:
Eu te amo sem medo de má interpretação e sabe que viver é
ter historia pra contar.
É quem entende seus disfarces medos angústia que fica
enfurecido por enxergar seus erros sem motivo aparente.
Bom se eu fosse escrever tudo aquilo que um amigo de verdade
pode ser não caberia nesta folha simplifiquei uma mensagem
no fundo do coração tentando mostras o quanto somos amigos
e o quanto podemos ser ainda mais.

Postar no Facebook
Asas

Muito tempo atrás... depois do mundo ser criado e da vida completá-lo,
houve um dia, numa tarde de céu azul e calor ameno
um encontro entre Deus e um de seus anjos.
Contam que Deus estava sentado, calado,
sob a sombra de um pé de jabuticaba.
Lentamente Ele colhia uma ou outra fruta,
saboreava sua criação negra e adocicada.

Fechava os olhos e pensava...
Permitia-se um sorriso piedoso
Mantinha seu olhar complacente.
Foi então que, das nuvens,
um de seus muitos arcanjos desceu e veio em sua direção...
Tinha asas lindas, brancas, imaculadas.

Ajoelhou-se aos pés de Deus e falou:
- Senhor, visitei sua criação como pediu,
fui a todos os cantos.
Estive no sul, no norte, no leste e oeste,
vi e fiz parte de todas as coisas...
Observei cada uma de suas crianças humanas,
e por ter visto, vim até o Senhor para entender o porque...
Por que cada uma das pessoas sobre a terra tem apenas uma asa?
Nós anjos, temos duas...
Podemos ir até o amor que o Senhor representa sempre que desejarmos.
Podemos voar para a liberdade sempre que quisermos
Mas o humano, com sua única asa, não pode voar
Não podem voar com apenas uma asa...
Deus na brandura dos gestos, respondeu pacientemente ao
seu anjo:
"Sim, eu sei disso.
Sei que fiz os humanos com apenas uma asa"
Intrigado com a consciência absoluta de seu Senhor,
o anjo queria entender e perguntou:
"Mas porque o Senhor deu aos homens apenas uma asa
quando são necessárias duas para poder voar, para poder ser livre?"
Conhecedor de todas as respostas, Deus não teve pressa de falar...
Comeu outra jabuticaba e então respondeu:
" Eles podem voar sim, meu anjo
Dei aos humanos apenas uma asa para que eles pudessem voar
mais e melhor que Eu ou vocês, meus arcanjos...
Para voar, meu amigo, você precisa de suas duas asas...
Embora livre, sempre estará sozinho.
Talvez da mesma maneira que Eu...
Mas os humanos...
Os humanos com sua única asa precisarão sempre dar as mãos
para alguém a fim de terem suas duas asas.
Cada um deles tem na verdade, um par de asas, uma outra asa,
em algum lugar do mundo que completa o par,
assim eles aprenderão a respeitar-se, pois ao quebrar a única asa
de outra pessoa podem estar acabando com suas próprias chances de voar.
Assim meu anjo, eles aprenderão a amar verdadeiramente outra pessoa...
aprenderão que somente permitindo-se amar, eles poderão voar.
Tocando a mão de outra pessoa, em um abraço afetuoso, sincero,
eles poderão encontrar a asa que lhes falta e poderão finalmente voar.
Somente através do amor irão chegar até onde estou...
assim como você meu anjo, e eles nunca estarão sozinhos,
quando forem voar".

Deus silenciou em seu sorriso.

O anjo compreendeu o que não precisava ser dito.
Que possamos encontrar a nossa outra asa, para podermos voar!

(Autor desconhecido)

Postar no Facebook
Mãos Entrelaçadas

Sentir que somos importantes para alguém,
é simplesmente sentir a vida, o sonho,
principalmente se este alguém
é importante para nós.
Amor meu, vamos passear pelos campos,
mares, jardins floridos,
enfim, vamos dar as mãos e neste contato,
sentir as diferentes emoções
transmitidas pelos nossos corações.
É preciso sonhar para viver os sonhos,
pois através deles é que nos realizamos na vida,
com você sinto o brilho das estrelas,
e até começo a contá-las...
A lua está mais bela, pois percebe que em nossos corações,
o amor floresce.
Cada flor parece ter mais vida,
o sol ilumina nossos rostos, querendo mostrar à natureza,
como é bom AMAR!
Nestes prados verdejantes, vamos sentar debaixo do Ipê florido,
admirar as flores campestres e sentir que o silêncio existe.
Sempre existiu nos campos, dando espaço
aos sons que a própria natureza emite,
o cantar dos pássaros, o farfalhar das árvores...
Continuamos de mãos dadas,
você colhe uma pequena flor do campo
e coloca em meus cabelos.
Então eu sinto que o amor existe,
Deus está ali conosco, e como é belo AMAR!

Postar no Facebook