Mantenha-se na luta de cabeça erguida

Tenha força para superar esta fase negativa que está atravessando. Lute e persista para continuar de cabeça erguida. Às vezes é preciso muito sacrifício para alcançarmos nossas maiores conquistas.

Não se esqueça que todo o sofrimento que sente agora é passageiro, mas que se desistir de tudo pode não voltar a ter outra oportunidade igual. Acredite que você é capaz de sair vencedor desta dura batalha e mantenha-se de pé até ao final!

Mensagens Relacionadas

Durante muito tempo fiz parte desta empresa que acabou por se tornar minha casa. É doloroso dizer adeus para colegas que são como família para mim, mas a vida é feita de constantes mudanças e, por vezes, não as podemos evitar.

Hoje saio de cabeça erguida e com uma forte sensação de dever cumprido. Dei tudo o que podia e sabia, conquistei muitos objetivos, mas o melhor de tudo é ir embora sabendo que levarei vocês no meu coração.

Vou vencer meus medos e seguir em frente de cabeça erguida.

Estamos chegando ao fim de mais uma etapa! Final de ano é sempre uma época de fortes emoções e é sempre bom manter a cabeça tranquila e o coração em paz! Não deixe que toda a ansiedade de final de ano tome conta!

Mantenha a mente calma e busque agradecer pelo ano que passou, para entrar no novo ano com o coração no lugar certo! Fora isso, aproveite ao máximo esse final de ano!

Feliz ano novo!

O amor é um monstro que nos leva a cabeça para bem longe. Ele conseguiu fazer de nós dois uns apaixonados sem qualquer consciência, mas talvez isso mesmo seja o amor. Um sentimento sem qualquer tipo de racionalidade. Acontece que a gente não tem mais condições para continuar. Nosso envolvimento é proibido. Chega até a ser perigoso demais e você sabe isso tão bem quanto eu. É hora de colocar o ponto final em nossa ligação.

Bem sei que o afeto não vai nunca chegar ao fim, porque a gente viveu coisas demasiado lindas e reais para agora tudo desvanecer. Será difícil, muito duro até, mas não dá mais. O problema é que não podemos continuar magoando as outras pessoas. Sempre soubemos que um dia estas questões seriam colocadas em cima da mesa, meu bem. Não é falta de amor. Não é desistir do risco. É usar a cabeça para entender que estamos machucando todo mundo, inclusive a nós dois. Nosso amor merece mais. Nosso amor é uma história que vai continuar com a gente separado.
Desejo tudo de bom para sua vida.
Seja Feliz!

Você estava apaixonado por alguém e levou um fora. Acontece mais do que acidente de avião, desastre com romeiros e incêndio na floresta. Corações partidos é o grande drama nacional. O que fazer? Ainda não lançaram um manual de auto-ajuda que consiga eliminar nossa fossa, e dos amigos só podemos esperar uma frase, repetida à exaustão: tire esse cara da cabeça. Parece fácil. Mas alguém aí me diga: como é que se tira alguém de um lugar tão cheio de mistérios?

Gostar de alguém é função do coração, mas esquecer, não. É tarefa da nossa cabecinha, que aliás é nossa em termos: tem alguma coisa lá dentro que age por conta própria, sem dar satisfação. Quem dera um esforço de conscientização resolvesse o assunto: não gosto mais dele, não quero mais saber daquele prepotente, desapareça, um, dois e já!

Parece que funcionou. Você sai na rua para testar. Sim, você conseguiu: olhou vitrines, comeu um sorvete e folheou duas revistas sem derramar uma única lágrima. Até que começa a tocar uma música no rádio e desanda a maionese. Você não tirou coisa alguma da cabeça, ele ainda está lá, cantando baixinho pra você.

Táticas. Não ficar em casa relendo cartas e revendo fotos. Descole uma festa e produza-se para matar. Você bem que tenta, mas nada sai como o planejado. Os casais que se beijam ao seu lado são como socos no estômago. Você se sente uma retardada na pista de dança. Um carinha puxa papo com você e tudo o que ele diz é comparado com o que o seu ex diria, com o que o seu ex faria. Chamem o EccoSalva.

Livros. Um ótimo hábito, mas em vez de abstrair, você acha que tudo o que o escritor escreve é para você em particular, tudo tem semelhança com o que você está vivendo, mesmo que você esteja lendo sobre a erupção do Vesúvio que soterrou Pompéia.

Viajar. Quem vai na bagagem? Ele. Você fica olhando a paisagem pela janela do ônibus e só no que pensa é onde ele estará agora, sem notar que ele está ali mesmo, preso na sua mente.

Livrar-se de uma lembrança é um processo lento, impossível de programar. Ninguém consegue tirar alguém da cabeça na hora que quer, e às vezes a única solução é inverter o jogo: em vez de tentar não pensar na pessoa, esgotar a dor. Permitir-se recordar, chorar, ter saudade. Um dia a ferida cicatriza e você, de tão acostumada com ela, acaba por esquecê-la. Com fórceps é que a criatura não sai.

(Martha Medeiros)