A linguagem do abraço

Existe uma linguagem que não precisa ser desenhada nem escrita, falada ou interpretada de alguma forma. É a linguagem mais poderosa do planeta e a que mais mexe com o coração de quem aqui mora. Sim, estou me referindo ao abraço!

Mas existe coisa mais bela e graciosa? Há algum outro gesto que ofereça tanto carinho, amor e proteção? É claro que não. Com um abraço podemos falar tudo que as palavras não conseguem. Abraçar é viver o amor!

Mensagens Relacionadas

A linguagem de Krishna elevava-se ao sublime quando falava da abnegação e do sacrifício:

O homem de bem deve cair aos golpes dos maus como o sândalo que, ao ser abatido, perfuma o machado que o fere.

Quando os sofistas pediam que explicasse a natureza de Deus, respondia-lhes:

Só o infinito e o espaço podem compreender o infinito. Somente Deus pode compreender a Deus.

Dizia ainda:

Nada do que existe pode perecer, porque tudo está contido em Deus. Visto isso, não é alvitre sábio chorarem-se os vivos ou os mortos, pois nunca todos nós cessaremos de subsistir além da vida presente.

(Srimad Bhagavatam)

O amor só é amor se for para toda a vida. E não tem como esperar a vida inteira para saber se é amor aquilo que une dois apaixonados. A gente descobre através de uma linguagem sem letras e invisível de sons. Felizmente, nós sabemos que nossa ligação é um castelo de amor verdadeiro porque descodificamos essa linguagem inconscientemente. Tenho em você todos as maravilhas do mundo. Você é fantástica, meu amor. Seremos sempre dois namorados apaixonados, porque nosso amor é para toda a vida!

Se você não está bem, eu não ando bem também. Amizade é isso! Sei que você anda em baixo, anda preocupado, estressado. Então isso me deixa preocupado, porque eu conheço seu jeito e você é uma pessoa cheia de vida para dar e vender, no entanto anda sem ânimo, sabe? A gente tem de dar um jeito nisso. Um jeito para tocar você para a frente, para o caminho certo e merecido: o caminho para a felicidade e o bem-estar. Não vou descansar enquanto você estiver metido nesse poço injusto.

A vida é um momento pequeno onde a gente busca o que de melhor está à disposição. Acontece que diversas vezes, o melhor da vida anda meio escondido, anda fugindo de nossos braços. A gente não pode parar nunca de procurar o sumo da vida. Na verdade, o melhor da vida é sempre o agora, o tempo. Tudo o resto são coisas triviais! Então se levanta e parta em busca do seu espaço de satisfação. Não se permita desistir. Sim, porque sempre que você caminha cabisbaixo e sempre que você não oferece um sorriso aberto ao mundo e às pessoas você está desistindo. Abrace o mundo a toda a hora porque a vida é um momento só e que não para nunca. Você não está sozinho.
Conte comigo para tudo!

Meu Deus, como é engraçado!
Eu nunca tinha reparado
como é curioso um laço...
Uma fita dando voltas? Se enrosca...
Mas não se embola, vira,
revira, circula e pronto:
Está dado o abraço.

É assim que é o abraço:
coração com coração,
tudo isso cercado de braço.
É assim que é o laço:
um abraço no presente,
no cabelo, no vestido,
em qualquer coisa onde o faço.
E quando puxo uma ponta,
o que é que acontece?
Vai escorregando devagarinho
desmancha, desfaz o abraço.
Solta o presente, o cabelo,
fica solto no vestido.
E na fita, que curioso,
não faltou nem um pedaço.
Ah! Então é assim o amor,
a amizade, tudo que é sentimento,
como um pedaço de fita?
Enrosca, segura um pouquinho,
mas pode se desfazer a qualquer hora,
deixando livre as duas bandas do laço.

Por isso é que se diz:
laço afetivo, laço de amizade.
E quando alguém briga,
então se diz - romperam-se os laços.
E saem as duas partes,
igual meus pedaços de fita,
sem perder nenhum pedaço.

Então o amor é isso...
Não prende, não escraviza,
não aperta, não sufoca.
Porque quando vira nó,
já deixou de ser um laço.

(Maria Beatriz Marinho dos Anjos)

Dizem os orientais que, quando abraçarmos uma pessoa querida a quem amamos, devemos fazer da seguinte forma: inspirando e expirando três vezes, e aí sua felicidade se multiplicará pelo menos dez vezes.

O efeito terapêutico do abraço é inegável. Diante disso não podemos esperar para abraçarmos a quem queremos bem. Se você estiver sentindo um vazio interior, tente abraçar o seu amigo, deslizando delicadamente a mão sobre as costas dele, para que o possa sentir junto a você.

Nos momentos de dor ou de alegria é que vemos o bem que um grande e demorado abraço nos causa. Pelo abraço, transmitimos emoções, recebemos carinho, trocamos afeto, compartilhamos alegria, amenizamos dores, demonstramos amizade, doamos amor, expressamos nossa humanidade.

É tempo de enlaçarmos nossos braços num terno, profundo e afetuoso abraço!