A ferida vai fechar

A ferida vai fechar

Nenhuma ferida permanece aberta a vida inteira. Tenha fé que o pior já passou.

Mensagens Relacionadas

Tenho a alma ferida, pois a vida já me fez chorar muito. Já passei por muito sofrimento, já caí vezes sem fim.

Mas mesmo com a alma e o corpo doendo, me levantei todas as vezes e hoje continuo aqui, lutando pela minha felicidade.

Hoje estou mais forte e sei o que quero desta minha caminhada. Quero sorrir e sonhar, quero paz e amor, e ser feliz todos os dias.

A única coisa que separa o seu bem-estar da sua vida é o tempo. Nada mais. É só uma questão de tempo. Eu sei a dimensão da dificuldade, mas também conheço o tamanho da sua força e capacidade de superação. Não desista, amiga!

Em breve tudo vai melhorar e seu sorriso vai surgir naturalmente. Lute um pouco mais e com mais força do que ontem para que o amanhã apareça em um piscar de olhos. Estarei sempre ao seu lado, querida! Te adoro. Força!

A falsidade de algumas pessoas é o reflexo que nem tudo na vida é maravilhoso. Claro que são uma exceção, mas não deixam de representar uma grande parte da realidade. E machucam, machucam de verdade.

É por isso que não tolero mais uma mentira, uma traição, um fingimento. Basta! Para que motivo é preciso ser falso? Sejamos honestos uns com os outros para tornar este mundo um lugar mais sincero e verdadeiro.

Vamos fazer com que sua viagem passe a correr, meu bem! Vou sentir saudade; sei que vai machucar; vou sentir falta do seu abraço, do seu carinho. Vamos passar por pequenas dificuldades, mas nosso amor vai sair a ganhar, vai ser mais forte.

Esta etapa vai fortalecer nosso sentimento e transformar a ausência um do outro eu uma aprendizagem para nossa linda e longa vida. Nunca esqueça: vamos estar distantes, mas sempre próximos do coração! Boa viagem, meu amor! Amor você até às estrelas!

Por Vênus
Corpos imantados de prazer
Atraem-se pelo belo fato do amor
Enlouquece a carne de desejo.
Faz do sangue cálice espumante de fervor
Desvaira a alma
A sede aparentemente insana
Cessa no doce suor
Que de nós exala
Faz do corpo escravo.
Vai-vem enigmático
Que nos cela em paradoxo.
Corpo ou alma?
Gelo ou Brasa?
E mais tarde...
Quando a emoção é tanta
Os corpos explodem
E a gigante gana
Se desfaz em gozo.
E mesmo ainda sem entender nada
Continuamos colados
Calados. Saciados e presos na odisséia do amor que nos liberta do mundo!