Uma Flor Rara

Havia uma jovem muito rica, que tinha tudo: um marido maravilhoso, filhos perfeitos, um emprego que pagava muitíssimo bem, uma família unida. O estranho é que ela não conseguia conciliar tudo isso, o trabalho e os afazeres ocupavam todo tempo e a sua vida estava deficitária em algumas áreas.

Se o trabalho lhe consumia muito tempo, ela tirava dos filhos, se surgiam problemas, ela deixava de lado o marido... E assim, as pessoas que ela amava eram sempre deixadas para depois.

Até que um dia, seu pai, um homem muito sábio, lhe deu um presente: uma flor muito cara e raríssima, da qual havia apenas um exemplar em todo o mundo. E disse-lhe:

- Filha, esta flor vai lhe ajudar muito mais do que você imagina! Você terá apenas que regá-la e podá-la de vez em quando, às vezes conversar um pouquinho com ela, e ela lhe dará em troca este perfume maravilhoso e estas lindas flores.

A jovem ficou muito emocionada, afinal a flor era de uma beleza sem igual. Mas o tempo foi passando, os problemas surgiam, o trabalho consumia todo o seu tempo, e a sua vida, que continuava confusa, não lhe permitia cuidar da flor.

Ela chegava em casa, olhava a flor e ela ainda estava lá, não mostrava sinal de fraqueza ou morte, apenas estava lá, linda, perfumada. Então ela passava direto. Até que um dia, sem mais nem menos, a flor morreu. Ela chegou em casa e levou um susto!

Estava completamente morta, suas raízes estavam ressecadas, suas pétalas caídas e suas folhas amarelas. A jovem chorou muito, e contou a seu pai o que havia acontecido. Seu pai então respondeu:

- Eu já imaginava que isso aconteceria, e eu não posso lhe dar outra flor porque não existe outra igual a essa, ela era única, assim como seus filhos, seu marido e sua família. Todos são bênçãos que Deus lhe deu, mas você tem que aprender a regá-los, podá-los e dar-lhes atenção, pois assim como a flor, os sentimentos também morrem. Você se acostumou a ver a flor sempre lá, sempre florida, sempre perfumada, e se esqueceu de a cuidar.

Mensagens Relacionadas

Olho para você, querida filha, e vejo uma pequena flor que cresce no jardim da minha vida. E eu, rego você com todo o carinho e sou feliz por ter um presente tão perfeito que dá luz e cor para os meus dias.

Quando você crescer, saberá melhor o que é o amor de uma mãe. Sentirá que não há nada mais forte que a ligação que nós cultivamos. Confiará que do meu lado, terá todo o apoio e proteção que precisar.

Como que uma flor que voa
por aí e encontra outra que
perdida estava no vento. É
amizade, o amor, a verdade.

É o contexto mais puro de
um abraço; mais rico que
existe no mundo onde eu
e você vivemos. Amizade.

Amizade. Onde eu e você
vivemos sem sentir que de
nada um tudo surge, que
tudo sobrevive ao amor.

Não me recordo como começou
mas sei que é um tormento lidar
com esta dor que me abraça sem
querer mais me largar, sem lutar
para a a infelicidade contrariar.

Não me interessam as razões, as
mágoas ou as raivas que de mim
tomam conta do amanhecer ao
cair no sono, já em cansaço, já
em lágrimas de não mais aguentar.

É uma tristeza que me faz gritar
de boca fechado; cicatrizes nuas
cruas em mim, vozes frias no mar.

É uma tristeza que me engole sem
licença, sem permissão; é choro de
olhos secos, exaustos, frios no mar.

Amizade é coisa rara e talvez por isso seja tão boa de compartilhar com quem sempre esteve ao nosso lado. Feliz Dia do Amigo!

Sempre que olho nos seus olhos encontro bondade, alegria e serenidade. Coisas raras de encontrar, comadre!