Mensagens de Outono

O outono nos ensina que há momentos em que temos de saber deixar ir. Não vale a pena forçar ou nos agarrarmos demasiado ao passado porque a vida também é feita de transições e recomeços. Temos de os saber aceitar e acreditar que essas mudanças serão essenciais para nossa felicidade.

Que o outono nos traga harmonia. Que os sonhos se multipliquem na nossa vida como as folhas que se espalham pelo chão.

Sinto serenidade. O clima esfriou, mas meu coração permanece quente. As folhas douradas vão cair, mas eu seguro meus sonhos. Chegou uma nova estação, mas mantenho a fé e a positividade de sempre.

Espero que os bons momentos se multipliquem, que as mudanças aconteçam para levar o que não me acrescenta nada e para trazer o que preciso para continuar meu caminho.

Que sejam dias repletos de amor e muita paz. Bem-vindo, outono!

Que ao cair das folhas se ergam sorrisos de plena felicidade. Bem-vindo outono!

Marrom, vermelho e alaranjado,
Há folhas espalhadas por toda parte;
Outono é mágico, outono é arte,
É a estação que aconchega a alma;
A brisa que passa e não volta,
Leva sonhos não concretizados,
Meu coração está despido como as árvores,
Esperando que eles renasçam;
Outono é época de transição,
De deixar o tempo simplesmente passar,
E eu recebo sua luz discreta, abençoada,
Como se a vida fosse recomeçar.

O outono chegou e fez meu coração bater mais forte. É a estação que amo porque me lembra as transições da vida e as mudanças que são necessárias para sermos pessoas melhores.

Outono é a estação do equilíbrio e da introspeção, a fase em que os sonhos ganham asas. Os dias ficam mais pequenos, mas cresce a fé e a esperança. No outono tudo me faz feliz.

Março chegou e as folhas começam a cair para anunciar o outono.

Esse é um tempo único. Momento de voltar à rotina, acalmar o peito depois de toda loucura de fevereiro.

O outono vem para nos lembrar da importância de renascer. Uma boa hora para colocar a cabeça no lugar e pensar nos objetivos para o ano.

Absorva toda a energia dessa estação do ano e canalize-a para o futuro. Bons pensamentos e empenho são as chaves do sucesso.

Seja bem-vindo, março. Espero que esse mês traga bons frutos a todos!

Eu sei que o verão acabou e o outono está chegando, mas não desanime. Como o outono, esse é um tempo de calmaria.

Hora de colocar a cabeça no lugar, cuidar da saúde depois dos exageros do carnaval.

Portanto, tenha calma. Use esse tempo para desintoxicar o corpo e a mente, respirar fundo e aproveitar o início de ano. Que março traga tranquilidade e sossego.

Acabou o verão e começou o outono. Chegou a etapa mais tranquila e leve de todo ano. Adoro o mês de março e a natureza serena da estação das folhas caídas. Bem-vindo, outono! Bem-vindo, março!

Tragam alegria e muita festa a todos os lares e a todas as pessoas, animais e coisas. Estou imensamente feliz por entrar nesta etapa do ano tão fascinante e repleta de beleza. Esperam-se mudanças, ventos novos e surpresas deslumbrantes.

Que todos os momentos sejam mágicos e que os instantes mais especiais permaneçam no tempo. Vamos viver este mês e o começo do outono com paz no coração, equilíbrio no pensamento e alegria no dia a dia. Adoro você, mês de março!

O sopro do vento esfria as noites,
mas as tardes continuam mornas,
e o mar espraia-se preguiçoso
nas pedras estendidas da praia.

Paisagem que reflete a vida,
encurta os dias, amplia as noites
e a vida como uma leve pluma,
com a brisa segue meio perdida.

Amarelecidas agora rolam as folhas
no chão de uma paisagem outonal,
as árvores nuas, sem mais flores,
são serenas sombras no madrigal.

Como uma réstia de sol no mar,
faz-se da vida um entardecer,
Folhas e flores vão descansar,
os sonhos serão um rio a correr.

(Sônia Schmorantz)
(Pensador)

Bem-vindo, Abril! Espero que neste seu primeiro dia todo mundo se deixe contagiar por momentos de alegria e divertimento através de mentiras inofensivas e bem hilariantes.

E que em todos os outros dias só exista lugar para o amor e a paz, a harmonia e a tranquilidade entre todos. Desejo que nada de errado aconteça e que todos os sonhos se realizem na serenidade do tempo.

Este é o mês perfeito para encontrar a felicidade e jamais a largar. Não sei, o mês de Abril é fascinante e tem alguma coisa de misterioso que sempre nos leva a sorrir. Bom Abril para todos!

Seja bem-vindo, abril.

Este mês de paz e tranquilidade chegou. Agora é hora de relaxar e aproveitar cada segundo. Encontre seu equilíbrio enquanto as folhas do outono caem ao chão.

Coloque sua cabeça no lugar depois de toda a loucura do verão. Este é um momento de deixar a calmaria tomar conta, para poder absorver todas as boas energias do mês de abril.

Sorria muito, aproveite os dias, desfrute das boas companhias e esteja em paz com você.

Tenho certeza que abril será um mês repleto de alegrias e boas novidades!

Querido mês de Abril, eu gosto de você de um jeito que não consigo explicar. É como se sentisse no ar toda sua energia positiva e contagiante. Não sei por que gosto tanto do que você me oferece, mas de outro jeito meu ano não seria igualmente feliz.

Você me traz inspiração. Parece que com sua chegada minha força e determinação se transformam em uma coisa maior e tornam qualquer impossível em algo facilmente alcançável. Se pudesse eu escolheria o mês de Abril para substituir todos os outros meses do ano.

Só desejo que este dia 1 seja muito engraçado, divertido e com muita risada. E que os outros dias sejam incríveis e memoráveis para todo mundo. Vamos fazer deste mês uma experiência bela e mágica em todos os sentidos. Bem- vindo, Abril!

Abril está aqui!

Que neste mês possamos encontrar a nossa paz e equilíbrio. A cada início de mês temos a oportunidade de um novo começo.

Vamos aproveitar a vida, abraçar mais, compartilhar sorrisos.

O momento de ser feliz é agora, então deixe o rancor de lado, perdoe quem precisa ser perdoado e ame quem merece ser amado.

Abril chegou para dizer que todo mundo merece a felicidade!

Primavera é quando, num pedacinho da Terra, as flores se abrem, o sol fica mais forte e a vida fica mais alegre. Quando, num canto da Terra se faz primavera, nos outros cantos se faz verão, inverno e outono.

Das quatro estações, a primavera é a mais bonita, porque colore a terra, perfuma o ar e contagia os corações sensíveis com sua alegria. A primavera é uma boa época para renovar o espírito, assim como as flores se renovam. E de colher os frutos e semear a terra. Semear a terra sempre, pois isso significa mantê-la sempre fértil. E de terra fértil, sempre brota a vida.

Bom seria se a primavera acontecesse o tempo todo, em todos os corações humanos, florescendo, enfim, na forma de atos, palavras e pensamentos, sempre positivos. Se cada ser vivente fosse como uma flor, bela, pura e cheirosa, toda a Terra viveria uma eterna primavera.

Depende de cada um fazer do próprio coração a terra, semeá-lo e cuidá-lo para cultivar o espírito da primavera, todo o tempo, em qualquer estação.

Existem pessoas em nossas vidas que nos deixam felizes pelo simples fato de terem cruzado o nosso caminho. Algumas o percorrem ao nosso lado, vendo muitas luas passarem, mas outras apenas vemos entre um passo e outro. A todas elas chamamos de amigo.

Há muitos tipos de amigos. Talvez cada folha de uma árvore caracterize um deles. O primeiro que nasce do broto é o amigo pai e o amigo mãe. Mostram o que é ter vida. Depois vem o amigo irmão, com quem dividimos o nosso espaço para que ele floresça como nós.

Passamos a conhecer toda a família de folhas, a qual respeitamos e desejamos o bem. Mas o destino nos apresenta outros amigos, os quais não sabíamos que iam cruzar o nosso caminho. Muitos desses denominados amigos do peito, do coração. São sinceros, são verdadeiros. Sabem quando não estamos bem, sabem o que nos faz feliz...

Às vezes, um desses amigos do peito estala o nosso coração e então é chamado de amigo namorado. Esse dá brilho aos nossos olhos, música aos nossos lábios, pulos aos nossos pés.

Mas também há aqueles amigos por um tempo, talvez umas férias ou mesmo um dia ou uma hora. Esses costumam colocar muitos sorrisos na nossa face, durante o tempo que estamos por perto.

Falando em perto, não podemos esquecer dos amigos distantes. Aqueles que ficam nas pontas dos galhos, mas que, quando o vento sopra, sempre aparecem novamente entre uma folha e outra.

O tempo passa, o verão se vai, o outono se aproxima, e perdemos algumas de nossas folhas. Algumas nascem num outro verão e outras permanecem por muitas estações. Mas o que nos deixa mais felizes é que as que caíram continuam por perto, continuam alimentando a nossa raiz com alegria. Lembranças de momentos maravilhosos enquanto cruzavam com o nosso caminho.

Desejo a você, folha da minha árvore, Paz, Amor, Saúde, Sucesso, Prosperidade... Hoje e Sempre... simplesmente porque: Cada pessoa que passa em nossa vida é única. Sempre deixa um pouco de si e leva um pouco de nós. Há os que levaram muito, mas não há os que não deixaram nada. Esta é a maior responsabilidade de nossa vida e a prova evidente de que duas almas não se encontram por acaso.

As lágrimas que caem dos meus olhos
são como folhas despencando
de uma árvore no outono.
Perceptíveis para quem está próximo,
mas insignificantes para o mundo.

Para mim, abril é o melhor mês do ano e ele começa agora!

As cores, o clima a calmaria de abril são coisas que me completam imensamente. A brisa que esfria o verão vem para anunciar o outono e só me resta agradecer por tudo que me trouxe até aqui.

Por isso, vamos viver cada dia com um sorriso enorme no rosto. Espero aproveitar todas as delícias de um mês maravilhoso e lembrar sempre da dádiva que é estar vivo e poder desfrutar cada momento.

Seja bem-vindo, abril, que você seja doce e gentil.

Ainda pior que a convicção do não, a incerteza do talvez é a desilusão de um "quase". É o quase que incomoda, que entristece, que mata, trazendo tudo que poderia ter sido e não foi. Quem quase ganhou ainda joga, quem quase passou ainda estuda, quem quase morreu está vivo, quem quase amou, não amou.

Basta pensar nas oportunidades que escaparam pelos dedos, nas chances que se perdem por medo, nas ideias que nunca sairão do papel por essa maldita mania de viver no outono do quase.

Pergunto então, às vezes, o que nos leva a escolher uma vida morna; ou melhor, não pergunto, contesto. A resposta sei de cor, está estampada na distância e frieza dos sorrisos, na frouxidão dos abraços, na indiferença dos "Bom dia", quase que sussurrados.

Sobra covardia e falta coragem até para ser feliz. A paixão queima, o amor enlouquece, o desejo trai. Talvez esses fossem bons motivos para decidir entre a alegria e a dor, sentir o nada, mas não são.

Se a virtude estivesse mesmo no meio termo, o mar não teria ondas, os dias seriam nublados e o arco-íris teria somente tons de cinza. O nada não ilumina, não inspira, não aflige nem acalma, apenas amplia o vazio que cada um traz dentro de si.

Não é que fé mova montanhas, nem que todas as estrelas estejam ao alcance, para as coisas que não podem ser mudadas resta-nos somente paciência, porém, preferir a derrota prévia à dúvida da vitória é desperdiçar a oportunidade de merecer.

Para os erros, há perdão; para os fracassos, chance; para os amores impossíveis, tempo. De nada adianta cercar um coração vazio ou economizar alma. Um romance cujo fim é instantâneo ou indolor não é romance.

Não deixe que a saudade sufoque, que a rotina acomode, que o medo impeça de tentar. Desconfie do destino e acredite em você. Gaste mais horas realizando que sonhando, fazendo que planejando, vivendo que esperando porque, embora quem quase morre esteja vivo, quem quase vive, já morreu!

Mãe, pai,

Vocês são o meu pilar, o suporte que preciso para crescer de bem com a vida. Meu corpo é ainda muito pequeno – sou bebê, mas sinto que me coraçãozinho está cada vez maior e mais cheio de amor por vocês!

É tão bom perceber que vocês cuidam de mim com tanta dedicação e carinho! Sinto uma segurança que não tem preço, nem explicação. Sei que no frio e no calor, no outono ou na primavera, não importa como nem quando; mas sei que estaremos eternamente ligados.

Quero agradecer aos dois pela vida que tenho.
Serei sempre gratidão, serei sempre amor!

Era uma vez, uma formiguinha e uma cigarra muito amigas.
Durante todo o outono, a formiguinha trabalhou sem parar, armazenando comida para o período de inverno. Não aproveitou nada do sol, da brisa suave do fim da tarde e nem do bate papo com os amigos ao final do trabalho tomando uma cervejinha. Seu nome era "trabalho" e seu sobrenome "sempre".

Enquanto isso, a cigarra só queria saber de cantar nas rodas de amigos e nos bares da cidade; não desperdiçou um minuto sequer, cantou durante todo o outono, dançou, aproveitou o sol, curtiu para valer sem se preocupar com o inverno que estava por vir.

Então, passados alguns dias, começou a esfriar. Era o inverno que estava começando. A formiguinha, exausta de tanto trabalhar, entrou para a sua singela e aconchegante toca repleta de comida.

Mas alguém chamava por seu nome do lado de fora da toca. Quando abriu a porta para ver quem era, ficou surpresa com o que viu: sua amiga cigarra estava dentro de uma Ferrari com um aconchegante casaco de vison.
E a cigarra disse para a formiguinha:
- Olá, amiga, vou passar o inverno em Paris. Será que você poderia cuidar da minha toca?
E a formiguinha respondeu:
- Claro, sem problemas! Mas o que lhe aconteceu ? Como você conseguiu dinheiro para ir a Paris e comprar esta Ferrari ?
E a cigarra respondeu:
- Imagine você que eu estava cantando em um bar na semana passada e um produtor gostou da minha voz. Fechei um contrato de seis meses para fazer shows em Paris... A propósito, a amiga deseja algo de lá?
- Desejo sim. Se você encontrar o La Fontaine (autor da fábula original) por lá, manda ele ir se catar!

Moral da História:
"Aproveite sua vida, saiba dosar trabalho e lazer, pois trabalho em demasia só traz benefício em fábulas do La Fontaine e ao seu patrão."

Era uma vez, uma formiguinha e uma cigarra muito amigas.

Durante todo o outono, a formiguinha trabalhou sem parar, armazenando comida para o período de inverno. Não aproveitou nada do sol, da brisa suave do fim da tarde e nem o bate-papo com os amigos ao final do trabalho tomando uma cervejinha gelada. Seu nome era Trabalho, e seu sobrenome era Sempre.

Enquanto isso, a cigarra só queria saber de cantar nas rodas de amigos e nos bares da cidade; não desperdiçou nem um minuto sequer... Cantou durante todo o outono, dançou, aproveitou o sol, curtiu prá valer sem se preocupar com o inverno que estava por vir.

Então, passados alguns dias, começou a esfriar. Era o inverno que estava começando.

A formiguinha, exausta de tanto trabalhar, entrou para a sua singela e aconchegante toca, repleta de comida.

Mas alguém chamava por seu nome, do lado de fora da toca. Quando abriu a porta para ver quem era, ficou surpresa com o que viu.

Sua amiga cigarra estava dentro de uma Ferrari amarela com um aconchegante casaco de vison. E a cigarra disse para a formiguinha:

- Olá, amiga, vou passar o inverno em Paris. Será que você poderia cuidar da minha toca?

E a formiguinha respondeu:

- Claro, sem problemas! Mas o que aconteceu?

- Como você conseguiu dinheiro para ir à Paris e comprar esta Ferrari?

E a cigarra respondeu:

-Imagine você que eu estava cantando em um bar na semana passada e um produtor gostou da minha voz.

Fechei um contrato de seis meses para fazer show em Paris...

A propósito, a amiga deseja alguma coisa de lá?

Desejo sim, respondeu a formiguinha.

Se você encontrar o La Fontaine (autor da fábula original) por lá, manda-o ir para a &u%@ que $@%#&!

MORAL DA HISTóRIA:

Aproveite sua vida, saiba dosar trabalho e lazer, pois trabalho em demasia só traz benefício em fábulas do La Fontaine e ao seu patrão.

Trabalhe, mas curta a sua vida.

Ela é única! Seja feliz!

"As montanhas da vida não existem apenas para que você chegue no topo, mas para que você aprenda o valor da escalada."

"A vida é como o vento de Outono. Ela se encarrega de levar tudo o que não deve permanecer com você."

"Os melhores momentos na vida são como os arco-íris: aparecem quando você menos espera."

"Por vezes para avançar na vida é preciso voltar atrás para corrigir erros do passado."

"A vida passa voando para aqueles que se recusam a abrir as asas e tirar os pés do chão."

"Há momentos na vida em que você tem que se transformar na tempestade para conquistar a bonança."

"Não deixe que as ondas da vida te arrastem e que as circunstâncias ditem o que você pode ser."

"Feliz é a pessoa que aprendeu que para subir nos degraus da vida não é preciso pisar nos outros."

"Não passe a sua vida esperando por alguém que você sabe que nunca voltará."

"A melhor filosofia de vida é aquela que te ensina a guardar os amigos dentro do coração."

Inicie o mês de abril agradecendo por tudo que conquistou até aqui. Abril chegou para nos trazer a leveza e beleza do outono. Agora inicia-se uma nova caminhada, um novo mês para você viver como quiser.

Por isso, aproveite cada dia, pois cada momento é especial e vale a pena ser vivido. Viva intensamente este mês que começa agora!

Seja bem-vindo, abril!

Aproveite todos os momentos que você tem.
E aproveite-os mais se você tem alguém especial para os compartilhar.
Especial o suficiente para passar seu tempo.
E lembre-se que o tempo não espera ninguém.

Portanto, pare de esperar até que você termine a faculdade;
Até que você volte para a faculdade;
Até que você perca 5 quilos;
Até que você ganhe 5 quilos;
Até que você tenha tido filhos;
Até que seus filhos tenham saído de casa;
Até que você se case; até que você se divorcie;
Até sexta à noite; até segunda de manhã;
Até que você tenha comprado um carro ou uma casa nova;
Até que seu carro ou sua casa tenham sido pagos;
Até o próximo verão, primavera, outono, inverno;
Até que você esteja aposentado;
Até que a sua música toque;
Até que você tenha terminado seu drink;
Até que você esteja sóbrio de novo;
Até que você morra,
E decida que não há hora melhor para ser feliz do que o agora mesmo!
A felicidade é uma viagem, não um destino.
Curta sua semana com muitas coisas boas!
Tenha uma Boa Semana!

Amores vêm e vão, como as chuvas de verão, como as flores de abril, como as folhas do outono, como os ventos do inverno. Mas a amizade sincera, verdadeira, é uma eterna companheira.

Muitos dos momentos mais felizes de nossas vidas são marcados pelas pessoas que estavam presentes, e em boa parte das vezes essas pessoas eram nossos amigos.

Por mais que o tempo passe e nos afaste de algumas pessoas que em uma determinada fase da vida foram nossos melhores amigos, a amizade nunca morre, fica sempre na memória e no coração.

Não há nada melhor na vida do que saber que temos ombros amigos para nos apoiar nos momentos difíceis, e braços amigos para festejar os momentos felizes. A amizade verdadeira é infinita. Felizes são aqueles que têm amigos de verdade!

Feliz Ano Novo, meu amor! Que os próximos doze meses sejam tão maravilhosos como os que passaram. E que nunca falte alegria, paz e amizade à nossa união.

Desejo que no ano que está começando nosso amor seja ainda mais poderoso. Vamos aproveitar juntos as flores da primavera e o castanho do outono, o calor do verão e a ternura do inverno.

Quero ser feliz ao seu lado todos os dias; quero realizar sonhos, compartilhar ideais e vencer desafios com você.

Tenho certeza que nos espera um ano próspero e muito feliz, meu amor. Então que venha e que seja o melhor da nossa vida!

Sorria de um jeito diferente.
Sinta que este dia é só seu.
E é. É seu dia de aniversário.
Parabéns por mais um ano!

Encontre paz e rodeie-se de
alegria, amor, felicidade e
com saúde celebre esta data
que marca doze meses de luta.

Você venceu no verão e o frio
do inverno superou; calcou as
folhas secas do outono e na
primavera renasceu de novo.

E assim, ano após ano, seu
coração vai se formando e se
tornando cada vez mais forte
e belo e doce e inspirador.

Aproveite seu dia! Divirta-se
como se o amanhã não fosse
mais existir. Curta tudo, todos
e sem medo. Feliz aniversário!

Às vezes, uma dor me desespera...
Nestas ânsias e dúvidas em que ando.
Cismo e padeço, neste outono, quando
Calculo o que perdi na primavera.

Versos e amores sufoquei calando,
Sem os gozar numa explosão sincera...
Ah! Mais cem vidas! Com que ardor quisera
Mais viver, mais penar e amar cantando!

Sinto o que desperdicei na juventude;
Choro, neste começo de velhice,
Mártir da hipocrisia ou da virtude,

Os beijos que não tive por tolice,
Por timidez o que sofrer não pude,
E por pudor os versos que não disse!

(Olavo Bilac)

Agora que abril chegou,
faça os sonhos acontecerem.
Sinto no ar a certeza
de que este é o mês ideal
para a felicidade chegar.
Talvez seja a brisa fresca
do outono, ou as cores que
lembram a doçura do chocolate.
Talvez seja tudo isso junto,
mas seja como for, sei que
este é o momento certo para
tudo de bom acontecer!

Se a nossa existência fosse dividida em estações, a juventude seria o verão, a melhor estação da vida!

A adolescência seria a primavera… momento em que afloramos para novas experiências e a nossa curiosidade e sede de viver nos fazem ver tudo mais colorido e encantador. A beleza da adolescência está na ingenuidade e na certeza de acharmos que já sabemos muita coisa, só porque temos curiosidade por descobrir a vida, e desejamos viver novas aventuras, fora do nosso quintal. Mas a verdade, é que ainda estamos a brincar na casa da árvore!

No verão, tudo é diferente! A juventude é a estação quente, o verão tudo promete! Já não somos tão ingênuos, já até quebramos a cara algumas vezes, mas ainda somos destemidos, e a beleza está na imprudência com que encaramos certas coisas complicadas da vida. O verão permite-nos ser levemente irresponsáveis, relaxados, divertidos… Durante o verão, há sempre um lugar ao sol para todos. Ah se a vida fosse um eterno verão!

Depois, vem o outono e a juventude fica para traz. Tornamo-nos adultos, as cores ficam mais sóbrias, e já começamos a pensar em como nos proteger do frio que vem pela frente. E quando chega o inverno, só queremos estar seguros e aquecidos, e fugir de constipações. Ai que saudades dos verões!

Passo os dias olhando para um jardim que não é meu. Olho para a grama, sempre verde, mesmo quando as folhas vermelhas do outono começam a cair. Não importa as cores do jardim, a grama está verde. Na primavera, as flores enchem os olhos de quem passa de alegria, no verão a luz do sol deixa tudo mais claro e resplandecente e, mesmo no inverno, os dias gris não tomam conta de grama. Sempre que me sinto triste, vou até a janela e olho para aquele jardim. Indago-me se naquela casa não há tristeza. Será que não há um único dia em que não se esqueçam de regar a grama?

No jardim que não é meu, e onde a grama é sempre verde, há muitas borboletas. Elas estão sempre por lá. São de todas as cores, e às vezes fundem as suas asas com pétalas azuis das flores. Naquele jardim há também frutos, muitos frutos, verdes e maduros. Às vezes irrito-me porque alguns frutos caem das árvores, apodrecem e nunca são recolhidos. Mas depois, lembro-me dos pássaros bicando-os e vejo as cascas dos frutos desaparecem no solo.

Aquele jardim, tão vivo, não é meu. Naquele jardim há cor, há vida, há idas e vindas. E a grama é sempre verde. O meu jardim é um pequeno e inabitado jardim de inverno. Mas não cultivando a grama verde, nem as flores, nem as borboletas, à distância, assumo ser belo o canto dos pássaros.