As Duas Cabras

Duas Cabras brincavam alegremente sobre as pedras, na parte mais elevada de um vale montanhoso. Ocorre que se encontravam separadas, uma da outra, por um abismo, em cujo fundo corria um caudaloso rio que descia das montanhas.

O tronco de uma árvore caída era o único e estreito meio de cruzar de um lado ao outro do despenhadeiro, e nem mesmo dois pequenos esquilos eram capazes de cruzá-lo ao mesmo tempo, com segurança.

Aquele estreito e precário caminho era capaz de amedrontar mesmo o mais bravo dos pretendentes à travessia, Exceto aquelas Cabras.

Mas, o orgulho de cada uma delas, não permitiria que uma permanecesse diante da outra, sem que isso não representasse uma afronta aos seus domínios, mesmo estando separadas pela funda garganta.

Então resolveram, ao mesmo tempo, atravessarem o estreito caminho, para brigarem entre si, com o propósito de decidir qual delas deveria permanecer naquele local. E no meio da travessia as duas se encontraram, e começaram a se agredir mutuamente com seus poderosos chifres.

Desse modo, firmes na decisão de levar adiante o forte desejo pessoal de dominação, nenhuma das duas mostrava disposição em ceder caminho à adversária. Assim, pouco tempo depois, acabaram por cair na profunda grota, e logo foram arrastadas pela forte correnteza do rio.

Moral da História:
É melhor abrir mão do orgulho do que chamar para si a desgraça através da teimosia

Mensagens Relacionadas

Numa casa havia duas cachorras. Uma falsa e mentirosa, a outra, sincera e de muito bom coração. Um dia a falsa foi pedir ajuda à amiga e companheira de moradia.

- Comadre, meus filhos estão para nascer. Será que você me cederia um cantinho da sua casa para que eu possa tê-los em segurança?
Comovida, a cachorra generosa permitiu que a outra se instalasse.
- Como minha casa não é grande, você fica sozinha com ela e eu me ajeito por aí até que seus filhos nasçam.
- Obrigada, minha amiga - agradeceu falsamente comovida a falsa.

A dona da casa dormiu três dias na rua. No quarto dia, ela voltou.
- Agora que seus flhos nasceram, eu quero minha casa de volta.
- Oh, mas veja como eles são bichinhos tão fraquinhos. Deixe-me ficar mais uma semana.
- Está bem, mas só mais uma semana.
Decorrido o prazo, lá veio outra desculpa esfarrapada:
- Meus filhos ainda estão muito pequenos, dê-me mais um mês.

E cada vez que a cachorra boa voltava, a malandra pedia mais tempo até que um dia, quando voltou a pedir que devolvesse sua casa, deu de cara com sete cães enormes que lhe arreganharam os dentes. Eram os filhotes da cachorra má que já haviam crescido.
- Você quer sua casa? Pois venha tomá-la.
E pularam no pescoço da cachorra boa, sangrando-lhe até a morte.

Moral da história: Expulsa o mal da tua casa e da tua vida antes que ele se fortaleça.

Eu estarei sempre com você, amiga! Não importam as reviravoltas que a vida possa dar, nem interessam as brigas ou desafios que tenhamos de superar. Eu prometo que vou estar sempre ao seu lado.

Você é uma amiga de verdade e além da cumplicidade, respeito e carinho que nos caracteriza eu sei que seremos sempre solidárias uma com a outra. Na verdade, só estarei de bem com a vida se você estiver igualmente feliz. Te adoro, amiga!

Aos olhos de Deus e dos homens
Dissemos que sim
Unimos as mãos e os corações
E duas almas assim percorrem
Um só destino.

E como é fácil prometer a vida
Como é fácil amá-lo
Quando nos seus olhos me perco
Nesses mesmo olhos que me prometem
Todos os dias
O que eu quero jurar eternamente:

Que o amarei
Enquanto a vida existir em mim
Que o amarei
Depois que a vida se esvair de mim!

Através da vida vamos encontrando muitas pessoas e todas elas diferentes. Umas trazem coisas novas para o nosso mundo e levam um pouco de nós quando partem, outras nem tanto.

Mas a verdade é que apenas algumas nos tocam o coração e lá deixam a sua marca, assim como você.

Você é uma das razões que me levam a acreditar que na vida, duas almas não se encontram ao acaso, pois nossos corações juntos são perfeitos demais para se terem unido por acaso!

Queridas netas, quando soube que em vez de uma neta eu teria duas, meu coração se alegrou muito. Afinal, todo o amor que eu tinha guardado teria de ser dado em dobro. Mas eu tinha certeza que isso não seria problema, pois sempre achei vocês encantadoras e era impossível não gostar de dois tesouros assim.

A cada dia que passa vocês se têm tornado mais importantes na minha vida. Desejo que sejam muito felizes e que somem muitos anos pela frente.