Mensagens de Tristeza

Encontradas mais de 420 Mensagens de Tristeza:

Muita Saudade

Há dias, em que a tristeza,
Sem avisar, invade meu coração
Irreverente diante da minha luta
Tenta ser mais forte, mais teimosa
Me faz sentir uma falta imensa
De teu abraço, de teu carinho,
Me faz perceber o quanto insana
Tem sido minha procura por ti.

Ao vento sussurro minha saudade,
Com a chuva misturo minhas lágrimas
Ao sol peço secar meu pranto
À lua peço que te encontre.

Busco no infinito,
A força para não desistir
E deixar algum dia em seus braços
Tudo o que de mim, guardei para ti.

Postar no Facebook
Despedida de Trabalho do Colega

Esse é um momento triste e ao mesmo tempo muito especial, pois olho para trás e vejo os momentos bons que passamos, de muita alegria, companheirismo e muita vitória. Sempre há um amanhã e a vida nos dá sempre mais uma oportunidade para fazermos as coisas bem, e temos que aproveitar cada oportunidade, pois a vida é curta, mas é maravilhosa! Te desejo bastante sucesso e que você consiga alcançar seus objetivos. Cuide-se e lembre-se sempre que pode contar conosco em qualquer ocasião!

Postar no Facebook
Verdadeiro Amigo

Nada mais merecido do que homenagear uma pessoa tão
importante como você!
Uma pessoa que pode mudar nossa vida e preparar nosso futuro.
Você fazem a diferença e por isso quero agradecer-lhe.
Muito obrigada.
Obrigado não é bem a palavra que eu queria lhe dizer. Eu queria poder encontrar outra forma de lhe falar o quanto você foi e é importante para mim e um simples Obrigado não possibilitaria isso. Um dia eu vi a tristeza chegar de mansinho, o vento bater na janela, a chuva cair no telhado... e eu tive medo! Parecia que tudo a minha volta estava errado, que o mundo estava virado, eu não tinha mais aquela alegria de viver, que geralmente percebemos nos
olhos das crianças. Então, eu te encontrei... e foi tão estranho porque
você sempre esteve ali... mas só então eu te senti e melhorei.
O sorriso aos poucos foi ficando nos meus lábios, cada vez que eu te tinha do meu lado. Hoje eu sei que não importa o tamanho da tragédia, se você tem um amigo. E amigo não é só aquele que mora na outra casa, que você conheceu no trabalho, na escola. Amigo também é aquele que você tanto ama, seu namorado
ou namorada, sua mãe, seu pai, avô...
amigo, pra mim, é você!

Postar no Facebook
Para o Carnaval

Todo ano é a mesma coisa: você chega, fica aqui três dias e aí vai embora. Volta um ano depois, todo animadinho, querendo me levar para a gandaia. Olha, honestamente, cansei.

Seus amigos, bando de mascarados, defendem você. Dizem que sempre foi assim, festeiro, brincalhão, mas que no fundo é supertradicional, de raízes cristãs, e só quer tornar as pessoas mais felizes.

Para mim? Carnaval, desengano... Você recorre à sua origem popular e incentiva essas fantasias nas pessoas, de que você é o máximo, é pura alegria, mas não passa de entrudo mal-intencionado, um folguedo, que nunca viu um dia de trabalho na vida.

Acha-se a coisa mais linda do mundo e é cafonice pura. Vive desfilando pelas ruas, junto com os bêbados, relembrando o passado. Chega a ser triste.

Carnaval, você tem um chefe gordo e bobalhão que se acha um rei, mas não manda em nada. Nunca teve um relacionamento duradouro. Basta chegar perto de você e temos que aguentar aquelas fotos de mulheres nuas, que são o seu grande orgulho. Você não tem vergonha, não?

Sei que as pessoas adoram você, Carnaval, mas eu estou cansada dos seus excessos e dessa sua existência improdutiva. Seja menos repetitivo, proponha algo novo. Desde que o conheço, você gosta das mesmas músicas. Gosta de baile. Desculpa, mas estou pulando fora.

Será que essa sua alegria toda não é para esconder alguma profunda tristeza? Será que você canta para não chorar? Tentei, várias vezes, abordar essas questões, e você sempre mudou de assunto. Ora, chega dessa loucura. Reconheça que você se esconde atrás de uma dupla personalidade.

Cada vez mais e mais pessoas ficam incomodadas com essa sua falsa euforia, fique sabendo. Conheço várias que fogem, querendo distância das suas brincadeiras. Você oprime todo mundo com esse seu deslumbramento excessivo diante das coisas, sabia?

Por exemplo, essa sua mania de camarote. Onde os vips podem suar sem que isso pareça nojento. Onde se pode falar torto sem que seja errado. Todos vestidos de uniforme, senão não entram. Todos doidos para passar a mão na bunda um do outro. Essa é a sua ideia de curtir a vida?

Menos purpurina, Carnaval. Menos bundas, menos dentes para fora. A vida é linda, mas a “lindeza do lindo mais lindo que há no lindíssimo” é um saco. Um pouco de calma e autocrítica nunca fez mal a ninguém. Tudo muda no mundo – por que você insiste em continuar o mesmo?

A harmonia vem da evolução, não das alegorias. Chegou a hora de rodar a baiana para não atravessar na avenida.

Como será amanhã? Responda quem puder. Beijos,

(Fernanda Young)
(Revista Cláudia)

Postar no Facebook
Boa noite, amor!

Noite ainda, quando ela me pedia
Entre dois beijos que me fosse embora,
Eu, com os olhos em lágrimas, dizia:

"Espera ao menos que desponte a aurora!
Tua alcova é cheirosa como um ninho...
E olha que escuridão há lá por fora!

Como queres que eu vá, triste e sozinho,
Casando a treva e o frio de meu peito
Ao frio e à treva que há pelo caminho?!

Ouves? É o vento! É um temporal desfeito!
Não me arrojes à chuva e à tempestade!
Não me exiles do vale do teu leito!

Morrerei de aflição e de saudade...
Espera! até que o dia resplandeça,
Aquece-me com a tua mocidade!

Sobre o teu colo deixa-me a cabeça
Repousar, como há pouco repousava...
Espera um pouco! deixa que amanheça!"

E ela abria-me os braços. E eu ficava.

(Olavo Bilac - Tercetos)

Postar no Facebook
A Oração de Maria

Deus. Ó Deus infante. O mais precioso filho do céu. Concebido pela união da graça divina com a nossa desgraça. Durma bem.

Durma bem. Banhado pela fresca da noite cravejada de diamantes. Durma bem, pois o fogo da ira ferve bem perto. Goze do silêncio do berço, pois o ruído do tumulto se faz sentir em seu futuro. Saboreie a doce segurança de meus braços, pois chegará breve o dia em que não poderei protegê-lo.

Descansem bem, mãos pequeninas. Pois apesar de pertencerem a um rei, vocês não tocarão o cetim, não possuirão ouro. Não pegarão numa pena, não guiarão um pincel. Não, suas mãos pequeninas foram reservadas para obras mais preciosas:
tocar a chaga viva de um leproso
enxugar a lágrima triste de uma viúva,
agarrar-se ao chão do Getsêmani.

Suas mãos, tão minúsculas, tão ternas, tão brancas — fechadas hoje em forma de punho infantil. Elas não foram destinadas a empunhar um cetro nem abanar do balcão de um palácio, mas reservadas para o cravo romano que irá pregá-las numa cruz romana.

Durmam bem, olhos pequeninos. Durmam enquanto podem. Pois logo virá a claridade e você vai ver a confusão que fizemos do seu mundo.

Verá nossa nudez, pois não podemos ocultar-nos.
Verá nosso egoísmo, pois não podemos dar.
Verá nossa dor, pois não podemos curar.
Ó olhos que verão o abismo escuro e seu terrível príncipe... durmam, por favor, durmam; durmam enquanto podem.

Fique quieta, boquinha pequenina. Fique quieta boca pela qual falará a eternidade.

Língua minúscula que em breve chamará os mortos,
que irá definir a graça,
que silenciará nossa insensatez.
Lábios de botão — sobre os quais paira um beijo de estrelas concedendo perdão para os que crerem em você, e de morte para os que o negarem — fiquem quietos.

Pezinhos pequeninos que cabem na palma de minha mão, descansem. Pois passos difíceis estão à sua frente.

Sentem o cheiro do pó das estradas que terão de palmilhar?

Sentem a água fria e salgada sobre as quais andarão? Recuam ao sentir o prego que terão de suportar? Temem a descida íngreme pela escada em espiral até o domínio de Satanás?

Descansem, pezinhos pequeninos. Descansem hoje para que amanhã possam andar com poder. Descansem. Pois milhares irão seguir os seus passos.

Pequeno coração... coração santo... bombeando o sangue da vida através do universo: quantas vezes iremos quebrantá-lo?

Você será dilacerado pelos espinhos de nossas acusações.
Você será devastado pelo câncer do nosso pecado.
Você será esmagado pelo peso de sua própria tristeza.
E será traspassado pela lança da nossa rejeição.
Todavia nesse ato de traspassar, nesse último rompimento de músculo e membrana, nessa precipitação final de sangue e água, Ele irá encontrar descanso. Suas mãos serão libertadas, Seus olhos verão a justiça, Seus lábios sorrirão, e Seus pés o levarão para casa.

E ali descansará de novo — desta vez nos braços do Pai.

(Max Lucado)

Postar no Facebook
Uma Só Vez Na Vida

Só uma vez em sua vida, eu realmente acredito, você encontra alguém que pode virar seu mundo de cabeça pra baixo. Você diz a essa pessoa coisas que nunca compartilhou com outra alma, ela absorve tudo que você diz e quer até ouvir mais. Você divide suas esperanças para o futuro, sonhos que jamais se realizarão, objetivos que nunca foram alcançados e as tantas decepções que a vida te deu. Quando algo maravilhoso acontece, você mal pode esperar para contar a essa pessoa, sabendo que ela vai dividir essa empolgação com você. Essa pessoa não tem vergonha de chorar com você quando você está triste ou rir com você quando você age como um bobo. Ela nunca fere seus sentimentos ou faz você se sentir como se não fosse bom o bastante, mas sim te torna mais forte e te mostra as coisas em você que te fazem especial e belo. Com ela, não existe pressão, ciúmes ou competição, somente paz e tranquilidade quando ela está por perto. Você pode ser você mesmo e não se preocupar com o que ela pensará de você porque ela te ama pelo que você é. As coisas que parecem insignificantes para a maioria das pessoas, como uma nota, uma canção ou uma caminhada se tornam tesouros inestimáveis guardados em segurança em seu coração para serem acalentados para sempre. Memórias de sua infância retornam e são tão claras e vívidas, como se você voltasse a ser jovem de novo. As cores parecem mais vivas e mais brilhantes. Sorrir se torna parte da vida diária onde antes era raro ou até mesmo não existia. Uma ou duas ligações durante o dia te ajudam a enfrentar a longa jornada de trabalho e sempre trazem um sorriso à sua face. Na presença dessa pessoa, não há necessidade de uma conversa contínua, mas você se descobre muito feliz por apenas tê-la ali por perto. Coisas que nunca te interessaram antes tornam-se fascinantes, pois você sabe que elas são importantes para esta pessoa que é especial para você. Você pensa nesta pessoa em todas as ocasiões e em em tudo o que você faz. Coisas simples as trazem à mente, como um céu azul-claro, uma brisa ou até uma nuvem de tempestade no horizonte. Você abre o seu coração sabendo que há uma chance de ele ser partido um dia e, ao abrir o seu coração, você vivencia um amor e alegria que jamais sonhou serem possíveis. Você descobre que ser vulnerável é a única maneira de permitir o seu coração a sentir o verdadeiro prazer que é tão real, que te assusta. Você encontra forças em saber que tem um verdadeiro amigo e possivelmente uma alma gêmea que permanecerá leal até o fim. A vida parece completamente diferente, empolgante e passa a valer a pena. Sua única esperança e segurança está em saber que essa pessoa é uma parte da sua vida.

(Bob Marley)
(Frases Famosas)

Postar no Facebook
A Importância da Família na Sociedade

É grande a importância da família para a construção de uma sociedade estruturada, saudável e equilibrada.
A família continua sendo sem dúvida a base. Se a base for desestruturada, automaticamente estaremos construindo uma sociedade doente e desequilibrada.

A influência exercida pela família determina o estilo de uma sociedade. Infelizmente podemos observar uma sociedade com visões distorcidas, e a consequência disto é uma geração que não conhece o que é o amor, que não acredita nas pessoas, que não respeita o ser humano, uma sociedade desonesta, egoísta, individualista, que passa em cima de tudo e de todos para alcançar seus objetivos, mesmo que tenha que matar, roubar, mentir, extorquir.

Vivemos em uma sociedade que se intitula livre, jovens que dizem estar desfrutando de uma liberdade conquistada. Falam-se muito em direitos, mas esquecem dos deveres. Quanta falsidade. Com muita tristeza, observamos nossos jovens presos em suas emoções, em busca de preencher seus vazios interiores enveredam pelas drogas, vícios, prostituições, violências, roubos, assassinatos. Existe um grito abafado de socorro em suas gargantas, que não estamos sabendo discernir, e deturpados seus pedidos e não conseguimos entendê-los. Culpamos o sistema, o governo, os outros, mas esquecemos de olhar para a nossa grande responsabilidade neste processo.

Pais que dão tudo em termos materiais, mas não sabem dar a si mesmo. Não se dialogam, não tem tempo de qualidade uns para com os outros. Falam-se muito de crianças abandonadas nas ruas, mas esquecem que as crianças estão sendo abandonadas dentro dos lares, entregues as babás eletrônicas que tem sido responsáveis pela educação dos filhos, estamos transferindo nossas responsabilidades de educarmos para a TV, internet, jogos eletrônicos, transferimos nossa responsabilidade de transmitirmos valores morais, éticos, sociais para a escola, para os professores. E depois não compreendemos o motivo que tem levado nossos jovens para o submundo dos vícios. Enchemos nossos filhos com atividades, para que eles não tenham tempo de perceber nossa falta. Depois não entendemos o motivo que eles se tornam indiferentes a nossa companhia quando estão na fase de adolescência ou adultas. Pessoas egoístas reproduzirão filhos egoístas, individualistas. Casais que desaparecem em função dos filhos, casa onde os filhos não tem limites, fazem o que querem, mandam e desmandam.

É realmente caótica a situação que estamos vivendo, nos causa um certo temor, mas não podemos entregar os pontos, precisamos tomarmos posições, e cada um fazer a sua parte, para juntos construirmos um mundo melhor. Depende de mim e de você construirmos um futuro melhor. O melhor instrumento começa com o seu exemplo.

Pois o tipo de treinamento que os nossos filhos obtiverem no lar, há de determinar o tipo de pessoas que eles serão no seio da comunidade, determinando o caráter deles. É no lar que se aprende o respeito pelo próximo, bons hábitos, amor, lealdade, honestidade. Se isto não existe dentro de sua casa, automaticamente não haverá na sociedade onde vivem.
O lar molda o caráter, pode dar o senso de segurança ou não, onde ajudará a criança desenvolver a sua personalidade.

Famílias que sabem o valor da fidelidade primeiro com Deus e depois com o seu próximo. Sabem o valor do respeito ao ser humano.

Cada um fazendo a sua parte como investimentos na construção de famílias equilibradas, lares felizes, casais realizados.

Temos uma grande responsabilidade, e uma grande missão a cumprir aqui na terra. Precisamos não somente pregar o evangelho, mais do que isto, precisamos viver o evangelho. Evangelho que não traz transformação e mudanças de atitudes é uma mentira, uma hipocrisia.

Família é um projeto de Deus. Ele foi o seu criador. E nós temos a obrigação de cooperar com Ele na sua preservação.

(Pr. Salmo Diomar e Prª Cássia Vilela )
(Catedral da Família)

Postar no Facebook
Você...

Você é o sol que ilumina todo dia;
Você é a beleza de Deus estampada em cada sorriso meu e seu;
Você é a música mais linda feita com amor e cantada com todo carinho;
Você é a brisa leve que passa e deixa rastros;
Você é o amor divino, amor de amigo, amor de pessoa, amor de viver, amor de amar;
Você é sensível, você é compaixão, delicadeza, você é você;
Você é diferente, você é igual a mim, você é meu sonho;
Você é choro,é alegria, é ânimo, é sopro de vida;
Você é medo, é incerteza, insegurança, mas você é REAL;
Você é cada onda que se quebra no mar, mas você está lá numa concha, você é uma pérola;
Você é o exemplo, a superação, determinação;
Você, aiai! Você é meu suspiro, minha inspiração;
Você é minha respiração acelerada, você tira meu fôlego, você abastece meu coração;
Você é o céu, você é a chuva, você é vida;
Você é livre, independente, mas você não é sozinho;
Você é pensamento, é meu sono é meu amanhecer;
Você é minha serenata, você é a canção perfeita;
Você é cedo, é tarde, é a noite, você está no meu dia;
Você é a melhor companhia, é a melhor falta, é a melhor saudade;
Você pode ser a melhor mágoa, a melhor tristeza, mas você é a melhor verdade a melhor espera a melhor coisa que arrisquei;
Você é o melhor presente, melhor dádiva, você pode ser a melhor perda mas não tem problema, você vai ser feliz;
Você é fase, você é instante é presente é futuro você é eterno;
Você é o sorriso de criança, é a revolta do adolescente, você é a maturidade do adulto e a sabedoria do mais velho;
Você, é todo cuidado que alguém pode ter, de você irei cuidar;
Você é a pureza, é o especial, é intenso, você é cristalino como a água;
Você para mim é o arroz e eu sou o feijão e a vida é o café com o leite;
Você é um sentimento, é a frequência cardíaca, é a pulsação, você é o coração gigantesco;
Você é o Oi, é o tchau, é o adeus, mas você é VOCÊ!!!
Você é a cama quentinha, o leite na caneca, o edredom mais gostoso;
Você é o casulo, é a lagarta, a borboleta;
Você é adorável, você é carinhoso, você é importante, você é AMOR;
Você, Você, você........

(Aline Savieto)
(Pensador)

Postar no Facebook
Soneto 18

Se te comparo a um dia de verão
És por certo mais belo e mais ameno
O vento espalha as folhas pelo chão
E o tempo do verão é bem pequeno.

Ás vezes brilha o Sol em demasia
Outras vezes desmaia com frieza;
O que é belo declina num só dia,
Na terna mutação da natureza.

Mas em ti o verão será eterno,
E a beleza que tens não perderás;
Nem chegarás da morte ao triste inverno:

Nestas linhas com o tempo crescerás.
E enquanto nesta terra houver um ser,
Meus versos vivos te farão viver.

(William Shakespeare)

Postar no Facebook
Mensagem de Pêsames

E no meio dessa confusão alguém partiu sem se despedir; foi triste. Se houvesse uma despedida talvez fosse mais triste, talvez tenha sido melhor assim, uma separação como às vezes acontece em um baile de carnaval — uma pessoa se perde da outra, procura-a por um instante e depois adere a qualquer cordão. É melhor pensar que a última vez que se encontraram se curtiram muito — depois apenas aconteceu que não se encontraram mais. Eles não se despediram, a vida é que os despediu, cada um para seu lado — sem glória nem humilhação.
Creio que será permitido guardar uma leve tristeza, e também uma lembrança boa; que não será proibido confessar que às vezes se tem saudades; nem será odioso dizer que a separação ao mesmo tempo nos traz um inexplicável sentimento de alívio, e de sossego; e um indefinível remorso; e um recôndito despeito.
E que houve momentos perfeitos que passaram, mas não se perderam, porque ficaram em nossa vida; que a lembrança deles nos faz sentir maior a nossa solidão; mas que essa solidão ficou menos infeliz: que importa que uma estrela já esteja morta se ela ainda brilha no fundo de nossa noite e de nosso confuso sonho?
Talvez não mereçamos imaginar que haverá outros verões; se eles vierem, nós os receberemos obedientes como as cigarras e as paineiras — com flores e cantos. O inverno — te lembras — nos maltratou; não havia flores, não havia mar, e fomos sacudidos de um lado para outro como dois bonecos na mão de um titeriteiro inábil.
Ah, talvez valesse a pena dizer que houve um telefonema que não pôde haver; entretanto, é possível que não adiantasse nada. Para que explicações? Esqueçamos as pequenas coisas mortificantes; o silêncio torna tudo menos penoso; lembremos apenas as coisas douradas e digamos apenas a pequena palavra: adeus.
A pequena palavra que se alonga como um canto de cigarra perdido numa tarde de domingo.

(Rubem Braga - trecho do livro "A Traição das Elegantes")

Postar no Facebook
Só Sei Que Ainda Te Amo!

Querida,

Quem tem um amor distante, que gosto pode ter na vida? Digo a você que sou o mesmo, aquele que te ama cada vez mais. Espero que ao ler esta carta sinta como se ouvisse a minha voz dizendo baixinho, ao seu ouvido, palavras que gostaria de ouvir.
Digo que é a garota mais linda do mundo, mais querida, mais amada e desejada. É difícil traduzir em palavras todo o amor que sinto por você. Quando estou pensando em ti, enxergo com os olhos da mente, vejo toda a sua cativante figura e sinto que o nosso distanciamento não tem sentido.
Quando estou longe de você, parece que o tempo não passa, os dias são muito longos, as noites muito tristes. Sinto que a sua ausência é meu maior mal. Não queira saber a angústia que sinto agora. Eu não aguento mais essa dor.
O amor é mesmo assim, um grande prazer que nos deixa embriagado. É difícil suportar a distância. Estamos separados por uma discussão sem sentido, uma briguinha rotineira de namorados, que afinal nos afastou. E com isso eu não me conformo.
Meu sonho é estar novamente junto a você, te abraçando e beijando, com o mesmo ardor de sempre.

Um beijo!

Postar no Facebook
Marchar em Frente

A vida é uma série de experiências, e cada uma nos torna maior, embora seja difícil de perceber isso. A explicação é que o mundo foi construído para desenvolver o caráter, por isso temos que aprender que os contratempos e tristezas que enfrentamos nos ajudam a marchar em frente.

(Henry Ford)

Postar no Facebook
Fiz Uma Canção

Fiz uma canção para mim e este coração
Mergulhei em mares de tristeza profunda
Perdi a minha noção
Silenciei medos constantes e inconscientes estão.

Gerei inimigos, caí em imersos abismos
Fiz grandes amigos
porque aonde vou os levo sem nenhum rancor
Senti várias emoções e perdidas na escuridão estarão...

(Ursula Neves)

Postar no Facebook
O Pássaro Mavioso

Era uma vez um rei muito rico e poderoso que tinha um filho muito acanhado. O rapaz ficava envergonhado por qualquer motivo e, por isso, todo mundo o julgava um grande tolo. Resolveu, então, seu pai mandá-lo visitar outros países, na esperança de torná-lo mais desembaraçado. Deu-lhe bastante dinheiro e ordenou que fizesse uma longa viagem.

Depois de percorrer vários países, o príncipe chegou a uma cidade, onde se realizava o leilão de um pássaro. Havia muita gente interessada em comprá-lo e, por isso, as quantias oferecidas já eram muito grandes. O rapaz ficou curioso para saber o motivo pelo qual todo mundo desejava adquirir o pássaro. Foi, então, informado de que o mesmo tinha um canto tão belo e mavioso que fazia dormir a todos que o ouvissem. O príncipe ofereceu uma grande quantia e conseguiu comprar o maravilhoso pássaro.

Continuou sua viagem e, mais adiante, encontrou outra cidade, onde estava sendo vendido, também em leilão, um pequeno besouro. Ficou admirado ao verificar que muita gente queria adquirir o animalzinho. Soube que o besouro era mágico e capaz de fazer tudo o que lhe fosse ordenado, sem ser visto. Podia até arrombar uma porta. Como tivesse ainda muito dinheiro, não foi difícil ao príncipe comprar o besouro.

Prosseguiu o rapaz na sua viagem e, pouco tempo depois, qual não foi sua surpresa ao deparar, em outra cidade, com o leilão de um rato. Havia uma multidão querendo adquirir o animal. O príncipe foi informado de que esse rato era capaz de fazer tudo o que lhe fosse ordenado. Tinha dentes mágicos, de modo que podia roer um castelo inteiro em poucas horas. Diante disso, o rapaz comprou o rato e continuou sua jornada.

Depois de visitar muitos países, chegou o príncipe a uma cidade onde presenciou um estranho espetáculo. Diante de um palácio, em cuja porta se achava uma linda moça, uma enorme multidão fazia toda sorte de caretas. Procurou saber a razão daquela cena esquisita, e foi informado de que a moça era a filha única do rei daquele país. A princesa, desde que nascera, jamais havia sorrido. Por isso, seu pai oferecera sua mão em casamento àquele que a fizesse dar, pelo menos, um sorriso. Eis porque toda aquela gente estava diante do palácio fazendo caretas, na esperança de provocar riso na princesa.

Ouvindo isso, o rapaz, sem se importar com a multidão, aproximou-se do palácio, desceu do cavalo e dependurou a gaiola numa árvore que ali havia. Depois, sentou-se calmamente para descansar e ordenou: — Mestre rato, vá buscar água para o cavalo e mestre besouro vá buscar capim. Os dois bichinhos saíram logo para cumprir as ordens do seu dono. Quando a princesa viu o rato carregando água e o besouro trazendo capim, achou tanta graça que soltou uma gostosa gargalhada. Os que estavam diante do palácio ficaram muito alegres, cada qual pensando ter sido o autor do riso da princesa. O rei, cheio de satisfação, perguntou à filha quem lhe havia feito soltar aquela gargalhada. A princesa apontou com o dedo o rapaz que descansava à sombra da árvore. Imediatamente, o rei mandou chamar o moço à sua presença e comunicou-lhe que devia casar com a princesa.

O rapaz, que era muito acanhado e que não esperava pelo acontecimento, quase desmaiou de susto. Mas, como palavra de rei não volta atrás, teve de se casar com a princesa. Na noite do casamento, mostrou-se, porém, tão embaraçado que a princesa julgou que ele não gostasse dela. No dia seguinte, disse ao pai que se havia enganado, pois havia sido outro o autor da sua gargalhada. O casamento foi então anulado, realizando-se o enlace da princesa com o filho do rei de um país vizinho.

O rapaz ficou muito triste, mas resolveu lutar para reaver a princesa. Ao cair da noite, foi para debaixo da árvore e, na hora de os noivos se recolherem aos seus aposentos, ordenou ao pássaro: — Canta, mavioso! O pássaro começou a cantar e todo mundo, princesa, noivo, rei, guardas do palácio, convidados, caíram em sono profundo.

O jovem príncipe disse então: — Agora, besouro, vá ao quarto dos noivos e desarrume tudo o que lá encontrar. O besouro cumpriu a ordem e os aposentos dos noivos ficaram como se tivessem sofrido um terremoto. Os móveis foram quebrados, as roupas rasgadas, o teto e o assoalho do quarto despedaçados. Quando a princesa acordou e viu a desordem, ficou desesperada. O rei ficou muito aborrecido com o caso e prometeu à filha mandar pôr tudo nos seus lugares.

Na noite seguinte, o pássaro cantou novamente e todos adormeceram. O rato foi então enviado para desarrumar o quarto dos noivos. Se o besouro fez bem, o rato ainda fez melhor. Um furacão não teria feito maior estrago nos aposentos da princesa. Quando esta acordou, não teve mais dúvidas. Admirou o poder do seu primeiro noivo e viu que estava apaixonada por ele. Mandou o segundo noivo embora e contou tudo ao pai. O rapaz foi então chamado às pressas e realizou-se, novamente, o seu casamento com a princesa. Daí por diante, ele perdeu o acanhamento e viveu feliz e contente ao lado da sua bela esposa.

(Theobaldo Miranda Santos)

Postar no Facebook