Mensagens Depressivas

Encontradas mais de 109 Mensagens Depressivas:

Mensagens Depressivas Mais Votadas

Todas as Mensagens Depressivas

Solidão

Com a noite veio a solidão porque é nas horas mais mortas que a nossa alma se põe de joelhos e começa a refletir sobre as coisas que ama.
E a noite parecia um manto alto trazido pela tristeza e a nevoa enroscando se na imensidão de vales desolados amortecendo a própria voz dos ramos batidos pelo vento.
E a solidão veio falar de saudade.
Era uma estranha nevoa coroada por uma luz que ia entrando lentamente no meu coração.
Era uma estranho sentimento que iria acariciando de leve a minha alma tocando os recantos mais intimos do meu ser.
Compreendi então, meu amor a tristeza de estar sozinha, pois junto comigo trazia as infinitas magoas de sonhar com a ausência de ser amada.

Postar no Facebook
Agora

Agora fui tomada por um forte desejo
De expressar todo amor que experimento por você
É um sentir que ultrapassa a razão...
Todo meu inconsciente foi invadido por sua imagem
Meus ouvidos, a todo o momento, cunha, arquiteta sua voz
Meus lábios esperam com ânsia os teus
Minhas mãos não param de brandir, na vontade de seu corpo tocar
Meu corpo está em labaredas, esperando pelos seus toques, braços abraços, beijos
Minha alma está inquieta a buscar sua metade
É muito amor, para uma só alma
É muito carinho, para um só corpo
Agora você não está aqui
E tudo é tão vazio, pequeno, sem graça
Agora só me resta esse branco papel

Postar no Facebook
Simples Confusão

Nada mais parece fazer sentido
Os dias apesar de claros
Parecem tão sombrios
E os sorrisos tão frios...

Tudo parece ter mudado
O barulho sem mais nem menos
Se fez silêncio
E a alegria se fez tristeza...

Nada mais parece fazer sentido
Tudo parece ter mudado
O riso calado...

Simplesmente observa esta cena, na qual
Tudo se faz nada.....
Simples confusão...

Postar no Facebook
Nosso sofrimento

Meu sofrimento aqui encerra
essa louca e amarga dor.
Tantos morrendo em guerra
eu morrendo de amor.

Vejo que o mundo se cansa,
de lutar e de sofrer.
e eu canso-me de esperança,
de um dia lhe esquecer.

O mundo sofre em brigar,
de matar....ou morre...
Eu sofro por amar.
O que se pode fazer?

Postar no Facebook
Adeus, meus sonhos!

Adeus, meus sonhos, eu pranteio e morro!
Não levo da existência uma saudade!
E tanta vida que meu peito enchia
Morreu na minha triste mocidade!
Misérrimo! votei meus pobres dias
À sina doida de um amor sem fruto,
E minha alma na treva agora dorme
Como um olhar que a morte envolve em luto.
Que me resta, meu Deus? morra comigo
A estrela de meus cândidos amores,
Já que não levo no meu peito morto
Um punhado sequer de murchas flores!

Postar no Facebook
Lembranças de outono

A quanto tempo estou aqui? Já nem me recordo, me parece ema eternidade. Não entendo como cheguei e por mais que eu procure não encontro uma saída. É estranho, mas sinto-me confortável. Aqui dentro as paredes são ásperas, grossas como se quisessem me proteger. Já perdi me ponto de referencia a muito tempo, cada passo me leva a em lugar mais escuro, quente, denso, há um lugar desconhecido Neste lugar quanto mais ando mais longe fica, cada passo uma dor, e uma dor cada coisa que faço, faço para agradar a alguém cheios de lembranças, cheios de coisas na cabeça, cheios de tudo, cheio de tentar consertar o que quebrei, cheio de se fingir de besta, mas acabou não farei nada para agradar os outros, não me interessa o que os outros falam e que pensam de mim, mas sim o que eu penso, e devo fazer coisas novas coisas que nunca fiz e que um dia irei fazer

Postar no Facebook
Por você

Por você eu amei eu vivi eu lutei
Da minha alma lágrimas saíram
E dos meus olhos lágrimas rolaram
Na minha vida sonhos eu tive
E com sua ausência eles se acabaram
De tudo que por você fiz
E tudo que por você enfrentei
não vou amar alguém assim como te amei
Por esse amor eu vivi, eu chorei, eu perdi
E agora entre lágrimas posso dizer
Que por esse amo eu morri!

Postar no Facebook
Estou sentindo falta

Estou sentindo falta de um romance em minha vida,
Estou sentindo falta de pensar em alguém com carinho
Estou sentindo falta de ter alguém do meu lado
Estou sentindo falta de saber que alguém me quer bem
Estou sentindo falta de querer ouvir a voz dele
Estou sentindo falta...
Estou sentindo falta, de quando ao acordar lembrar de alguém e sorrir sozinha
Estou sentindo falta de querer que o tempo corra para com ele encontrar
Estou sentindo falta daquilo que tive por tão pouco tempo,
E que não imaginava que era tão bom
Estou querendo que alguém sussurre em meus ouvidos palavras de carinho
Não, talvez eu não o queira,
Estou querendo alguém que me trate da maneira como ele me tratava
Estou querendo alguém que me olhe, que me toque, que me beije, que me escute da maneira como ele fazia
Estou sentindo falta de sentir saudades de alguém
Estou sentindo falta de saber que alguém está pensando em mim!
Estou mesmo sentindo falta de mim, e de como eu era quando eu o tinha do meu lado.
Na verdade não é dele que eu sinto mais falta e sim das coisas que nós fazíamos juntos
Dos pensamentos que tínhamos iguais
Nas nossas conversas na hora do almoço, das nossas conversas com olhares
Dos nossos encontros à noite, da saudade que eu sentia quando não o via
E do prazer que ele me dava,
Quando com muita vontade me abraçava, me beijava infinitamente...
Estou sentindo falta dos detalhes, das palavras, dos olhares
Estou sentindo falta de não invejar os casais que passam ao meu lado sorrindo
Nem sei se estou querendo muita coisa,
O que eu queria mesmo é que alguém me fizesse feliz da mesma forma como eu estava!
Será que é tão difícil assim?
Será que um dia eu vou conseguir?
Algumas pessoas nascem para amar e outras nascem para viverem sozinhas e amar apenas o mundo
Eu me sinto no segundo grupo, como uma poetisa solitária
Não é à toa que dizem que a solidão é o fim dos que amam
Acho que o meu destino será sempre sentir falta, sentir sempre aquele vazio...
Há um vazio, uma falta dentro de mim...
Estou sentindo muita falta de uma alegria que não tem fim!!!

Postar no Facebook
Insanidade

Estranhos sentimentos de culpa que sinto,
Não sou compreendido nem mesmo por mim,
Amar é difícil, sofrer, nem tanto,
Muitas vezes esmagado pelo meu próprio desejo.

Minha insanidade me livra do medo
Meus sentimentos me causam mais dor

É fácil chorar pois estou inseguro,
Dói libertar você de toda essa angústia,
O tempo leva o sentimento e tudo que é concreto,
Sombras que trazem lembranças de você!

Postar no Facebook
Entristecer

Quero compreender
A força estranha
Que implode o meu peito
Desmoronado meu pobre coração.

Coração em
Caquinhos de pedras
Que rolam pela ribanceira
Em que me transformei.

Sou pó.
Sou só.
Olho de esguelha
Para não mostrar os sentimentos
Que me assaltam
Que preciso esconder.

Ninguém sabe que amo.
Nem a quem amo.
Que não sei dizer o amor.
Que não sei parar a lágrima
Quente que goteja
E que morre
Neste entristecer.

São versos sem destino,
Palavras que fluem
Jogadas ao vento,
Em busca de abrigo,
É o que resta!

Postar no Facebook
Um Vazio

Solidão-inquietação, insatisfação...
Palavras se atropelam na imensidão confusa da dor.
Sentimento de desprezo, de insignificância humana...
Desejo insaciado, grito de amor calado pela indisplicência alheia.
Murmúrio de dor, espinho de flor no fundo da alma contido.
É o não querer daquilo que mais se quer.
É a dor mais profunda na vida de uma mulher.
Planos de um futuro jogados no fundo do poço.
Um sentimento puro, recíproco por miséria sentimental.
Fere o coração como ao corpo o punhal, desfalecendo-o pois enfim é mortal.
Ter solidão na vida é viver sem ter vida
É morrer de uma morte que na realidade não mata
Que destrói aos poucos o que já não existia...
Grito sufocado, choro da alma, nostalgia.
Solidão é a dor que amortalha
É uma dor inclemente que a nossa vida estraçalha.

Postar no Facebook
Busca

Busco nas ruas,
entre os rostos epiléticos
de dor e sofrimento,
espelhos que caracterizem
minha tão singular existência.
Busco nos olhos cansados
uma luz que ilumine meu caminho.
Busco nos gestos abomináveis e insanos
uma mão capaz de me guiar.
Busco nas palavras cruéis e profanas
algo que me faça rir.
E busco a vida escondida
na morte que se aproxima...

Postar no Facebook
Se eu morresse amanhã

Se eu morresse amanhã, seria bem grande minha dor
Findaria os meus sonhos... ilusões e amor.
Se eu morresse amanhã... importaria o hoje?
Faria mais falta o ontem e cada momento que passou.
Se eu morresse amanhã não veria seus sorrisos
Não ouviria sua voz... tão doce a me embalar.
Ah! Se eu morresse amanhã... perderia seus abraços
Suas mãos entre as minhas... sua presença enfim.
O que seria mais triste se eu morresse amanhã?
Não ter sentido seus lábios, num doce beijo roubado!
Se eu morresse amanhã... o que levaria comigo?
Projetos não realizados... erros... vícios... pecados!
Se eu morresse amanhã, o tempo voltaria atrás?
Para estarmos juntos outra vez, sem perdê-lo jamais?
Onde o filho desejado... se eu morresse amanhã?
Onde o olhar mais ousado... se eu morresse amanhã?
Por Deus! O que seria de mim?
Relembraria minha vida? Analisaria meus gestos?
Te escreveria estes versos?
Ah! Se eu morresse amanhã...
Voltaria no tempo... mesmo que em pensamento
Te cobriria de beijos... carinhos...
Te envolveria em meus braços.
Se eu morresse amanhã...
A única certeza a ficar
Seria você em meus dias
Como a mais bela poesia
A me acompanhar!

Postar no Facebook
Surtos... (Soneto)

Preciso gritar que te amo.
Quem é você? Já nos encontramos?
Desejo que mastigue meus lábios,
exijo que seja parte de mim.

De você quero o pior, o melhor nem pretendo conhecer,se me quizeres, é entender ou convencer.
Te quero longe e grudada em mim.
Por que sou assim?

Meu medo é meu maior prazer,
meu medo é te perder.
Te conheço? já brigamos?

Faça o que quizer, vou fingir que não ví,
és mulher, é de instinto fazer-me sofrer.
Aliás, nem quero te conhecer...

Postar no Facebook
Quero o seu mal

Vozes e palavras, demarcando um espaço, marcando por todo infinito,
O que há para se dizer, e o que para mim já foi dito,
Palavras premeditadas, frases, e textos,
Os que machucam, nunca se cicatrizam no peito,
Há a voz que remedeia, mas nunca permanece em nossas mentes,
O que há de vagar é apenas a dor, o veneno da serpente,
Sem rumo, e dor crescente,
Desde que fui ferido pela espada do pecado alheio,
Escorre-se sangue por meu peito,
O veneno alojado em vossa boca,
É o mesmo líquido que de meu pranto tu hei de ver rolar,
E quando em um frágil momento de pranto eu similar,
Olharás para mim, com desprezo,
E sua tarefa tu pensarás Ter cumprido,
Eu estarei planejando-te um pesadelo,
À curto prazo tu sofrerás tanto quanto eu,
À longo prazo, arrependerás Ter me conhecido,
Pois minha alma não tem assassino,
Apenas há um assassino atrás de minha alma,
E da altura de meu doentio império intocável,
Zombarei de ti, enquanto esmago sua cabeça!
Coração, há muito não te possuo,
Posso viver sem ti, como sempre faço, como sempre fiz,
Sua vida, minha vida, não hei de compará-las,
Pois tu és quem quer me eliminar,
Em um momento em que eu já te eliminei!
Arremesse-se de um Arranha-céu,
Imagine a Terra como sua piedade,
Mas o mal que tu me fizeste, continuará vagando,
Sem rumo, ao me atormentar,
Não pense que de mim, a morte vai te livrar,
Pois o castigo para quem me prejudica é eterno,
Não quero te prejudicar,
Apenas quero que queime no inferno!

Postar no Facebook