Quanto Tempo

Meu amor
corre contra o tempo
na esperança
de que um dia
ao seu lado
possa estar.

Só vou te encontrar
no dia em que
meu coração parar,
mas isso
não quer dizer
que não vou mais
te amar.

Quanto tempo se passou ...
e saudades
você me
deixou .

Não sei quando
vou te ver,
pois cada um tem seu tempo
de não mais sobreviver.

Mas feliz eu fico,
por saber
que bom tempo
de minha vida
estive com um homem
do qual tive orgulho de conhecer.

Mensagens Relacionadas

Gostosa sensação é tocar você,beijar o seu corpo quente,nos unirmos e sentirmos nossos corações acelerados.
Quando encontro as meninas dos seus olhos,todo meu corpo vibra e eu me sinto desfalecer,ir sumindo,toco seu corpo,sinto que ele responde,que ele me quer !
Beijo sua boca,ouvido,ficamos tesos e presos num abraço único.
Tocar cada parte sua,escorregar minhas mãos,deixar que ela fique é demais.
Você me corresponde,rimos e nos entregamos um ao outro molhados de desejo,salgados de tanto desejo.
Começamos a cavalgar,a dar intensidade,nos misturar,a gemer por estarmos alcançando o céu.
AH ! o céu é em você, em mim.
Tantos afagos,carícias...delírio
Quanto amor...

Era hora de ir para a cama, e o Coelhinho se agarrou firme nas longas orelhas do Coelho Pai. Ele queria ter certeza de que o Coelho Pai estava ouvindo.

- Adivinha quanto eu te amo? - disse ele.
- Ah, acho que isso eu não consigo adivinhar - respondeu o Coelho Pai.
- Tudo isso - disse o Coelhinho, esticando seus bracinhos o máximo que podia.

Só que o Coelho Pai tinha os braços mais compridos. E disse:
- E eu te amo tudo isto!

Hum, isso é um bocado, pensou o Coelhinho.

- Eu te amo toda a minha altura - disse o Coelhinho.
- E eu te amo toda minha altura - disse o Coelho Pai.

Puxa, isso é bem alto, pensou o Coelhinho. Eu queria ter os braços compridos assim. Então o Coelhinho teve uma boa ideia. Ele se virou de ponta cabeça, apoiando as patinhas na árvore.

- Eu te amo até às pontas dos dedos de meus pés!
- E eu te amo até às pontas dos dedos dos teus pés - disse o Coelho Pai balançando o filho no ar.

- Eu te amo à altura de meu pulo! - riu o Coelhinho saltando, para lá e para cá.
- E eu te amo à altura do meu pulo! - riu também o Coelho Pai, e saltou tão alto que suas orelhas tocaram os galhos das árvores.
- Eu te amo toda a estradinha daqui até o rio - gritou o Coelhinho.
- Eu te amo até depois do rio até as colinas - disse o Coelho Pai.
É uma bela distância, pensou o Coelhinho.

Ele estava sonolento demais para continuar pensando. Então ele olhou além das copas das árvores, para a imensa escuridão da noite. Nada podia ser maior do que o Céu.

- Eu te amo Até à Lua! - disse ele, e fechou os olhos.
- Puxa, isso é longe disse o Coelho Pai. Longe mesmo!

O Coelho Pai deitou o Coelhinho na sua caminha de folhas. E então se inclinou para lhe dar um beijo de Boa Noite. Depois, deitou-se ao lado do filho e sussurrou sorrindo:

- Eu te amo até à lua...Ida e volta!

Quando a pessoa tem muitos defeitos
a gente enche a boca para falar,
a gente fala e nunca acaba!
Mas quando a pessoa
tem um monte de qualidades,
e é uma pessoa que você ama muito,
você fica sem palavras,
porque nenhuma palavra
descreve o quanto eu amo você!

Quem tem um amigo sabe quanto vale uma amizade. Ela é muito valiosa; imensamente valiosa e não tem preço. Todo mundo sabe que não existe relacionamento mais poderoso do que esse.

Ele acontece quando queremos ficar junto; quando a vida ganha uma nova cor e quando tudo se torna mais especial. É o poder de um abraço, de um toque; de um gesto de carinho. Amizade é vida.

Não sei o que o futuro nos reserva, mas aconteça o que acontecer espero que um dia você tenha a capacidade de perceber como em muitos momentos foi injusto no modo de me tratar, como agiu com descaso, como lhe faltou sensibilidade.

E espero sinceramente que se arrependa, pois embora o seu arrependimento para mim não vá servir de nada, ao menos você reconhecerá os seus erros e poderá não repeti-los.

Confesso que ainda tenho um sentimento muito forte por você, mas não creio que seja capaz de ultrapassar tudo o que houve entre nós e conosco. Racionalmente, sei que o melhor é cada um seguir o seu caminho, mas não mandamos no coração.

Vamos dar tempo ao tempo e esperar para ver o que acontece e como nos sentimos. Acredito no destino, e o que está reservado para nós certamente tem um por quê de ser. Vamos esperar até termos tranquilidade suficiente para calar os rancores e ouvir as vozes dos nossos corações.