Mensagens de Dor


Quando alguém que amamos morre, é como se uma parte de nós também morresse. Um vazio instala-se no peito. A dor se mistura com a revolta de já não termos o ente amado ao nosso lado, de já não podermos tocar na sua mão, abraçar e lhe dizer palavras doces.

A morte de um ente amado é uma dor inigualável, que fere a alma e deixa sempre uma cicatriz. Mas um dia o sofrimento agudo há de transformar-se aos poucos em uma saudade doída que está quase sempre a latejar, até se tornar saudade e bem querer que já não martela os sentimentos todo o dia.

Com o tempo a dor e a ausência causadas pela morte viram apenas uma forte saudade que aparece por causa de uma antiga fotografia, um velho baú de recordações, uma história relembrada ou um cheiro que surge do nada. A saudade é memória das coisas boas que ficam guardadas no fundo do peito. Às vezes aperta, mas não dói mais.

Trancar o dedo numa porta dói. Bater com o queixo no chão dói. Torcer o tornozelo dói. Um tapa, um soco, um pontapé, dóem. Dói bater a cabeça na quina da mesa, dói morder a língua, dói cólica, cárie e pedra no rim. Mas o que mais dói é saudade.
Saudade de um irmão que mora longe. Saudade de uma cachoeira da infância. Saudade do gosto de uma fruta que não se encontra mais. Saudade do pai que já morreu. Saudade de um amigo imaginário que nunca existiu. Saudade de uma cidade. Saudade da gente mesmo, quando se tinha mais audácia e menos cabelos brancos. Dóem essas saudades todas.
Mas a saudade mais dolorida é a saudade de quem se ama. Saudade da pele, do cheiro, dos beijos. Saudade da presença, e até da ausência consentida. Você podia ficar na sala e ele no quarto, sem se verem, mas sabiam-se lá. Você podia ir para o aeroporto e ele para o dentista, mas sabiam-se onde. Você podia ficar o dia sem vê-lo, ele o dia sem vê-la, mas sabiam-se amanhã. Mas quando o amor de um acaba, ao outro sobra uma saudade que ninguém sabe como deter.

Saudade é não saber. Não saber mais se ele continua se gripando no inverno. Não saber mais se ela continua clareando o cabelo. Não saber se ele ainda usa a camisa que você deu. Não saber se ela foi na consulta com o dermatologista como prometeu. Não saber se ele tem comido frango de padaria, se ela tem assistido as aulas de inglês, se ele aprendeu a entrar na Internet, se ela aprendeu a estacionar entre dois carros, se ele continua fumando Carlton, se ela continua preferindo Pepsi, se ele continua sorrindo, se ela continua dançando, se ele continua pescando, se ela continua lhe amando.

Saudade é não saber. Não saber o que fazer com os dias que ficaram mais compridos, não saber como encontrar tarefas que lhe cessem o pensamento, não saber como frear as lágrimas diante de uma música, não saber como vencer a dor de um silêncio que nada preenche.

Saudade é não querer saber. Não querer saber se ele está com outra, se ela está feliz, se ele está mais magro, se ela está mais bela. Saudade é nunca mais querer saber de quem se ama, e ainda assim, doer.

(Martha Medeiros)

Sentir saudades nos lembra a importância que uma pessoa tem para nós, mas também nos causa uma dor profunda no coração. É um desejo incontrolável de ter alguém especial nos braços e perceber que na realidade isso não é mais possível.

Saudade também são as lágrimas que escorrem pela cara, também é o silêncio que nossa alma faz questão de demonstrar. Saudade é um sentimento que nos faz entender como é difícil não ter quem amamos ao nosso lado.

Querida amiga, às vezes o amor é o mais injusto dos sentimentos, pois jamais coração algum deveria sentir amor por um que é incapaz de retribuir esse sentimento.

Às vezes parece que o mundo enlouqueceu e que nada dará certo, pois sofrer por amor é ver a vida de forma distorcida por tempo indeterminado. Mas tudo passa, um dia a dor desaparece e você volta a ter a capacidade de enxergar o mundo como ele é.

Não se desespere, minha amiga, pois só quem ainda não viveu um amor não correspondido não sabe o quanto dói, mas eu sei. Mas também sei que é dor que eventualmente termina, pois sem alimento e retribuição, esse amor acabará por morrer e mesmo o seu rasto desaparecerá.

Tenha esperança no amanhã, pois em breve seu coração estará sarado e poderá se abrir novamente para outro que por você também sinta amor, e verá como então será muito feliz!

Essa traição que você cometeu, fez questionar tudo o que havia entre nós. Será que fui eu quem não deu meu melhor? Por que não chegou o amor que eu sentia? Minha confiança era cega e eu esperava lealdade em retorno. Minha paixão era imensa e eu só desejava vivê-la. Mas este cenário extinguiu todo o sentimento e nada sobra agora senão pedaços, restos de uma vida ainda por viver.

Hoje você tenta juntar retalhos e afirma que é possível a reconciliação. Não duvido do seu arrependimento e que suas lágrimas talvez sejam sinceras. Mas como vou olhar para você e não lembrar a dor que tanto me causou? Como vou deixar você me abraçar, sem recear que esse carinho acabe? Não basta apenas recomeçar. Vão ser necessárias forças para manter este amor de pé e fazê-lo sobreviver a um mar de dúvidas. Me dê um tempo. Dor de traição, custa a cicatrizar.

O amor é um local muito estranho. É por amor que você quebra seu coração. E isso dói demais, machuca nosso peito, esconde o melhor que a gente tem para oferecer ao mundo – o amor.

Ninguém está imune à desilusão, ao amor perdido, ao desamor e essa é a angústia do amante mais confiante. Quando o coração fica ferido, só o tempo o acalma. Nada mais.

A pior dor que podemos sentir é a dor da saudade. Algumas feridas que temos na pele também doem, mas logo desaparecem. Certas dores físicas podem ser eliminadas com medicação. Mas a dor da saudade às vezes não tem cura, porque a pessoa de quem sentimos falta partiu em uma viagem sem retorno.

Talvez fosse mais fácil se as recordações nos fizessem bem. Talvez tudo passasse se chorar ajudasse a esquecer. O pior é que temos de prosseguir, por vezes sem vontade de viver. A dor da saudade é o maior desgosto que alguém pode ter.

Estou com tanta saudade
Saudade de você
Da sua voz
Dos seus olhos
Da sua boca
Seu toque, seu afago.
Estou com saudade,
Do seu cheiro, seu abraço.
Estou com tanta saudade!
Saudade que dói
Saudade que agonia meu coração
Saudade que não tem fim.
Estou com saudades de você!
Saudades amor,
Saudades do seu amor
Do seu carinho.
Saudade, que sei, é só minha.
Saudade de um amor
Que só eu senti
Só eu sonhei
Só eu amei...
Estou com saudade
Mesmo lembrando
Que foi tudo uma mentira.
Estou com saudades de você!
Se o tempo voltasse
Seria tudo igual
Mesmo sabendo que não foi real
Mesmo sabendo que foi
Uma doce mentira.
Mesmo sabendo que
Suas juras de amor
Não foram reais, tudo mentira.
Nada foi verdade, e mesmo assim
Se o tempo voltasse, amor,
Viveria tudo de novo com você!
Estou com saudades, e está doendo.
Está apertando meu coração...
Estou em prantos a pensar em você
Estou sofrendo demais
Essa saudades dói!
Queria só por um minuto
Escutar sua voz como no início.
Tão terna, tão linda, tão doce.
Minha alma se elevava
Meu coração vivia, tinha você!
Hoje minha alma vaga
A procurar você, e não encontrar...
Meu coração sangra de dor
Estou com saudades amor!
Saudades de ser amada
Mesmo enganada...
Estou com saudades amor!
Estou com tantas saudades
De você!

Ao longo da vida sentimos a dor da ingratidão chegar de diferentes corações, mas nada dói tanto como sentir a ingratidão de um filho. Pois é sentir que fracassamos, que todo o amor e dedicação foram em vão.

Dói, é verdade, mas mesmo assim luto contra a frustração e jamais desisto. Pois enquanto me restarem vida e forças, terei esperança em que seu coração enxergará o erro, meu filho.

Todos atravessamos diferentes fases na vida, todos erramos, uns mais outros menos, e eu quero que você saiba, meu filho, que quando quiser, estarei aqui para o desculpar.

Você é meu filho, ontem, hoje e para sempre, e é para o bem e para o mal, assim como meu amor por você é incondicional!

Dói. É uma dor física, é uma dor na alma. É uma dor que dura, é uma dor feita para durar. Dói enterrar um amor, dói como poucas coisas são capazes de doer na vida.

Um amor que morre é um amor que morre é um potencial de vida que deixa de existir. São projetos, são expectativas, são sonhos que nunca vão se realizar.

O amor tem essa estranha capacidade de nos fazer acreditar, que nos querer fazer lutar. Mas quando está destinado a acabar, a morrer, o melhor é aceitar.

No amor como na vida, não há como lutar contra a morte. Quando ela anuncia a sua chegada, é preciso respeitar. Não há mais nada a fazer, a não ser preparar o coração e alma para um período de luto e sofrimento, para os dias escuros, para a tristeza.

Mas não podemos nos entregar a dor. Um amor que morre é uma vida que renasce. Sonhos vão, mas outros vem. É preciso saber aceitar, é preciso sabedoria e força para seguir em frente, ainda que o corpo pareça pesado, e o coração pareça não mais querer bater.

Dói enterrar um amor.

Ah, que bom seria se eu soubesse
Quais as chaves para te prender
Quais as cores pra te ter comigo
Quais as frases certas para te dizer

E melhor ainda se eu tivesse
Um portal, uma máquina do tempo
Algo que te teletransportasse
Te trouxesse para mim no vento

Mas você foi para muito longe
E a distância fere de verdade
Fere com muita saudade

Saudade dói, dói, dói
Machuca o coração
Saudade dói, dói, dói, dói
Faz o amor virar solidão

Eu te espero como o mar
Espera pela embarcação
Como a flor espera a primavera
E o sol espera o verão

Eu te espero como o céu
Espera pelo avião
Como a lua espera o poeta
O amor espera o coração

Nossos Pais descobrem que um ser está para nascer e trazer às suas vidas um brilho de luz. A cada sorriso, palavra, olhar ou suspiro, uma cachoeira de lágrimas parece inundar seus olhos de alegria e paz.

Nos tornamos adolescentes e a busca pela independência é cada vez mais clara. A nossa vontade de conquistar espaço nos distancia de quem sempre nos amará, e esquecemos a família. Esquecemos de dizer o quanto os amamos.

Mas um dia nossos entes queridos se vão. Quando menos esperamos e sem nenhum aviso, Deus tira de nós o que mais amamos. Em nosso peito apenas a dor de um punhal que a cada "meus pêsames" parece afundar.

Nossos pensamentos difundem para cada gota de sangue em nosso corpo a culpa de nunca termos dito: "te amo", "preciso de você", "estou sempre aqui", "me preocupo"; e como se não bastasse, vem a frase mais forte "a culpa foi minha"!

Nossos sonhos caem por terra, nossa independência parece perder a importância. E a resposta para essa dor? O tempo e uma certeza: Quando amamos transmitimos em pequenos atos e gestos, e as palavras não importam mais. Quando precisamos de alguém, sentimos sua presença, e as palavras não têm mais sentido. Quando nos sentimos sós e abandonados, surge uma palavra ou um gesto e descobrimos que nunca estaremos sós.

E a culpa? A culpa é da vida que tem início, meio e fim. A nossa culpa está apenas em amar tanto e sentir tanto perder alguém. Mas o tempo é remédio e nele conquistamos o consolo, com ele pensamos nos bons momentos. E com um pouco mais de tempo, transformamos nossos entes queridos em eternos companheiros.

Nossos sonhos ganham aliados, nossa independência ganha acompanhantes, nossa vida conquista anjos. E no fim apenas a saudade e uma certeza: Não importa onde estejam, pois estarão sempre conosco!

Peço para que Deus ampare e conforte todos os corações feridos pela dor do luto.

Minha querida amiga,

Seu bebê ainda nem tinha nascido, mas acredito que você já o amava com todas as suas forças. Essa perda é uma profunda tristeza para todos os que sabiam da alegria que você estava sentindo. Ainda assim, não se culpe pelo sucedido nem desista de continuar com sua vida. Quero que saiba que estou do seu lado e vou apoiar você para superar essa dor. Seu bebê sempre estará entre nós, pois todos faremos questão que ele não seja esquecido.

Tenha fé que Deus aliviará sua dor e com o tempo a transformará em serena e eterna saudade.

Que a dor deste momento seja breve e a lembrança de quem partiu seja eterna.

Sei que palavra nenhuma pode confortar você nesse momento, mas quero que saiba que estarei aqui para o que precisar, a qualquer hora ou qualquer momento.

Infelizmente a vida tem o seu caminho e nem sempre acontece exatamente como desejamos. Se vale de alguma coisa, sinta que na vida tudo tem seu propósito e é possível que mais na frente entenda tudo isso que aconteceu.

E quem sabe também não estarão juntos novamente? Agarre-se a isso e deixe o tempo ir arrancando aos poucos toda essa dor. Meus sentimentos!

Hoje não me resta mais nada,
Só tenho minha dor.
Perdi teus carinhos, teus beijos, teu amor!
Eu tentei... mas foi em vão.
Agora não consigo te esquecer,
A cada minuto tua lembrança me atormenta.
Não quero te esquecer, não pode ser verdade,
Ainda ontem estavas aqui, ao meu lado,
Me falando como me admiravas!
Eu sei, sempre soube que não me amavas,
Mas eu sabia o quanto gostavas
De estar comigo. Tinha esperanças de
Transformar prazer em amor, mas foi em vão.
Tudo acabou. Agora apenas me restam
As lembranças, e o gosto da tua boca.
E a minha dor por ter te perdido!

Existem várias dores... Machucar.... Bater... Morrer... Mas a saudade - é a dor maior! E, mais dolorida ainda, é a saudade de quem se ama! Da pele. Do cheiro. Do beijo. Da presença. Da ausência.

Quando o amor acaba, pra quem fica amando, sobra a saudade! Saudade de não saber. De não saber o que ocorre com quem se ama...

Saudade de não saber. Não saber o que se fazer com os dias longos que sobram!...

É enterrar o pensamento em coisas vãs... Saudade é chorar ou sorrir numa música... Saudade é o silêncio da ausência.

É não saber... É querer saber... Saudade... é o sempre doer!

Saudade é um pouco como fome. Só passa quando se come a presença. Mas às vezes a saudade é tão profunda que a presença é pouco: quer-se absorver a outra pessoa toda.

Essa vontade de um ser o outro para uma unificação inteira é um dos sentimentos mais urgentes que se tem na vida.

(Clarice Lispector )

Meus sentimentos para você e sua família. Que Deus seja um abrigo nesta hora de dor.

A dor da última despedida vem acompanhada de uma saudade sem fim.

Hoje sinto um peso terrível no coração e até dói respirar. Sei que com o tempo irá passar, mas hoje quero chorar a traição de uma amiga. Já escutara outros falarem de quanto dói uma decepção na amizade, mas nunca experimentara na primeira pessoa, até agora.

Minha amiga, aquela a quem confiei meu coração, pisou nele e me traiu. Agora choro a sua traição e a perda de uma amiga que eu amava. Agora sei que decepção na amizade custa tanto porque dói duplamente. Dói a traição e a perda de essa pessoa que amamos e não queríamos perder.

Quando o amor aparece em nossa vida, tudo se transforma. Os dias se tornam mais leves, mais coloridos, mais animados. As expectativas nos dão ânimo e força. Sonhamos com o momento de encontrar o nosso amor e estar ao seu lado por alguns instantes.

O amor faz bater mais forte o peito, faz o corpo todo se sentir mais vivo e mais feliz. Mas quando o amor acaba, quando não há mais nenhuma saída para o amor além da separação. Essa agitação do coração torna-se uma dor imensa. Em vez de bater, o coração parece parar. O corpo quer se mexer, mas o coração não deixa. O coração é que parece comandar o corpo, em vez do cérebro.

Quando um grande amor se vai, tudo na vida perde o sentido. Tudo fica sépia e sem sabor. A dor incomoda, faz o sono nos abandonar, faz a respiração pesar. É um período de luto, um amor morreu, um projeto de vida em comum acabou, um desejo de felicidade ficou parado no ar. Mas a dor passa, a ferida vai sarar, ainda que as cicatrizes fiquem para sempre. O importante é pensar nas cicatrizes como histórias para contar e não marcas de dor.

É triste amar alguém e guardar esse sentimento tão lindo para nós. É ruim sentir que estamos apaixonados e não poder falar isso olhando nos olhos da pessoa que é especial para nós.

Muitas vezes, estar em silêncio dói mais que estar doente, mas não vale a pena arriscar tudo por alguém que parece nem saber da nossa existência.

Seria bom se em momentos como este conseguíssemos ignorar nosso coração. E simplesmente tudo isto fosse passageiro...

Eu sempre estive habituada a ver você todos os dias. Receber seu beijo carinhoso e te preparar agradáveis refeições. Todos os cuidados que eu tinha para que você se sentisse acarinhado e confortável, eram apenas manifestação de amor, tarefas que eu desempenhava com todo o prazer de quem quer bem a seu filho.

Mas você teve de ir para longe e nossa casa está mais vazia agora. Quando eu entro em seu quarto, sou invadida por memórias de tempos outrora vividos e ao pensar como tudo mudou, sinto um grande mar de saudades. Nossa família perdeu o brilho com sua ausência mais prolongada e, por isso, conto todos os agonizantes dias que espero até te rever.

Meu querido filho, como doí não ter você por perto, o bem precioso que queria aconchegar debaixo de minha asa para sempre. Pudesse esta distância ser encurtada ou nunca ter deixado cortar nosso cordão umbilical, e eu seria a mãe mais feliz desse mundo.

Ninguém está preparado para a perda. Ela causa acidez no peito e angústia no coração. Ela machuca partes do corpo que a gente nem conhecia! A perda é a maior dor do ser humano. Acontece que no amor a situação é a mesma. Ninguém está a salvo.

Todo o mundo passa o tempo à deriva, porque num momento tudo está perfeito, noutro momento tudo pode terminar. E essa dor, a da perda de um amor, ela muda a pessoa, ela transforma a vida de qualquer um. Na verdade, em tudo na vida, o tempo ajuda e novos horizontes acabam surgindo em nosso pensamento.

Sonho sonhando, sonho acordada. Já pouco importa se durmo, se os olhos estão abertos. O coração comanda todos os demais sentidos e sob as suas ordens eles sofrem em conjunto a sua ausência... Quero você de volta! Meu peito dói, meu coração grita, pois preciso voltar a chamar você de 'meu namorado'!

Ainda te amo! Eu nunca deixei de amar!

Por vezes nos deixamos levar por ventos que nos afastam daqueles a quem mais amamos, mas agora tudo ficou claro e eu preciso ter seu sorriso de volta. Preciso que seu olhar se fixe no meu e nossos corações voltem a bater de forma sincronizada. Preciso de você de volta à minha vida, pois sua ausência dói mais que a mais intensa das dores físicas. Esta ataca o coração, a alma, o peito, e lentamente mata por dentro sem que seja detectável pelo exterior!

Amiga, sei como está triste com o final do seu namoro, e isso me parte o coração. Finais de relacionamentos são sempre dolorosos, mas mais quando acontecem de forma tão complicada.

Mas tenha força, meu bem, pois talvez tudo isto tenha acontecido para seu bem futuro, para que seja criado espaço para que algo muito melhor possa entrar na sua vida.

Agora dói muito, eu sei, mas tenha confiança e acredite, pois eu garanto que ainda vai amar muito e ser muito feliz!

Às vezes a dor serve para nos fortalecer e preparar para coisas maravilhosas.

Logo quando percebi
Que tinha perdido você para sempre,
Pensei que tudo que estava sentindo
Seria amenizado com o tempo e
Logo logo me acostumaria
Com a solidão do nosso afastamento.

Por que me amou mais do que devia?
Por que me permitiu viver os melhores anos da minha vida?
Me habituei à felicidade e aos seus sorrisos,
Encontrei até um sentido onde em mim
Nunca tinha me trazido euforia.

Tentei de todas as formas adiar o inevitável,
E acabei forçando uma relação que já havia acabado.
Sei que não existem culpados,
Mas a minha dor está instalada de tal forma
Que já chegou muito próximo do insuportável.

Sei que ficarmos juntos novamente
Não seria a decisão mais perfeita.
Mas de uma coisa tenho plena certeza,
Que a dor de não ter você deixa a minha alma
Completamente insatisfeita.