Poesias

Um beijo seu
Dois meus em você
Três um no outro
Quatro de uma só vez
Um beijo; dois, três
Um beijo meu de novo
Dois outra vez
Três no seu rosto
Quatro seus no peito meu
Só mais um beijo agora
Dois antes de ir embora
Três na testa por respeito
Quatro na boca e é pouco
Beijos meus, beijos nossos
Beijos que oferecemos
Um ao outro
Sem vergonha, com vontade
Aquela vontade de que ama
Aquela vontade de quem quer
De quem percebe a urgência
De amar para viver
Vivendo o amor sem parar

Ainda não me conformo,
Saio e olho por todos lados,
Cansado de perseguir
E chorar pelo que não foi passado.

Inalcançável,
Porém sempre presente,
Ansiando por uma história,
Que só acontece na mente,
A imaginação continua a pregar peças,
Brincando com que se sente.

Como é possível?
Lamentar um ontem imaginário?
Lembrar do que não aconteceu,
Fingindo que era verdade,
Que o amor era correspondido,
E que mesmo de um sonho longínquo,
Também posso ser sentir
Saudade.


Só me interessa o seu amor
Nem de perto o seu calor ou
Mais perto seu cabelo, olhar
ou mão, eu quero sua emoção.

Feliz vivo ao seu lado, seja
Em hora de folia ou solidão,
Seja de prato cheio ou vazio
Eu sempre quero seu coração.

Seja no inverno ou no verão,
Na chuva à noite perdida ou
Escondida a lua por aí, amar
Você é minha bela missão.

De mãos dadas ou à distância,
Longe um do outro, separados
Por mares e terra e outras
Coisas; unidos neste amor.

Coração com asa é sentimento
que pode voar, bater forte no
corpo e conhecer outras
paisagens.

E nosso amor é coração que
pode mas não pretende levantar
voo, que conhece o amor e nada
mais precisa para ser feliz.

E nosso amor é uma ilha com
vista para outras terras, mas sem
desejo de as visitar; completo
com a brisa do seu oceano.

Coração com asa é harmonia
sem igual, é guerra sem que
lutas existam, só e sem mais
paisagens.

Sorrio sempre que olho
o seu sorriso sincero.
Sua alegria é o que me
faz mais feliz.

Por isso, prometo, meu amor,
que sempre farei de tudo
para ser fonte da sua alegria.

Quero fazer você feliz,
quero lhe fazer gargalhar,
quero seu sorriso todos os dias
porque o amor só existe assim,
vivendo ao lado da felicidade.

Amo você!

Sou rei em terra suja e pobre
em lar de realeza; posso ter
pouco em muito e tudo em
nada se seu amor por mim
for minha estrada.

É fogo e é gelo e é primavera
e outono é; e não importa o
tempo ou o vento ou o rio ou
o mar se juntos a solidão
mandarmos calar.

Pode chover – não importa.
Ou nevar – não interessa.
Só amar é meu país enquanto
seu mundo for meu planeta.

Não são vinte, nem são dez, mas
são mais cinco ou menos cinco
os anos que você faz.

Um novo dia, mil novas chances
de ser feliz e uma vida pela frente
com tudo que sempre quis.

E é debutante, e é princesa, é
minha irmã com toda certeza, e
é amor que une o amor.

São quinze, quinze anos reais, de
carinho sem igual, de atenção
sem limite e é só hoje, não
amanha, o dia de lutar por ser
feliz.

O amor não bate forte, bate
leve quando o amor bate
forte no nosso coração.

Eu sei que vou amar e
amar você até ao final da
minha vida que será de você.

Amor, eu sei que é vento que
leva quem ama e quem de
tudo se perde no amor.

Só eu sei, meu bem ou
meu tudo que no final serei
de você e você sempre de mim.

Como uma pena que voa e
cai sem deixar rasto, como
quem sofre sem chorar ou
sem sentir um amor vasto.

Na tertúlia dos sentidos a
paixão os dados lança, e
chovem flores ou cantam
amores no corpo que dança.

E gritam aos mares os mais
destruídos ares, os nunca
destituídos e glória ao amor
é terra que serra a glória da
dor sem que se doa mais do
que se dói, pois que doa a
quem nada dói e se celebre
o amor entre nós dois.

Não preciso que me digam que é amor
Porque o sinto no bater do coração,
Ao seu lado tudo tem outro sabor,
Minha vida, meu teto, meu chão.

Olhar nos seus olhos me acalma
E tocar na sua pele me revigora.
Você tem o que preenche minha alma
E me faz ver meu futuro agora.

Passo a passo construímos nossa história,
Pois sabemos qual o rumo a seguir.
Guardaremos para sempre a memória
Do que juntos nós pudemos sentir.

Esperaremos pelo nosso amanhã
Como quem olha para um céu infinito.
Não importa como ele será,
Só sei que de você não desisto.

Eu não sei se é do olhar
Se é dos olhos
Se é da voz
Se é da boca
Eu não sei se é das pernas
Ou do caminhar
Só sei que vivo
Para te amar

Eu não me lembro de ser
Mais ser do que sou
Desde que sou ao teu lado
Não sei se é do teu ser
Se é de ser apaixonado

Eu não me recordo de
Sorrir, de sorrir como sorrio
Desde a hora que nasceu
No peito meu este amor
Este sentido de ser teu

Ainda que o tempo passe
E as rugas surjam no nosso rosto,
Perante tribulações,
Diante da perda e de cada desgosto.
Mesmo que venha a distância
E tudo pareça nos querer afastar,
E até a rotina chegue,
As brigas consigam nos magoar.

Continuarei amando você
Com a mesma paixão, a mesma vontade,
Continuarei desejando você
De alma e coração, amor de verdade,
Continuarei querendo você
Dia após dia, a todo o momento,
Continuarei leal a você,
Nada mudará meu sentimento.

Vou amar você até ao fim,
Vou guardar você até ao fim,
Porque eu não sei viver sem você
E você não sabe viver sem mim.

No desespero de provar,
Que no mundo não estou só,
Passo o dia a sonhar,
Imaginar que estou a lembrar,
Um amor que não virou pó.

Te olhava de longe,
De trás de uma cortina de medo,
De boca calada,
Na mente o mundo girava,
Em função de uma farsa.

Paralizado pela insegurança,
Nunca fui ao teu encontro,
E hoje, não mais te vejo,
Sem saber para onde se foi,
O amor que no fundo desejo.

Fico parado esperando em vão,
Percorro as ruas,
Procuro por todos os lados,
A esperança de um dia de novo,
Poder olhar mais uma vez o teu rosto.

É uma mistura de saudade,
Decepção e tristeza,
Saber que para ti não existo,
E no fundo ter a certeza,
Que do que sinto falta era da fantasia.

É de tristeza que escrevo
aquela mágoa que morde
e sempre acaba sorrindo
na nossa cara, maldita!

Basta de dor, de sentir o
feroz sentimento sempre
pronto a ensanguentar a
vida que tão bela poderia
ser.

Basta de sofrimento, nem
que seja por um momento
só, porque a vida de cada
um de nós feliz deveria
ser.

É de tristeza que escrevo
com a esperança clara de
que o amanhã pode e tem
de ser mais nobre e feliz.

Não importa de são flores
se são dores ou amores
É quando o coração chora
quando grita, quando rouba
uma rosa ou margarida ou
um espinho delicado

Não importa se são flores
ou abraços ou odores
É quando a mente pouco
sente, quando o mar vira
areia e todo mundo não
basta para amparar o
apaixonado

Não importa se são flores
de todas as cores ou de
amargas sensações ou de
glórias sem perdão e eu
sou seu e você não é de
alguém, é só sua e de mais
ninguém

Não importa se são flores
doces rebentos ou outros
odores e alegra-se o vento
com magnólias de cal ou
com pétalas sem sal, viverei
sempre com você.

gostaria de abrir a porta de casa e
puxar a cadeira para você se sentar
de pedir sua mão em casamento
em um fim de tarde qualquer

gostaria de oferecer flores e jantares
bebidas sem você estar à espera
passeios de mão dada pela praia

gostaria de cantar ao seu ouvido
de lhe dar o último pedaço de comida
de ver aquele filme que nem gosto

gostaria de não me esquecer de
beijar seu rosto antes de adormecer
e dar carinho até amanhecer

gostaria de lhe dar meu casaco
para abrigar seu corpo do frio
e de lhe preparar café da manhã

gostaria de ter atitudes românticas
mas meu coração só sabe o que é
amar o seu; não deixa sobrar tempo
para ser mais romântico com você

De olhos nos teus, os teus
Nos meus, o tempo para e
Só a paixão existe, curas
Para todos meus males ou
Vozes para todos os meus
Silêncios. Cabelo longo ou
Curto, com mais ou menos
Peso, se for teu eu quero,
Quero do jeito que for, não
Interessa do jeito que é,
basta que teu seja, basta
que de ti chegue, que sejas
a origem, porque serás a
eterna razão, o amor maior.

Se tivermos que dar um passo
Que seja na mesma direção,
Se tivermos que esquecer
Que seja o mundo à nossa volta,
Se tivermos que perder
Que seja o medo de amar,
Se tivermos que partir
Que seja de mão dada,
Se tivermos que avançar
Que seja para um futuro a dois,
Se tivermos que recuar
Que seja até onde tudo começou,
E se tivermos que morrer
Pois, que morramos juntos,
Eu amo você com todas as forças
E minha vida sempre dependerá da sua.

é uma doce vontade de querer estar perto
uma terrível saudade em cada distância
e um sentimento infinito entre nós dois

e é um abraço que não sabe como finalizar
um beijo ou um olhar que desconhece acabar
e uma ternura em cada toque das suas mãos

e é um amor eterno que percorre meu corpo
e um desejo louco de adormecer ao seu lado
uma sede infinita de acordar na sua pele

é assim o amor de quem ama todos os dias
mesmo que esse amor desconheça quem é
mesmo que ele exista devagar no coração

o meu amor por você é o mar inteiro
todos os oceanos juntos
toda água deste planeta
e mesmo assim
todos os dias
eu sinto sede de nós dois

é como se o ar me faltasse na hora
em que não estamos juntos
nos momentos de solidão
e mesmo assim
todos os dias
eu sinto sede de nós dois

nos beijos que damos na primavera
e nos abraços sentidos
nos olhares perdidos
e mesmo assim
todos os dias
eu sinto sede de nós dois

porque nos amamos perdidamente
cada vez mais apaixonados
juntos a toda hora
e mesmo assim
todos os dias
eu sinto sede de nós dois

Sem poder escolher
Como uma surpresa de verão
Sua voz me envolveu
Penetrou meu coração
Mexeu com minha mente
Roubou minha razão
Fiquei ao léu,
Sem controle ou direção
Não havia mais escolha
Que não me render ao sentimento
Que por mais que lutasse
Sabia desde o princípio
Que não era medo, era paixão
Você sabe o que faz
E do que é feita esta emoção
Ter você sempre por perto
Como amor misturado com tentação.

Eu sei o que é o amor desde o tempo
Em que meus olhos viram os seus
Desde aquela hora incrível em que
As flores ganharam vida na primavera
Em que floresceram no outono
Desde aquele instante em que por você
Eu me apaixonei perdidamente

Eu sei que o sempre será nosso agora
E amanhã também e todos os dias
Porque aconteça o que acontecer, amor
Seremos sempre um do outro
Seja inverno ou verão, seja hoje ou não
De você amarei sempre tudo
E de mim você sempre terá o coração

Vem, é hora de nos amarmos,
Não há tempo a perder;
Já bastou um passado desencontrados,
Vem, nosso amor tinha de acontecer.

Talvez já estivesse escrito algures
Que nossos caminhos se haveriam de juntar,
Nosso sentimento é mais que perfeito,
Vem que o amor não se deve adiar.

Vamos ficar ardentes de paixão
E derrubar o que nos pode afastar,
Você me completa, preenche meu coração,
Ao seu lado o tempo parece voar.

Vem agora, não deixe para depois
Que não sabemos o que o amanhã nos reserva.
Vem que meus lábios estão esperando os seus,
Minha vida aguardando pela sua.

Pensando no que vivemos,
Anseio seu abraço apertado
E agradeço pelo amor que temos
Com um sorriso apaixonado.
Grito ao mundo: sou feliz,
Nossa história jamais terá fim,
Não sei se foi assim que Deus quis,
Mas esta é a vida que quero para mim.

As dores do coração não têm fim
nem os desejos de não chorar ou
as infinitas vontades de sorrir de
novo como no tempo em que
amar era permitido e não amar
proibido. Vou curar esta dor que
carrego na alma e se expande
até ao peito; esta dor infinita
que machuca por dentro e eleva
dos meus olhos um inteiro mar
de lágrimas azedas e salgadas.

Vou curar esta dor que assalta
minha mente, que destrói minha
alma até à exaustão. Talvez
seja dor de amor incondicional
ou talvez não, eu ainda não sei

No primeiro dia de aula nosso professor se apresentou aos alunos, e nos desafiou a que nos apresentássemos a alguém que não conhecêssemos ainda.

Eu fiquei em pé para olhar ao redor quando uma mão suave tocou meu ombro. Olhei para trás e vi uma pequena senhora, velhinha e enrugada, sorrindo radiante para mim. Um sorriso lindo que iluminava todo o seu ser. Ela disse:

“Ei, bonitão. Meu nome é Rosa. Eu tenho oitenta e sete anos de idade. Posso te dar um abraço?” Eu ri, e respondi entusiasticamente: “É claro que pode!”, e ela me deu um gigantesco apertão.

Não resisti e perguntei-lhe: “Por que você está na faculdade em tão tenra e inocente idade?”, e ela respondeu brincalhona: “Estou aqui para encontrar um marido rico, casar, ter um casal de filhos, e então me aposentar e viajar”. “Está brincando”, eu disse.

Eu estava curioso em saber o que a havia motivado a entrar neste desafio com a sua idade, e ela disse: “Eu sempre sonhei em ter um estudo universitário, e agora estou tendo um!”

Após a aula nós caminhamos para o prédio da união dos estudantes, e dividimos um milk shake de chocolate. Nos tornamos amigos instantaneamente. Todos os dias nos próximos três meses nós teríamos aula juntos e falaríamos sem parar.

Eu ficava sempre extasiado ouvindo aquela “máquina do tempo” compartilhar sua experiência e sabedoria comigo. No decurso de um ano, Rosa tornou-se um ícone no campus universitário, e fazia amigos facilmente, onde quer que fosse.

Ela adorava vestir-se bem, e revelava-se na atenção que lhe davam os outros estudantes. Ela estava curtindo a vida!

No fim do semestre nós convidamos Rosa para falar no nosso banquete de futebol. Jamais esquecerei o que ela nos ensinou. Ela foi apresentada e se aproximou do podium. Quando ela começou a ler a sua fala, já preparada, deixou cair três, das cinco folhas no chão.

Frustrada e um pouco embaraçada, ela pegou o microfone e disse simplesmente: “Desculpem-me, eu estou tão nervosa! Eu não conseguirei colocar meus papéis em ordem de novo, então deixem-me apenas falar para vocês sobre aquilo que eu sei”. Enquanto nós ríamos, ela limpou sua garganta e começou:

“Nós não paramos de jogar porque ficamos velhos; nós nos tornamos velhos porque paramos de jogar. Existem somente quatro segredos para continuarmos jovens, felizes e conseguir o sucesso.

“Primeiro, você precisa rir e encontrar humor em cada dia. Segundo, você precisa ter um sonho. Quando você perde seus sonhos, você morre. Nós temos tantas pessoas caminhando por aí que estão mortas e nem desconfiam!

“Terceiro, há uma enorme diferença entre envelhecer e crescer... Se você tem dezanove anos de idade e ficar deitado na cama por um ano inteiro, sem fazer nada de produtivo, você ficará com vinte anos. Se eu tenho oitenta e sete anos e ficar na cama por um ano e não fizer coisa alguma, eu ficarei com oitenta e oito anos.

“Qualquer um, mais cedo ou mais tarde ficará mais velho. Isso não exige talento nem habilidade, é uma consequência natural da vida. A ideia é crescer através das oportunidades. E por último, não tenha remorsos. Os velhos geralmente não se arrependem por aquilo que fizeram, mas sim por aquelas coisas que deixaram de fazer. As únicas pessoas que têm medo da morte são aquelas que têm remorsos”.

Ela concluiu seu discurso cantando corajosamente “A Rosa”. Ela desafiou a cada um de nós a estudar poesia e vivê-la em nossa vida diária. No fim do ano Rosa terminou o último ano da faculdade que começara há tantos anos.

Uma semana depois da formatura, Rosa morreu tranquilamente em seu sono. Mais de dois mil alunos da faculdade foram ao seu funeral, em tributo à maravilhosa mulher que ensinou, através de seu exemplo, que nunca é tarde demais para ser tudo aquilo que você pode provavelmente ser, se realmente desejar.

Lembre-se: Envelhecer é inevitável, mas crescer é opcional!

No casamento, as pequenas coisas são as grandes coisas. É jamais ser muito velho para dar-se as mãos, diz ele. É lembrar de dizer "te amo", pelo menos uma vez ao dia. É nunca ir dormir zangado. É ter valores e objetivos comuns.

É estar unidos ao enfrentar o mundo. É formar um círculo de amor como uma toda família. É proferir elogios e ter capacidade para perdoar e esquecer. É proporcionar uma atmosfera onde cada qual possa crescer na busca
recíproca do bem e do belo. É não só casar-se com a pessoa certa, mas ser o companheiro perfeito.

E para ser o companheiro perfeito é preciso ter bom humor e otimismo. Ser natural e saber agir com tato. É saber escutar com atenção, sem interromper a cada instante. É mostrar admiração e confiança, interessando-se pelos problemas e atividades do outro.

Perguntar o que o atormenta, o que o deixa feliz, por que está aborrecido. É ser discreto, sabendo o momento de deixar o companheiro a sós para que coloque em ordem seus pensamentos. É distribuir carinho e compreensão, combinando amor e poesia, sem esquecer galanteios e cortesia.

É ter sabedoria para repetir os momentos do namoro. Aqueles momentos mágicos em que a orquestra do mundo parecia tocar somente para os dois. É ser o apoio diante dos demais.

É ter cuidado no linguajar, é ser firme, leal. É ter atenção além do trivial e conseguir descobrir quando um se tiver esmerado na apresentação para o outro. Um novo corte de cabelo, uma vestimenta diferente, detalhes pequenos mas importantes.

É saber dar atenção para a família do outro, pois, ao se unir o casal, as duas famílias formam uma unidade. É cultivar o desejo constante de superação. É responder dignamente e de forma justa por todos os atos. É ser grato por tudo o que um significa na vida do outro.

O amor real, por manter as suas raízes no equilíbrio, vai se firmando dia a dia, através da convivência estreita. O amor, nascido de uma vivência progressiva e madura, não tende a acabar, mas amplia-se, uma vez que os envolvidos passam a conhecer vícios e virtudes, manias e costumes um do outro.

O equilíbrio do amor promove a prática da justiça e da bondade, da cooperação e do senso de dever, da afetividade e advertência amadurecida.

Nos seus olhos se escondem mistérios,
se revelam perfeições.
Os seus lábios são suaves e doces
almofadas onde se aninham os meus.
O seu corpo é o sonho onde o meu dorme.
Em você eu existo; em você eu me justifico.
Bom dia, amor da minha vida!

Longe de você não existe paz, sonho ou
alegria. Na privação do seu olhar mora
a escuridão infinita, o sufoco de um
moribundo, o desespero de uma alma perdida!

Longe de você não existe nada, apenas
o vazio, o mesmo que comandava a
minha vida antes de você vir preenche-la
com sua sublime existência.

Com todas as cores você veio pintar
meu sorriso, colorir meu pensamento.
Tenha um bom dia, meu bem, meu amor!
Você que tem poesia no corpo, melodia
na voz e no olhar universos de encanto.

Hoje quero falar de amor.
Quero falar do meu amor,
Quero esquecer de mim
E viver só de você.
Quero colocar o seu amor
Como um selo sobre o meu coração.
Das lágrimas que derramei,
Dos sonhos que não realizei.
Você foi o encontro entre
O meu maior desejo
E a minha maior realização.
Veio até mim tal como um passarinho
E fiz seu ninho em meu coração.
Quero que me veja em cada sonho seu,
Quero ser o ar que respire,
Quero ser sua fantasia e sua realidade,
Quero poder lhe dar
Um mundo de felicidade.
Somos um misto de poesia e canção,
Você é meu sonho, meu sorriso,
Meu ponto de chegada e partida.
Você é Meu Amor, Minha Vida!

Um dia você vai procurar no infinito e verá apenas uma estrela dizendo que fui embora. Pedirá a ela que lhe mostre o caminho, mas será inútil, pois apagarei minhas pegadas com a minha dor. Mas não quero esquecê-lo para que eu lembre que esse amor terá que morrer no passado.

Um dia a saudade ferirá seu peito, não que eu tenha sido importante para você, mas porque fui inútil na sua vida. E quando precisar de alguém nos momentos decisivos da sua vida, encontrará apenas o vazio. Certamente lembrará de mim, e seus olhos impressivos chorarão lágrimas de sangue.

Um dia buscará minha poesia no pôr do sol e no despertar da lua, mas encontrará apenas o silêncio e perguntará: onde está? E respostas não terá, porque até mesmo a natureza se negará a dizer.

Um dia quando os seus sonhos forem derrubados pela incompreensão, sentirá no peito a flecha do arrependimento por não ter amado quem muito o amou. A verdade é que um dia sentirá minha falta, mas será inútil chorar, pois suas lágrimas não me trarão de volta, porém, farei delas um rio e navegarei para longe do porto onde estiver.

Deixarei apenas a saudade para que ela o acompanhe por onde você andar. E ela lhe mostrará o quanto minha presença lhe faz falta.