A difícil tarefa de dizer adeus

A difícil tarefa de dizer adeus

Dizer adeus é difícil, mas pior ainda é viver ao lado de alguém que não amamos mais.

Mensagens Relacionadas

Hoje digo adeus a um amor, e não há maior dor que nos despedirmos de um sentimento tão perfeito e ao mesmo tempo profundo. Quando amamos pensamos que tudo é eterno e que nada nos pode vencer, mas certas circunstâncias da vida nos mostram que nem sempre as coisas correm como esperamos.

Foi maravilhoso sentir o coração preenchido, perceber como a cumplicidade é algo que transcende nossas almas. Ter alguém que nos compreende, que nos sabe pegar a mão só para nos mostrar que está tudo bem é uma sensação indescritível. Pena que tudo mude por vários fatores e que no final acabemos com uma mágoa que nos consome por dentro.

Hoje digo adeus a um amor porque já não dá mais. As promessas viraram mentiras e as expectativas decepções. O que ficou de bom guardarei eternamente comigo, mas chegou o momento de procurar um rumo que me conduza novamente à felicidade.

Não há adeus mais difícil do que aquele que sabemos que é para sempre.

Dizer adeus não é fácil, mas chega um momento em que é preciso. É preciso dizer adeus, aprender a por pontos finais, fechar capítulos, encerrar etapas da vida Mas para isso, é preciso ter coragem e convicção, porque dizer adeus é se desapegar daquilo que um dia já acreditamos, e de todas as expectativas que criamos.

Mas dizer adeus é também se desapegar do que já está perdido ou do que já não vale a pena, e entender que é hora de começar uma nova fase na vida. Aceitar o fim e dizer adeus pode ser uma espécie de ritual de libertação. A tristeza de perder algo em que se acreditava pode ser grande. Mas o alívio de se ver livre de dúvidas e incertezas e saber exatamente qual é o ponto real da situação é fundamental para reequilibrar as emoções.

Na vida, assim como em uma batalha, para se salvar é preciso saber a hora certa de recuar. Só assim é possível avançar com mais força e com mais garra em busca de novos destinos, novas batalhas, e novas vitórias.

Mais tarde ou mais cedo todos nós acabamos por ter de dizer um adeus. Há despedidas que encaramos com normalidade e há outras que são muito dolorosas. Mas o mais importante é sabermos lidar com o que sentimos nesses momentos.

Temos de aprender que algumas pessoas vão embora e nós não podemos evitar isso. Às vezes, o melhor é mesmo abrir mão de tudo o que nos une e nos liga a quem partiu. Existem despedidas que temos de deixar que aconteçam, por mais que isso nos faça sofrer.

Custa muito dizer adeus quando tudo que desejamos é ficar.