Quando o amor nos decepciona

Quando era mais jovem e escutava dizerem que ‘as pessoas que mais amamos são as que mais nos decepcionam’, eu não entendia como isso podia ser possível. Pois como pode uma pessoa ferir alguém que a ama?

Mas com o tempo compreendi que há sempre várias versões de uma mesma história, e que sofrer por amor é algo inevitável e até necessário ao crescimento. É claro que dói, muito, dói o corpo, a alma e até a natureza à nossa volta parece sofrer conosco.

O mundo parece que vai acabar e já não há razão para continuar vivendo. Seja qual for o motivo da decepção amorosa, esta abala o corpo e a alma como nenhuma outra coisa. Mas passa. De repente tudo muda e o que quase matou acaba fortalecendo.

Não pense que é o final do mundo, eu sei que custa muito, mas pense como eu: se acabou mal, se não deu certo, é porque não era para ser. É porque Deus, o universo, têm outros planos para e alguém muito melhor para que você ame, e que amará você também!

Mensagens Relacionadas

O amor não é aquela história perfeita que os livros e os filmes querem fazer parecer. Para o conseguirmos alcançar verdadeiramente é necessário esforço. E, pior que tudo, muitas vezes entregamos nossa alma e nosso coração por alguém que pensamos ser a pessoa ideal e acabamos decepcionados e magoados.

Assim como quem não tem carta de condução não pode conduzir, quem não tem capacidade de amar não deveria poder conquistar outra pessoa. Dessa forma, pouparíamos lágrimas e evitaríamos grandes tristezas.

Quando quem amamos nos decepciona não perdemos só essa pessoa, mas um pedaço de nós, da nossa inocência.

A família tem tudo para ser o abrigo perfeito, uma fonte de amor incondicional. Mas para que isso aconteça, todos têm de lutar pela sua união, a cada dia que passa.

É uma grande tristeza perceber que não temos conseguido isso. O egoísmo tomou conta do coração de algumas pessoas e o sangue que temos em comum de nada serve, se não houver um esforço em querer o melhor para todos nós. A família está em primeiro lugar apenas em teoria, no nosso caso, e como seria bom se tudo fosse diferente.

Às vezes as coisas não acontecem da maneira que esperamos, mas isso não significa que o resultado final não será positivo. A vida tem a capacidade de nos surpreender de diversas formas e nós temos apenas de deixar que ela nos traga coisas boas.

Abra os horizontes e permita que novas experiências se tornem realidade. Acredite que não importa qual o caminho, mas sim ter a felicidade como destino.

A pior dor que podemos sentir é a dor da saudade. Algumas feridas que temos na pele também doem, mas logo desaparecem. Certas dores físicas podem ser eliminadas com medicação. Mas a dor da saudade às vezes não tem cura, porque a pessoa de quem sentimos falta partiu em uma viagem sem retorno.

Talvez fosse mais fácil se as recordações nos fizessem bem. Talvez tudo passasse se chorar ajudasse a esquecer. O pior é que temos de prosseguir, por vezes sem vontade de viver. A dor da saudade é o maior desgosto que alguém pode ter.