Mensagens de Oportunidades

Encontradas mais de 208 Mensagens de Oportunidades:

Feliz Dia das Crianças!

Um dia uma criança chegou diante de um pensador e perguntou-lhe:
- Que tamanho tem o universo?
Acariciando a cabeça da criança,ele olhou para o infinito e respondeu:
- O universo tem o tamanho do seu mundo.
Perturbada,ela novamente indagou:
- Que tamanho tem meu mundo?
O pensador respondeu:
- Tem o tamanho dos seus sonhos. Se seus sonhos são pequenos, sua visão será pequena, suas metas serão limitadas, seus alvos serão diminutos,sua estrada será estreita, sua capacidade de suportar as tormentas será frágil. Os sonhos regam a existência com sentido.Se seus sonhos são frágeis, sua comida não terá sabor, suas primaveras não terão flores, suas manhãs não terão orvalho, sua emoção não terá romances. A presença dos sonhos transforma os miseráveis em reis, faz dos idosos, jovens, e a ausência deles transforma milionários em mendigos faz dos jovens idosos.Os sonhos trazem saúde para a emoção, equipam o frágil para ser autor da sua história, fazem os tímidos terem golpes de ousadia e os derrotados serem construtores de oportunidades. Sonhe!

(Augusto Cury)

Postar no Facebook
A Maior Alegria dessa Vida

Você é alegre? Estou perguntando se você é feliz, se tem a felicidade verdadeira, aquela que gente sente mesmo em momentos de tristeza. A alegria é irmã gêmea da felicidade, e felicidade sem alegria não se torna convincente.

É muito bom dar boas gargalhadas, sorrir cordial e sinceramente. A alegria torna o nosso espírito mais leve, faz a vida ficar menos dura e seca. A alegria não significa rir o tempo todo, mas, ela não perde uma oportunidade de fazê-lo.

Cristo no coração da pessoa traz a alegria e o prazer de sorrir. Nas palavras de Provérbios 15.13: “O coração alegre aformoseia o rosto, mas com a tristeza do coração o espírito se abate”.

(Olivar Alves Pereira)

Postar no Facebook
Persiga a Felicidade!

Quantas vezes estacionamos a um passo daquilo que mais desejamos!

Quantas vezes chegamos mesmo a esticar a mão na direção daquilo que desgosta, martiriza e amargura a nossa vida!

Quantas vezes ficamos com água na boca, desejando o fruto que mataria a nossa fome e não temos coragem de o agarrar com toda a força e mastigar, saborear e saciar nosso apetite de felicidade!

São muitas as vezes em que recusamos aquilo que mais desejamos; em que nos limitamos, reprimimos, frustramos, acovardamos.

Tudo por medo de arriscar, medo de fracassar, medo de quebrar a cara...

Às vezes, medo da rejeição ou medo do que os outros vão pensar. E assim o tempo vai testemunhando o medo a roubar nossas oportunidades, a surrupiar nossas vidas e a zombar de nossa covardia.

Que acordemos hoje dispostos a cumprir nossa missão mais importante: perseguir a felicidade a todo custo, conscientes de que tudo tem um preço neste mundo.

Que já despertemos conquistando os impagáveis instantes de alegria e prazer com que sonha nosso coração... Pois o que é a vida senão uma soma de momentos?

Façamos sublimes os momentos que nos esperam.Tenhamos a coragem de esticar a mão e agarrar com força o copo de água que saciará a nossa sede.

Medo, saia da frente porque vamos começar o dia atropelando a indecisão, a vergonha tola, a ridícula covardia, por que tudo isso é passado!

Saia da frente medo, que hoje a felicidade nos espera! E se não for assim, com mais razão ainda, sai da frente!

Por que iremos ao seu encalço. Tudo aquilo que persistimos em fazer, se torna fácil.

Não porque a natureza mude, mas porque nossa capacidade aumenta!

(Spencer W. Kimball)

Postar no Facebook
Encontrando Força na Fraqueza

"Pelo que sinto prazer nas fraquezas, nas injúrias, nas necessidades, nas perseguições, nas angústias, por amor de Cristo. Porque, quando sou fraco, então, é que sou forte." (IICo 12. 10)

"Aqui está o segredo para experimentar a suficiência de Deus: chegar ao fim de nós mesmos e dos nossos recursos. Quando chegamos a esse ponto paramos de pedir a compaixão dos outros pela nossa situação ou pelo tratamento que recebemos; pois reconhecemos nas circunstâncias as próprias condições de benção, e nos voltamos delas para Deus. Vemos nelas uma oportunidade para lançar mão das suas promessas."
- A.B. Simpson

George Matheson, o bem conhecido pregador cego da Escócia, disse certa vez:

"Meu Deus, eu nunca te agradeci por meu espinho. Muitas vezes te agradeci por minhas rosas, mas nem uma vez por meu espinho. Sempre sonhei com um mundo onde obterei uma compensação pela minha cruz; mas nunca pensei em minha cruz como sendo, ela mesma, uma glória presente."

Que a cada dia Deus possa nos ensinar a grandeza desse versículo. É nas tribulações que nós devemos sorrir, por que assim como as pessoas do mundo, nós podemos passar por qualquer coisa mais com uma única e maravilhosa diferença, com Deus ao nosso lado. A cada passo que damos Ele está a frente, nos mostrando o caminho.

"Ensina-me a glória da minha cruz; ensina-me o valor do meu espinho. Mostra-me que é pela vereda da dor que tenho subido a Ti. Mostra-me que as lágrimas formam na minha vida um arco-íris."

Que Deus abençoe seu dia, seja o que for que você esteja passando, lembre-se que Ele está aí com você. "Porque, quando sou fraco, então, é que sou forte."

(Bruna Graciela)
(De Joelhos Devocionais)

Postar no Facebook
7 Dicas Para Alcançar Sucesso Profissional

Cada profissional é responsável pela gestão da sua carreira. Até aqui, nada de novo. O que mudou foram os pressupostos para a conquista de um emprego e respetiva manutenção. Evidentemente que os conceitos de lealdade ou respeito continuam a ser válidos e importantes, mas não são suficientes.

Com a crise económica que se sente um pouco por todo o mundo, surgiram os
sucessivos despedimentos. Todos nós já passamos pela experiência, direta ou
indireta, de uma situação de desemprego, à qual com relativa frequência até
somos alheios e apenas vítimas.

Qualquer situação desta natureza exige que esses profissionais se posicionem no mercado de uma forma diferente. É conveniente mudar hábitos, rotinas, atualizar competências, desenvolver habilidades, diversificar/solidificar conhecimentos e, também, manter ativa a rede de contactos.

Falava há dias com um familiar próximo sobre o tema. Aos profissionais no ativo
é hoje passada uma mensagem de contenção que surge de todos os quadrantes. É preciso destreza para manter o posto de trabalho mas isso nem sempre é tarefa fácil.

Como se pode conter o descontentamento? Como alterar hábitos que não conduzem ao sucesso? É forçoso promover uma contínua atualização em contraponto com a tendência para nos “acomodarmos” e, em consequência, contribuirmos nós mesmos para uma certa estagnação da carreira.

A mudança deve assentar na procura da excelência, da competência e da especialização na área em que se trabalha ou se quer vir a trabalhar. Deixam-se sete dicas.

1. Promova um comportamento ético afastando-se de jogos duplos e não tenha receio de utilizar as “palavrinhas milagrosas”: por favor, obrigado, bom dia…!

2. Mantenha uma dose acertada de humildade – não faz mal a ninguém e é de graça. É preciso informar o que se pensa e vivemos em democracia. Mas faça-o de forma correta. Especialmente quando comunica com quem tem um estatuto diferente ou mais experiência profissional, ou já não se é tão jovem…

3. Tente fazer aquilo de que gosta: a motivação aumenta quando temos oportunidade de fazer o que apreciamos.

4. Seja competente e mantenha-se a par das novidades no âmbito da sua profissão e, se possível, acompanhe as áreas conexas. O que nos torna diferentes aos olhos de um empregador assenta nas competências profissionais e nos pormenores, ou no que podemos dar como “extra”: capacidade de trabalho, criatividade, solidariedade…

5. Cultive os relacionamentos profissionais e promova relacionamentos positivos. Este aspecto, além de determinante no bem-estar de cada um, é altamente apreciado em equipe.

6. Alcance metas definindo uma estratégia e sendo empreendedor. Tenha iniciativa, visão e foco nos objectivos, não apenas nos alvos que quer cumprir.

7. Cuide da imagem exterior – é o que se vê primeiro – e use de bom senso na
seleção da indumentária, seja diferente pela positiva. Aqui, como noutros aspectos, a palavra de ordem deve ser: profissionalismo!

(Susana de Salazar Casanova)
(Sábado)

Postar no Facebook
AFINIDADE

Não é o mais brilhante,
mas é o mais sutil,
delicado e penetrante dos sentimentos.
Não importa o tempo, a ausência,
os adiantamentos, a distância,
as impossibilidades.

Quando há AFINIDADE,
qualquer reencontro retoma a relação,
o diálogo, a conversa,
o afeto, no exato ponto
de onde foi interrompido.

AFINIDADE
é não haver
tempo mediante a vida.
É a vitória do adivinhado sobre o real,
do subjetivo sobre o objetivo,
do permanente sobre o passageiro,
do básico sobre o superficial.

Ter AFINIDADE é muito raro,
mas quando ela existe,
não precisa de códigos
verbais para se manifestar.
Ela existia antes do conhecimento,
irradia durante e permanece depois que as
pessoas deixam de estar juntas.

AFINIDADE
é ficar longe,
pensando parecido a
respeito dos mesmos fatos que
impressionam, comovem, sensibilizam.

AFINIDADE
é receber o que vem
de dentro com uma aceitação
anterior ao entendimento.

AFINIDADE
é sentir com...
Nem sentir contra, sem sentir para...
Sentir com e não ter necessidade de
explicação do que está sentindo.
É olhar e perceber.

AFINIDADE
é um sentimento singular,
discreto e independente.
Pode existir a quilômetros de distância,
mas é adivinhado na maneira de falar,
de escrever,
de andar,
de respirar.....

AFINIDADE
é retomar a relação
no tempo em que parou.
Porque ele (tempo) e
ela (separação) nunca existiram.
Foi apenas a oportunidade dada (tirada)
pelo tempo para que a maturação
pudesse ocorrer e que cada
pessoa pudesse ser cada vez mais.



(Arthur da Távola )

Postar no Facebook
Como Se Fosse o Último

Quem dera eu aprendesse a viver cada dia como se fosse o último. O último para dizer “obrigada”. O último para dizer “me desculpa”. O último para dizer “eu te amo”. O último para abraçar cada pessoa amada com aquele abraço bom que faz um coração cantar para o outro. O último para apreciar a vida com o entusiasmo que não guarda nenhuma delícia nem ternura pra depois. O último para fazer as pazes. Para desfazer enganos. Para saborear com calma, como se me servissem um banquete, a preciosidade genuína que cada único respiro humano representa...

Quem dera eu aprendesse a viver cada dia como se fosse o último. Eu não perderia uma chance para me presentear com os agrados que me nutrem. Eu criaria mais oportunidades para dizer o meu amor. Para expressar a minha admiração. Para destacar para cada pessoa a beleza singular que ela tem. Para compartilhar. Eu não adiaria delicadezas. Não pouparia compreensão. Não desperdiçaria energia com perigos imaginários e com uma série de bobagens que só me afastam da vida.
Quem dera eu aprendesse a viver cada dia como se fosse o último, porque pode ser.

(Ana Jácomo)

Postar no Facebook
Quase

Ainda pior que a convicção do não, a incerteza do talvez é a desilusão de um "quase".

É o quase que incomoda, que entristece, que mata, trazendo tudo que poderia ter sido e não foi.

Quem quase ganhou ainda joga, quem quase passou ainda estuda, quem quase morreu está vivo, quem quase amou, não amou.

Basta pensar nas oportunidades que escaparam pelos dedos, nas chances que se perdem por medo, nas idéias que nunca sairão do papel por essa maldita mania de viver no outono do quase....

Pergunto então, às vezes, o que nos leva a escolher uma vida morna; ou melhor, não pergunto, contesto.

A resposta sei de cor, está estampada na distância e frieza dos sorrisos, na frouxidão dos abraços, na indiferença dos "Bom dia", quase que sussurrados.

Sobra covardia e falta coragem até pra ser feliz.

A paixão queima, o amor enlouquece, o desejo trai. Talvez esses fossem bons motivos para decidir entre a alegria e a dor, sentir o nada, mas não são.

Se a virtude estivesse mesmo no meio termo, o mar não teria ondas, os dias seriam nublados e o arco-íris teria somente tons de cinza.

O nada não ilumina, não inspira, não aflige nem acalma, apenas amplia o vazio que cada um traz dentro de si.

Não é que fé mova montanhas, nem que todas as estrelas estejam ao alcance, para as coisas que não podem ser mudadas resta-nos somente paciência, porém, preferir a derrota prévia à dúvida da vitória é desperdiçar a oportunidade de merecer.

Pros erros, há perdão; pros fracassos, chance; pros amores impossíveis, tempo. De nada adianta cercar um coração vazio ou economizar alma. Um romance cujo fim é instantâneo ou indolor não é romance.

Não deixe que a saudade sufoque, que a rotina acomode, que o medo impeça de tentar.

Desconfie do destino e acredite em você. Gaste mais horas realizando que sonhando, fazendo que planejando, vivendo que esperando porque, embora quem quase morre esteja vivo, quem quase vive, já morreu!

Postar no Facebook
Um Ano Novo abençoado

Mais um capítulo lindo de sua vida vai se encerrar, e Deus lhe presenteará com mais 365 páginas em branco de história para você preencher.

Minha amiga, eu desejo que o seu Novo Ano seja um ano pleno de luz e graças, que Deus ilumine o seu caminho e lhe guie sempre no caminho do bem e da retidão.

Que as pessoas que vivem em sua volta tenham paz e lhe tragam oportunidade para ser boa e para seguir a palavra do Senhor.

Você é uma pessoa nobre, com uma bela missão na vida. Peço a Deus que nada lhe desvie desse percurso de bondade e humildade.

Que este novo capítulo da sua vida que começa a ser escrito neste Ano Novo, seja guiado pelas linhas que Deus traçou para você.

Fique sempre com Deus. Amém!

Postar no Facebook
O Poder das Mães

A mãe tem um poder marcante na vida de cada ser humano. Nos nove meses em que ficou em gestação dentro do ventre materno, recebeu dela muitos estímulos pelo líquido uterino, morno e aconchegante, ouvia as setenta e duas batidas por minuto do seu coração, sentia as vibrações, pressão e movimentos do seu corpo, durante o andar ou o seu falar.

Sentia até quando a mãe acariciava a barriga como se estivesse acariciando o bebê, estímulos físicos que a acalmavam e também ao feto. Ao sair do ambiente aconchegante do útero materno, no qual sentia-se bem, protegido e em segurança, o bebê obviamente continua a receber de sua mãe os estímulos físicos e psicológicos, além dos cuidados que o fazem, nesse período sentir-se bem e feliz: é amamentado, cuidado, abraçado, beijado, acariciado, embalado, lavado, carregado, etc. Quando o bebê vai crescendo, desenvolvendo a sua independência como ser humano, ele recebe ainda grande influência de sua mãe, além de outros adultos que com ele convivem.

O poder de uma mãe na vida de cada ser humano é tão forte que poderá formar uma personalidade sadia ou desequilibrada na criança, dependendo de como a mãe a trata e estimula. Se cada mãe fizer bem o seu trabalho, na sua importante missão como educadora e incentivadora de uma vida saudável na criança, certamente os resultados serão muito positivos. Uma mãe incentivadora dará estímulos positivos ao filho como, por exemplo: "Amo você, como fico feliz de você ter nascido, meu filho/a", "Parabéns, está muito bom isso que fez", "Você é inteligente e uma boa criança", "Sei que você é capaz de fazer, tente de novo".

Feliz da criança que tiver uma mãe que lhe dá estímulos positivos como esses, estímulos de amor, de aceitação e de confiança, que sabe valorizar os seus acertos e que sabe agir quando a criança erra, orientando-a para aprender a fazer o certo. Esse é o agir de uma mãe com atitudes de firmeza mas com um coração enorme, formando um filho saudável, uma pessoa com qualidades humanas. Uma mãe que faz a criança aprender as regras de um conviver sadio, aprendendo a ser disciplinada nas coisas da vida, e a aprender os limites que existem, evitando que a criança desenvolva a atitude de que "pode tudo" sendo uma "pequena tirana", dominando os pais com suas birras e vontades, e em casos extremos, ache normal realizar atos de vandalismo, a ser agressiva e violenta.

É preciso que haja, cada vez mais, mães educadoras e estimuladoras, mães atentas e interessadas no desenvolvimento dos seus filhos. Agindo assim, essas mães estarão influenciando positivamente na formação da personalidade da criança, formando nelas uma auto-imagem positiva. Essa formação saudável influenciará toda a vida daquela criança levando-a, quando adulta, a ser equilibrada e feliz, contribuindo para que a sociedade humana seja melhor, com pessoas de qualidade.

Ao contrário disso, se uma mãe der à criança mensagens negativas, depreciativas ou agressivas, certamente estará formando uma personalidade problemática. Mensagens negativas como, por exemplo: "Você não deveria ter nascido, detesto você!", "Espera só seu pai chegar para ver a surra que vai levar!", "Não adianta tentar, você não é capaz de fazer", "Desça já daí! Você não tem capacidade para subir aí!", "Como você é burra!", "Como você é lerda para aprender!", "Burrice igual à sua eu nunca vi!", "Você é surda, sua idiota?!" Estímulos negativos como esses certamente irão contribuir para formar uma criança insegura, medrosa ou agressiva, com problemas de relacionamento e até uma criança violenta, que terá problemas de aceitação de si mesma e dos outros. Quando a mãe é educadora negativa está, na realidade realizando um grande desperdício de oportunidades para formar um filho saudável e equilibrado.

Na adolescência ou na vida adulta desse filho, é que a mãe (e a sociedade) colherá "a tempestade" dos desequilíbrios que ela própria, como mãe, plantou na educação do filho.

A sociedade atual necessita urgente de mães que realizem ações para que seus filhos evoluam com personalidades saudáveis e equilibradas, contribuindo assim, para que a sociedade seja formada por crianças, jovens e adultos melhores. Ainda é tempo, ainda é possível realizar mudanças para uma sociedade melhor. Você que é mãe, faça bem a sua parte!

(Antônio de Andrade)

Postar no Facebook
Seja um Sonhador

Assim, depois de muito esperar, um dia como qualquer outro decidi triunfar.
Decidi não ficar à espera das oportunidades e fui procurá-las.
Decidi ver cada problema como a oportunidade de encontrar uma solução.
Decidi ver cada deserto como a oportunidade de encontrar um oásis.
Decidi ver cada noite como um mistério a resolver.
Decidi ver cada dia como a oportunidade de ser feliz.
Naquele dia descobri que o meu único rival eram apenas as minhas debilidades e que estas são a única e melhor forma de me superar.
Naquele dia deixei de ter medo de perder e comecei a ter medo de não ganhar.
Descobri que não era o melhor e que talvez nunca o tenha sido.
Deixou de me importar quem ganhara ou quem perdera.
Agora simplesmente me importa ser melhor que ontem.
Aprendi que o difícil não é chegar ao topo, mas sim nunca deixar de subir.
Aprendi que o maior sucesso que posso alcançar é o ter direito de chamar a alguém de "AMIGO".
Descobri que o amor é mais do que uma simples paixão. O amor é uma filosofia de vida.
Naquele dia deixei de ser o reflexo dos meus poucos sucessos alcançados e comecei a ser a minha própria luz do meu presente.
Aprendi de que nada serve ser luz se não for para iluminar também o caminho da Humanidade.
Naquele dia decidi mudar tanta coisa.
Aprendi que os sonhos são apenas para transformar em realidade e desde esse dia que não durmo para descansar.
Agora apenas durmo para sonhar.

(Walt Disney)

Postar no Facebook
O sucesso está em suas mãos

O mito de que o sucesso depende de sorte também é válido, porém, acreditar 100% na sorte e ficar de braços cruzados diante das oportunidades não garante sucesso a ninguém.

Já dizia Albert Einstein " o único lugar que o sucesso vem ates do trabalho é no dicionário".

A importância de se ter um objetivo claro e realizar um planejamento é fundamental para quem deseja vencer na vida e conquistar seu lugar ao sol. Inicie hoje mesmo a mudar em seu comportamento aprenda diariamente com seus erros, se auto valoriza diante das conquistas e vá além, afinal para Abraham Lincon " O campo da derrota não está povoado de fracassos, mas de homens que tombaram antes de vencer".

(Leandro Moraes)
(Administradores)

Postar no Facebook
Realização Profissional

Quantas vezes nos questionamos se estamos felizes no trabalho e se fazemos aquilo que realmente gostamos? Muitas vezes até sonhamos com outra ocupação. Mas o que fazer? Largar tudo e tentar algo melhor?

No tempo dos nossos pais ou avós era muito comum que os profissionais permanecessem a vida toda em uma única empresa na mesma área e muitos anos realizando a mesma atividade. Como o importante era ter emprego e salário para sustentar a família, bastava fazer o seu trabalho direito e obedecer à empresa, que tudo estava resolvido. Os valores eram outros, um bom emprego era aquele que lhe dava estabilidade e salário.

(...)

O dinamismo do contexto econômico atual faz com que profissões novas surjam a cada dia, assim como outras caem na obsolescência. Neste último caso, o profissional se vê obrigado a fazer uma mudança de carreira para garantir sua manutenção no mercado. O mesmo ocorre com carreiras que estão saturadas de profissionais. Como tem oferta sobrando, faltam oportunidades, e a tendência, nessa situação, é que as remunerações também caiam.

Outro motivo para uma mudança de carreira e que está cada vez mais comum é a descoberta de que a carreira escolhida não o faz feliz. Claro que nesse caso é importante analisar se o problema é momentâneo. Uma insatisfação com a função atual pode ser resolvida com uma mudança de função ou de área, por exemplo. Assim como se o problema for com a empresa, a busca de uma nova colocação pode solucionar a questão. Por isso uma autoanálise profunda é crucial nestas situações.

É comum também a mudança de carreira na busca de mudança de estilo de vida. Por exemplo, profissionais que têm uma rotina densa de trabalho que inclui muitas viagens, horas extras frequentes, trabalho aos finais de semana, acabam buscando uma opção mais “light”.

Para resolver este problema, siga alguns passos que podem ajudá-lo nessa transição:

Faça uma pesquisa: Identifique sua área de interesse, que outra profissão você gostaria de seguir e o que você acredita que lhe fará mais feliz? Feito isso, vamos conhecer a realidade desta profissão. Para isso, pesquise, busque informações sobre ela, converse com profissionais atuantes, obtenha dados sobre o mercado desta área. Antes de iniciar qualquer ação, é importante se certificar que a mudança valerá à pena.

Busque uma autoavaliação: Identifique seus pontos fortes e fracos, as oportunidades e as ameaças que você vislumbra no mercado. Faça um planejamento de como será a mudança, sempre tendo em mente que ela não será simples, tampouco rápida. Para ajudar nessa etapa, uma opção é buscar o serviço de Counseling, ou Aconselhamento de Carreira. Neste serviço, os especialistas realizam um mapeamento completo das competências do profissional, assim como apontam possíveis caminhos para seu desenvolvimento. Promovem o autoconhecimento, enumeram estratégias e desenvolvem um planejamento de carreira e de objetivos pessoais em conjunto com o profissional.

Estudar é preciso: A mudança de carreira pode também significar a necessidade de voltar ao banco da escola. Pode ser uma graduação, um curso técnico ou uma especialização. A falta de experiência na nova área deverá ser suprida com muito estudo e atualização. Você pode aproveitar suas férias e finais de semana para desenvolver projetos. Participações voluntárias, inclusive, podem ser uma boa opção para adquirir alguma experiência.

Planeje-se: Deve-se dar atenção especial à questão financeira. No começo da mudança de carreira, o mais provável é que a recompensa seja menor que a esperada. Você pode estudar uma redução de salário, mesmo que temporária. Um planejamento financeiro adequado poderá minimizar o impacto no seu padrão de vida. Por isso considero que o melhor momento para fazer uma mudança como esta sempre é quando se tem uma boa reserva financeira, que possa te sustentar neste período de preparação.

Preparação e motivação: Por último, mas não menos importante, será necessária uma alta dose de motivação e dedicação de sua parte. Uma mudança de carreira exige muito esforço e comprometimento. Tenha a certeza de que dificuldades irão surgir, por isso, grande parte do seu sucesso dependerá exclusivamente de você. Boa sorte!

(Bernt Entschev)
(Amanhã)

Postar no Facebook
Voar

Passamos uma vida presos,
qual pássaros em suas gaiolas!
Medo de amar, de olhar a vida de frente...
E naquele pequeno espaço,
cantamos nossas dores e sonhos!

Muitas vezes,
as portas de nossas gaiolas se abrem...
Mas permanecemos ali, acostumados,
encolhidos as nossas vontades e sonhos!
Não tenha dúvida amigo,
à primeira oportunidade,
deve alçar o vôo dos falcões,
calma, confiante, determinada!

Ame sem medo,
brinque um pouco com a vida !
Não tenha medo dos rochedos e sobre eles ,
estenda a sua asa corajosa de falcões!
Solte-se ao vento, e deixe-na ,
levá-la ao sonho!

Como o Condor,
tente enxergar as pequeninas coisas
a sua volta e saber apreciá-las,
dando um sentido novo a sua vida !
Não seja passarinho de gaiola, mas,
Falcões e Condores do céu !

A cada dia existe uma renovação constante,
e nunca um será como o outro...
Não há dores eternas, lágrimas eternas,
perdas eternas!
Há sorrisos , esperando-lhe, dias de sol,
o abraço dos amigos,
dos filhos e tantos sonhos lindos!

Um amor lhe espera, para com você,
voar, voar ...
Porque a vida é um recomeçar diário de um vôo!
E gaiolas não foram feitas para pássaros ...
Tão pouco para Falcões!

Postar no Facebook
O Que É O Sucesso Profissional?

Quando você vê um aluno na escola que se destaca desde sua infância e é, por todos, considerado como muito inteligente, qual seria o futuro profissional dele?

Muitos responderiam que é ter uma carreira muito bem sucedida… Isso é verdade mas o ponto é, o que é ser bem sucedido?

Alguns pensam que o sucesso vem com uma profissão onde se ganha muito bem, gera reconhecimento em seu círculo social, possui diversos subordinados na hierarquia de sua empresa e possibilita ter altos rendimentos.

Claro que esse questionamento não se resolve com um post. A resposta para ter o sucesso passa por diversas vias e percursos, muitas vezes inesperados, inimaginados e, em certa medida, aleatórios, além de individuais, mas minha intenção é apenas gerar reflexão.

Conheço profissionais muito bem sucedidos que fazem de suas profissões oportunidades e meios para viver uma vida melhor, mais saudável, com confortos e tranqüilidade.

Outros, com carreiras similares, tornam-se reféns de seus status e com vidas extremamente agitadas e estressantes não escolhem outra alternativa que não seja a de ir mais e mais além, por razões irracionais e respostas inconscientemente condicionadas.

Todos, é claro, precisamos ter o mínimo acesso às necessidades básicas, ainda que as necessidades básicas difiram e as expectativas acompanhem.

Mas é possível determinar que necessidades não são regidas e nem estão relacionadas à moda, novos lançamentos tecnológicos ou a campanhas publicitárias.

A partir de um planejamento inicial, você pode traçar uma referência que será a base de seu trabalho e vida profissional, leia um pouco sobre isso em Pitágoras e o Planejamento.

Os profissionais realmente bem sucedidos são os que alcançam a felicidade em suas profissões, encontram brechas em seus mercados, tem prazer no seu dia a dia, agem de acordo com suas verdades, sem mascarar necessidades e seguir a maré da imposição social.

Quero com isso dizer que não importa o seu nível dentro da empresa, ou o trabalho que executa, saiba, apenas, se dedicar com consciência e bom empenho em tudo o que fizer.

Se o trabalho que você executa hoje não é o que sonhou, direcione sua vida e planeje o amanhã para alcançar o idealizado.

Se já é, saiba colher o melhor fruto disso, aproveitando tudo o que de melhor te oferece.

Tenha convicção, mais que status e rendimentos astronômicos, o sucesso está muito mais relacionado ao seu bem estar pessoal, no crescimento intelectual e nos fatores geradores de tranqüilidade para a vida.

Assim como é impossível viver com dinheiro de menos e isso causa angústia e traz preocupações, o dinheiro em excesso pode gerar os mesmo problemas se você não estiver preparado e não souber como gerir tal situação.

A inteligência está em encontrar os melhores meios de ter uma boa qualidade de vida, seja em que área for.

Com criatividade e capacidade, qualquer profissão é bem sucedida, gera bons resultados e proporciona os rendimentos ideais.

Ainda que vivamos em um país que não proporciona estabilidade financeira à maioria, esse é justamente o ponto, incentivar e canalizar sua inteligência para alcançar o sucesso, encontrando o melhor percurso para isso.

Você busca satisfação pessoal ou reconhecimento de terceiros?

Você quer ter sucesso, realmente, pela profissão que executa ou para você o sucesso está relacionado a dinheiro? Por quê?

Qual a importância e o que proporcionaria, ou proporciona, a riqueza em sua vida?

Vale a pena dar uma lida no que dizia Epicuro para refletir sobre sucesso…

Entenda que não “prego” a abstinência material, mas incentivo a reflexão racional, o exercício do pensar em seus melhores caminhos e ver que o rumo que você segue talvez não seja o que tenha escolhido, o que fazer então para mudar isso?

Faça um exercício, veja quais benefícios tem recebido e o que isso te possibilitará no futuro, reflita para onde sua carreira está te levando, como profissional, em sua posição individual e coletiva.

(Leonardo Siqueira)

Postar no Facebook