Mensagens de Falecimento

Encontradas mais de 143 Mensagens de Falecimento:

Amigos Verdadeiros

Pítias, condenado à morte pelo tirano Dionísio, passava na prisão os seus últimos dias. Dizia não temer a morte, mas, como explicar que seus olhos se enchessem de lágrimas ao ver o caminho que se abria diante das grades da prisão? Sim, era a dura lembrança dos velhos pais! Era ele o arrimo e o consolo deles. Não mais suportando, um dia Pítias disse ao tirano:

- Permita-me ir à casa abraçar meus pais e resolver meus negócios. Estarei de volta em quatro dias, sem acrescentar nem uma hora a mais.

- Como posso acreditar na sua promessa? Os caminhos são desertos. O que você quer mesmo é fugir - respondeu Dionísio, irônica e zombeteiramente.

- Senhor, é preciso que eu vá. Meus pais estão velhinhos e só contam comigo para se defenderem - insistiu Pítias com o olhar nublado de lágrimas.

Vendo que o tirano se mantinha irredutível, Damon, jovem e amigo de Pítias, interveio propondo:

- Conceda a licença que meu amigo pede; conheço seus pais e sei que carecem da ajuda do filho. Deixe-o partir e garanto sua volta dentro dos dias previstos, sem faltar uma hora, para lhe entregar a cabeça.

A resposta foi um não categórico. Compreendendo o sofrimento do amigo, Damon propôs ficar na prisão em lugar de Pítias e morreria no lugar dele se necessário fosse. O tirano, surpreendido, aceitou a proposta e depois de um prolongado abraço no amigo, Pítias partiu.

O dia marcado para sua execução amanheceu ensolarado. As horas passavam céleres e a guarda já se mostrava inquieta. Entretanto, Damon procurava restabelecer a calma, garantindo que o amigo chegaria em tempo.

Finalmente chegara a hora da execução. Os guardas tiraram os grilhões dos pés de Damon e o conduziram à praça, onde a multidão acompanhava em silêncio a cada um dos seus passos.

Subiu, então, ao cadafalso. Uma estranha agitação levou a multidão a prorromper em gritos. Era Pítias que chegava exausto e quase sem fôlego. Porém, rompendo a multidão, galgou os degraus do cadafalso, onde, abraçando o amigo, entregou-se ao carrasco sem o menor pavor.

Os soluços da multidão comovida chegaram aos ouvidos do tirano.

Este, pondo-se de pé em sua tribuna, para melhor se convencer da cena que acabava de acontecer na praça, levantou as mãos e bradou com firmeza:

- Parem imediatamente com a execução! Esses dois jovens são dignos do amor dos homens de bem, porque sabem o quanto significa uma amizade.

Postar no Facebook
A Vida é uma Oportunidade para a Prática

Boas vindas ao dia que chega! Uma atitude de alegria consiste em acolher o que chega, o que quer que chegue, seja qual for a maneira pela qual chegue. A ideia de que há qualquer coisa a se obter ou a acontecer nos transporta para um estado mental no qual estamos perpetuamente selecionando, separando, escolhendo. Estado no qual nós podemos oscilar entre o desejo dos objetos sensoriais e o desejo de conhecer mais, o desejo de ter o melhor possível, de progredir.

Estes desejos são frequentemente um obstáculo real para aqueles que meditam. Desejamos mais clareza, mais paz, mais compreensão; constantemente sentimos a necessidade de qualquer coisa que nos falta. Por conseguinte, nós nos assentamos e praticamos, de forma a obter qualquer qualidade que não possuamos no momento. Mas a maneira pela qual o espírito se comporta no presente, condiciona o que experimentaremos no futuro. Se mantemos a mente nesta atitude de necessidade, de desejo de ser qualquer coisa, então tudo que poderemos sempre experimentar será esta necessidade e desejo de ser outro.

Isto não significa, no entanto, que se deve simplesmente se assentar e esperar a morte! A questão é justamente tentar mudar nossa atitude diante da vida. As coisas então se transformam naturalmente e amadurecem em seu próprio ritmo. Ao buscar se desassociar de impulsos cegos é possível estabelecer as condições que permitem a paz, a tranquilidade de se instalar em nós. Não para obter a tranquilidade de espírito, mas para apaziguar esta loucura do ganho, este nervosismo, esta impaciência e sentimento de estar incompleto, este sentimento de falta.

(Ajahn Sucitto)
(Traduzido do francês pelo Centro de Estudos Buddhistas Nalanda)

Postar no Facebook
A Última Despedida

Sempre é muito triste a última despedida
A ausência eterna causa em nós imensa dor
É doloroso perder pra sempre um grande amor
Jamais nos conformamos com essa partida.

Procuramos desesperadamente uma saída
Algo que nos faça conviver com esse horror
Ficamos longo tempo em estado de torpor
Sofrendo amargurados pra fechar essa ferida.

Só Deus que é da vida e da morte o detentor
Será capaz de trazer consolo pra nossa vida
Aninhando-nos com seu manto protetor.

Mas infelizmente pra esse mal não há saída
Teremos que um dia suportar tamanha dor
Na esperança de um encontro em outra vida.

(Almir)
(Texto Livre)

Postar no Facebook
Conquistar e Conquistar-se

Conquistar não é conquistar-se.
Muitos conquistam o ouro da Terra
e adquirem a miséria espiritual.
Muitos conquistam a beleza corpórea
e acabam no envilecimento da alma.
Muitos conquistam o poder humano
e perdem a paz de si mesmos.
Necessário que o espírito se acrisole na
experiência e na luta, valendo-se delas
para modelar o caráter,
senhoreando a própria vida.
Para possuirmos algo com acerto e
segurança, é indispensável não sejamos
possuídos pelas forças deprimentes que
nos inclinam sentimento e raciocínio
aos desequilíbrios da sombra.
Indubitavelmente, todos podemos
usufruir os patrimônios terrestres,
nesse ou naquele setor do cotidiano,
mas é preciso caminhar com
sabedoria para que o abuso não nos
infelicite a existência.
É por isso que sofrimento e dificuldade,
obstáculo e provação constituem para
nós preciosos recursos de superação
e engrandecimento.
Todos os valores externos concedidos à
personalidade, em trânsito no mundo,
são posses precárias que a enfermidade
e a morte arrancam de improviso,
mas todos os valores que entesouramos
no próprio ser representam posses
eternas que brilharão conosco,
aqui e além, hoje e amanhã...
Na esfera espiritual, cada criatura é
aproveitada na posição em que se
coloca e somente aqueles que
conquistaram a si mesmos,
nos reiterados labores da educação,
através do suor ou da lágrima,
do trabalho ou da renúncia, são capazes
de cooperar na extensão do amor e da luz,
cujo crescimento na Terra exige,
invariavelmente, o coração e o cérebro,
as ações e as atitudes daqueles que
aprenderam na lei do próprio sacrifício
a conquista da vida imperecível.
Reflete naquilo que te falam,
antes de te entregares
psicologicamente ao que se te diga...

(Chico Xavier)

Postar no Facebook
O Caminho do Mago

Existe um Mago dentro de todos nós.
Esse Mago tudo vê e tudo sabe.
O Mago está além dos opostos da luz e das trevas, do bem e do mal, do prazer e da dor.
Tudo que o Mago vê tem suas raízes no mundo invisível.
A natureza reflete o estado de alma do Mago.
O corpo e a mente podem adormecer, mas o mago está sempre desperto.
O Mago possui o segredo da imortalidade.
A volta da magia só pode acontecer com o retorno da inocência.
A essência do Mago é a transformação.
A volta da magia só pode acontecer com o retorno da inocência.
A essência do Mago é a transformação.

Quem sou eu?
É a única pergunta que vale a pena ser feita e a única que jamais é respondida. É seu destino desempenhar uma infinidade de papéis, mas esses papéis não são você.O espírito não é localizado, mas deixa atrás de si uma impressão digital que chamamos de corpo.

Um Mago não acredita ser um evento localizado que sonha com um mundo maior. Um Mago é um mundo que sonha com eventos localizados.

Os Magos não acreditam na morte. À luz da consciência, tudo está vivo! Não existem inícios ou fins. Para o Mago, eles não passam de elaborações mentais. Para viver mais plenamente, é preciso morrer para o passado. As moléculas se dissolvem e se extinguem, mas a consciência sobrevive à morte da matéria na qual ela viaja.

A consciência do Mago é um campo que existe em toda a parte. As correntes de conhecimento contidas no campo são eternas e circulam eternamente. Séculos de conhecimento estão comprimidos em momentos reveladores. Vivemos como ondulações de energia no vasto oceano de energia.

Quando o ego é posto de lado, temos acesso à totalidade da memória. Quando as portas da percepção forem purificadas, você começará a enxergar o mundo invisível: o mundo do Mago.

Existe dentro de você um manancial de vida onde você pode purificar-se e transformar-se. Purificar-se consiste em livrar-se das toxinas da sua vida: emoções tóxicas, pensamentos tóxicos e relacionamentos tóxicos. Todos os corpos vivos, físicos e sutis, são feixes de energia que podem ser diretamente percebidos.

O Mago vive num estado de conhecimento. Esse conhecimento dirige sua própria realização. O campo da consciência se organiza ao redor das nossas intenções. O conhecimento e a intenção são forças. O que você pretende muda o campo ao seu favor. As intenções comprimidas em palavras envolvem o poder mágico.

O Mago não tenta solucionar o mistério da vida. Ele está aqui para vivê-lo.

Todos possuímos um eu-sombra que é a parte da nossa realidade total. A sombra não está presente para magoá-lo e sim para mostrar-lhe onde você está incompleto. Quando a sombra é abraçada, ela pode ser curada. Quando ela é curada, ela se transforma em amor. Quando você puder viver com todas as suas qualidades opostas, você estará vivendo seu eu total como o Mago.

O Mago é o mestre da alquimia. A alquimia é a transformação. É através da alquimia que você começa a busca da perfeição. Você é o mundo. Quando você se transforma, o mundo em que você vive também será transformado.

As metas da busca – o heroísmo, a esperança, a graça e o amor – são a herança do intemporal.

Para invocar a ajuda do Mago, você precisa ser forte na verdade, sem ser teimoso no julgamento.

A sabedoria está viva e é, portanto, sempre imprevisível. A ordem é outra face do caos, o caos é outra face da ordem. A incerteza que você sente interiormente é a porta de entrada para a sabedoria. A insegurança sempre estará com o que busca: ele continua a tropeçar, mas nunca tomba.

A ordem humana é feita de regras. A ordem do Mago não tem regras: ela flui com a natureza da vida.

A realidade da sua experiência é uma imagem especular das suas expectativas. Se você projetar as mesmas imagens todos os dias, sua realidade será a mesma todos os dias. Quando a atenção é perfeita, ela cria ordem e clareza a partir do caos e da confusão.

Os Magos não lamentam a perda, porque a única coisa que pode ser perdida é o irreal. Mesmo que você perca tudo, o real permanecerá. No cascalho da devastação e do desastre estão enterrados tesouros ocultos. Quando você examinar as cinzas, examine bem!

Na medida em que você conhece o amor, você se torna o amor. O amor é mais do que uma emoção. Ele é uma força da natureza e, portanto, tem que conter a verdade. Quando você pronuncia a palavra amor, você pode captar o sentimento, mas a essência não pode ser proferida. O amor mais puro situa-se onde é menos esperado: no desapego.

Além de andar, sonhar e dormir, existem infinitas esferas de consciência. O Mago existe simultaneamente em todas as épocas. O Mago enxerga infinitas versões de cada evento. As linhas retas do tempo são na verdade fios de uma teia que se estende em direção ao infinito.

Os buscadores nunca se perdem, porque o espírito está sempre acenando para eles. Os buscadores recebem continuamente pistas do mundo do espírito. As pessoas comuns chamam essas pistas de coincidências. Não existem coincidências para o Mago. Cada evento existe para expor outra camada da alma.

O espírito deseja conhecê-lo. Para aceitar esse convite, você precisa deixar cair suas defesas. Comece a procurar em seu coração. A gruta do coração é o lar da verdade.

A imortalidade pode ser vivida em meio à mortalidade. O tempo e o intemporal não são opostos. Por abarcar tudo, o intemporal não tem opostos.

No nível do ego, nos esforçamos para resolver nossos problemas. O espírito percebe que o problema é o esforço. O Mago tem consciência da batalha entre o ego e o espírito, mas compreende que ambos são imortais e não podem morrer. Cada aspecto seu é imortal, até mesmo as partes que você julga com mais severidade.

Os Magos jamais condenam o desejo. Foi seguindo seus desejos que eles se tornaram Magos. Todo desejo é criado por algum desejo passado. A cadeia do desejo nunca acaba. Ela é a própria vida. Não considere nenhum desejo inútil ou errado: um dia cada um deles será realizado. Os desejos são sementes que esperam o momento propício para germinar. A partir de uma única semente de desejo, florestas inteiras se desenvolvem. Acalente cada desejo do seu coração, por mais trivial que ele possa parecer. Um dia esses desejos triviais o conduzirão a Deus.


(Deepak Chopra)

Postar no Facebook
A Importância de Se Aceitar

E isso [a salvação] não vem de vós [de seu próprio fazer, não veio através de seu próprio esforço], mas é um dom de Deus.

- Efésios 2:8

Em 1718, um menino chamado David Brainerd nasceu em Connecticut. David perdeu o pai para a morte quando tinha apenas oito anos de idade, e sua mãe morreu seis anos depois, quando tinha quatorze anos. David herdou uma grande propriedade, mas que não poderia compensar a ausência de amor e carinho dos pais, que são tão importantes para a sensação de segurança e felicidade de qualquer criança.

Brainerd tornou-se um conhecido missionário americano e um pregador poderoso, mas ele sentiu uma carga incomum de culpa, como se ele pudesse ter sido de alguma forma responsável pela morte de seus pais. Como resultado, ele trabalhou muito duro para tentar ganhar o amor e a aprovação de Deus. Biografias mostram que o Espírito Santo tentou convencer Brainerd que a sua suficiência estava em Cristo, mas que a verdade nunca foi firmemente estabelecida em seu coração. Ele ganharia alguns insights sobre esta verdade, mas, em seguida, cairia de volta para uma mesma mentalidade.

As pessoas que têm escrito sobre Brainerd concordam que ele esgotou-se tentando agradar a Deus, porque ele sempre achou que tinha que agradar para ganhar o amor de Deus. Ele tentou agradar a Deus, tanto que ele usava o seu corpo e tornou-se demasiado doente para realizar o seu ministério ou até mesmo para orar. O jovem com tanta capacidade e potencial para fazer grandes coisas para Deus morreu de tuberculose aos 29 anos de idade.

A história de Brainerd detém uma dura lição para todos nós. Podemos amar a Deus e servi-Lo com toda a nossa força, mas nós também devemos receber Seu amor por nós. Devemos crer que Ele nos ama e nos aceita completamente e que não podemos fazer nada para ganhar o seu amor ou merecer sua graça. Como nosso versículo para hoje nos lembra, a nossa posição em Deus é tudo por causa do que Ele faz por nós, e não o que podemos fazer por Ele.

Ame a si mesmo: Não há nada que você possa fazer, que fará com que Deus ame ou aceite-o mais do que já faz, então, siga o seu exemplo: amar e aceitar a si mesmo.

(Joyce Meyer)
(Recebendo Vida)

Postar no Facebook
Sei que é Amor

No meu amor sou feliz.
Com quem Amo sou feliz.
Carrego minha aliança, como símbolo do meu amor, quero gritar bem alto para que todos ouçam que eu amo.
Quero que todos saibam que meu sorriso é fruto do meu amor.
Guardo meu amor a sete chaves para ninguém rouba-lo, temo perde-lo para sempre, o amor que tanto cultivei, será que outro amor criaria raízes assim?
Tão fortes a ponto de quebrar o vaso se tentar arranca-las?
Sinto que seria impossível um outro amor assim.
Meu coração não se engana, sabe quem ama e segue uma nova luta de conquista, uma nova luta que quem já teve que passar por ela nunca mais quer tentar, pois sabe que na luta pelo esquecimento da pessoa amada a batalha já esta perdida.
Deixar nosso amor não é fácil, as lágrimas que agora percorrem a face que sempre sorridente não deixava as lágrimas caírem, a não ser de felicidade em estar com o amor, umedecem o rosto, cortam e queimam como gotas de fogo.

As dores, Ah, as dores...
Como explicar as dores que sinto em meu peito, como é possível, doer na carne um sentimento?
Mas acontece e muito forte e freqüentemente, dói tanto que levamos as mãos ao peito pressionando e nos curvando para tentar amenizar a dor, que insiste em ficar, e piorar.
Essas dores que parecem com agulhadas da morte, sinto que facas entram e saem do meu peito, facas sem corte e enferrujadas.
E a falta de ar que me consome, quanto dor e sofrimento, será que só eu sinto?
Meu coração não pode ser o único!
Será que ele é de brinquedo? Não... Não...
Sei que não brinco com ele há dezoito anos e nunca o despedacei assim, nunca quebrou de tal maneira.
Que sensação esquisita essa, o homem não só morre por armas e violência, morre por amar, seu corpo apesar de não padecer, fica sem vida sem cor.
Amo-te, para ser amado.
Fecho meus olhos e vejo sua face sorridente vindo em minha direção e me envolvendo em seus braços, me dando um conforto inimaginável.
Seu abraço... Como o seu não tem igual, um que conforte tanto, que seca as lágrimas num segundo, que aquece o frio do inverno...
Muitos braços já me envolveram, más só o seu tem todas as qualidades necessárias, sinto-me um bebê sendo embalado pela mãe e caindo num mundo de sonhos.
Como a amo, te amo de muitas formas e maneiras, umas até esquisitas outras extravagantes e outras ainda até invejadas.
Amo-te, com alegria e dor, te amo com confiança e preocupação, te amo com cabelo ou careca, te amo muito e de muitos outros jeitos.
Uma coisa eu sei, o que sinto não é costume nem adoração, isso só pode ser o verdadeiro amor, o amor máximo que alguém pode sentir.
Sei que é amor, pois, o verdadeiro amor é o único que suporta a tudo, se apóia na esperança que se perpetua até o fim da vida.
Muito foi perguntado sobre o amor, não tenho todas as respostas para esse fenômeno lindo e extraordinário.
Mas sei sentir o amor...
Como é bom sentir o amor, respirar o amor;
Poder toca-la novamente seria uma utopia, a realização dos meus sonhos de todas as noites.
Seu corpo maravilhoso esculpido por Deus e classificado como obra-prima, tão belo, tão simples, com curvas perfeitas e traços inigualáveis.
Às vezes o fim da vida parece o único jeito de acabar com todo esse sofrimento, é nessa hora que devemos tomar cuidado e lembrar que a vida nos da chances que a morte não nos dará.
E a esperança ainda existe.

Postar no Facebook
Obrigado Senhor Meu Deus

Cada dia, Senhor,
Surgem oportunidades para provar que Tu és
uma fonte inesgotável de poder ilimitado,
eficaz e acionado pela minha fé...

Vejo que as minhas orações são sempre ouvidas.
Uma a uma, e ao Seu tempo são respondidas...

E é por isso, que posso confiar
que a porta que o Senhor vier abrir para mim,
ninguém poderá fechar.

Tu és o Deus que opera quando
o homem diz: “Não dá”.
E abre um caminho onde solução: “não há”.

És o Deus que tem a cura para todo o mal.
Mesmo aquele que a ciência não pode curar.

Se algum problema se levantar e tentar me parar.
Declaro Tua palavra e o mal é lançado ao mar!

Eu confio em Ti, não temo e não vou me abalar.
Mesmo que a morte venha me encarar.
Pois o Teu poder e Tua graça me faz ver que sou
Muito mais que vencedor.

E quando a Lua se esconder é porque
O Sol está para nascer ...
E ao nascer do Sol,
vejo que o Senhor não está do meu lado
E sim me carregando no colo

OBRIGADO SENHOR DEUS

Por não me abandonar e fazer parte da minha vida.Obrigado, ainda mais, por estar cuidando de todas estas pessoas que estarão lendo esta mensagem. E por mostrar à elas, que nas tribulações elas estarão sempre em seu colo.

Postar no Facebook
Saudades Avassaladora

A minha paixão devora sua ausência,
com a morte das lágrimas
deixadas em seu ombro.

Com sua falta meu coração se enlouquece,
pois a nossa paixão repentina,
ataca todos os meus sentidos.

Você me deixou.

E deixou com uma saudades avassaladora.
agora onde eu poderei te encontra?

A não ser em meu coração!

Te quero comigo,
Porque você me ensinou a viver a verdade.

Fecho meus olhos, e tento te encontra,
Quando os abro vejo somente essa escuridão,
E sinto o frio que arde em minhas veias.

Porque tudo é tão confuso?

Talvez você esteja, fora do meu alcance.

O amor é um mistério,
que não sei se estou pronta para desvenda-lo.

Você é uma história que foi marcada
Em meu coração, com todo o saber e o conhecer do amor.

Meu amor por você,
faz parar o fôlego e as palavras.

Mas a nossa felicidade, voltará tão certa quanto a morte.

Postar no Facebook
Minha força vem da minha maior fraqueza

Nostalgia que me envolve, me leva e me afoga nas mais doces e lindas lembranças dos momentos bons que eu vivi ao seu lado.
Se eu pudesse escolher não pensar mais em você, não chorar de saudade dos seus mimos, não reler todos os históricos que me arrancam sorrisos, não acordar dos mais perfeitos sonhos onde posso te encontrar, não lembrar milimétricamente do seu sorriso, não ter que levar a vida sem você...
Se eu conseguisse parar de sonhar com você dizendo que me perdoa e que me dá mais uma chance, se eu conseguisse parar de me agarrar em expectativas sem fundamentos, se eu conseguisse passar uma hora que fosse do meu dia sem que você me viesse ao pensamento.

Tudo seria absurdamente mais fácil, mas eu não consigo controlar essas coisas, e eu tento, eu luto contra elas, eu nado contra a correnteza, todos os dias eu travo uma luta contra mim mesma, uma luta contra meu coração pra tentar pelo menos te deixar num cantinho esquecido dele, é irônico demais saber que a pessoa que mais me fortalecia, (e ainda fortalece quando me perco nas boas lembranças de nós dois) seja a minha maior fraqueza.

Será que eu realmente espero em vão?
Será que esse foi realmente o fim ?

São respostas que só nosso destino vai dar.
E se o destino for bom conosco que quando menos esperarmos ele nos una e nem a morte possa nos separar.

Eu ainda te amo!

(Sarah Anastácio)

Postar no Facebook
Amor Eterno Existe

O amor eterno pode parecer, de fato, uma justificativa de todas as infidelidades. Procurando o seu amor eterno, o homem não seria fiel a ninguém.

Acontece que eu já confessei que nunca fui fiel e considero isso uma mácula que tenho quase como um estigma físico. Mas conheço vários casos de amor eterno. Um deles: o de meu irmão Mário pela minha cunhada Célia. Morreu Mário e Célia matou-se, para segui-lo.

Outro caso: O da minha tia Iaiá pelo meu tio Chico. Este era por assim dizer um bêbado nato e hereditário. Mesmo sem beber, continuava embriagado. Era um homem que, nas suas crises de alcoólatra, enfrentava a polícia montada, derrubando cavalos e enfrentando a multidão. Mas era só Iaiá aparecer para que aquele possesso, de repente e mansamente, saísse atrás dela. Nunca Chico elevou a voz para Iaiá. Sempre foi o homem magnetizado pelo amor: era diante dela um menino patético e tão órfão. Aos 80 anos, ele era um namorado bêbado, mas namorado. E assim ele morreu e assim ela morreu com o amor que continua para além da vida e para além da morte, como Mário e Célia.

(Nelson Rodrigues)

Postar no Facebook
O Mestre e o Samurai

Certo dia, um Samurai, que era um guerreiro muito orgulhoso,
veio ver um Mestre Zen.
Embora fosse muito famoso, ao olhar o Mestre,
sua beleza e o encanto daquele momento,
o samurai sentiu-se repentinamente inferior.
Ele então disse ao Mestre:
- "Por quê estou me sentindo inferior?
Apenas um momento atrás, tudo estava bem.
Quando aqui entrei, subitamente me senti inferior
e jamais me sentira assim antes.
Encarei a morte muitas vezes,
mas nunca experimentei medo algum.
Por quê estou me sentindo assustado agora?"
O Mestre falou:
- "Espere. Quando todos tiverem partido, responderei."
Durante todo o dia, pessoas chegavam para ver o Mestre,
e o samurai estava ficando mais e mais cansado de esperar.
Ao anoitecer, quando o quarto estava vazio,
o samurai perguntou novamente:
- "Agora você pode me responder por que me sinto inferior?"
O Mestre o levou para fora. Era um noite de lua cheia
e a lua estava justamente surgindo no horizonte.
Ele disse:
- "Olhe para estas duas árvores, a árvore alta
e a árvore pequena ao seu lado.
Ambas estiveram juntas ao lado de minha janela durante anos
e nunca houve problema algum.
A árvore menor jamais disse à maior
"Por quê me sinto inferior diante de você?
Esta árvore é pequena e aquela é grande - este é o fato,
e nunca ouvi sussurro algum sobre isso."
O samurai então argumentou:
- "Isto se dá porque elas não podem se comparar."
E o Mestre replicou:
Então não precisa me perguntar. Você sabe a resposta.
Quando você não compara, toda a inferioridade
e superioridade desaparecem.
Você é o que é e simplesmente existe. Um pequeno arbusto
ou uma grande e alta árvore, não importa, você é você mesmo.
Uma folhinha da relva é tão necessária quanto a maior das estrelas.
O canto de um pássaro é tão necessário quanto qualquer grande orador,
pois o mundo será menos rico se este canto desaparecer.
Simplesmente olhe à sua volta.
Tudo é necessário e tudo se encaixa.
É uma unidade , ninguém é mais alto ou mais baixo,
ninguém é superior ou inferior.
Cada um é incomparavelmente único.
Você é necessário e basta.
Na Natureza, tamanho não é diferença.
Tudo é expressão igual de vida.

Postar no Facebook
Eu te amo muito

Eu te amo...
E te amarei durante todo minha vida;
Te amo nos seus gestos,
Te amo no seu sorriso,
Te amo na sua voz,
Te amo no que você é!!!
Te amarei em tudo...

No ar que respiramos,
No alvorecer da tarde,
No crepúsculo,
Na morte...

Te amo na chuva que cai,
No sol que queima...

Eu quero te amar.
Te amar nas minhas horas de tristezas,
Pois sua lembrança só me traz alegrias;
Te amar quando a alegria chegar,
Pois o amor é alegria
E sou feliz enquanto te amo...

Mesmo que o amor se torne extinto,
Faço questão de te amar;
Mesmo que a luz do mundo acabe,
Quero te iluminar com o meu amor;
E somente a vontade de Deus
Seria capaz de tirar todo esse amor
Que alimenta minha própria existência...

Você mora dentro de mim.
Te amo...

Postar no Facebook
Bushido: Código de Honra do Guerreiro Samurai

Não tenho pais, faço do céu e da terra os meus pais;
Não tenho lar, faço do meu corpo o meu lar;
Não tenho poder divino, faço da honestidade meu poder;
Não tenho meios, faço da docilidade meus meios;
Não tenho poder mágico, faço da personalidade minha magia;
Não tenho vida nem morte, faço do tempo a minha vida e minha morte;
Não tenho corpo, faço da fortaleça meu corpo;
Não tenho olhos, faço do relâmpago meus olhos;
Não tenho ouvidos, faço da sensibilidade meus ouvidos;
Não tenho membros, faço da prontidão meus membros;
Não tenho leis, faço da autoproteção minha lei;
Não tenho estratégias, faço da liberdade de matar e ressuscitar minha estratégia;
Não tenho forma, faço da astúcia minha forma;
Não tenho milagres, faço da justiça meus milagres;
Não tenho princípios, faço da adaptabilidade meus princípios;
Não tenho táticas, faço da rapidez a minha tática;
Não tenho amigos, faço da minha mente meu amigo;
Não tenho inimigos, faço da imprudência meu inimigo;
Não tenho armadura, faço da benevolência e da retidão minha armadura;
Não tenho castelo, faço da mente indomável meu castelo;
Não tenho espada, faço do sonho da minha mente minha espada.

Postar no Facebook
À Frente do Desespero

Dias há nos quais tens a impressão de que mesmo a luz do sol parece débil, sem que consiga fulgir nos panoramas do teu caminho. Tudo são inquietações e ansiedades que pareciam vencidas e que retornam como fantasmas ameaçadoras, gerando clima de sofrimento interior.
Nessas ocasiões, tudo corre mal. Acontecem insucessos imprevistos e contrariedades surgem de muitas situações que se amontoam, transformando-se em óbice cruel de difícil transposição.
Surgem aflições em família que navegava em águas de paz, repontam problemas de conjuntura grave em amigos que te buscam socorros imediatos e, como se não bastassem, a enfermidade chega e se assenhoreia da frágil esperança que, então, se faz fugidia.
Nessa roda-viva, gritas interiormente por paz e sentes indescritível necessidade de repouso. A morte se te afigura uma bênção capaz de liberar-te de tantas dores!...
Refaze, porém, a observação.
Tudo são testemunhos necessários à fortaleza espiritual, indispensáveis à fixação dos valores transcendentes.
Não fora isso, porém, todas essas abençoadas oportunidades de resgate, e a vida calma amolentaria o teu caráter, conspirando contra a paz porvindoura, por adiar o instante em que ela se instalaria no teu imo.
Quando tudo corre bem em volta de nós e de referência a nós não nos dói a dor alheia nem nos aflige a aflição do próximo. Perdemos a percepção para as coisas sutis da vida espiritual, a mais importante, e desse modo nos desviamos da rota redentora.
Não te agastes, pois, com os acontecimentos afligentes que independem de ti.
A família segue adiante, o amor muda de domicílio, a doença desaparece, a contrariedade se dilui, a agressão desiste, a inquietude se acalma se souberes permanecer sereno ante toda dor que te chegue, enquanto no círculo de fé sublimas aspirações e retificas conceitos.
Continua fiel no posto, operário anônimo do bem de todos, e espera.
Os ingratos que se acreditaram capazes de te esquecer lembrar-se-ão e possivelmente volverão: os amigos que te deixaram, os amores que te não corresponderam, aqueles que te não quiseram compreender, quantos zombaram da tua fraqueza e ridicularizaram tua dor envolta nos tecidos da humildade, os que investiram contra os teu anelos voltarão, tornarão sim, pois ninguém atinge a plenitude da montanha sem a vitória pelo vale que necessita vencido.
Tem calma! Silencia a revolta!
Refugia-te na palavra clarificadora do Evangelho Consolador e enxuga tuas lágrimas com as suas lições. Dos seus textos extrai o licor da vitalidade e tece com as mãos da esperança a grinalda da paz para o coração lanhado e sofrido. Se conseguires afogar todas as penas na oração de refazimento, sairás do colóquio da prece restaurado, e descobrirás que, apesar de tudo acontecer em dias que tais, Jesus luze intimamente nas províncias do teu espírito. Poderás, então, confiar e seguir firme, certo da perene vitória do amor.

(Joanna de Angelis)

Postar no Facebook