Não repita erros do passado

Se há coisa que você deve aprender é a fazer dos seus erros uma lição para toda vida. Não adianta reconhecermos que erramos, se não estamos dispostos a mudar, nem vale a pena dizer que mudamos se continuamos a copiar o que fizemos de errado.

Se é para superarmos momentos infelizes do passado, que seja definitivamente. Qualquer outra atitude contrária a essa apenas trará amargura à nossa vida.

Mensagens Relacionadas

Muitas vezes ficamos refletindo demais sobre erros que cometemos no passado e acabamos nos culpando excessivamente por aquilo que fizemos.

É bom que eles nos sirvam de lição para que não se voltem a repetir, mas se você já aprendeu está na hora de se perdoar também.

É tempo de seguir em frente e provar que é capaz de fazer as coisas de um jeito diferente. Tenha a força necessária para afastar da sua mente os pensamentos negativos.

Deus escreve certo por linhas tortas, mas também é verdade que muitas vezes somos nós que entortamos as linhas escritas por Deus. Todos nós erramos. Errar faz parte da tarefa e da sina do ser humano. Mas o maior erro que podemos cometer é não aprender nada com as nossas derrapadas ou com as nossas quedas.

Não vale a pena se apegar aos erros, remoer o passado. Nada do que foi feito pode ser mudado. O que podemos fazer é remediar. Sempre podemos tentar corrigir, mas as marcas, os borrões vão sempre ficar como cicatriz. E não precisamos nos envergonhar de nossas cicatrizes! Em alguns casos, até devemos nos orgulhar delas, pois fazem parte de nós e muitas vezes acabam por definir quem somos.

Lembre-se sempre que errar é humano. Não se apegue ao sofrimento causado pelos seus erros. Busque se reconciliar com você, se perdoar, refletir e aprender algo com a experiência para poder seguir em frente sem olhar para trás com pesar.

Durante as nossas vidas iremos nos deparar com muitas decisões e conflitos. Infelizmente, ou felizmente, isto é algo inerente à vida e não podemos considerar um absurdo, que algumas dessas escolhas sejam vistas como erradas ou tenham sido tomadas de forma equivocada.

Se arrepender de algo que foi dito ou de alguma alternativa mal escolhida, é extremamente normal e não deve ser mal visto. Mas este tipo de lamentação jamais pode ser tornar um hábito, não podemos nos utilizar das desculpas como algo corriqueiro ou que supostamente diminua os danos do deslize ocorrido.

O que aconteceu, já foi, não tem mais volta, mas por pior que tenha sido o erro, ninguém deve leva-lo para sempre em suas costas. O arrependimento sincero é realmente necessário, mas passar a vida inteira se culpando por algo do passado irá interferir negativamente nas escolhas futuras.

O medo pode instalar-se bloqueando a coragem de arriscar, que poderia ser muito benéfico em alguns momentos. Não permita que a covardia entre na sua vida, peça perdão aos que estiverem envolvidos, se esforce para mudar as atitudes que levaram ao erro, deixe a culpa no passado e continue seguindo em frente.

O pior que você pode fazer é recusar-se a aprender com os erros. Ninguém é perfeito e todos podemos tomar decisões erradas, mas isso não significa que não podemos tentar dar a volta à situação quando damos um passo em falso.

Crescemos mais um pouco sempre que procuramos uma alternativa no nosso caminho. Rejeite o orgulho e veja que ser uma pessoa melhor só depende de você mesmo.

Desde pequenos ouvimos sempre aquele velho conselho para aprendermos com nossos erros. Mas não seria bem melhor se o errado, neste caso, fossem outros e não você? Ganhar mais experiência na vida com nossos erros provavelmente já deve ser intrínseco ao ser humano, mas não seria nada mal mudar um pouco a perspectiva dessa forma antiga de aprendizado.

Certamente é bem mais fácil perceber as consequências de um erro quando somos nós que cometemos, mas também não é difícil imaginar como seria mesmo sem o vacilo acontecer. Se conseguíssemos abstrair alguma experiência de pelo menos um erro cometido por cada amigo que conhecemos, já nos proporcionava algum conhecimento para tentar não cometer os mesmos.

Vamos tentar focar nas lições dadas por tantas histórias que ouvimos todos os dias que não acabaram tão bem, para evitar sermos personagens principais de outras iguais. Aprenda com os erros dos outros e não necessite ter os seus!

Recomendados para você

Como terminar um namoro:  dicas sobre o que fazer e não fazer
Como terminar um namoro: dicas sobre o que fazer e não fazer
Nostalgia não é saudade: 32 frases que ajudam a compreender o que é a nostalgia
Nostalgia não é saudade: 32 frases que ajudam a compreender o que é a nostalgia