Decepção com supostos amigos

Quando eu me senti perdida, ninguém me estendeu a mão. Dizem que é nos momentos de dificuldade que vemos nossos verdadeiros amigos, mas no meu caso apenas deu para perceber que não tenho ninguém com quem posso contar.

A maior decepção não é me sentir sozinha, mas sim saber que estou desamparada com tantas pessoas por perto que sempre me prometeram amizade incondicional. A vida me tem ensinado da pior forma que as palavras nada valem, se não forem acompanhadas de ações.

Mensagens Relacionadas

Eu nunca fui pessoa de ter muitos amigos, mas sempre me esforcei em dar meu melhor pelos poucos que tinha. Por isso, é uma decepção sentir que todos se afastaram de mim e me deixaram desamparada com tantos desafios para enfrentar na minha vida.

É difícil entender como alguns simplesmente preferem ignorar e desprezar uma amizade que sempre teve muito valor. Fico muito triste ao ver que tudo mudou, para pior.

Eles chegam à nossa vida com sorrisos e fingindo tão bem que acreditamos que todos aqueles sentimentos que dizem sentir são verdadeiros. Mas no final, e quando mais precisamos deles, desaparecem ou nos apunhalam pelas costas.

São amigos falsos, todo mundo já conheceu algum, mas nunca ninguém está preparado para lidar com a decepção que eles provocam.

Pois é muito triste e doloroso perceber que aquela pessoa que tanto gostamos, que confiamos e recebemos com coração e braços abertos nas nossas vidas, apenas quis se aproveitar.

Dói mesmo muito, mas quero acreditar que no final das contas são essas pessoas que mais perdem, pois um dia enxergarão todo mal que fizeram e todos os amigos verdadeiros que não quiseram.

O amor deve falar uma linguagem que eu não entendo. As pessoas falam em felicidade e exibem os seus sorrisos de cumplicidade. Os livros guardam histórias de paixões que mudaram a vida dos seus intervenientes. Mas a mim, o amor apenas trouxe tristeza e decepção.

Eu não acredito mais que a minha hora acabará por chegar e o meu coração fechou as portas a sentimentos românticos. Talvez o tempo prove que estou errada, mas por agora prefiro a paz da minha solidão.

A decepção faz parte da vida. Afirmo peremptoriamente que é necessário para o desenvolvimento humano. O desapontamento, na grande maioria das vezes é um impulso para a ação, fornece-nos motivação para crescer e ir ao encontro dos nossos objetivos.

A decepção pode considerar-se sempre que identificamos um erro entre aquilo que desejamos alcançar ou que acontecesse e aquilo que realmente alcançámos ou que aconteceu. Sempre que identificamos esta discrepância, na grande maioria das vezes podemos ficar decepcionados, com os outros ou conosco mesmos.

Mas é exactamente essa discrepância que nos permite avançarmos, que nos permite nos questionarmos, que nos permite olhar a realidade de frente e progredirmos. A decepção é uma forma de frustração, e aprender a lidar com a frustração é uma habilidade necessária para conseguirmos lidar com as nossas emoções de forma funcional.

(Miguel Lucas - Escola Psicologia)

Certamente não há quem goste de se sentir decepcionado, seja com alguma pessoa ou algum momento muito esperado, ninguém gosta de ter uma surpresa desagradável. Muitas vezes a decepção pode estar ligada a uma expectativa sempre muito positiva em relação às situações diárias.

Esperar todas as circunstâncias de uma forma negativa também não ajudará para excluirmos a decepção das nossas vidas, o mais importante de tudo é pensar tudo é imprevisível e depende de vários fatores para terminar de maneira positiva ou negativa.

Ao percebermos que tal fato não aconteceu como esperávamos, não podemos nos achar tão poderosos ao ponto de que o futuro ocorrerá perfeitamente como foi planejado. Apesar do planejamento ser um bom guia para evitar um transtorno ou uma engano, temos que contar com o acaso e os imprevistos que não podem ser controlados.