Saudades de um delírio

No desespero de provar,
Que no mundo não estou só,
Passo o dia a sonhar,
Imaginar que estou a lembrar,
Um amor que não virou pó.

Te olhava de longe,
De trás de uma cortina de medo,
De boca calada,
Na mente o mundo girava,
Em função de uma farsa.

Paralizado pela insegurança,
Nunca fui ao teu encontro,
E hoje, não mais te vejo,
Sem saber para onde se foi,
O amor que no fundo desejo.

Fico parado esperando em vão,
Percorro as ruas,
Procuro por todos os lados,
A esperança de um dia de novo,
Poder olhar mais uma vez o teu rosto.

É uma mistura de saudade,
Decepção e tristeza,
Saber que para ti não existo,
E no fundo ter a certeza,
Que do que sinto falta era da fantasia.

Mensagens Relacionadas

Quanto mais tento esquecer, mais percebo que preciso de você, do seu olhar, do seu sentir, do seu agir, do seu sorriso.

Quanto mais engano meu coração de que é só uma simples paixão, mais ele deseja você, pois é você quem ele ama, quem ele quer, quem ele deseja, para sempre!

Quanto mais tento convencê-lo de que é somente um adeus, mais ele sente a certeza do que o nunca mais apareceu...

Talvez chegue o dia em que eu não sinta mais a dor da despedida, e apenas me alegre com a esperança do reencontro, mas hoje apenas sinto o peso desta saudade que me oprime o peito.

Essa saudade tem um nome, o seu, e fortes razões para existir, que é o muito que eu amo você, e a tremenda falta que você me faz... Eu te amo!

Sinto saudades do tempo em que conhecia meus sentimentos. Do tempo em que sabia o motivo pelo qual eu chorava ou sorria. Dos momentos em que eu vivia plenamente minha vida. Sinto saudades de tudo o que vi e vivi, porque sei que minha alma estava tranquila nesses momentos.

Hoje quando tento me encontrar vejo você em tudo. A mesma dor, as lembranças das promessas vazias, tão vazias que nem mesmo você acreditava, das juras de amor que me faziam sonhar, e que com o tempo foram me dominando.

Por mais que eu tente não consigo entender como pude me entregar a um amor tão esnobe, um amor incapaz de amar, de fazer feliz, de se permitir ser feliz. Hoje vejo todos os defeitos que antes me pareciam preciosidades. Hoje sinto um vazio que ainda não sei explicar o que é, e que talvez um dia o tempo me permita entender.

Hoje sei que de todas as coisas ruins que você me fez sentir a pior ainda está comigo: a lembrança de saber que alguém como você ainda existe. Sinto tanta falta de mim que só vou me reencontrar quando conseguir dizer com toda serenidade que não me lembro quem você foi, é ou será. Infelizmente um amor nem sempre vem como amor!

A família é um bem precioso que nunca devia ser separado. Nascemos e crescemos juntos, debaixo do mesmo teto e nunca ninguém deveria de ter de ir embora. A saudade é um sentimento que dói e que tive de conhecer de perto com esta nossa distância. Vocês me fazem muita falta e cada membro querido da nossa família estará sempre em meu coração.

Estou sentindo saudades, sentindo esse sentimento que pode chegar através de um cheiro, de uma cor ou de um som. Qualquer coisa pode ativar a terrível saudade e uma vez que ela se instala no nosso peito, nada a consegue afastar de lá.

E eu sinto saudade, mas não sei como ela chegou hoje até mim. Apenas sei do que sinto falta, das imagens e sensações que ela trouxe até minha memória.

Tenho saudades do que já passou, do que vivi e das pessoas com quem compartilhei esses momentos. Tenho saudades da pessoa que fui e daquela que ainda quero ser.

Sinto saudades dos sonhos que fui deixando pelo caminho e dos que fracassei em conquistar. Sinto saudades, mas isso é natural, faz parte de viver, pois recordar também faz bem!