Quero Viver

Quero viver ao seu lado
A mais linda história de amor
Quero enlaçar-me em seus braços
E sentir o seu calor
Quero viver cada instante
Como se fosse o último segundo
Aproveitar cada momento
Como se existisse só nós dois no mundo
Quero morar em seu coração
Como o único espírito que te toca
Me entregar me envolver
E esquecer a saudade que me sufoca!

Mensagens Relacionadas

Não sou de baladas, músicas eletrônicas e bebidas
Não tenho inúmeros amigos e nem chego em casa nos finais de semana durante o dia
Não cultivo gargalhadas por piadas de coisas sem sentido
Não sou dessa era moderna
Desse tempo insano de não sermos queridos
Desse desgastante tempo de não poder, de fato, um grande amor ter vivido
O meu nome é calmaria, é poesia, é ler bons livros
Meu nome é arte, é cumplicidade, é vontade de viver um grande amor um dia
E viver um grande amor pra mim, não é papel, não é aliança material
Viver um grande amor pra mim é compartilhar dele de igual pra igual
É poder expressar o que sinto e sentir que é recíproco
Não quero pensar nessas regras da sociedade
Não quero viver um amor por vaidade
E a todos poder mostrar
Não penso na minha casa e nem se quer em ter filhos
Isso vem com o tempo, se por acaso o tempo quiser nos preparar
Eu quero viver um grande amor
Apenas isso
Daqueles de deitar na grama
De fazer amor sem medo, sem receio com alguém que também me ama
Quero provocar-lhe suspiros verdadeiros
Não só com palavras, mas com um amor sorrateiro
Manso, carinhoso, amigo
Quero ter alguém pra poder dizer como foi meu dia
Um amor pra poder dedicar-lhe minhas poesias
Pra poder não voltar pra casa num chato dia
Quero viver um grande amor
De forma simples e suave
Quero expressar-lhe minhas vontades
E satisfazer qualquer uma dele
Quero sair pra conhecer lugares
Marcar meu nome na árvore
Pra ficar registrado que passamos por ali
Quero viver um grande amor
Pra sair dessa chata rotina
Dessa triste vida
De não se ter alguém
Quero viver um grande amor
Para amar-lhe o seus mistérios
Suas brigas, seus momentos sérios
Quero viver um grande amor
Para poder pôr em prática tanta coisa bonita que tenho aqui dentro
Quero falar-lhe bem baixinho daquilo que sinto
Quero olhar-lhe de um jeito tímido
Compartilhar tantas e tantas brincadeiras
Quero viver um grande amor
Pra poder andar de mãos dadas
Sair pelas estradas, sem ter programado um destino
Quero viver um grande amor
Para dar-lhe carinho, enchê-lo de mimos
E, poder ficar feliz com tudo isso
Quero viver um grande amor
Que possa ser como uma história
Da realidade, da verdade em tempos difíceis
Quero viver um grande amor
Pra sentir a fidelidade, a reciprocidade de sermos mais que amigos
Quero viver um grande amor
Para levantar de manhã e ter um motivo
De sair cantando e de achar que tudo é lindo
Quero viver um grande amor
Até que a morte nos venha visitar
E pra não sentirmos dor alguma
Que juntos ela possa nos levar

(Juliana Sabbatini)

Do que adianta viver sem o seu amor?
Viver sabendo que você ama outro?
Viver mesmo sabendo
Que cada segundo longe de você,
Me faz morrer cada vez mais.
Do que adianta viver sofrendo...
Sofrendo por um amor impossível
Sofrendo porque não está ao meu lado.
Viver com a ilusão de que um dia
Você será minha.
Do que adianta viver
Se a cada dia a amo mais e mais!
Viver sonhando com seus beijos
E pensando em você
A cada segundo da minha vida.
Do que adianta viver?
Vivo com a esperança de um dia
Ter o seu amor,
E enquanto esse dia não chega,
Vivo a me perguntar:
Do que adianta viver?

A paz invadiu a minha casa
Contagiou o meu coração
Me fez sorrir
A paz entrou na minha vida
Contaminou a minha rotina
E me trouxe sossego

A paz chegou depois da tempestade
Trouxe esperança
Para que eu confinasse o meu caminhar
A paz removeu montanhas
Retirou as pedras do meu caminho
Acalmou meus pensamentos
Me trouxe sonhos bons e tranquilos

A paz me fez adormecer
E acordar sem sobressaltos
A paz me fez refletir sem pesar
Me fez recordar sem chorar
Me ajudou a me encontrar

A paz chegou quando eu decidi me perdoar
Quando eu decidi me amar
Apesar de todos os erros cometidos
Fiz as pazes comigo mesmo
E agora posso fazer as pazes com o mundo
Posso abraçar a vida e todos que amo

Quero viver para sempre em paz
Em paz comigo, mesmo quando errar
Em paz com o mundo,
Mesmo quando ele for cruel
Em paz com minha família
Mesmo quando ela me julgar

Quero viver paz, ser paz
Só assim posso ser livre
Livre para ser quem eu sou
E me aceitar como sou

Quando olho para você, minha filha, sempre encontro motivos para sorrir, para continuar a descobrir a felicidade da vida. É você quem me dá força, quem de transmite segurança. É você, meu bem!

Você é a caçula, a que veio depois, a que segura minha mão mais cansada que antes. Eu amo você por todas as razões e mais algumas; e prometo que meu amor nunca vai extinguir. Beijo!

Não há vida se não se sentir amor pelo menos uma vez, mas dificilmente haverá amor sem que exista decepção. Minha história, meu viver, pode se resumir muito por alto assim.

Descobri o amor e me entreguei de corpo e alma a ele. Mas com o amor conheci a dor e a decepção também. O sofrimento que ele me causou me levou até a amargura.

Aí encontrei de novo a luz, pois conheci o perdão. Perdoei quem me provocou tamanha dor e me senti leve como há muito tempo não sentia. Mas apesar dessa nobreza de coração não fui capaz de esquecer.

Talvez nunca consiga, pois quem pode dizer que é capaz de amar, chorar, quase morrer de amor, perdoar e depois esquecer? Eu não! Minha vida segue seu caminho, mas esquecer nunca conseguirei.