A poesia que a saudade escreveu

A saudade escreveu uma poesia
que não quis compartilhar com
o mundo; não permitiu que a ou
b a conhecesse.

A saudade sente
falta e por isso escreve poesia no
coração e alma de quem também
a sente e não a quer compartilhar.

A saudade joga com o tempo que
sempre se joga no tempo do choro
de quem não espera sem sofrer ou
sofre sem querer.

A saudade cruel
é quando abraça as lágrimas e as
carimba com sangue do coração
que carregado de triste, chora.

Mensagens Relacionadas

Se você me encontrar pelas ruas
Não precisa mudar de calçada
Pense logo que somos estranhos
E que nunca entre nós houve nada

Não precisa baixar a cabeça
Pra não ver os meus olhos nos seus
Passarei por você sem rancor sem lembrar
Que entre nós houve adeus

Nossos sonhos são tão diferentes
Que o remédio é mesmo deixar
Que esse amor se desfaça com o tempo
Sem que seja preciso chorar

Entre nós não há culpa nem mágoa
O destino assim escreveu
Poderemos achar noutros braços
Este amor que entre nós não viveu

Meu amor, desde que você está longe de mim vivo em um misto de alegria e tristeza, de esperança e desespero, de saudade e mais saudade... Ter você tão longe é como ter metade do meu coração arrancado do meu peito.

Mas apesar de ser difícil de aguentar, é o nosso amor que me dá forças para continuar à espera do momento em que voltaremos a estar juntos. E nem que fosse uma eternidade, ou mais, eu esperaria por você, pois eu amo você mais do tudo na vida!

AMOR...
É um conceito divino,
É dimensão sem medida,
É viagem sem destino,
É melodia da vida.
AMOR...
É um caminho sem fim,
É não ter que perdoar,
É não querer e dizer sim,
É dar tudo o que há para dar!
AMOR...
É voz da razão que cala,
É ter dor e não sentir,
É o silêncio que fala,
É ver o mundo sorrir.
AMOR...
É sopro de nostalgia,
É canção leve e suave,
É das trevas fazer dia,
É saber de quem não sabe.
AMOR...
É bem mais que sentimento,
É sussurro de magia,
É da alma o alimento,
AMOR...
É hoje aqui, feito poesia!

Tudo em você é belo, desde o olhar ao movimento do seu corpo, tudo soa a poesia.

O amor não é mais do que poesia cantada pelo coração.