Já não cabe em mim este sentimento, princesa

Não preciso me despedir apaixonadamente de você todas as noites para que saiba do amor que sinto, mas não consigo deixar de o fazer porque meu coração carrega um sentimento intenso que se apodera de mim e me faz querer gritar ao mundo nossa linda história de amor.

Juntos somos perfeitos, abraçados somos eternos e ao seu lado tenho o paraíso, o céu, o universo. A saudade me vai acompanhar agora até adormecer, mas sei que brevemente estaremos juntos novamente, e isso me acalma e me deixa feliz. Tenha uma boa noite, princesa!

Mensagens Relacionadas

O amor que eu sinto por você é tão grande que quase não cabe no meu coração!

Não é o tempo que determina a grandeza de um sentimento, e apesar do nosso namoro estar no início, o que sinto parece vir de outras vidas.

Nem sei bem como descrever tudo que sinto. Sou feliz, sorrio sem razão, vejo o mundo e o futuro com alegria e uma outra emoção.

Talvez apenas uma palavra chegue para expressar tantas sensações. É amor o que sinto por você, um amor tão grande que às vezes parece não caber no meu peito!

Se hoje estou aqui, finalizando uma etapa de vida, é porque Deus quis assim e por isso agradeço por tudo que tenho e por tudo que Ele me concedeu.

Este trabalho é fruto de muito empenho e muita dedicação, mas este esforço não foi só meu.

Agradeço esta instituição de ensino que me deu os meios necessários para que hoje, eu concluísse esta monografia.

Agradeço minha família que me apoiou sempre, que me incentivou, que acreditou em mim quando nem eu acreditava. Vocês são tudo para mim.

Dedico este trabalho a todos que estiveram ao meu lado, nos momentos difíceis e nas horas de celebração. Não teria conseguido sem vocês!

A fé vai muito além do sentimento, é uma convicção. Quando Jesus andava sobre as águas em meio a tempestade, Pedro ousou: se és tu, manda-me ir ao teu encontro por sobre as águas (Mt 14.26). A confiança plena do apóstolo nas palavras de Cristo o fez literalmente pairar sobre a aguaceira

Que cena! A fé nos dá a capacidade de transpormos a barreira do impossível, pois o alicerce da fé é a palavra de Deus, e não, as circunstâncias. Porém, quando deixamos o sentimento aflorar naufragamos: mas, quando reparou no vento, ficou com medo e, começando a afundar, gritou: Senhor, salva-me (v. 30).

O apóstolo submergiu porque deixou que seu sentimento, o medo, falasse mais alto do que a palavra do Messias.

Do mesmo modo, muitos crentes deixam a volatilidade dos sentimentos determinarem sua fé. A postura de Tomé é reproduzida na vida de milhões de cristãos: se eu não vir as marcas dos pregos nas suas mãos, não colocar o meu dedo onde estavam os pregos, não puser a minha mão no seu lado, não crerei (Jo 20.25).

A declaração de Tomé é o oposto da fé convicção nos fatos que não se vêem (Hb 11.1) ele deseja uma constatação, uma prova material, concreta.

Contudo, a fé não se apóia numa realidade física, mas no convencimento do Espírito Santo que a Palavra de Deus é real e não pode cair ao vento Nas palavras do próprio Cristo a Tomé: Por que me viu, você creu? Felizes os que não viram e creram (Jo 20.29).

O profeta Jeremias declarava: enganoso é o coração, mais do que todas as coisas (Jr 17.9). É o coração que bombeia nossos sentimentos, logo, se deixarmos que os sentimentos ditem nossa fé estaremos constantemente afundando nas tempestades da vida ou clamando para colocar o dedo nos resultados.

A fé é um dom divino (Ef 2.8), vem pelo ouvir a Palavra de Deus (Rm 10.17), mas que pode e deve ser exercitada (Mt 17.20) assim como um grão de mostarda que se desenvolve até se tornar um ramo.

Quanto mais nos apoiarmos nas Sagradas Escrituras e orarmos mais intensa será a manifestação da glória de Deus, produzindo em nós experiência e convicção no poder e na fidelidade divina.

É verdade que a fé nos dá um sentimento de descanso e paz, mas no caso de Pedro, o impulso veio da fé. O apóstolo Paulo ensinava: Seja a paz de Cristo o árbitro de vosso coração (Cl 3.15). Assim, podemos ter notícias bombásticas que afetem nosso coração, não obstante, podemos crer e descansar nas promessas divinas, pois Deus nos dá a paz que excede todo entendimento.

Tenha fé!

(Pr. Hélder Rodrigues de Souza)
(Pregações Evangélicas)

Nossa história terá de ser diferente! Não tem como ser de outro jeito. Somos primos! E não importa o tamanho do nosso sentimento, porque nunca vai dar certo.

Seremos amigos para sempre; seremos para sempre uma família. Por favor, entenda que não dá! O amor não é só sentimento, não depende só do querer, do desejo.

O amor também é permissão e a vida nos colocou um grande desafio nas mãos. Não será fácil, mas temos de ser fortes e superar todas as nossas fraquezas. Uma história de amor entre nós é impossível. Eu sinto muito, primo! Beijo.