Mistério

Mistérios de uma vida, duas almas...
Loucuras de paradigmas, sonhos, desejos...
Estou perdida sem chão sem razão
Meu corpo conduz minha alma...
Leva-me longe... Longe de tudo que um dia já existiu perto.
E, hoje é só mistérios... Lacunas e muitas indagações...
Mistério... Que não me permite entender pra onde estou indo...
Pra onde estou indo?
Tem volta? Será que quero voltar?
Não... Por favor, não quero voltar... Não quero me encontrar quero permanecer perdida... vivendo cada dia como se fosse o único...
A única coisa que ainda quero é o mapa que envolve teu corpo... Para assim seduzir-te de amor... prazer... desejos
Sei que estou perdida nesse misterioso encontro de almas... de medos... descobertas... mas tenho certeza que preciso ficar submersa nessa brisa de anseios...

Mensagens Relacionadas

Dizem os orientais que, quando abraçarmos uma pessoa querida a quem amamos, devemos fazer da seguinte forma: inspirando e expirando três vezes, e aí sua felicidade se multiplicará pelo menos dez vezes.

O efeito terapêutico do abraço é inegável. Diante disso não podemos esperar para abraçarmos a quem queremos bem. Se você estiver sentindo um vazio interior, tente abraçar o seu amigo, deslizando delicadamente a mão sobre as costas dele, para que o possa sentir junto a você.

Nos momentos de dor ou de alegria é que vemos o bem que um grande e demorado abraço nos causa. Pelo abraço, transmitimos emoções, recebemos carinho, trocamos afeto, compartilhamos alegria, amenizamos dores, demonstramos amizade, doamos amor, expressamos nossa humanidade.

É tempo de enlaçarmos nossos braços num terno, profundo e afetuoso abraço!

Eu nunca vou entender porque a gente continua voltando pra casa querendo ser de alguém, ainda que a gente esteja um ao lado do outro. Eu nunca vou entender porque você é exatamente o que eu quero, eu sou exatamente o que você quer, mas as nossas exatidões não funcionam numa conta de mais.

Mas aí, daqui uns dias, você vai me ligar. Querendo tomar aquele café de sempre, querendo me esconder como sempre, querendo me amar só enquanto você pode vulgarizar esse amor. Me querendo no escuro. E eu vou topar. Não porque seja uma idiota, não me dê valor ou não tenha nada melhor pra fazer. Apenas porque você me lembra o mistério da vida. Simplesmente porque é assim que a gente faz com a nossa própria existência: não entendemos nada, mas continuamos insistindo.

(Tati Bernardi)

A arte de perder
não é nenhum mistério.
Tantas coisas contêm
em si o acidente de perdê-las,
que perder não é nada sério.
Perca um pouquinho a cada dia.
Aceite, austero, a chave perdida,
a hora gasta bestamente.
A arte de perder
não é nenhum mistério.
Depois perca mais rápido,
com mais critério: lugares,
nomes, a escala subsequente
da viagem não feita.
Nada disso é sério.
Perdi o relógio de mamãe.
Ah! E nem quero lembrar
a perda de três casas excelentes.
A arte de perder
não é nenhum mistério.
Perdi duas cidades lindas.
E um império que era meu,
dois rios, e mais um continente.
Tenho saudade deles.
Mas não é nada sério.
Mesmo perder você (a voz,
o riso etéreo que eu amo)
não muda nada. Pois é evidente
que a arte de perder não chega a
ser mistério por muito que pareça
(Escreve!) muito sério.

(Elizabeth Bishop)

Sim... O universo teve um filho.
Como se chama? Mistério.
O que o homem, cuja sabedoria,
Nunca poderá alcançar.

Seria pecado se a Poetisa sobre
O universo ousasse pousar?
Melhor do que o homem
A Poetisa sabe analisar.
Talvez com palavras românticas,
Cujo homem nunca se atreveu a falar.

Mais do que carinha de anjo
A Poetisa sabe com seu olhar tudo
Ganhar. O mistério será desvendado
O vencedor, será aquele que ousar
Atravessar o coração da Poetisa
E dele arrancar todas as palavras
Doces que ali ousaram pousar.

Toda a mulher é única na sua essência, especial no seu conjunto e naturalmente bela. E beleza de mulher é igual a aurora que todo o dia desperta o mundo em sussurro, e como o ocaso que o adormece.

Beleza de mulher é sublime e rara, é recheio de amor, de carinho. É um conjunto de formas, de curvas e contracurvas onde, com tinta vermelha de paixão, se escreve o conto da criação.

Beleza de mulher é arte, é poesia, são todas as notas da mais bela melodia, são encantos de mistério e loucura onde se guarda a origem da vida.

Beleza de mulher é igual à própria vida, cheia de mistério, de aventura, perigo e sedução.