Mensagens de Viver a Vida

Encontradas mais de 404 Mensagens de Viver a Vida:

Não Viva a Vida de Outro

Seu tempo é limitado, então não percam tempo vivendo a vida de outro. Não sejam aprisionados pelo dogma – que é viver com os resultados do pensamento de outras pessoas. Não deixe o barulho da opinião dos outros abafar sua voz interior. E mais importante, tenha a coragem de seguir seu coração e sua intuição. Eles de alguma forma já sabem o que você realmente quer se tornar. Tudo o mais é secundário.

(Steve Jobs)

Postar no Facebook
Viver A Vida Intensamente

Tenho um instinto só meu. Gosto de viver assim, sem limites, fazendo a vida se moldar em mim. Brinco com o tempo, contrariando sua exatidão. Nada pode ser sério demais. Sigo os ponteiros do meu coração. Sou de um jeito exagerado, sou o espanto por não ter na fala a pausa precisa. Sou borboleta arisca, que arrisca, à espera da flor mais bela. Sou a cada minuto, a sugestão de um momento. Sou sentimento, apego, carinho, a falta. Por quanto tempo eu viver, seguirei achando que ainda não amei o suficiente. Sou só eu mesma a todo instante.

(Patty Vicensotti)

Postar no Facebook
Aprender a Aproveitar a Vida

Observo a dinâmica desse nosso mundão atual. O que vejo é um espetáculo de sensações fortes, indicando um comportamento adoentado. Como alguém da senda mística, ligada à sensibilidade, entendo ser necessária uma reeducação de nossa época, um resgate da arte e do fervor de saborear as coisas e os seres em suas múltiplas dimensões.

Temo que muitos jovens e adultos se comportem no mundo como se fossem donos e senhores, sem estabelecer relações de doçura e receptividade. Fechados no casulo da eletrônica e demais progressos tecnológicos, afogados em devaneios virtuais, temos esquecido da vida interior, deixado de extrair todo o seu sumo e sabor.

Diante disso, o que fazer? Proponho três exercícios difíceis, mas não impossíveis, que se fazem necessários para escapar da banalidade circundante. Vejamos:

Passo 1: O primeiro ato a praticar para modificar a qualidade da relação com o mundo é dar tempo a si mesmo. Tornar mais lento os ritmos, estancar a sucessão trepidante de acontecimentos. É na tranquilidade que fruímos a densidade do presente e podemos elaborar as emoções profundas, aquelas que penetram fundo na alma e a convidam a crescer.

Passo 2: Assumir uma postura de disponibilidade. Desenvolver interesse pelas coisas, mesmo que pequenas e aparentemente insignificantes. Entender a força dos prazeres minúsculos é aprender a viver melhor as possibilidades do cotidiano. Uma paisagem, um filme, jogar com uma criança, o aroma do sabonete, uma canção, coisas que estão ao nosso alcance com facilidade. Não custam quase nada e revelam as gigantescas belezas e qualidades emocionais do mundo.

Passo 3: Aprimorar uma atitude de brandura. O século XX foi de espírito forte e violento, de desbravadores e empreendedores. Sua identidade era ligada a adiantamentos técnicos, conquistas práticas, desenvolvimentos materiais. Nossa missão é outra, diferente. Há, como ensina a sabedoria popular, tempo de plantar e tempo de colher. Estamos no segundo estágio. Herdeiros de tamanha agitação, precisamos trabalhar para frutificar a meiguice, a leveza, a delicadeza, o desprendimento, a ternura.

Perceba que são muitas as dádivas que recebemos. Vamos ser delas merecedoras. Construir uma vida melhor para nós e para as gerações depois da nossa. Vida com mais tempo, disponibilidade e brandura. Simples assim.

(Marina Gold)
(Vida e Estilo)

Postar no Facebook
Aproveitar A Vida É Simples

Aproveitar a vida é muito simples, as pessoas é que complicam perdendo tempo com problemas muitas vezes fáceis de resolver... Aproveitar a vida é só fazer o que se deseja, o que tem vontade, mas é claro que dentro de seus limites, respeitando os outros também... É fazer o que quer mesmo que depois, só depois se perceba que estava errado... Aproveitar é também errar e aprender com isso... Se preocupe menos e aproveite mais!

Postar no Facebook
Tente Aproveitar a Vida de um Jeito Diferente

Sempre vemos todo mundo em busca da felicidade, esperando bons sentimentos, mas o que será que é verdadeiramente feito para consegui-los? Quando esperamos por gentileza, será que diariamente somos gentis com os outros? Queremos estar perto de pessoas positivas e alegres, mas será que somos assim para os outros?

Deparamo-nos com tantas pessoas durante o dia que muitas vezes não percebemos o quanto podemos ser indiferentes com quem passa do nosso lado. É muito fácil querer que todo mundo nos alimente dos melhores sentimentos, achar que o relacionamento interpessoal pode mudar sem você fazer nada. O difícil é lembrar que tudo pode começar a partir de cada um, que você tem o poder de mudar as coisas positivamente.

Se achar que as pessoas do seu bairro não demonstram gentileza, comece a ser gentil insistentemente, certamente vai melhorar o dia de alguém que pode passar o sentimento como através de uma corrente. Se sentir falta de ouvir um bom dia lá do senhor da padaria, comece logo o dia distribuindo vários “bons dias” e veja o que acontece.

Entretanto as pessoas são bem diferentes e nem todas estão interessadas em absolver bons sentimentos, e se você encontrar um tipo desses siga em frente e não desista de aproveitar sua vida de um jeito diferente. Retribua todo o bem que já lhe foi feito, quem sabe continuando com essa corrente espalhamos mais felicidade e reduzimos os índices de mal humor pelo mundo.

Postar no Facebook
Aproveitando Uma Experiência de Vida

Sempre é interessante observar a vida, analisando erros e acertos por outros cometidos, principalmente daqueles que por sua vivência, podem nos transmitir sua experiência de vida, algo que jamais deverá ser desprezado.
A melhor experiência que existe, é você saber aproveitar e analisar os erros que os mais velhos cometem ou cometeram, para não repeti-los.
Costumam os jovens dizer que "a sua experiência não serve para mim", o que indiscutivelmente é um grande engano, pois se as experiências vividas tiveram bons resultados, por que não aproveitar a fórmula usada, claro que adequando a fórmula antiga aos tempos modernos? Se, pelo contrário, as experiências foram más, já se pode saber, ao menos, o que NÃO se deve fazer.
Por exemplo, na minha infância, pude observar os efeitos altamente nocivos que o cigarro produzia para a saúde de meu pai. Ele tinha homéricos acessos de tosse, além de problemas cardíacos, e uma série de outros efeitos que todo fumante conhece de sobejo.
Vendo isso na minha frente, a atitude mais lógica foi aquela que tomei. Decidi NUNCA fumar. Ainda mais que meu pai, em suas longas conversas comigo, sempre costumava dizer que, se alguém o houvesse alertado na juventude sobre os efeitos do cigarro no organismo, jamais teria fumado. Claro, se o cigarro era o responsável direto por todos os problemas de saúde que ele enfrentava, por que não aproveitar sua experiência infeliz, e tomar a decisão mais acertada de minha vida?
Claro que tive que defender minha decisão com bravura, pois naquela época, eu fazia parte de uma "turminha da pesada" , e para defender meu ponto de vista, fui obrigado muitas vezes a "sair no braço" com os outros moleques, que queriam me obrigar a fumar.
Eis aí um bom exemplo de que as experiências dos mais velhos sempre podem ser extremamente úteis, desde que devidamente analisadas.
Fica aqui um alerta para todos, jovens e não tão jovens. Uns, que procurem dar bons exemplos, e que procurem o caminho do diálogo, e outros, que saibam aproveitar, tanto os bons quanto os maus exemplos, para melhor direcionar seu caminho, podendo assim, fazer de cada dia, sempre UM LINDO DIA.

(Marcial Salaverry)
(Recanto das Letras)

Postar no Facebook
Como Se Fosse o Último

Quem dera eu aprendesse a viver cada dia como se fosse o último. O último para dizer “obrigada”. O último para dizer “me desculpa”. O último para dizer “eu te amo”. O último para abraçar cada pessoa amada com aquele abraço bom que faz um coração cantar para o outro. O último para apreciar a vida com o entusiasmo que não guarda nenhuma delícia nem ternura pra depois. O último para fazer as pazes. Para desfazer enganos. Para saborear com calma, como se me servissem um banquete, a preciosidade genuína que cada único respiro humano representa...

Quem dera eu aprendesse a viver cada dia como se fosse o último. Eu não perderia uma chance para me presentear com os agrados que me nutrem. Eu criaria mais oportunidades para dizer o meu amor. Para expressar a minha admiração. Para destacar para cada pessoa a beleza singular que ela tem. Para compartilhar. Eu não adiaria delicadezas. Não pouparia compreensão. Não desperdiçaria energia com perigos imaginários e com uma série de bobagens que só me afastam da vida.
Quem dera eu aprendesse a viver cada dia como se fosse o último, porque pode ser.

(Ana Jácomo)

Postar no Facebook
Tenha Paixão pela Vida e Viva com Entusiasmo

Entre tantos problemas e dificuldades que surgem no decorrer das nossas vidas, nos deparamos com duas situações, deixar que tudo isso seja absorvido de forma negativa arrasando sua vida ou ultrapassar, mesmo que seja com muito esforço e coragem.

Independente da situação a nossa forma de olhar para ela é que define como seremos atingidos, negativamente ou positivamente. Apesar de parece muito difícil, encarar uma dificuldade de maneira positiva pode ser menos complexo do que imagina, na verdade se trata muito mais de vontade e treinamento do que simplesmente já ter nascido com tal sentimento.

Logicamente a primeira vez será muito mais complicada, os pensamentos negativos virão com muita frequência, mas devem ser sempre rebatidos com muita positividade. Com o passar do tempo, verá os benefícios do entusiasmo e o problema seguinte com certeza será resolvido com muito mais facilidade.

Tenha amor pela sua vida, não gaste nenhuma porção do seu tempo com maus sentimentos, deixe todos eles fora da sua vida e verá as maravilhas dos pensamentos positivos. Se apaixone pela sua vida e deixe-se viver com muito entusiasmo!

Postar no Facebook
Valorize O Que Está Perto

Pensando mais intimamente, ninguém gosta de perder, seja uma competição, um amor ou até um lápis qualquer. Mas às vezes o velho ditado entra em ação e só começamos a dar valor àquilo que se perde. O problema é que não dá para voltar atrás e ter de volta o que já foi perdido, principalmente quando se trata de um ente querido. É preciso dar importância às pessoas a nossa volta enquanto ainda fazem parte das nossas vidas. O fato de a vida terminar a qualquer momento muitas vezes é completamente esquecido, passando a ser lembrado no dia do acontecido. É preciso ter sempre em mente que tudo que passa fica pra trás e nunca mais voltará da mesma forma, portanto aproveitar o presente da melhor maneira possível é a o melhor jeito de mais na frente não ficar arrependido. Se quiser abraçar, abrace. Se der vontade conversar, converse. Pois pode ser a última oportunidade viver algum sentimento e certamente não gostaria de mais tarde dá-lo como perdido.

Postar no Facebook
Futura Mamãe

Quando um bebê decide vir ao mundo, nasce com ele uma mamãe.

Uma mãe é mãe desde o primeiro instante. Mesmo quando a vida ainda é um minúsculo ser implantado no ventre, a gente já é mãe do coração. Todo nosso pensamento, todo nosso cuidado se volta para esse serzinho que, tão minúsculo, já provoca emoções tão grandes.

A simples descoberta já nos traz um turbilhão de emoções inexplicáveis. A vida nunca mais vai ser a mesma. E nos perguntamos: "será que vou ser uma boa mãe?" "Será que vou saber cuidar do meu bebê?"

Mas uma mãe não nasce mãe e não aprende a ser em escolas. Uma mãe é e isso basta. Mãe sente, mãe adivinha, mãe aprende sofrendo, mãe sofre aprendendo.

Benditas são as mulheres! Se elas suportam uma das maiores dores, sentem sem dúvida a maior das felicidades. Uma mulher grávida é sempre algo sublime, ela tem algo de anjo e santo, uma aura invisível que reflete e ilumina seu rosto. Ela carrega nela a vida, um pedacinho dela mesma que vai um dia ter vida própria e isso é maravilhoso e assustador ao mesmo tempo.

Deve ser por isso que nos tornamos tão emotivas e choramos tão facilmente. Deve ser essa a razão de querermos estar satisfeitas em todos os nossos desejos.

Que a gravidez não é uma doença é verdade. Mas que não digam que é normal e que a pessoa pode viver normalmente, pois isso não é verdade. Todo o equilíbrio físico, psicológico e emocional fica balançado. Há ainda hoje civilizações onde as mulheres grávidas são tratadas como seres especiais e divinos.

Mãe que está descobrindo as alegrias da maternidade agora, deixa eu te dizer uma coisa: se você tem medo de não saber o suficiente para ensinar ao seu bebê os caminhos da vida, saiba que é com ele que você vai aprender a trilhar muitos desses caminhos. Viva a sua gravidez em todos os seus instantes e não se preocupe se está fazendo ou se fará as coisas certas ou erradas. Seu coração vai te ditar, confie nele! Aproveite ao máximo cada segundo, pois cada momento é único e esse privilégio não é dado a todos. Fale com seu bebê, faça carinho nele, sorria pra ele; viva o mais serenamente possível. Acredite: esses momentos são preciosos!...

E, sobretudo, você é uma pessoa agraciada! Deus os escolheu, para que fizessem parte um do outro. Ele saberá, certamente, conduzi-los nesse maravilhoso caminho.

Postar no Facebook
A Vida é Muito para Ser Insignificante

Já perdoei erros quase imperdoáveis,
Tentei substituir pessoas insubstituíveis e esquecer pessoas inesquecíveis.
Já fiz coisas por impulso,
Já me decepcionei com pessoas quando nunca pensei me decepcionar, mas também já decepcionei alguém.

Já abracei pra proteger,
Já dei risada quando não podia,
Já fiz amigos eternos,
Já amei e fui amado, mas também já fui rejeitado,
Já fui amado e não soube amar.

Já gritei e pulei de tanta felicidade,
Já vivi de amor e fiz juras eternas, mas "quebrei a cara" muitas vezes!
Já chorei ouvindo música e vendo fotos,
Já liguei só pra escutar uma voz,
Já me apaixonei por um sorriso,

Já pensei que fosse morrer de tanta saudade e......tive medo de perder alguém especial (e acabei perdendo) Mas sobrevivi!

E ainda vivo!
Não passo pela vida...
e você também não deveria passar. Viva!

Bom mesmo é ir a luta com determinação,
Abraçar a vida e viver com paixão,
Perder com classe e vencer com ousadia,
Porque o mundo pertence a quem se atreve
e A VIDA É MUITO para ser insignificante.

(Charles Chaplin)

Postar no Facebook
Procurando a Felicidade

Não existe uma vida feliz, apenas momentos felizes... Aproveite cada olhar, abraço ou beijo; são momentos únicos, que ficam na eternidade... Viver o momento presente traz a plenitude da vida. Ter a consciência de que o passado não retorna mais e o futuro depende, apenas, do que decidirmos hoje, neste exato momento.

A chave da felicidade está dentro de nós: o livre arbítrio. Decisões que vêm num turbilhão e modificam toda uma existência... Não procrastine, não tenha medo de viver! Não há certezas, apenas tentativas. Tudo depende do que você decide neste exato instante. Cada dia tem o seu segredo: delicioso, mágico. A realidade é escolha sua, faça bom proveito!

Mudar os outros? Só se a outra pessoa quiser! Caso contrário, desista. É energia perdida. O segredo está na aceitação, aparando arestas... Agora, se o lado sombra do outro começar a incomodar e os defeitos saltarem aos seus olhos sem parar, bem... Está na hora de dar um tempo!

Medo de mudanças? É um atraso de vida. São transformações para o nosso crescimento pessoal, experiências para melhorarmos como indivíduos. Medo de dirigir, medo de separar, medo de ter filhos, medo de arrumar um novo emprego, medo de viajar, medo de se apaixonar, medo de sentir emoções, medo de gostar, medo de não dar certo, medo de aceitar desafios, medo de viver!

Vale a pena? Deixar de aproveitar as oportunidades da vida, por puro medo! Pode acontecer de tentar e não dar certo? Sim, pois o futuro a Deus pertence. Mas, se realmente você quer, deseja com a sua alma, arrisque! Não sinta culpas, pense em sua felicidade. Não importa a duração e sim, a intensidade dos sentimentos. Prefira mil dias em um a um dia em mil. Programe-se para dar a virada na sua vida!

Permita que a sua alma fale mais alto. O coração tem razões que a própria razão desconhece. Não se pede para se apaixonar por João ou Pedro, simplesmente acontece... E sem motivos lógicos. Num piscar de olhos, num sorriso, numa brincadeira inocente, na fila do supermercado, na Internet... É para sempre? Não dá para saber... É uma experiência. As pessoas estão em constante mutação. Como dizia o poeta: "Que o amor seja eterno enquanto dure". Sem cobranças...

A realização profissional acontece se trabalhamos com paixão, numa atividade que nos completa. Trabalhar com energia, envolvimento, naquilo que gostamos, traz bem-estar, alegria de viver e equilíbrio. Como tudo que é feito com o coração aberto...

Onde colocarmos a energia chamada amor dá flores, frutifica e retorna em dobro. E o amor, meu amigo, é incondicional...

Tenha vida própria, atualize-se, torne-se interessante. Vá ao cinema, faça exercícios, estude, trabalhe como voluntário(a)! Vá à luta! Não use a desculpa da idade, dos filhos, do marido, da mãe. Você é o único responsável pela sua vida. Realize os seus sonhos, viva intensamente, sem medo de ser feliz.

(Bruno Manfredini)
(Comunicador Aldo Henrique)

Postar no Facebook
Erga os Olhos

Bom dia para você!

Erga os olhos pra ver o sol nascer
E ver a vida como ela deve ser
tudo nessa vida é um aprendizado
E não aprende nada quem só fica parado
Corra enquanto há tempo, enquanto há tempo pra viver
Se você não fizer nada, ninguém fará por você
Viva sua vida
Como ela deve ser
Viva sua vida
E faça acontecer.

(Sptz)
(Pensador)

Postar no Facebook
O Carnaval

O carnaval, ah o CARNAVAL. Para muitos uma festa popular brasileira. A maior festa popular brasileira.
Para outros a oportunidade de um dia de contos fadas, dia de colocar suas emoções guardadas durante um ano todo na avenida, dias em que a alma dança, o coração se enche de euforia e que as lágrimas podem brotar livremente sem que se precise segurá-las na garganta e no apertar dos olhos.
O que está por trás de tanta emoção na avenida?
Para quem simplesmente assiste um desfile de carnaval, parece ser apenas muito trabalho braçal de confecção de fantasias, carros alegóricos, ensaios de batuqueiros e só.
Para quem desfila em sua fantasia de destaque, alem da confecção da fantasia parece que falta entender algo quando na concentração do desfile, o coração pulsa e as lagrimas começam a querer brotar ao toque da sirene sinalizando que em minutos a escola estará na avenida. A energia da massa que forma a escola toma conta do corpo, bambeia as pernas, enche o peito de coragem, determinação e a garra imediatamente toma conta de tudo na ânsia de fazer o melhor desfile.
Entender estas sensações custa tempo e convivência com a comunidade, que forma a massa de uma escola de samba. Mas o desejo de entender estas sensações vai além de pensar em custos.
O respeito pela escola em si, uma vez que você se dispõe a representá-la na avenida, já existe. A admiração também, mas o que será que faz a alma desabrochar em lágrimas e se doa as emoções de uma forma tão pura e inteira?
Talvez as pessoas não se dão conta que um desfile de carnaval não tem distinção de classe, cor e religião. O desfile na avenida é feito de IGUAIS. Mas só na avenida são iguais.
E quando tudo acaba:
Os espectadores voltam para suas rotinas de trabalho, seguros dos seus bons salários que os garantirão apreciar o espetáculo do próximo ano.
Parte dos componentes voltarão a pensar em carnaval só nos 2 meses que antecedem a festa do próximo ano, outra parte dos componentes da escola volta para seus trabalhos dignos que de sol a sol lutam para ter dias de alegrias no próximo carnaval. Alguns passarão o ano todo voltando a escola regularmente em busca dos preparativos para sonharem com o próximo desfile, como forma de distração e alento da vida dura que vivem. Alguns já começam a trabalhar para o próximo carnaval, pesquisando enredo, criando fantasias e ensaiando os versos que caberão no samba enredo.
Viver de carnaval?
Não exatamente, apenas encontrar na arte popular uma maneira de expor amor, dedicando-se à comunidade com alento de realização dos sonhos. Convivendo e se dedicando às pessoas que encontram na escola o colo para suas dificuldades, seus sofrimentos... proporcionando estrutura emocional para que a massa viva com um mínimo de esperança e que saibam que por mais difícil que a vida se torne ao longo do ano, existe uma grande família que não desampara. Isso é viver em comunidade.
Mas claro que toda comunidade tem seus líderes natos, aqueles que não precisam ser nomeados. Que se dispõe a enfrentar tudo e todos em função da realização dos sonhos de uma maioria.
Estes líderes são guerreiros, acolhedores e idolatrados, mesmo sem serem nomeados líderes.
São estes líderes que conhecem a vida de cada um da comunidade e sem distinção trata todos, todos os tipos de componentes da escola, com amor, paciência e acolhimento e dedicação.
Ao se vivenciar tudo isso eis a resposta de onde vem tanta emoção e tanta energia ao se pisar na avenida.

("Autor expectador")
(Pensador)

Postar no Facebook
Dicas Para Superar o Fim do Namoro

1 - Viva as emoções

Antes de botar um fim definitivo no namoro, tenham uma boa e velha DR. Conversem sobre tudo que se passou entre o casal, sem acusações, mas com argumentos que incentivarão a evolução de cada um. Bote para fora tudo o que sente e deixe bem claro o motivo do fim. Caso tenha tomado um fora, explique como se sente e não tenha vergonha de se expressar. è melhor chorar tudo de uma vez do que chorar aos poucos.

2 - Fique sem ver o ex por um tempo

Entenda de uma vez por todas que a regra número 2 para quem quer dar um fim em uma história de amor, sem dores de cabeça, é ficar um tempo sem ver o ex. Assim será possível desintoxicar dos anos vividos e guardá-los como boas lembranças. Ver o ex com frequência, além de criar esperanças para ambos os lados, desenvolve um vínculo não agradável e situações – como o ciúmes – que serão corriqueiras e futuramente incontroláveis.

3 - Se puder, dê um tempo nas redes socais

Uma pesquisa feita pela Western University (Canadá) revelou que 88% dos usuários do Facebook acessam o perfil de seus respectivos ex-namorados e 52% assumiram que ficam com ciúmes das fotos publicadas no mural dos antigos namorados. Por isso o Facebook, Twitter e até o saudoso Orkut é um prato cheio para cair em um bad romance. Para não se tornar uma stalker profissional, determine um prazo longe das redes, por exemplo, um mês e cultive o outro lado da vida.

4 - Leia um livro

Já percebeu que o pior inimigo de quem precisa ficar longe do ex é a mente? Por isso, ocupe-a da melhor maneira possível. Não troque a vontade de vê-lo por um hábito novo, mas sim, ocupe a mente com outros interesses seus. A leitura é uma ótima pedida, afinal, dá para desencanar do roteiro real e viver outra história e até mesmo entender melhor o que se passa na própria vida, baseada nas histórias lidas.

5 - Ligue para uma amiga

Quando a saudade for forte e a vontade de ver o ex for maior ainda, ligue para uma amiga. Prefira aquela que acompanhou o relacionamento por mais tempo e que vai entender sem julgamentos o que se passa no momento. Desabafe mesmo, ela vai entender perfeitamente seu lado. Só não vale ligar todos os dias, afinal ela não é sua psicóloga, mas sim, sua amiga.

6 – Segure-se antes do próximo relacionamento

Com o tempo, após o fim do namoro, todo mundo sabe que bate uma carência. É ai que mora o perigo. Nada de trocar uma paixão antiga, por uma nova paixão. Às vezes, aparece aquele amigo legal que de repente nem se sente atraída, mas por estar fragilizada acaba se envolvendo demais. Depois do fim de um namoro é normal ficar frágil e assim se apaixonar facilmente também. O ruim disso é substituir as emoções e até comparar as atitudes do atual, com o ex. Não é saudável, seja verdadeira consigo mesma.

7 - Trabalhe a autoestima

Ficar triste por dentro, transparece por fora. Por isso, dê um trato no visual! Se estiver insatisfeita com o peso é hora de investir em uma nova dieta, mude o look, invista naquele esporte que sempre teve vontade, compre uma roupa nova, etc. Nenhuma mulher resiste a mimos, não há humor que não melhore!

8 - Desacredite nas falsas esperanças

Ninguém quer deixar o posto de ex, para ser step de ninguém, certo? Portanto, aquela ligação de madrugada, a mensagem no celular que o ex mandou só para saber se está tudo bem, pode ser até fofo, mas deve acabar ali, sem resposta. Isso vale também para você, mocinha! Nada de ficar pedindo ajuda para ele, ou ligando quando bater a saudades. Enquanto os dois lado não estiverem prontos para se ver, qualquer olhar 43 é uma bomba relógio.

9 - Faça uma reavaliação do namoro

Depois de um tempo, reflita os momentos vividos a dois e faça uma autoavaliação sua perante o namoro acabado. Veja quais foram os pontos mais frágeis e como agiria se fosse atualmente. Lembre-se que não é para cair na tristeza, ou nostalgia. A autoavaliação está longe de ser um túnel do tempo ao antigo namoro! É um exercício para evoluir seus atos e ver fora da situação o namoro como um todo.

10 – De quem é a culpa?

Tentar remoer o que já aconteceu só piora as coisas. No namoro, só o casal realmente sabe o que aconteceu durante o período juntos. Se existiu alguma coisa a qual te magoou, supere e continue a vida para frente. Não adianta ficar tentando saber quem errou e esclarecer mais ainda o que já acabou. A vida continua!

(Corpo a Corpo)

Postar no Facebook