A Mágica de Ser Tia

Ser tia é a melhor coisa que alguma dia me aconteceu. Sou uma pessoa imensamente feliz e realizada por compartilhar momentos mágicos com quem é como filho para mim. Ser tia é bom demais!

Podemos abraçar, cuidar e até educar. Oferecemos conselhos e guiamos nossos sobrinhos pelos melhores caminhos. É como uma dádiva da vida ou de algo superior. Sou tia, sou feliz!

Mensagens Relacionadas

Ser criança é ser feliz com pouco ou nada, e ter tudo o que precisa ao alcance de um sonho. Ser criança é ser luz e bondade, inocência e pureza.

Por isso cresça, mas nunca deixe parte da sua criança interior desaparecer totalmente. Guarde um pedaço da mágica que é ser criança para sempre, e nunca lhe faltará alegria.

Ser pai é sempre uma experiência mágica, repleta de bondade e da graça da natureza. Ainda para mais se for pela primeira vez. Claro que todos os filhos são amados da mesma forma, mas um primeiro nascimento é sempre vivido com um intensidade diferente.

É como se o coração batesse mais forte do que nunca; é como se a felicidade se tornasse mais viva e em festa no pensamento. Ser pai pela primeira vez é descobrir uma chama que antes não existia no dia a dia. E é encontrar em todas as coisas algo de maravilhoso.

Não é sequer possível negar que os primeiros momentos se tornarão eternos. Podem passar anos e mais anos que nada fará esquecer o primeiro colo, a primeira papa, os primeiros sorrisos; os primeiros passos no chão.

Ser pai é além de proteger e cuidar, amar sem precedentes. E isso é algo que acontece de forma imediata. Quando um filho nasce alguma coisa diferente nasce também no seu pai. E não é só uma responsabilidade sem dimensão, é também algo belo no seu coração!

Ser tia é ter a possibilidade de ser uma segunda mãe. É amar de forma incondicional e cuidar como se o amanhã não existisse mais. Ser tia é confortar; dar beijo no rosto; ser tia é acariciar o cabelo e amar, amar, amar.

Uma tia de verdade está atenta à necessidade dos seus sobrinhos. Ela guia, identifica o problema, ela resolve; ela ensina a resolver. O abraço de uma tia é quente como o de uma mãe. Ser tia é ser maior.

Ser tia é das maiores alegrias que tenho. Desde o primeiro momento em que um sobrinho chega à vida da sua tia é impossível que as coisas fiquem iguais. É uma sensação inigualável poder segurar pela primeira vez um bebê que acabará por se tornar muito próximo de nós. É uma porta que se abre para uma amizade que pode durar a vida inteira.

Uma tia é quase uma segunda mãe que quer estar sempre presente, que quer desfrutar de todas as fases de crescimento que o sobrinho atravessa. Ela é um ouvido atento, uma confidente, uma verdadeira companheira nas aventuras mais loucas. E o retorno que se recebe disso é mais que recompensador.

Não poderia ter presente maior. É uma grande responsabilidade desempenhar esta função, mas se eu pudesse teria muitos mais sobrinhos. É uma terapia, uma distração, é o compartilhar de um amor genuíno. Não tenho qualquer dúvida que ser tia é bom demais.

Sou uma tia babona, e é por amar demais essa responsabilidade que me dedico de coração. É bom poder dar todo meu carinho, minha amizade genuína, a pureza dos meus sentimentos, mas não tenho dúvidas que é muito mais aquilo que recebo.

Às vezes parece que nasci para isto, parece que ser tia é meu maior dom. E eu sei que nas loucuras, nas birras, nas vitórias, nas frustrações.

Que em todas as situações que a vida nos proporciona, eu sempre estarei presente para os sobrinhos do meu coração.

Recomendados para você

Maneiras de ser mais feliz: pequenas mudanças que podem trazer muita felicidade
Maneiras de ser mais feliz: pequenas mudanças que podem trazer muita felicidade