A máscara que esconde a solidão

Máscara diária
Me proteja e me esconda
Faça com que eu seja aceito
Mesmo que custe a honestidade
Antes falso que isolado.

Me vê, mas não enxerga.
A farsa no semblante
Conta uma história diferente
Sorri por fora e se encolhe por dentro
É o segredo de quem mente.

Não faço por mal
Queria ser normal
Mas quem quer ser amigo
De quem se sente negativo,
Doído, triste e deprimido.

Quem sabe um dia,
Quando tiver coragem
Vou limpar essa maquiagem
Chamada falsidade
Mas que para mim é proteção.

Mas quem estou enganando?
Não é quem não sabe deste segredo,
Mas somente a mim mesmo
Pois sei que não tenho forças
Sou feito só de desejo.

Hoje vai ser igual a ontem,
Projetando na frente de todos
Uma postura de alegria,
Por dentro com o medo de me ferir
Me machuco todos os dias.

Mensagens Relacionadas

Com a noite veio a solidão, porque é nas horas mais mortas que a nossa alma se põe de joelhos e começa a refletir sobre as coisas que ama.

E a noite parecia um manto alto trazido pela tristeza e a névoa, enroscando-se na imensidão de vales desolados, amortecendo a própria voz dos ramos batidos pelo vento.

E a solidão veio falar de saudade. Era uma estranha névoa coroada por uma luz que ia entrando lentamente no meu coração.

Era um estranho sentimento que ia acariciando de leve a minha alma, tocando os recantos mais íntimos do meu ser.

Compreendi então, meu amor, a tristeza de estar sozinha, pois junto comigo trazia as infinitas mágoas de sonhar com a ausência de ser amada.

Se queres compreender
O que é saudade
Terás que antes de tudo conhecer
Sentir o que é querer e o que é ternura
E ter por bem um grande amor viver
Então compreenderás
O que é saudade
Depois de ter vivido um grande amor.

Saudade é solidão, melancolia
É nostalgia, é recordar, viver!

Saudade
Música de Renato Teixeira

Sempre gostei muito de ficar só. Não digo só o tempo todo, mas só por algum tempo. Acho que todos nós precisamos um pouquinho de solidão e acho que no fundo até mesmo quem diz não gostar de ficar só, tem um pouquinho de solidão dentro de si. A gente pode ter amigos, pode ter irmãos, pode ter toda a família sempre ali em nossa companhia, mas dia ou outro acorda com aquela melancolia, aquela vontade de ficar só, aquela vontade de não conversar com ninguém, aquela vontade de pensar e pensar, de falar com si próprio, de ser só de si.Tem dias que a gente acorda e tudo que menos quer é encarar o mundo lá fora. Ficar escondido, isolado só por aquele momento seria ótimo.

(Thalita S.)

A melhor maneira de se conhecer a si mesmo, de saber seus limites e medos, é passar algum tempo sozinho, acompanhado apenas pelos seus pensamentos. É um momento onde podemos avaliar atitudes passadas, rever decisões mal tomadas ou até refletir sobre novas formas de evoluir. Aquele velho ditado antes só do que mal acompanhado demonstra o bem que pode trazer permanecer um período sem ninguém para interferir ao lado.

Muitas das nossas atitudes dependem de como somos tratados pelo outro, mas quando temos o poder de repensar e perceber que somos capazes de ter uma reação mais positiva quando damos de frente com uma opinião contrária, pode ter certeza que seus relacionamentos melhorarão infinitamente.

Agir impulsivamente pode trazer muitos arrependimentos e para conseguir melhorar aquilo que não gosta, muito no seu comportamento depende também da sua capacidade de refletir sobre seus atos. Para colocar tudo isso em prática, é necessário primeiramente conseguir passar algum tempo sozinho, sem que haja nenhum sofrimento; como você poderá ser uma boa companhia se nem você consegue lidar com você mesmo?

A solidão pode nos trazer muitos benefícios se colocada de uma forma positiva nas nossas vidas. Aprenda a gostar de si mesmo quando está sozinho, isso também pode fazer com que selecione melhor suas companhias, já que ficar só não será mais algo negativo.

Com cada vez mais estímulos e possibilidades de encontrar a felicidade, ainda existem muitas pessoas que engrandecem a solidão, mesmo quando momentos de alegria estão longe se ser uma realidade.

A tecnologia está nos deixando cada vez mais independente, o problema é que esta autonomia nos ensinou que a solidão já não é algo optativo e sim naturalmente estabelecido. O contato físico com outras pessoas deixou de ser relevante, computadores, tablets e smartphones viraram intermediários obrigatórios para os mais diversos tipos de diálogos.

Passamos a apreciar a solidão e nos permitimos cada vez mais a continuar vivendo em um mundo individualista e solitário. Não podemos excluir das nossas vidas os benefícios trazidos pela interação entre pessoas, que jamais serão completamente substituídos.

Precisamos abraçar a solidão um pouco menos, e valorizar mais as boas sensações que o contato humano nos permite, curtindo as mais verdadeiras relações e todos os conflitos que não deixam nosso aprendizado tão restrito.