Mensagens de Paulo Coelho


De uma coisa podemos ter certeza:

De nada adianta querer apressar as coisas;
tudo vem ao seu tempo,
dentro do prazo que lhe foi previsto,
mas a natureza humana não é muito paciente.

Temos pressa em tudo,
aí acontecem os atropelos do destino,
aquela situação que você mesmo provoca
por pura ansiedade de não aguardar
o Tempo Certo.

Mas alguém poderia dizer:
Mas qual é esse tempo certo???

Bom, basta observar os sinais...
Quando alguma coisa está para acontecer
ou chegar até sua vida,
pequenas manifestações do cotidiano,
enviarão sinais indicando o caminho certo.

Pode ser a palavra de um amigo,
um texto lido, uma observação qualquer;
mas com certeza,
o sincronismo se encarregará de colocar você
no lugar certo, na hora certa,
no momento certo,
diante da situação ou da pessoa certa!!!
Basta você acreditar que
Nada Acontece Por Acaso!!!

E talvez seja por isso que você
esteja agora lendo essas linhas...
Tente observar melhor o que está a sua volta.
Com certeza alguns desses sinais já estão por perto,
e você nem os notou ainda.

Lembre-se que:
O universo sempre conspira a seu favor,
quando você possui um objetivo claro
e uma disponibilidade de crescimento.

(Paulo Coelho)

Podemos acreditar que tudo que a vida nos oferecerá no futuro é repetir o que fizemos ontem e hoje. Mas, se prestarmos atenção, vamos nos dar conta de que nenhum dia é igual a outro. Cada manhã traz uma benção escondida; uma benção que só serve para esse dia e que não se pode guardar nem desaproveitar.
Se não usamos este milagre hoje, ele vai se perder.
Este milagre está nos detalhes do cotidiano; é preciso viver cada minuto porque ali encontramos a saída de nossas confusões, a alegria de nossos bons momentos, a pista correta para a decisão que tomaremos.
Nunca podemos deixar que cada dia pareça igual ao anterior porque todos os dias são diferentes, porque estamos em constante processo de mudança.

"Paulo Coelho"

Se o que você está percorrendo é o caminho dos seus verdadeiros sonhos, comprometa-se com ele. Não deixe a porta de saída aberta, através da desculpa: "Ainda não é bem isto que eu queria".

Esta frase guarda dentro dela a semente da derrota. Assuma o seu caminho, mesmo que precise dar passos incertos, mesmo que saiba que pode fazer melhor o que está fazendo.

Se você aceitar suas possibilidades no presente, vai melhorar no futuro, mas se negar suas limitações, jamais se verá livre delas. Enfrente seu caminho com coragem, não tenha medo da crítica dos outros.

E, sobretudo, não se deixe paralisar por sua própria crítica. Deus estará sempre com você nas noites insones, e enxugará com seu amor as lágrimas ocultas.

Deus é o Deus dos valentes.

(Paulo Coelho)

A fé consciente é liberdade.
A fé instintiva é escravidão.A fé mecânica é loucura.A esperança consciente é força.A esperança emocional é covardia.A esperança mecânica é doença.O amor consciente desperta o amor.O amor emocional desperta o inesperado.O amor mecânico desperta o ódio.
(Paulo Coelho)

Punhais e armas de fogo deixam
vestígios de sangue.
Bombas abalam edifícios e ruas.
Venenos terminam sendo detectados.
Mas a palavra destruidora consegue
despertar o Mal sem deixar pistas.

Crianças são condicionadas durante anos pelos pais,
artistas são impiedosamente criticados,
mulheres são sistematicamente massacradas
por comentários de seus maridos,
fiéis são mantidos longe da religião
por aqueles que se julgam capazes
de interpretar a voz de Deus.

Procure ver se você está utilizando esta arma.
Procure ver se estão utilizando esta arma em você.
E não permita nenhuma destas duas coisas.


(Paulo Coelho)

Ficamos sempre muito ocupados em procurar respostas às perguntas que consideramos importantes para compreender o sentido da vida. É muito mais importante viver plenamente, deixar que o próprio tempo se encarregue de nos revelar os segredos de nossa existência. Se nos ocupamos demais em encontrar um sentido, não deixamos a natureza atuar, e nos tornamos incapazes de ler os sinais de Deus.

Num remoto bar da Espanha, perto de uma cidade chamada Obite, existe um cartaz escrito pelo dono:

“Justamente quando consegui encontrar todas as respostas, todas as perguntas tinham mudado”.

(Paulo Coelho)
(G1)

Existem pequenas coisas em nossa vidas que
– em determinado momento – se tornam mais
importantes que todo o resto.

Disse Jesus: “qual o pastor que,
tendo perdido uma ovelha, não deixa
seu rebanho e sai buscando aquela que se perdeu?"

Muitas vezes por semana
precisamos fazer esta escolha.

Pegar o telefone e dizer a palavra de carinho
que adiamos, abrir a porta e deixar entrar
quem precisa de nossa ajuda.

Aceitar um emprego. Abandonar um emprego.
Tomar a decisão que estávamos deixando
para depois.

Pedir perdão por um erro que cometemos
e que não nos deixa em paz.
Exigir um direito que temos.

Se uma ovelha se perdeu,
vamos agir como o Bom Pastor:
caminhar por montanhas e riachos,
planícies e desertos, até encontrá-la
e traze-la de volta.
Afinal de contas, o diabo mora nos detalhes.

(Paulo Coelho)

Queria não controlar meu coração. Penso: se pudesse entregá-lo ao menos por um final-de-semana, esta chuva caindo em meu rosto teria outro sabor. Se amar fosse fácil eu estaria abraçada com ele, e a letra da música contaria uma história que é a nossa história.

(Paulo Coelho)

Os guerreiros ninjas vão para o campo; o milho acabou de ser plantado. Obedecendo ao comando do treinador, pulam por cima dos locais onde as sementes foram colocadas.

Todos os dias os guerreiros ninjas voltam para o campo. A semente se transforma em broto, e eles saltam por cima. O broto se transforma em uma pequena planta, e eles saltam por cima.

Não se aborrecem. Não acham que é perda de tempo.

O milho cresce, e os saltos se tornam cada vez mais altos. Assim – quando a planta está madura – os guerreiros ninjas ainda conseguem saltar sobre ela. Por quê? Porque conhecem bem seu obstáculo.

Mas existe gente que não age assim: quando o problema é pequeno, não dão importância; e quando o problema cresce, sentem-se incapazes de superá-lo.

(Paulo Coelho)

Quem quer aprender magia, deve começar olhando a sua volta. Tudo que Deus quis dizer ao homem, colocou bem na frente dele, basta prestar atenção: isto é chamado de Tradição do Sol.

Todos nós possuímos a mesma capacidade de entendimento mas precisamos acreditar nas revelações que o dia-a-dia nos traz.

A Tradição do Sol é democrática. Não foi feita para estudiosos ou puros, mas para as pessoas comuns. O poder está em todas as pequenas coisas que fazem parte do caminho de um homem; o mundo é uma sala de aula, o Amor Supremo sabe que você está vivo e vai lhe ensinar.

Em algum canto, num lugar que você talvez não tenha reparado até este momento, está a resposta que você queria, o milagre de que você precisava. Para que este milagre aconteça, basta prestar atenção.

(Paulo Coelho)

Existem momentos em que gostaríamos muito e ajudar determinada pessoa, mas não podemos fazer nada. Ou as circunstâncias não permitem que nos aproximemos, ou a pessoa está fechada para qualquer gesto de solidariedade e apoio. Resta-nos o Amor. Nos momentos em que tudo o mais é inútil, ainda podemos amar - sem esperar recompensas, mudanças, agradecimentos. Se conseguimos agir desta maneira, a energia do amor começa a transformar o universo à nossa volta. Quando esta energia aparece, sempre consegue realizar seu trabalho.

(Paulo Coelho - Maktub)

(...) A lenda pessoal é aquilo que você sempre desejou fazer. Todas as pessoas, no começo da juventude, sabem qual é sua lenda pessoal. Nesta altura da vida, tudo é claro, tudo é possível, e não temos medo de sonhar e de desejar tudo aquilo que gostaríamos de fazer.

Entretanto, à medida em que o tempo vai passando, uma misteriosa força começa a tentar provar que é impossível realizar a Lenda Pessoal. Esta força que parece ruim, na verdade está ensinando a você como realizar sua Lenda Pessoal.

Está preparando seu espírito e sua vontade, porque existe uma grande verdade neste planeta: seja você quem for, quando quer com vontade alguma coisa, é porque este desejo nasceu na alma do Universo. É sua missão na Terra.

Paulo Coelho - trecho de "O Alquimista"

Os antigos mestres costumavam criar ‘personagens’ para ajudar seus discípulos a lidarem com o lado mais sombrio da personali­dade. Muitas das histórias relacionadas com a criação de persona­gens terminaram se transformando em famosos contos de fadas.

O processo é simples: basta colocar suas angústias, medos e decepções em um ser invisível que está do seu lado esquerdo. Ele funciona como o “vilão” da sua vida, sempre sugerindo atitudes que você não gostaria de tomar, mas acaba tomando. Uma vez criado tal personagem, fica muito mais fácil não obedecer a seus conselhos.

É extremamente simples. E por isso funciona muito bem.

(Paulo Coelho)