Não Disfarce a Dor

Há sempre o momento de pedir ajuda, de se abrir, de tentar sair do buraco. Mas, antes, é imprescindível passar por uma certa reclusão. Fechar-se em si, reconhecer a dor e aprender com ela. Enfrentá-la sem atuações. Deixar ela escapar pelo nariz, pelos olhos, deixar ela vazar pelo corpo todo, sem pudores. Assim como protegemos nossa felicidade, temos também que proteger nossa infelicidade. Não há nada mais desgastante do que uma alegria forçada. Se você está infeliz, recolha-se, não suba ao palco. Disfarçar a dor é dor ainda maior.

(Martha Medeiros)

Mensagens Relacionadas

Logo quando percebi
Que tinha perdido você para sempre,
Pensei que tudo que estava sentindo
Seria amenizado com o tempo e
Logo logo me acostumaria
Com a solidão do nosso afastamento.

Por que me amou mais do que devia?
Por que me permitiu viver os melhores anos da minha vida?
Me habituei à felicidade e aos seus sorrisos,
Encontrei até um sentido onde em mim
Nunca tinha me trazido euforia.

Tentei de todas as formas adiar o inevitável,
E acabei forçando uma relação que já havia acabado.
Sei que não existem culpados,
Mas a minha dor está instalada de tal forma
Que já chegou muito próximo do insuportável.

Sei que ficarmos juntos novamente
Não seria a decisão mais perfeita.
Mas de uma coisa tenho plena certeza,
Que a dor de não ter você deixa a minha alma
Completamente insatisfeita.

Passei a maioria da minha vida tentando não chorar na frente das pessoas que me amavam, por isso eu sabia o que Augustus estava fazendo. Apertamos os dentes. Olhamos para cima.

Dizemos a nós mesmos que se nos virem chorar isso as fará sofrer, e passaremos a ser apenas uma tristeza na vida dessas pessoas, e então não choramos, e estaremos dizendo tudo isto para nós mesmos enquanto olhamos o teto, mas aí engolimos a dor, apesar da nossa garganta não querer se fechar, olhamos a pessoa que nos ama e sorrimos.

John Green, A Culpa é das Estrelas

Querida amiga, às vezes o amor é o mais injusto dos sentimentos, pois jamais coração algum deveria sentir amor por um que é incapaz de retribuir esse sentimento.

Às vezes parece que o mundo enlouqueceu e que nada dará certo, pois sofrer por amor é ver a vida de forma distorcida por tempo indeterminado. Mas tudo passa, um dia a dor desaparece e você volta a ter a capacidade de enxergar o mundo como ele é.

Não se desespere, minha amiga, pois só quem ainda não viveu um amor não correspondido não sabe o quanto dói, mas eu sei. Mas também sei que é dor que eventualmente termina, pois sem alimento e retribuição, esse amor acabará por morrer e mesmo o seu rasto desaparecerá.

Tenha esperança no amanhã, pois em breve seu coração estará sarado e poderá se abrir novamente para outro que por você também sinta amor, e verá como então será muito feliz!

Eu sei o quanto dói não ser correspondida no amor. É como desacreditar do nosso futuro; ficar com um ferida no coração que parece jamais cicatrizar. Mas esse não é pensamento certo, amiga!

Você é linda, é forte e tem uma determinação invulgar para superar qualquer desafio. E isso é tudo que você precisa para ultrapassar esta prova de fogo. Seja rápida, querida, porque a felicidade acontece a cada instante. Força, amiga!

Nossos Pais descobrem que um ser está para nascer e trazer às suas vidas um brilho de luz. A cada sorriso, palavra, olhar ou suspiro, uma cachoeira de lágrimas parece inundar seus olhos de alegria e paz.

Nos tornamos adolescentes e a busca pela independência é cada vez mais clara. A nossa vontade de conquistar espaço nos distancia de quem sempre nos amará, e esquecemos a família. Esquecemos de dizer o quanto os amamos.

Mas um dia nossos entes queridos se vão. Quando menos esperamos e sem nenhum aviso, Deus tira de nós o que mais amamos. Em nosso peito apenas a dor de um punhal que a cada meus pêsames parece afundar.

Nossos pensamentos difundem para cada gota de sangue em nosso corpo a culpa de nunca termos dito: te amo, preciso de você, estou sempre aqui, me preocupo; e como se não bastasse, vem a frase mais forte a culpa foi minha!

Nossos sonhos caem por terra, nossa independência parece perder a importância. E a resposta para essa dor? O tempo e uma certeza: Quando amamos transmitimos em pequenos atos e gestos, e as palavras não importam mais. Quando precisamos de alguém, sentimos sua presença, e as palavras não têm mais sentido. Quando nos sentimos sós e abandonados, surge uma palavra ou um gesto e descobrimos que nunca estaremos sós.

E a culpa? A culpa é da vida que tem início, meio e fim. A nossa culpa está apenas em amar tanto e sentir tanto perder alguém. Mas o tempo é remédio e nele conquistamos o consolo, com ele pensamos nos bons momentos. E com um pouco mais de tempo, transformamos nossos entes queridos em eternos companheiros.

Nossos sonhos ganham aliados, nossa independência ganha acompanhantes, nossa vida conquista anjos. E no fim apenas a saudade e uma certeza: Não importa onde estejam, pois estarão sempre conosco!