Parabéns para você, amiga e mamãe abençoada

Hoje é o dia de celebrar o amor materno e isso você tem de sobra, amiga. Você é uma mãe perfeita, dedicada e merece todas as homenagens neste dia das mães.

Deus lhe abençoou com o amor de mãe e nada é mais forte que isso. Tenho muito orgulho e me emociono em ver a mãe que você se tornou.

Que o dia de hoje seja repleto de amor e carinho pois você merece. Feliz dia das mães!

Mensagens Relacionadas

De uma vida se fazem duas, parece simples, mas na verdade é um conceito e uma vivência mágicos. Hoje você vive a experiência na primeira pessoa, e eu quero felicita-la de todo coração. Parabéns pela gravidez!

O tempo passa muito rápido, então aproveite e desfrute de cada instante. Este é o seu momento e do seu bebê, pois cada grávida traz em si o brilho e o dom da criação. Sua vida está gerando outra vida, e no seu coração nascerá um amor que será infinito.

Parabéns, futura mamãe! Muitas felicidades para todos!

Não estou me contendo de alegria! Quando recebi a notícia da sua gravidez, dei um pulo de alegria. Parabéns, querida amiga, para você e para sua família.

Daqui 9 meses você estará recebendo em mãos um tesouro muito valioso e tenho certeza que será uma experiência maravilhosa!

Estarei aqui para tudo que você precisar, viu? Seja durante a gravidez, ou depois que seu bebê chegar ao mundo. Tenho um orgulho enorme de você e tenho certeza que será uma mãe maravilhosa.

Aproveite cada segundo desta jornada, pois é um momento verdadeiramente mágico!

Minha querida amiga, está prestes a começar mais uma semana, e eu espero que possa encarar mais sete dias com muita positividade e ânimo. Que todas as bênçãos se derramem sobre você, e todas suas tarefas sejam concluídas com sucesso.

O importante é saber manter o otimismo seja em que situação for. Sei que nem sempre é fácil, mas quando as coisas estiverem complicadas demais, você sabe que sempre poderá contar comigo. Tenha uma semana abençoada, minha amiga!

Mãe querida de nossos corações, hoje desejamos lhe dizer quanto a amamos, quanto reconhecemos e sentimos gratidão por tudo que fez e continua fazendo por todos nós.

Você é uma mãe atenta e carinhosa, sempre presente e disponível. Toda nossa vida você foi o pilar que nos ajudou a crescer e evoluir, e em você sempre encontramos um colo e um apoio estáveis e seguros.

Nós amamos você, mamãe, hoje e para sempre!

Estava precisando fazer uma faxina em mim: jogar alguns pensamentos indesejados fora, lavar alguns tesouros que andavam meio que enferrujados.

Tirei do fundo das gavetas lembranças que não uso e não quero mais. Joguei fora alguns sonhos, algumas ilusões. Papéis de presente que nunca usei, sorrisos que nunca darei; joguei fora a raiva e o rancor das flores murchas que estavam dentro de um livro que não li.

Olhei para meus sorrisos futuros e minhas alegrias pretendidas, e as coloquei em um cantinho, bem arrumadinhas.

Fiquei sem paciência! Tirei tudo de dentro do armário e fui jogando no chão: paixões escondidas, desejos reprimidos, palavras horríveis que nunca queria ter dito, mágoas de um amigo, lembranças de um dia triste... Mas lá também havia outras coisas, e belas!

Um passarinho cantando na minha janela. Aquela lua cor de prata, o pôr do sol... Fui me encantando e me distraindo, olhando para cada uma daquelas lembranças.

Sentei no chão para poder fazer minhas escolhas. Joguei direto no saco de lixo os restos de um amor que me magoou. Peguei as palavras de raiva e de dor que estavam na prateleira de cima, pois quase não as uso, e também joguei fora no mesmo instante! Outras coisas que ainda me magoam, coloquei num canto para depois ver o que farei com elas, se as esqueço lá mesmo ou se mando para o lixão.

Aí, fui naquele cantinho, naquela gaveta onde guardamos tudo o que é mais importante: o amor, a alegria, os sorrisos, um dedinho de fé para os momentos que mais precisamos... Como foi bom relembrar tudo aquilo! Recolhi com carinho o amor encontrado, dobrei direitinho os desejos, coloquei perfume na esperança, passei um paninho na prateleira das minhas metas, deixei-as à mostra, para não perdê-las de vista.

Coloquei nas prateleiras de baixo algumas lembranças da infância, na gaveta de cima as da minha juventude e, pendurado bem à minha frente, coloquei a minha capacidade de amar, e de recomeçar.