Amar os filhos

Amar os filhos

Ser mãe é amar alguém mais que a si mesma.

Mensagens Relacionadas

A natureza é a casa que Deus nos deu. E com toda Sua generosidade Ele a decorou com os mais belos pormenores, com as mais extraordinárias cores.

Em toda paisagem natural que nosso olhar alcança, e mais além, enxergamos a obra de Deus em todo seu esplendor. Em uma flor, uma árvore, uma nuvem branca que se passeia no céu azul está a mão soberana de Deus.

Por isso, nunca se canse de contemplar a Sua obra, e acima de tudo cuidar dela. Pois a natureza é a nossa casa e dela dependemos para continuar nosso caminhar neste plano da existência.

E cuidar e proteger a natureza, amá-la e admirá-la, é também adorar a Deus e a Ele prestar nossa reverência.

Vossos filhos não são vossos filhos,
são os filhos e as filhas da ânsia da vida por si mesma.
Vêm através de vós, mas não de vós.
E embora vivam convosco, não vos pertencem.
Podeis outorgar-lhes vosso amor,
mas não vossos pensamentos.
Porque eles têm seus próprios pensamentos.
Podeis abrigar seus corpos, mas não suas almas;
Pois suas almas moram na mansão do amanhã,
que vós não podeis visitar nem mesmo em sonho.
Podeis esforçar-vos por ser como eles,
mas não podem fazê-los como vós,
Porque a vida não anda para trás
e não se demora com os dias passados.
Vós sois os arcos dos quais vossos filhos
são arremessados como flechas vivas.
O Arqueiro mira o alvo na senda do infinito
e vos estica com toda a sua força
para que suas flechas se projetem rápido e para longe.
Que vosso encurvamento na mão do Arqueiro seja vossa alegria;
Pois assim como Ele ama a flecha que voa,
ama também o arco que permanece estável.


(Khalil Gibran)

Vocês são minha vida, são meu tudo! Jamais imaginaria que a vida pudesse ser tão generosa comigo. Ela me deu os melhores filhos do mundo, meus amores.

Agora que vocês são adultos, que a hora de brincar virou passado, passamos o tempo celebrando as memórias e os projetos. E eu só sei que nada vai apagar seu nome do meu sentimento maior. Adoro vocês, meus filhos!

Um rico e já idoso fazendeiro, que sabia não ter mais tantos de anos de vida pela frente, chamou seus filhos à beira da cama e lhes disse:

Meus filhos, escutem com atenção o que tenho para lhes dizer. Não façam partilha da fazenda que por muitas gerações tem pertencido a nossa família. Em algum lugar dela, no campo, enterrado, há um valioso tesouro escondido. Não sei o ponto exato, mas ele está lá, e com certeza o encontrarão. Se esforcem, e em sua busca, não deixem nenhum ponto daquele vasto terreno intocado.

Dito isso o velho homem morreu, e tão logo ele foi enterrado, seus filhos começaram seu trabalho de busca. Cavaram com vontade e força, revirando cada pedaço de terra da fazenda com suas pás e seus fortes braços.

E continuaram por muitos dias, removendo e revirando tudo que encontravam pela frente. E depois de feito todo trabalho, o fizeram outra vez, e mais outra, duas, três vezes.

Nenhum tesouro foi encontrado. Mas, ao final da colheita, quando eles se sentaram para conferir seus ganhos, descobriram que haviam lucrado mais que todos seus vizinhos. Isso ocorreu porque ao revirarem a terra, o terreno se tornara mais fértil, mais favorável ao plantio, e consequentemente, a generosa safra.

Só então eles compreenderam que a fortuna da qual seu pai lhes falara, era a abundante colheita, e que, com seus méritos e esforços haviam encontrado o verdadeiro tesouro.

Moral da História: O Trabalho diligente é em si um tesouro.

A Páscoa é uma data muito importante para todos nós. Estamos comemorando uma página da história de Jesus através da fé e do acreditar. Esta época representa a ressurreição, o regresso de Jesus.

Neste momento, como vocês são ainda pequenos, eu só quero que percebam que especialmente nesta hora, o amor tem de estar em todos os lares, em todas as famílias e em cada um de nós. Em cada um de vocês, meus filhos. Boa Páscoa!