Mensagens de Quem Sou Eu


O Jiu-jitsu não persegue, apenas, um ideal de defesa pessoal ou o ouro nas competições. Muito mais que isso, engloba um conjunto de conhecimentos que transportam o Budo, essa quintessência das artes marciais do oriente.

Ao apresentar-se, o principiante busca, normalmente, aprender as técnicas que lhe permitam defender-se eficientemente de eventuais agressões físicas. Mas também, muito normalmente, ele perde o auto-controle se for agredido moralmente. Já o iniciado, o graduado, deverá perseguir o Budo desenvolvendo um equilíbrio entre a sua parte física e a mental, buscando atingir um profundo auto-conhecimento. À medida que o iniciado progride na escala hierárquica, deverá, cada vez mais, dominar-se a si mesmo, da mesma forma que pode dominar seus adversários; deverá, cada vez mais, concentrar-se no desenvolvimento de sua harmonia interior e na sua interação e integração com o Universo.

Todo aquele que atingir o nível de Sensei ou Shi-han julgando-se invencível ou superior, não tendo desenvolvido um excelente autocontrole psicossomático, nem tendo conhecido as verdadeiras essências da Arte da Suavidade e da Suavidade da Arte, não é um Sensei nem um Shi-han: é um imbecil. Pode até ter passado a vida "ensinando" Jiu-jitsu, mas na realidade não conseguiu aprender nada! Acabou morrendo na praia. Esta dica serve de alerta para muitos principiantes, que buscam, apenas, vencer uma briga no lusco-fusco de uma danceteria da moda. Não é preciso quebrar o pescoço de um desafeto para provar que se pode vencê-lo; é necessário, apenas, saber que se pode vencê-lo.

Nas entrelinhas do treinamento, o professor deve deixar o Jiu-jitsu trabalhar a energia interior de seus discípulos; evitar que usem demasiadamente a força bruta; desenvolver no espírito deles o espírito da Arte Suave; promover neles o melhor equilíbrio entre razão e emoção. Le coeur a des raisons que la raison elle-mêmme ne connait pas: o velho filósofo francês dizia que o coração tem razões que a própria razão desconhece. Para um praticante verdadeiramente bem desenvolvido em Jiu-jitsu, esse desconhecimento será o menor possível.

Saber dominar e controlar seu corpo e sua mente é o objetivo final do iniciado em Jiu-jitsu. A luta é apenas uma parte integrante do caminho que leva a esse objetivo, porque quem possui a morte nas mãos deve possuir, também, a responsabilidade e a coerência daí decorrentes. Boa parte da Sabedoria está em poder distinguir o todo da parte e a parte da meta. Quem não consegui-lo, jamais será um verdadeiro sensei.

Por melhor que seja, um livro não pode condensar a filosofia do Jiu-jitsu num único capítulo. A filosofia só pode ser transmitida pessoalmente, aos poucos através dos anos, com a vivência e a convivência entre professores e alunos. Formar um lutador é fácil, a dificuldade consiste em formar um discípulo. Eu mesmo já formei muitos lutadores, ótimos lutadores, mas meus discípulos se contam com os dedos de uma só mão. Meus alunos poderão até levar avante a minha técnica, porém, somente meus discípulos conseguirão imortalizar minha memória, junto com a filosofia, o conhecimento e os segredos que herdei de Américo e de Loanza (*).

E assim será com todos os outros professores que ensinam o verdadeiro Jiu-jitsu.

(Jiu Jitsu & Judo)

O nosso amor é a minha felicidade, meu bem, porque é por ele que eu vivo e luto. E se ele brilha e causa inveja ao mundo, tudo isso acontece por você ser o meu namorado perfeito.

Eu sou apaixonada por você e respiro desejo de estar em seus braços. Vamos caminhar lado a lado, meu amor, que para sempre é pouco tempo, por eu te querer tanto.

Hoje o dia despertou alegre e sorridente, e pelo ar corre uma brisa de paz, amor e esperança. Inspire essa brisa e deixe que chegue ao seu coração e o abrace. Feliz aniversário, meu amor!

Você completa mais um ano de vida e eu tive o privilégio de viver mais um ano ao seu lado. Que assim seja por muitos e bons anos, sempre lado a lado, sempre felizes.

Parabéns, meu bem! Seja feliz, é tudo que desejo, e lembre-se que se você for feliz, também eu sou. Eu te amo!

Envelhecer bem é um grande desafio,
Estejam certos disso.
Envelhecer com descontração,
Com muita ação,
Eis a questão...

A ação mantém a saúde
Da mente que não é ausente,
Ausente de empreender,
Constante treinamento,
Que faz da dualidade corpo-coração,
Um campo de emoção!

Emoção que conserva o brilho do olhar,
Olhar da alma...
Mostrando a luz de cada ruga,
Luz nascida nos momentos vividos,
Que sulcaram a face,
Como o vento sulca a rocha...

Assume-se o decrepitar do corpo,
Alimentado pela emancipação da alma,
Vencer assim é um desafio.
Enquanto o jovem faz vibrar
O esplendor de seu florescer,
O velho deve fazer vibrar,
O esplendor de seu envelhecer...

Alimentando-se na harmonia,
Que se entrega à melodia,
Promovendo o bailado,
Em que se dinamiza a vida,
Tornando tudo intenso aos olhos,
Ao coração...
Isso é o que torna o velho alado!

Alado sim...
Na terra distribui carinho,
De encantador jeitinho,
Sorrindo das decepções,
Vendo-as como canções passadas.

Volta-se para o horizonte,
Que lhe abre novas perspectivas,
Não vistas pela criança, pelo jovem,
Mas vistas e sentidas,
Por aquele que exulta em glórias!

O envelhecer,
Oferta a beleza de um corpo decadente,
E a sublimação de uma alma ascentende.
Quem envelhece seguindo
As necessidades do eu sou,
Jamais terá vontade de dizer eu fui...
Ou eu serei...
Diz apenas
Eu sou...
Sou com você, sou com o Universo.

A palavra sabedoria é formada por dois verbos: saber e doer. É uma junção de palavras que se dá com o tempo. Se forma no passado para ser usado no presente e no futuro.

Embora os momentos felizes da vida sejam os melhores, os mais desejados por todos, não há aprendizado sem dor. E viver, vez por ou outra, dói.

Só se torna sábio quem aprende com o sofrimento. Por isso, quanto mais se vive, mais sábia uma pessoa pode se tornar. A grande infelicidade disto tudo, é que ao nos tornamos mais sábios, nos tornamos também mais velhos, e menos tempo temos para usufruir da nossa sabedoria. É a dor e a beleza da vida, e é o que traz equilíbrio ao mundo, já que somos mortais. Adquirir sabedoria é o desafio da vida, mas seria divino ser jovem e sábio, e ter a vida toda pela frente!

É como tantos dizem: "Ah, se eu sou soubesse aos vinte anos o que sei hoje..." o que vivi não teria me doído tanto. Ou ao menos, eu saberia lidar com a dor de maneira diferente...

É por isso que o melhor que os jovens podem fazer, é ouvir os sábios que, no geral, são pessoas mais velhas que nós. Apesar da sabedoria não poder ser transmitida, sempre podemos aprender alguma coisa com a história e a experiência dos outros, para tentar lidar com as nossas tristezas e alegrias, e adquirir a nossa própria sabedoria.

Minha amada e saudosa mãe, hoje é o dia de todas as Mães, pelo que é o seu dia também. Pois não importa que já não esteja mais entre nós, você será para sempre a minha mãe e meu amor por você é eterno.

Hoje sua imagem está mais viva que nunca na minha memória, e meu peito dói ainda mais de saudade. Você foi a melhor das mães, uma fonte inesgotável de amor e compreensão, e sua ausência deixou um vazio muito grande na minha vida.

Mas a sua figura carinhosa vive e viverá para sempre dentro de mim, pois eu não sou apenas carne da sua carne, sangue do seu sangue. Eu sou também pensamento e personalidade que você ajudou a construir.

Por tudo que fez por mim eu agradeço, e aos Céus peço que até lá, que até você, permitam que cheguem meu amor e minha saudade eterna de você.

Minha mãe, eu não sou apenas aquele a quem você deu a vida, eu sou aquele que você ajudou a construir como homem, como pessoa. Se hoje sou como sou, devo a você.

Sempre presente, cuidando, educando, mimando ou repreendendo, você me indicou os melhores caminhos e quando eu não podia ir sozinho, você me levou até eles.

Hoje é o seu aniversário, e eu quero apenas que sinta no coração todo amor, orgulho e admiração que eu sinto por você. Feliz aniversário, minha mãe! Você é um exemplo de mulher, de esposa, de amiga, e principalmente de mãe.

Desejo que todo mundo saiba que sou um homem muito orgulhoso da sua mãe, pois ela não me deu apenas a vida, mas me ensinou a vive-la! Obrigado, minha mãe, apesar que eu sei que você faz o que faz por amor, e não esperando reconhecimento. Muitas felicidades! Eu te amo!

Todos dizem que sogra é chata e quem sou eu para discordar, mas não trocaria a minha por nada deste mundo, pois seus defeitos não são muito difíceis de suportar.

Você me deu uma filha maravilhosa com quem casei e sou feliz. Isso já seria motivo suficiente para lhe estar grato, mas tenho que confessar, você acima de tudo é amiga e uma pessoa com bom coração.

Chata seria a nossa vida se você não estivesse por perto.

Eu tenho a sorte de ter em minha vida uma pessoa iluminada. Você é o meu sol, quando o dia amanhece nublado, é o meu verão quando o inverno insiste em ficar.

Você é uma flor tão linda, que todos os beija-flores querem beijar. Você é tem tanto mel, que todas as abelhas querem lhe tocar. Você me faz querer sussurrar as palavras mais doces, e depois transformá-las em canção de ninar.

Com você, eu não preciso de muita coisa mais. Eu já tenho a maior riqueza que alguém pode sonhar. A seu amor me sentir pleno como o mar, numa linda noite de luar. Eu te amo tanto, será que alguém pode duvidar?

Você é minha namorada e eu sou realmente feliz por te amar, a minha vontade é te colocar num altar. Os meus amigos me dizem que você vai se envaidecer, e logo de mim vai se cansar. Mas eu não tenho medo. Aconteça o que acontecer, eu terei sempre o meu amor você.

Eu nunca vou entender porque a gente continua voltando pra casa querendo ser de alguém, ainda que a gente esteja um ao lado do outro. Eu nunca vou entender porque você é exatamente o que eu quero, eu sou exatamente o que você quer, mas as nossas exatidões não funcionam numa conta de mais.

Mas aí, daqui uns dias, você vai me ligar. Querendo tomar aquele café de sempre, querendo me esconder como sempre, querendo me amar só enquanto você pode vulgarizar esse amor. Me querendo no escuro. E eu vou topar. Não porque seja uma idiota, não me dê valor ou não tenha nada melhor pra fazer. Apenas porque você me lembra o mistério da vida. Simplesmente porque é assim que a gente faz com a nossa própria existência: não entendemos nada, mas continuamos insistindo.

(Tati Bernardi)

Eu sempre admirei casais que são amigos. Pessoas que sabem se divertir uma ao lado da outra. Para mim, o casal ideal é aquele em que um completa o outro, e dá apoio para que sejam sempre melhores naquilo que têm de melhor.

Em um casal ideal um tem respeito e admiração pelo outro, e sabe manter a liberdade e a individualidade do outro. O casal ideal é aquele que está junto porque quer ser feliz, e faz de tudo para isso.

Eu costumava ver esse tipo de casal com uma certa nostalgia, mas com inspiração. O meu grande sonho era viver um amor assim. Hoje eu sou feliz, porque formo com você um casal ideal, como aqueles que tanto admirava… Temos um ano de namoro, e durante este tempo já sinto o bem que você me fez e faz.

Quero que o nosso amor dure e perdure. Quero ser, para sempre com você, o casal ideal. E quero que o nosso amor sirva de fonte de inspiração para tantos outros corações. Eu te amo!

Se eu pudesse escolher uma irmã legítima, não teria qualquer dúvida quem escolheria, pois se não fosse você, não queria mais ninguém. Feliz aniversário, minha amiga, e irmã de coração!

Adoro você, mas isso você já sabe. Quero que seja sempre muito feliz, e isso você também já sabe. Você sabe tudo, pois ninguém melhor que você conhece minha alma, tudo o que eu sou, tudo o que eu desejo ser.

Estamos juntas não desde sempre, mas às vezes parece, e eu sei que será para sempre. Você é a irmã que eu não tive, e apesar de não termos compartilhado a infância, sei que compartilharemos a velhice.

Hoje celebraremos seu dia com tudo que você merece, e toda minha atenção, mimo e carinho serão apenas seus. Seja feliz, minha amiga-irmã, hoje e para sempre e comigo ao seu lado!

Meu amor, me perdoe
Sei que machuquei você!
Você não merecia a minha desconfiança
Quero me reconciliar
Pois não consigo viver sem você.
É duro saber que magoei você
Que é a pessoa mais importante
Do mundo para mim.
Sem você meus dias são frios
Minhas noites sem estrela.
Sem você não sei quem eu sou.
Meu amor, me perdoe!
Você merece ser feliz
E eu quero fazer você muito feliz.
Faço o que for preciso
Para ter você novamente nos meus braços.
Meu amor, me perdoe!
Peço novamente
E pedirei mais mil vezes se for preciso.
Abra seu coração para uma reconciliação
Prometo fazer você feliz todos os dias,
Horas, minutos e segundos.
Se eu errei foi por amar demais
Por ter um medo enorme de perder você,
Peço: não me deixe!
Minha vida sem você não faz sentido
Perdão, perdão, perdão
Te amo agora e sempre!

Nasceram de mim, são pequenos pedaços da minha própria existência que vivem independentemente de mim, mas que ainda assim jamais se separam daquilo que eu sou. São meus filhos, e eu os amo não importa o quê!

Meus filhos, vocês justificam a minha existência de forma extraordinária. Eu sou por vocês, eu morreria por vocês, pois meu amor por todos é infinito, incondicional, ímpar na sua essência, sem possibilidade de medição ou categorização. Eu amo vocês, não importa o quê!

Saiu o leão a fazer sua pesquisa estatística, para verificar se ainda era o Rei das Selvas. Os tempos tinham mudado muito, as condições do progresso alterado a psicologia e os métodos de combate das feras, as relações de respeito entre os animais já não eram as mesmas, de modo que seria bom indagar. Não que restasse ao Leão qualquer dúvida quanto à sua realeza. Mas assegurar-se é uma das constantes do espírito humano, e, por extensão, do espírito animal. Ouvir da boca dos outros a consagração do nosso valor, saber o sabido, quando ele nos é favorável, eis um prazer dos deuses. Assim o Leão encontrou o Macaco e perguntou: "Hei, você aí, macaco - quem é o rei dos animais?" O Macaco, surpreendido pelo rugir indagatório, deu um salto de pavor e, quando respondeu, já estava no mais alto galho da mais alta árvore da floresta: "Claro que é você, Leão, claro que é você!".

Satisfeito, o Leão continuou pela floresta e perguntou ao papagaio: "Currupaco, papagaio. Quem é, segundo seu conceito, o Senhor da Floresta, não é o Leão?" E como aos papagaios não é dado o dom de improvisar, mas apenas o de repetir, lá repetiu o papagaio: "Currupaco... não é o Leão? Não é o Leão? Currupaco, não é o Leão?".

Cheio de si, prosseguiu o Leão pela floresta em busca de novas afirmações de sua personalidade. Encontrou a coruja e perguntou: "Coruja, não sou eu o maioral da mata?" "Sim, és tu", disse a coruja. Mas disse de sábia, não de crente. E lá se foi o Leão, mais firme no passo, mais alto de cabeça. Encontrou o tigre. "Tigre, - disse em voz de estentor -eu sou o rei da floresta. Certo?" O tigre rugiu, hesitou, tentou não responder, mas sentiu o barulho do olhar do Leão fixo em si, e disse, rugindo contrafeito: "Sim". E rugiu ainda mais mal humorado e já arrependido, quando o leão se afastou.

Três quilômetros adiante, numa grande clareira, o Leão encontrou o elefante. Perguntou: "Elefante, quem manda na floresta, quem é Rei, Imperador, Presidente da República, dono e senhor de árvores e de seres, dentro da mata?" O elefante pegou-o pela tromba, deu três voltas com ele pelo ar, atirou-o contra o tronco de uma árvore e desapareceu floresta adentro. O Leão caiu no chão, tonto e ensangüentado, levantou-se lambendo uma das patas, e murmurou: "Que diabo, só porque não sabia a resposta não era preciso ficar tão zangado".

Moral: Cada um tira dos acontecimentos a conclusão que bem entende.

(Millôr Fernandes)