Mensagens de Família

Encontradas mais de 158 Mensagens de Família:

A Maior Solidão do Ser Humano

Uma pessoa pode sentir-se sozinha quando está longe de suas pessoas queridas, quando não tem (ou pensa que não tem) amigos, pessoas que a entendam, lhe deem carinho, atenção, quando termina um relacionamento afetivo, perde um ente querido... São muitas as possibilidades que trazem o sentimento de solidão.

Mas, a pior solidão que alguém pode sentir é a de não ter a si, estar distante de seu interior, de sua verdade, não saber quem é. Quando não sabemos de verdade o que somos, o que queremos, nos sentimos perdidos e sozinhos. Ora, nem nós mesmos nos conhecemos, por conseguinte, não conseguimos saber ao certo o que somos e queremos, não somos companheiros de verdade da gente. Não agimos seguindo decisões e desejos autênticos, somos levados pela opinião dos outros, pela vida ou por valores que estão dentro de nós mas que aí se instalaram vindo de fora, com nossa permissão, claro, mesmo que inconsciente, mas não representam nosso eu verdadeiro.

Alguém nesse estado pode estar rodeado de gente que a ame, dê apoio, compreensão, mas mesmo assim estará se sentindo só, muito, desesperadamente até. Uma solidão que nada que vem de fora pode aplacar de verdade se algo não for feito pela própria pessoa que se sente solitária.

É muito ruim olharmos para dentro de nós e encontrarmos ideias confusas, valores duvidosos, falta de autoconfiança criada por mensagens incorporadas vida afora e pelo não conhecimento de nossa real identidade. Se eu não sei quem sou verdadeiramente, não me conheço, não sei me ajudar, me acompanhar, me amar.

Essa profunda solidão, da ausência do eu verdadeiro, provoca imensa instabilidade e dor. Muitos distúrbios afetivos podem daí advir, como a depressão, por exemplo. Quem passa ou passou por isso sabe como é duro viver nessa condição. E às vezes nem todo o apoio externo a suaviza.

O caminho para resolver essa solidão interior é voltar-se para dentro, cada um em seu tempo, de seu jeito, às vezes procurando a orientação de alguém habilitado, e tentar resgatar seu eu autêntico, suas vontades, preceitos, qualidades e aptidões que podem estar esquecidos lá no fundo, encobertos por toneladas de elementos errôneos, pensamentos exteriores de qualidade duvidosa e mensagens negativas que se permitiu que estacionassem no íntimo do ser.

Esse trabalho de autoconhecimento e redescoberta, de resgate do eu verdadeiro, nos aproxima mais de nós mesmos, de nossa verdade. Vamos nos achando de novo, percebendo o que temos feito que está ou não de acordo com o que realmente queremos e precisamos. Esse resgate, invariavelmente, faz com que reconheçamos nossas verdadeiras qualidades, limites também (e esses concluímos se podem e devem ser superados, quando e como). Vamos limpando o interior do que não é nosso e percebendo o que de bom temos, vamos reaprendendo a nos gostar.

Assim, começamos a nos nortear novamente na existência, mais seguros, mais senhores e companheiros de nós, mais centrados, com mais autorrespeito, autovalorização. Nos amando e conhecendo mais, sabendo pelo que queremos lutar sinceramente; temos para onde olhar quando procuramos respostas e referências: dentro da gente. Somos uma grande companhia e amizade para nós mesmos, não estamos mais sós. Quando tenho a mim, sinceramente, não me sinto só nem desorientado, Posso ficar confuso às vezes, mas sei como parar, refletir e encontrar o rumo novamente.

Não me sentindo mais só, com falta de mim, posso perceber melhor a vida (e aprender melhor com a leitura que faço dela), seus acontecimentos, as pessoas a meu lado e o que têm de bom a me oferecer. Fico cada vez mais aberto e firme, melhor para viver minha relação comigo e as relações interpessoais de todos os tipos (profissionais, familiares, afetivas, etc.). Fico cada vez mais distante da solidão.

(Marcus Facciollo)
(Portal da Psique)

Postar no Facebook
Que Felicidade a Chegada de um Bebê!

Que felicidade saber da chegada do seu bebê!!!

Tenha certeza que a chegada de uma criança é um presente de Deus, um anjo colocado por Ele para sempre permanecer em sua vida! Que nesta nova fase todos os problemas e dificuldades se transformem em amor, que essa vidinha traga tudo o que for de melhor para sua vida.

Que chegue cheio de saúde e rodeado de amor por todos os lados. Que muitas bençãos sejam derramadas na vida desta família e que nunca falte nem beijos nem abraços!

Parabéns!!!

Postar no Facebook
Verdadeiro Aprendizado

É hipocrisia dizer que aniversário significa maturidade; que o aprendizado é ligado somente aos erros cometidos; que errar é crescer.
Se todos crescêssemos e aprendêssemos com o que fizemos de errado haveria muitos sábios por aí.
O verdadeiro aprendizado é ligado à reflexão daquilo que foi ou não vivido.
Aprendi que quem tem amor tem tudo; seja familiar, namorado, amigos. O amor é o que move a vida e nos faz querer sermos melhor.
Aprendi que ser tachado de bonzinho nem sempre é ruim.
Aprendi que ser CDF é ótimo. Eles são os que se dão melhor na vida.
Aprendi que ler é enriquecimento a nossa vida, de tal maneira que ninguém consegue tirar
E que receber dinheiro por ser inteligente é a forma mais admirável de ficar rico.
Aprendi que traição e falta de lealdade são uma das maiores crueldades que se podem cometer ao coração de alguém.
Aprendi que a gente se sente muito mal quando nos julgam por certas atitudes; e quem dirá quando o fizemos a alguém.
E que olhar torto para alguém não nos faz melhor.
Aprendi que existem algumas coisas que não deveriam se guardar no coração, mas são grandes responsáveis pela nossa mutante ideologia.
Aprendi que correr atrás do que se quer é preciso sempre; ninguém o faz se não nós mesmos.
Aprendi que quem desrespeita idosos são pessoas frias.
E que os pais são as pessoas as quais a gente sonha ser igual.
Aprendi que sorrir e ser educado são a alegria do dia de alguém, sobretudo da própria realização pessoal.
Aprendi que somos eternos errantes. Estamos em incessante crescimento; e só não cresce quem tem a cabeça tão pequena a ponto de achar que o amadurecimento vem junto com os anos.

(Ana Paula Zandoná)
(Pensador)

Postar no Facebook
Piquenique das Tartarugas

A família de tartarugas decidiu sair para um piquenique, e por serem animais naturalmente lentos, levaram alguns dias para prepararem-se para seu passeio. Finalmente a família de tartarugas saiu de casa para procurar um lugar apropriado, e durante o segundo dia da viagem encontraram o lugar ideal!

Elas levaram algumas horas para limpar a área, desembalaram a cesta de piquenique e terminaram os arranjos. Quando elas estavam prontas pra comer, descobriram que tinham esquecido o sal. Poxa, todas concordaram que um piquenique sem sal seria um desastre, e após uma longa discussão, a tartaruga mais nova foi escolhida para voltar em casa e pegar o sal, pois era a mais rápida das tartarugas.
A pequena tartaruga lamentou, chorou, e esperneou, mas concordou em ir com uma condição: que ninguém comeria até que ela retornasse. A família concordou e a pequena tartaruga então saiu para buscar o sal.
Três dias se passaram e a pequena tartaruga ainda não havia retornado. Cinco dias… Seis dias… Então, no sétimo dia, a tartaruga mais velha, que já não aguentava de tanta fome, anunciou que ia comer, e começou a desembalar um sanduíche.
Quando ela deu a primeira “dentada” no sanduíche, a pequena tartaruga saiu detrás de uma árvore e gritou:
- Ahhãããããã! Eu tinha certeza que vocês não iam me esperar. Agora é que eu não vou mesmo buscar o sal!

(Blog do Fabossi)

Postar no Facebook
No fim só é saudade...

Nossos Pais descobrem que um ser está para nascer e trazer as suas vidas um brilho de luz.
A cada sorriso, palavra, olhar ou suspiro, uma cachoeira de lágrimas parece inundar seus olhos de alegria e paz.
Nos tornamos adolescentes e a busca pela independência é cada vez mais clara. A nossa vontade de conquistar espaço nos distância de quem sempre nos amará, esquecemos a família. Esquecemos de dizer o quanto os amamos.
Mas um dia nossos entes queridos se vão. Quando menos esperamos e sem nenhum aviso, Deus tira de nós o que mais amamos.
Em nosso peito apenas a dor de um punhal que a cada "meus pêsames" parece pesar.
Nossos pensamentos divulgam para cada gota de sangue em nosso corpo a culpa de nunca ter dito: "te amo"; "preciso de você", "estou sempre aqui", "me preocupo", e como se não bastasse vem à frase mais forte "a culpa foi minha".
Nossos sonhos caem por terra, nossa independência parece perder a importância.
E a resposta para essa dor? O tempo e uma certeza:
Quando amamos transmitimos em pequenos atos e gestos, e as palavras não importam mais; quando precisamos de alguém, sentimos sua presença, e as palavras não têm mais sentido; quando nos sentimos sós e abandonados, surge uma palavra ou um gesto e descobrimos que nunca estaremos sós.
E a culpa? A culpa é da vida que tem inicio, meio e fim. A nossa culpa está apenas em amar tanto e sentir tanto perder alguém.
Mas o tempo é remédio e nele conquistamos o consolo, com ele pensamos nos bons momentos. E com um pouco mais de tempo, transformamos nossos entes queridos em eternos companheiros.
Nossos sonhos ganham aliados, nossa independência ganha acompanhantes, nossa vida conquista anjos. E no fim apenas a saudade e uma certeza:
Não importa onde estejam, estarão sempre conosco.

Postar no Facebook
A Felicidade

O tempo passa, e nós mudamos tanto...
Ficamos tão sérios, tão preocupados, e sempre tão sem tempo pra coisa alguma. De repente, alguém disse que para sermos felizes, o que precisamos é ter um bom emprego, uma bela casa, o carro do ano, os aparelhos e as roupas da moda e, claro, termos muito dinheiro na conta. E nós, bobos, seguimos atrás destas coisas cegamente, desesperadamente, entregando-nos a uma vida afogada em trabalho, estudos, metas, e uma constante insatisfação.
Mas se olharmos para trás, ainda poderemos lembrar de um tempo em que era até engraçado não ter dinheiro e fazer vaquinha pra pagar a conta da lanchonete com nossos melhores amigos. Se não conseguíamos ir todos juntos para a festa ou para o show da hora, fazíamos nossa festa na casa de alguém, ou na rua, mesmo, por que nossa verdadeira festa era estarmos juntos, sorrindo uns com os outros.
Mas... para onde foi esse tempo? Para onde foram os amigos? Para onde estamos indo nós? Nós nascemos muito felizes. Crescemos naquilo que pode ser a expressão mais tangível da felicidade possível, mas aos poucos vamos trocando isso por outros valores, como sucesso profissional e sucesso financeiro...
Bem-aventurado é aquele que consegue acordar a tempo de perceber que melhor do que fazer horas extras no trabalho ou perder noites de sono em algum projeto ou pesquisa, é sempre reservar um tempo para preservar suas amizades, dedicando-se às pessoas que você ama, à sua família. A felicidade está conosco o tempo todo: nós é que muitas vezes não damos a menor bola pra ela...

(Augusto Branco)

Postar no Facebook
Exercício de Compaixão

Se fosses o pedinte agoniado que estende a mão à bondade pública...
Se fosses a mãezinha infeliz, atormentada pelo choro dos filhinhos que desfalecem de fome...
Se fosses a criança que vagueia desprotegida à margem do lar...
Se fosses o pai de família, atribulado, ante a doença e a penúria que lhe devastam a casa...
Se fosses o enfermo desamparado, suplicando
remédio...
Se fosses a criatura caída em desvalimento, implorando compreensão...
Se fosses o absidiado, carregando inomináveis suplícios interiores, para desvencilhar-se das trevas...
Se fosses o velhinho atirado às incertezas da rua...
Se fosses o necessitado que te roga socorro, decerto perceberias com mais segurança a função da fraternidade para sustento da vida.
Se estivéssemos no lado da dificuldade maior que a nossa, compreenderíamos, de imediato, o imperativo da caridade incessante e do auxílio mútuo.
Reflitamos nisso. E nós, que nos afeiçoamos a estudos diversos, com vistas à edificação da felicidade e ao aperfeiçoamento do mundo, façamos, quanto possível, semelhante exercício de compaixão.

(Emmanuel)
(Mensagem Espírita)

Postar no Facebook
Como Melhorar Seu Dia a Dia no Trabalho

A chave para mudar o padrão das relações viciadas ou desgastadas, transformar a rotina e recuperar o espírito de entusiasmo e cooperação está em cultivar atitudes baseadas na espiritualidade.

- Procure em seu trabalho um sentido maior do que apenas um meio de sobrevivência.

Por menos gratificante que seja sua função, é um elo na imensa cadeia de trabalho que traz prosperidade e bem-estar coletivos.

- Identifique seus dons e habilidades.

Ter consciência de que você é a pessoa certa no lugar certo é fundamental para a realização. A competência tem relação direta com o prazer. Avalie se sua função preenche sua necessidade de satisfação pessoal. Se não, é hora de começar a pensar em mudar de emprego ou profissão.

- Aceite e compreenda as diferenças.
Procure ver os aspectos positivos que todos nós temos e exercite a capacidade de perdoar e se colocar no lugar das outras pessoas. Isso evita atritos e desgastes desnecessários.

- Aprenda com a diversidade de pontos de vista.
Pessoas com formação cultural, idade ou nível social diferentes do nosso têm muito a nos acrescentar. Tente se abrir para quem parece diferente de você.

- Exercite o afeto e a gentileza com chefes e colegas.
Um sorriso, ou um gesto atencioso, são suficientes para tornar as relações mais amistosas e produtivas. Seja como um ponto de luz no seu ambiente de trabalho.

- Acredite que você tem vasto potencial a ser explorado.
Às vezes perdemos chances de expansão ou mudança na profissão por não apostar em nós mesmos. É o caso de quem acha não ser capaz de aprender outro idioma.

- Viva o momento presente.
Um dos princípios do budismo destaca a importância de estar sempre focado no momento presente e fazer todas as coisas como se fosse a primeira vez. Isso nos dá motivação e nos conecta com nosso foco.

- Equilibre trabalho, família e espiritualidade.
Dê a devida atenção a cada uma dessas áreas da vida, sem achar que uma é mais importante que outra.

(Alkíndar de Oliveira)

Postar no Facebook
Superar Dificuldades

Você se considera uma pessoa vencedora? Como você encara as dificuldades na sua vida? Espero que você não seja do tipo reclamão, que se acha injustiçado. O sofrimento é diretamente proporcional às reclamações; ou seja, quanto mais você reclama, mais você sofre. Além disso, ninguém gosta de pessoas que vivem reclamando.

Eu sei que você sabe que cada um tem o que merece. Você sabe, não sabe? Cada um colhe o que plantou. Mas só saber não adianta, é preciso aceitar. Se você aceita o fato de que tudo o que acontece na sua vida foi provocado por você, então não há motivo pra revolta, não há do que reclamar.

Algumas pessoas nascem com mais comodidades que as outras. São uma minoria, mas existem. Você provavelmente conhece alguém nessas condições. Alguém que nasce num lar bem estruturado, ganha bons brinquedos e boas roupas na infância, estuda nos melhores colégios, escolhe uma faculdade com a anuência e o apoio dos pais, arranja uma bela noiva ou noivo, se casa e monta um belo e luxuoso consultório ou escritório. Depois de muitas viagens pela Europa e muito convívio com a alta sociedade, vem um ou dois filhos muito rechonchudos e sadios e todos são felizes para sempre.

Pessoas assim são privilegiadas? Aos olhos da Terra, sim. Mas se levarmos em consideração o processo reencarnatório, essa é só mais uma experiência na matéria, como qualquer outra. Pelas facilidades que essas pessoas encontram em suas vidas, sua responsabilidade é maior. Sem contar que para essas pessoas é mais difícil perceber e reconhecer suas fraquezas e falhas de caráter. São naturalmente menos experimentadas pela vida.

A maioria de nós encontra sérias dificuldades desde o começo de nossas vidas. Famílias frágeis, dificuldades econômicas, contato com o trabalho desde cedo, estudo precário, companhias duvidosas, sem falar em doenças, às vezes graves… a lista das dificuldades é imensa.

Essa maioria de pessoas é obrigada a se superar pra conseguir alguma coisa na vida. Se você é bom observador e costuma analisar a si mesmo, sabe exatamente quais são as principais dificuldades que você precisa superar neste estágio na Terra.

A sua vinda pra cá foi planejada, você se comprometeu consigo mesmo a vencer a si próprio. Você desafiou a si mesmo, se propôs a superar seus principais pontos negativos. Para isso você teve que se sujeitar a reencarnar em determinadas condições. Você nasceu exatamente na família a que devia pertencer, no lugar e na época mais favoráveis e nos meios e condições mais propícios para realizar o que você veio realizar.

Não reclame da vida. Você tem a vida que merece. Você traz em você mesmo todas as condições necessárias para o seu próprio melhoramento. Há milhões de pessoas que gostariam muito de viver a sua vida, de estar no seu lugar. Existem bilhões de espíritos desencarnados que fariam grandes sacrifícios pra poder reencarnar na situação em que você reencarnou. Você mesmo, quando esteve em grandes dificuldades, quando passou por um período depressivo, desejaria muito viver o momento que você está vivendo agora.

Quando não estamos num bom momento, muitas coisas que ouvimos parecem simples consolos. Mas isso, por exemplo, não é consolo, é uma verdade incontestável: É na dificuldade que você busca forças dentro de si mesmo que de outra forma não encontraria. É a superação dos obstáculos que fortalece o seu caráter, que faz de você um vencedor. Ou você acha que pra ser um vencedor é preciso ser rico e famoso?

O maior vencedor é o que vence a si mesmo, e isso só é possível a quem conheceu muitas dificuldades, a quem tomou muitos tombos e aprendeu a levantar sempre. Sei que isso não é muito fácil de se colocar em prática. Mas você pode pelo menos reconhecer que as dificuldades são as melhores oportunidades da sua vida. Você cresce e se desenvolve moralmente a partir das dificuldades. Cada uma delas é uma lição que a vida lhe proporciona. A sua parte é aprender. Reclamar não adianta. Reclamar é para os fracos.

(Morel Felipe Wilkon)
(Espírito Imortal)

Postar no Facebook
O Último Adeus

A noticia se alastrou, de certo modo se esperava, um último adeus se previa e já bastante sofria de doença prolongada.

A família se juntou num pranto de tristeza, lamentando a sua despedida, tendo em conta a plena certeza, de ter cessado num último suspiro de leveza, o padecimento e a angústia que se via num triste olhar…esperando um dia tudo isto findar.

A noite gelava os pensamentos e os indefesos corações, que se deixavam ir pelas emoções, relembrando as melhores recordações, choradas e contadas com as mais diversas expressões.

O cheiro das lindas flores que se difundia na mente, contrastava com o sentimento interiorizado de cada um ali presente.

Era o constante admirar e com as mãos cheias de ternura, que se ia passando na alma ali deitada, que em paz agora descansava, deixando uma imensa saudade, de ser na verdade…

Pessoa cheia de bondade e de uma inesgotável doçura. As palavras eram escolhidas e cuidadosamente proferidas, pelo sacerdote, que num modo brando, pronunciava as palavras de deus, para dizer um último adeus da viagem feita para os céus…

O tempo… esse não parava e a derradeira hora chegava, o frio e a chuva caíam, o vento soprava e levantava, folhas secas em forma de remoinho, conduzido a um incerto destino, que por aquela alma esperava.

A última viagem foi consumada, conduzida de forma perfeita até ao seu término local de morada, pela sua família e amigos ia sendo acompanhada, numa última homenagem a ser feita.

Chegado o derradeiro momento, o tempo de súbito pareceu parar… O vento não mais se fez sentir, a chuva parou de cair e o frio não mais se sentiu no meio de um enorme pesar.

O olhos encharcados junto do sol brilharam, seus raios por entre as nuvens passavam e os pássaros nas árvores cantaram…

Sim cantaram numa sintonia e harmonia fazendo o arco-íris surgir querendo também ele ouvir e assistir neste ultimo adeus, sorrindo e esperando de braços estendidos, para acolher e hospedar esta alma junto de Deus.

O vazio se mostrou em forma de arrepio, quando o som divino mudou e a enxada na terra penetrou.

Mudava de novo o cenário, o mais triste e difícil de se ver, quando os obreiros chamados de coveiros seu corpo fizeram descer.

Num baixar de cabeças e abraços de compaixões, soltaram-se os prantos que teimavam em sair, agarrados em seus corações, dos que mais chegados eram,
pedindo a Deus a divina força para este triste e difícil adeus.

(Moisés Ferreira)
(Pensa Manzas)

Postar no Facebook
Fora da caridade não há salvação

Fora da caridade não há salvação
Estes princípios, para mim, não são apenas uma teoria, eu os coloco em prática; faço o bem tanto quanto o permite a minha posição; presto serviço quando posso; os pobres jamais foram rejeitados em minha casa, ou tratados com dureza; a todo momento não foram sempre recebidos com a mesma benevolência?

Jamais lamentei meus passos e minhas deligências para prestar serviço; pais de família não saíram da prisão pelos meus cuidados? Certamente não me cabe fazer o inventário do bem que pude fazer; mas, num momento em que parece tudo esquecer-se, é-me muito permitido, creio, chamar à minha lembrança que a minha consciência me diz que não fiz mal a ninguém, que fiz todo o bem que pude, e isso o repito sem pedir conta da opinião; sob esse aspecto, a minha consciência está tranqüila e de alguma ingratidão com a qual pude ser pago, em mais de uma ocasião, isso não poderia ser para mim um motivo para deixar de fazê-lo; a ingratidão é uma das imperfeições da Humanidade, e como nenhum de nós está isento de censuras, é preciso saber passar aos outros pelo que se nos passa a nós mesmos, a fim de que se possa dizer, como J. C.: "que aquele que está sem pecado, lhe atire a primeira pedra."

Continuarei, pois, a fazer todo o bem que puder, mesmo aos meus inimigos, porque o ódio não me cega; e eu lhes estenderia sempre a mão para tirá-los de um precipício, se a ocasião disso se apresentasse.

Eis como entendo a caridade cristã; compreendo uma religião que nos ordena retribuir o mal com o bem, com mais forte razão restituir o bem pelo bem. Mas não compreenderia jamais a que nos prescrevesse retribuir o mal com o mal.

(Allan Kardec)

Postar no Facebook
Despertai

Mudar uma organização, um país, ou o mundo, começa com o simples passo de mudar a si próprio. Querer é poder Sempre que quiser efetuar uma mudança, a primeira coisa a fazer é elevar seu padrão, o modo de ser. Mas sabotar o plano, é não acreditar que poderá fazê-lo.

O senso da certeza constitui a força por trás de qualquer grande sucesso. Querer é poder. É no momento de decisão que seu destino é moldado. É a decisão e não as condições que determina o destino de cada um.

Eu não preciso tomar nenhuma decisão. Pronto, isto já é uma decisão. Decidiu ir ao embalo das circunstâncias. Desculpar, você tanto pode estar preparando um padrão básico de vida, quanto estar ocupado em inventar desculpas. Desculpas formam um sistema de convicção destrutiva, que limita a ação. A desculpa estabelece uma norma de como agir improdutivamente.

Sem almejar a pessoa acaba aceitando o padrão estabelecido, fica satisfeito e cumpre a meta de não agir e fracassar. Fracassar é mais fácil do que ter sucesso, porque não exige esforço. Contentar-se com o padrão baixo tem nome: mediocridade. O dia da decisão dia D (de decisão) determina o que gostaria de ter na vida, no que gostaria de se tornar e como desempenhar esses objetivos.

Eu gostaria de ganhar dinheiro. Isto é uma declaração de preferência, mas não de empenho. Eu estou empenhado em ganhar mais dinheiro. Aqui está fazendo uma ação com este objetivo. Querer é poder. O poder de decisão modifica a sua vida, seu rendimento e estado emocional. Determina se você é escravo das circunstâncias, ou está expressando sua liberdade. Sua decisão tem o poder de mudar a si, a família, inclusive o mundo. A decisão é tudo, a decisão faz qualquer coisa.

Toda ocupação existente foi fruto de decisão tomada. Decida o que deseja, não se preocupe se não vai dar certo. Entre em ação faça. Verifique o que está funcionando ou não. Adaptar-se você pode parar e mudar o enfoque até conseguir o que quer.

Não é importante como vai criar o resultado. O importante é decidir que você encontrará um meio, não importa qual. E se não der certo, mude o enfoque e o empenho mostrará como. Decidir eis a questão a coisa mais importante da vida não é fazer, mas sim tomar uma decisão. O juramento é uma decisão tomada solenemente.

Estamos acostumado à indecisão por isso não é fácil tomar decisão. Poder é ter convicção. Tomar uma decisão é se comprometer em atingir um resultado e cortar qualquer outra possibilidade. Depois de 60 anos, meu pai decidiu não mais fumar. Acabou. Fim. Nada fez ele voltar a fumar. Treinamento a repetição é a mãe da perfeição.

Quanto mais decisões tomar mais fácil ficará exercer essa atividade. Ter um objetivo claro nos faz bem. Ele nos dá poder e nos fortalece. Quem pode mais? As pessoas seguem o fluxo da moda e entram pela primeira porta aberta. Uma porta fechada oferece maior dificuldade. A pessoa se acomoda e adormece. Só um barulho forte a faz despertar como a perda do emprego, a falta de dinheiro, um concorrente mais forte, etc.

O assustador é que seu inconsciente toma todas as decisões por você. Obedece quem quer determinar o que se deve consumir. Determina seu credo. Determina sua profissão. Determina o que você faz.

Se você come demais, não é a comida gostosa, mas sua convicção em valores deturpados. Não temer. Fazer mudanças simples irá torná-lo consistente com seu desejo em vez de ser controlado pelo sistema. Prepara-o a cortar o passado e se programar para o futuro. Ter medo de tomar decisão, vai acontecer. Tomar decisões erradas todos tomam. Ninguém fracassa. O difícil é persistir no erro. Tornar-se flexível é a solução.

O sucesso é o resultado do bom julgamento. O bom julgamento é o resultado da experiência. E a experiência é fazer para acertar ou errar. Não há fracasso na vida, apenas resultados.

Postar no Facebook
A Parentela Corporal e a Espiritual

Os laços do sangue não criam forçosamente os liames entre os Espíritos. O corpo procede do corpo, mas o Espírito não procede do Espírito, porquanto o Espírito já existia antes da formação do corpo. Não é o pai quem cria o Espírito de seu filho; ele mais não faz do que lhe fornecer o invólucro corpóreo, cumprindo-lhe, no entanto, auxiliar o desenvolvimento intelectual e moral do filho, para fazê-lo progredir.

Os que encarnam numa família, sobretudo como parentes próximos, são, as mais das vezes, Espíritos simpáticos, ligados por anteriores relações, que se expressam por uma afeição recíproca na vida terrena. Mas, também pode acontecer sejam completamente estranhos uns aos outros esses Espíritos, afastados entre si por antipatias igualmente anteriores, que se traduzem na Terra por um mútuo antagonismo, que aí lhes serve de provação. Não são os da consangüinidade os verdadeiros laços de família e sim os da simpatia e da comunhão de idéias, os quais prendem os Espíritos antes, durante e depois de suas encarnações. Segue-se que dois seres nascidos de pais diferentes podem ser mais irmãos pelo Espírito, do que se o fossem pelo sangue. Podem então atrair-se, buscar-se, sentir prazer quando juntos, ao passo que dois irmãos consangüíneos podem repelir-se, conforme se observa todos os dias: problema moral que só o Espiritismo podia resolver pela pluralidade das existências (Capitulo IV, no.13).

Há, pois, duas espécies de famílias: as famílias pelos laços espirituais e as famílias pelos laços corporais. Duráveis, as primeiras se fortalecem pela purificação e se perpetuam no mundo dos Espíritos, através das várias migrações da alma; as segundas, frágeis como a matéria, se extinguem com o tempo e muitas vezes se dissolvem moralmente, já na existência atual. Foi o que Jesus quis tornar compreensível, dizendo de seus discípulos: Aqui estão minha mãe e meus irmãos, isto é, minha família pelos laços do Espírito, pois todo aquele que faz a vontade de meu Pai que está nos céus é meu irmão, minha irmã e minha mãe.

A hostilidade que lhe moviam seus irmãos se acha claramente expressa em a narração de São Marcos, que diz terem eles o propósito de se apoderarem do Mestre, sob o pretexto de que este perdera o espírito. Informado da chegada deles, conhecendo os sentimentos que nutriam a seu respeito, era natural que Jesus dissesse, referindo-se a seus discípulos, do ponto de vista espiritual: "Eis aqui meus verdadeiros irmãos." Embora na companhia daqueles estivesse sua mãe, ele generaliza o ensino que de maneira alguma implica haja pretendido declarar que sua mãe segundo o corpo nada lhe era como Espírito, que só indiferença lhe merecia. Provou suficientemente o contrário em várias outras circunstâncias.

Postar no Facebook
Crônica do Amor

Ninguém ama outra pessoa pelas qualidades que ela tem, caso contrário os honestos, simpáticos e não fumantes teriam uma fila de pretendentes batendo a porta.

O amor não é chegado a fazer contas, não obedece à razão. O verdadeiro amor acontece por empatia, por magnetismo, por conjunção estelar.

Ninguém ama outra pessoa porque ela é educada, veste-se bem e é fã do Caetano. Isso são só referenciais.

Ama-se pelo cheiro, pelo mistério, pela paz que o outro lhe dá, ou pelo tormento que provoca.

Ama-se pelo tom de voz, pela maneira que os olhos piscam, pela fragilidade que se revela quando menos se espera.

Você ama aquela petulante. Você escreveu dúzias de cartas que ela não respondeu, você deu flores que ela deixou a seco.

Você gosta de rock e ela de chorinho, você gosta de praia e ela tem alergia a sol, você abomina Natal e ela detesta o Ano Novo, nem no ódio vocês combinam. Então?

Então, que ela tem um jeito de sorrir que o deixa imobilizado, o beijo dela é mais viciante do que LSD, você adora brigar com ela e ela adora implicar com você. Isso tem nome.

Você ama aquele cafajeste. Ele diz que vai e não liga, ele veste o primeiro trapo que encontra no armário. Ele não emplaca uma semana nos empregos, está sempre duro, e é meio galinha. Ele não tem a menor vocação para príncipe encantado e ainda assim você não consegue despachá-lo.

Quando a mão dele toca na sua nuca, você derrete feito manteiga. Ele toca gaita na boca, adora animais e escreve poemas. Por que você ama este cara?

Não pergunte pra mim; você é inteligente. Lê livros, revistas, jornais. Gosta dos filmes dos irmãos Coen e do Robert Altman, mas sabe que uma boa comédia romântica também tem seu valor.

É bonita. Seu cabelo nasceu para ser sacudido num comercial de xampu e seu corpo tem todas as curvas no lugar. Independente, emprego fixo, bom saldo no banco. Gosta de viajar, de música, tem loucura por computador e seu fettucine ao pesto é imbatível.

Você tem bom humor, não pega no pé de ninguém e adora sexo. Com um currículo desse, criatura, por que está sem um amor?

Ah, o amor, essa raposa. Quem dera o amor não fosse um sentimento, mas uma equação matemática: eu linda + você inteligente = dois apaixonados.

Não funciona assim.

Amar não requer conhecimento prévio nem consulta ao SPC. Ama-se justamente pelo que o Amor tem de indefinível.

Honestos existem aos milhares, generosos têm às pencas, bons motoristas e bons pais de família, tá assim, ó!

Mas ninguém consegue ser do jeito que o amor da sua vida é! Pense nisso. Pedir é a maneira mais eficaz de merecer. É a contingência maior de quem precisa.


(Martha Medeiros)

Postar no Facebook
Aprendendo a Fazer Novas Amizades

Infelizmente nem todos conseguimos fazer amizades facilmente. A maior parte das pessoas faz amigos de forma natural, pois são pessoas extrovertidas e faladoras.

Se você for uma pessoa mais tímida, aqui ficam algumas dicas para fazeres amizades.

Ter personalidade e auto-estima

Quanto melhor forem as tuas qualidades, mais fácil será para você arranjar amigos. Aprende a melhorar a auto-estima.

Olha à tua volta

Analisa os comportamentos das pessoas à tua volta, chega a alguma conclusão sobre a forma correta de fazer amizades.

Não tenhas pressa

É obvio que não te vais sentir logo à vontade nos primeiros dias. Fazer amigos leva um pouquinho de tempo. Tem paciência!

Coragem

É preciso arranjar alguma coragem para fazer convites a pessoas com quem gostarias de fazer amizade. Não é muito complicado e na maioria das vezes a resposta será positiva, porque todas as pessoas gostam de ser convidadas nem que seja apenas para beber café.

Faz perguntas

Começa a fazer perguntas sobre a escola... Como são os professores... Quais são os horários... Quais são os prós e contras da escola... Há quanto tempo estudam lá... Enfim, pergunta o que quiser, claro, sem abusar. É uma ótima forma de começar a comunicar.

Sê sempre simpática

Se fores respondona logo no primeiro encontro, a primeira impressão é a que fica. Jamais faças cara feia. Por mais que estejas de mau humor, procura tratá-las com simpatia e educação. Assim, as pessoa irão "ir com a tua cara" e ganharão a tua simpatia.

Elogia sempre

As pessoas adoram ser elogiadas. Sempre que puderes, elogia o cabelo, a caligrafia, a roupa ou outro aspecto da pessoa. Isso vai facilitar, e muito, as coisas, mas cuidado, não faças isso a toda a hora, se não tornas-te uma pessoa chata!

Sê carismática

Faz cara de satisfeita com a vida. Isso não é hipocrisia, pois poderás sempre convencer as pessoas disso. As pessoas carismáticas conquistam a admiração das pessoas pelo modo de ser, então, sê sempre agradável, comunicativa e sorridente.

Ri sempre!

Sempre que alguém contar uma piada, ri! As pessoas adoram quando alguém ri de alguma piada sua. Quando tropeçares, errares ou perderes o rumo, ria de você mesma, não vale a pena lamentações.

Aceita todos os convites

Se alguém te convidar para o que quer que seja, não recuses porque será uma grande oportunidade de passares mais tempo com essa pessoa e com outras pessoas. A menos que tenha fortes motivos, tenta ir, nem que seja só um pouquinho.

Por vezes até pode ser aborrecido e ser um sacrifício, mas também pode revelar ser uma óptima oportunidade para conhecer algumas pessoas que mais tarde poderão vir a ser teus amigos.

Como melhorar a tua vida social

Pega nas pessoas que já fazem parte da tua vida, mas ainda não são teus amigos, como por exemplo colegas da escola, que frequentam os mesmo lugares que você mas com os quais não ainda tens relações de amizade.

Procure passar mais tempo com estas pessoas, para que elas te conheçam melhor e vice-versa. Se apenas estás cinco minutos por dia com uma determinada pessoa, não podes esperar grandes amizades em pouco tempo. É fisicamente impossível, por isso tens que arranjar forma de estar mais tempo junto dessa pessoa. Vais aos mesmos lugares que as pessoas vão. Certifica-te que o fazes de forma natural e não perseguindo ou fazendo-te de convidado sem o seres, porque senão passas a ser daquelas pessoas que ninguém gosta…

Interessa-te pelas pessoas

Se conheceres alguém novo, descobre coisas sobre a família dela e os seus interesses. Pergunta sobre os seus interesses e hobbies. Estes dois assuntos vão garantir uma conversa muito melhor do que ficar à conversa só sobre a escola. A maioria das pessoas não gosta de pensar nessas coisas em ocasiões sociais a não ser que sejam obrigadas.

Mostra o teu talento

Se sabes cantar... CANTA! Se sabes contar piadas, CONTA! Se sabes dar conselhos... DÁ!

Não te isoles!

Nunca te isoles em nenhum lugar por muito tempo. As pessoas vão pensar que és anti-social. Fica sempre cercada de pessoas.

Ignora as provocações

Se alguém fizer uma brincadeira de mal gosto ou inventar uma mentira ou até te ofender e te humilhar em público, jamais te rebaixes! É nessa horas que sentes mais vontade de te isolares e chorar. Mas não faças isso! Luta contra ti mesma e sê sempre forte! As pessoas verão que és forte e irão querer se aproximar de ti.

Se aplicares todos estes conselhos à risca, de certeza que terás novos amigos.

Seja você mesma

Se fingires ser o que não és, irás atrair falsas amizades. Sê tu mesma, sê sempre sincera e agradável.

Dicas:

Torna-te amigo de uma ou duas pessoas que têm redes sociais muito grandes. Aquelas pessoas que conhecem meio mundo.
Junte-se a associações e faz atividades de grupo, é ótimo para fazeres novas amizades.
Frequenta locais com muita gente e começa a conhecer novas pessoas diariamente.

(Catarina)
(Auto-adolescência)

Postar no Facebook