Perdoar

Perdoar não significa esquecer as marcas profundas que nos deixaram,
ou mesmo fechar os olhos para a maldade alheia.
Perdoar é desenvolver um sentimento profundo de compreenção,
por saber que nós e os outros ainda estamos distantes de agir corretamente.
Por não estarmos, momentaneamente em completo contato
com a intimidade de nossa criação divina,
e que todos nos temos em várias ocasiões,
gestos de irreflexão e ações inadequadas.

Mensagens Relacionadas

Como é sabido e já foi repetido até à exaustão, errar é humano, mas perdoar é divino. Errar todos erramos, faz parte da condição humana, e aos que, como você, saem feridos do processo cabe a decisão de perdoar ou não o humano que errou.
Mas perdoar não é fácil, e esquecer é quase impossível!

Por algo se diz que perdoar é divino, que é necessária grandeza de coração para o fazer, mas a verdade é que se optar por perdoar se sentirá mais feliz, além que mostra caráter.

Tenha em conta que só os fortes perdoam, só um coração bom encontra a magnanimidade para perdoar com sinceridade e seguir em frente.

Seja nobre e perdoe, a felicidade não se encontra na vingança ou no remoer de sentimentos como a raiva. A felicidade está no altruísmo, no amor, no perdão, em todos os bons sentimentos e gestos que puser em marcha, pois eventualmente eles voltarão a você.

Eu sempre pensei que no dia que conseguisse te perdoar, voltaria a gostar de você, voltaria a te respeitar, e considerar a sua presença em minha vida ao menos como amigo. Mas eu não fazia ideia do que era o perdão.

Hoje eu entendi que perdoar é ter a capacidade de deixar para trás aquilo que nos causou dor, e aquela pessoa que nos fez sofrer. Perdoar é superar, é fazer algo muito mau que nos causaram ser indiferente em nossa vida. Agora que percebi isso, me sinto livre.

Você e todo o mal que me causou estão no meu passado. Eu sofri e cresci com este sofrimento, mas tudo tem o seu tempo e lugar. Agora que aprendi que perdoar é mais importante para mim do que para o outro. Agora que aprendi que perdoar é se reconciliar com o que nos causou dor e se tornar indiferente a isso, sinto capaz de seguir em frente e ser feliz. E é isso que quero para mim.

Como esquecer o que fizeste comigo!
Com ignorar a dor em meu coração ferido.
Ele sangra e dói quando lembro-me de tua traição
A cada batida meu peito ressoa solidão, solidão solidão.
Tento esquecer e recomeçar
Talvez em teus braços mesmo aprender a perdoar.
Olho para ti e meu corpo arde de paixão
Mas na minha memória o desejo se mistura com a tua traição.
Perdoar. Será que algum dia conseguirei?
Esquecer. Será que em algum momento isso eu viverei!
Não sei...

Saudade é um conjunto de sete letras que se
reuniram sob as leis da vida para aferir
o coração e aprimorá-lo...
Ainda assim, aprendamos com a fé que a
saudade é quase sempre a flor da separação
que desabrocha ao sol da esperança para
retornar, por amor, a nós outros, na hora do
reencontro. Não relaciones entraves e
amarguras. Espalhemos com todos os
companheiros da marcha humana os
valores da compreensão.
Perdoar e perdoar sempre tudo o que não
seja nossa vontade pessoal, a fim de buscarmos
a vontade de Deus e cumpri-la.
O Lar é um recinto de provas, verdadeira
escola transmitindo lições.

O perdão verdadeiro é um dos sentimentos mais nobres, mas também um dos mais difíceis de sentir.

Porque o perdão não pode ser da boca para fora, e nem pode brotar num coração rancoroso, magoado, raivoso.

O perdão verdadeiro só nasce quando o coração está reconciliado, tranquilo e sossegado com o motivo da dor.

Há pessoas que passam a vida inteiro remoendo dores do passado, porque nunca foram capazes de perdoar quem as magoou.

Mas saiba que o perdão é libertador, é faz muito mais bem a quem perdoa do que a quem é perdoado.

Perdoar-se a si mesmo é uma dádiva. Mas às vezes, pode ser ainda mais difícil perdoar os nossos erros do que os erros dos outros. Ter compaixão pelas nossas fraquezas e atitudes e mais difícil do que ter compaixão pelos outros.

Nós temos a capacidade de sermos o nosso maior carrasco! E, geralmente, é o sentimento de culpa é que nos impede de abrir o nosso coração e perdoar os nossos erros.

Por isso, parar exercer o perdão é preciso se reconciliar com a vida, com as suas experiências, com as suas fraquezas. O perdão é capaz de lhe tirar um peso enorme da alma, e deixá-lo leve para seguir o caminho da paz e da felicidade.