Textos Reflexivos


A vida é um risco, mas não a viver com intensidade é algo ainda mais perigoso.

Desde pequenos ouvimos sempre aquele velho conselho para aprendermos com nossos erros. Mas não seria bem melhor se o errado, neste caso, fossem outros e não você? Ganhar mais experiência na vida com nossos erros provavelmente já deve ser intrínseco ao ser humano, mas não seria nada mal mudar um pouco a perspectiva dessa forma antiga de aprendizado.

Certamente é bem mais fácil perceber as consequências de um erro quando somos nós que cometemos, mas também não é difícil imaginar como seria mesmo sem o vacilo acontecer. Se conseguíssemos abstrair alguma experiência de pelo menos um erro cometido por cada amigo que conhecemos, já nos proporcionava algum conhecimento para tentar não cometer os mesmos.

Vamos tentar focar nas lições dadas por tantas histórias que ouvimos todos os dias que não acabaram tão bem, para evitar sermos personagens principais de outras iguais. Aprenda com os erros dos outros e não necessite ter os seus!

Há quem pense que a felicidade é privilégio de poucos. Talvez daqueles que têm um belo físico, dos bem nascidos e ricos. Como nos enganamos nessa vida!

A felicidade não é privilégio de ninguém. É sim, um esforço contínuo para reconhecer o belo nas pequenas coisas do cotidiano. Quem não se esforça, dificilmente encontra a felicidade.

Se você não para para ver o pôr do sol dificilmente irá presenciar sua beleza e ser tocado por essa dádiva. Se você não rega as flores do seu jardim como pode ter a felicidade de vê-las florescer? Se você decide não sorrir porque está tendo um dia daqueles, provavelmente não cultivará sorrisos.

Felicidade é esforço e escolha. Nós escolhemos como ver a vida, como lidar com as pessoas. Escolhemos amar ou odiar. Escolhemos perdoar. Somente escolhas generosas, honestas, sinceras e amorosas nos conduzem à felicidade.

A felicidade não cai do céu, ela não bate à nossa porta. É preciso procurá-la em todas as coisas e pessoas. É preciso doar amor, carinho e ajudar ao próximo. É preciso ter fé; fé em nós mesmos, em Deus e nas pessoas que nos rodeiam.

Para tudo isso é preciso esforço e perseverança, mas vale a pena, pois a felicidade nunca desistirá de você. Não desista nunca da felicidade. Seja feliz agora e sempre e lembre-se que a felicidade é contagiante!

A impressão que eu tenho é de não ter envelhecido, embora eu esteja instalada na velhice. O tempo é irrealizável. Provisoriamente, o tempo parou para mim. Provisoriamente. Mas eu não ignoro as ameaças que o futuro encerra, como também não ignoro que é o meu passado que define a minha abertura para o futuro. O meu passado é a referência que me projeta e que eu devo ultrapassar. Portanto, ao meu passado eu devo o meu saber e a minha ignorância, as minhas necessidades, as minhas relações, a minha cultura e o meu corpo. Que espaço o meu passado deixa pra minha liberdade hoje? Não sou escrava dele. O que eu sempre quis foi comunicar da maneira mais direta o sabor da minha vida, unicamente o sabor da minha vida. Acho que eu consegui fazê-lo; vivi num mundo de homens guardando em mim o melhor da minha feminilidade. Não desejei nem desejo nada mais do que viver sem tempos mortos.

(Simone de Beauvoir)

Disse um poeta que a palavra amor é uma palavra vazia, à espera de ser preenchida por alguém. É verdade que a palavra amor só faz sentido em nossa vida quando alguém desperta em nós o sentimento. Mas o amor é um sentimento raro, com uma conjugação complexa.

Como todo verbo, o amor tem os seus tempos... passado, presente e futuro, e todas as suas condicionais. O amor é também composto, intransitivo e, às vezes, intransigente. O amor é uma palavra simples, mas com significados e sentidos muito complicados. É uma palavra curta, mas onde cabe muita coisa.

O amor é como o tempo, todos nós sabemos o que é, mas se nos pedirem para explicar não conseguimos.

Com uma vida sempre tão agitada será que temos mesmo liberdade, podemos realmente afirmar que somos livres para fazermos o que nos dá vontade? Se pensarmos mais profundamente podemos ver que nossa autonomia é bem restrita e condicionada.

Com horários estipulados para cada atividade, ainda temos que nos vestir e falar de acordo com cada ocasião, pois não queremos ser hostilizados por alguns olhares intimidantes. Em um mundo regrado pelos padrões, ficar fora deles pode às vezes custar muito caro.

Ser magro, acordar cedo, fazer hora extra, comprar aquela roupa, fazer dieta. Estamos rodeados de convenções que nem sempre se encaixam em todo o mundo.

Mais importante que seguir o que muitas vezes está imposto, é perceber a melhor maneira de se inserir sem ser prejudicado. Olhar intimamente para dentro e conhecer o que de fato nos faz felizes pode ajudar a perceber qual o melhor caminho que se deve seguir.

Obviamente vivemos em sociedade onde muita coisa deve ser respeitada, mas sua vontade tem que ser devidamente considerada. Até que provem o contrário, só temos uma vida para ser vivida. Deixarmos de ser o que realmente somos porque pode entrar em choque com a sociedade, é a maior prova do bloqueio da nossa liberdade.

Devemos escolher sempre a felicidade. E mesmo que possa parecer um pouco fora da nossa realidade, fique ao lado da sua verdadeira liberdade!

A tirania do egoísmo é o principal desafio que temos para construir uma civilização à altura da real humanidade que representamos.

Nesse sentido, o assunto consiste em encontrar o lugar certo para o egoísmo, pois há uma utilidade para esse no esquema universal, assim como também há o problema decorrente do seu abuso.

Somos entidades cósmicas criativas, emanamos faíscas de Vida e as projetamos consciente e inconscientemente na realidade para moldá-la ao nosso bel prazer.

Esta é a utilidade do egoísmo. A inutilidade do egoísmo consiste em nos apegarmos tanto a esse processo e o identificarmos como próprio que perdemos de vista o vínculo com o Universo.

Afinal, a Vida não começa nem termina com nossas presenças, ressuscita, se preserva e autodestrói através de todos e de cada um.

(Arauto do Futuro)

Não importa o que me digam, nem se me criticam ou julgam. Pelas decisões da minha vida, quem paga sou. Eu escolhi o meu caminho, e pago o pedágio todos os dias pelo rumo que tomei.

Eu não peço desculpas por nada, e faria tudo de novo. Eu planejei cada trecho da estrada, e cada erro de percurso me ajudou a acertar o passo.

Confesso que algumas vezes cheguei a temer e duvidar de mim, mas eu sempre soube que quem fazia a minha vida era eu, e todas as vezes que cai, precisei ter forças para me reerguer sozinho.

Por algumas vezes, eu me perdi, me perdi de amor, me iludi, chorei e ri, em alguns momentos até acreditei ter agarrado a felicidade. Mas logo percebi que a felicidade está sempre a fugir das nossas mãos, para nos fazer seguir sempre em frente, atrás dela.

Ó Tu, Provedor! Ajuda esses nobres amigos a conquistarem Teu beneplácito. Torna-os igualmente benévolos para com estranhos e amigos. Faze-os entrarem no mundo que perdura para todo o sempre; concede-lhes um quinhão da graça celestial; faze com que sejam verdadeiros bahá’is, sinceramente de Deus; protege-os de aparências exteriores e estabelece-os firmemente na verdade. Torna-os sinais e emblemas do Reino, estrelas luminosas acima dos horizontes desta vida inferior. Que sejam conforto e consolo para a humanidade e promotores da paz do mundo. Extasia-os com o vinho de Teu desígnio e permite que todos eles trilhem o caminho de Teus mandamentos.

(Abdu’l-Bahá)

As decisões da minha vida, eu tomo de acordo com o meu coração. Não deixo as minhas escolhas serem influenciadas pelo que querem os outros, ou pelo que esperam que eu faça. Eu sou dono do meu nariz, ando com as minhas próprias pernas, por isso sou eu quem decido a direção.

A minha casa é onde eu estou, é onde eu quero estar. As minhas fases, boas ou más, vão durar o tempo que durar. É a minha vida, é a minha história, este sou eu!

O destino pode vir definido nas linhas da minha mão. Mas eu posso desenhar em cima delas e mudar o meu futuro. Sou eu, e é a minha vida. Ninguém pode decidir nada por mim. O preço das minhas escolhas quem paga sou. Porque a vida é minha e ninguém vai enfrentar os obstáculos por mim, e ninguém vai sofrer as minhas quedas no meu lugar. E se o choro é todo meu, o riso é todo meu também.

Eu sinto muito, mas já ouvi tudo o que tinha para ouvir. Agora eu não quero saber de mais nada, não quero escutar mais nada. Não me peça desculpas, não me diga que está arrependido. Arrependida estou eu por ter lhe dado outra chance. Agora, eu preciso e quero cuidar apenas de mim. Eu preciso e quero lhe esquecer.

Não me diga mais nada, não me peça mais nada. Apenas desapareça da minha vida, desapareça da minha mente. Você já não tem lugar no meu coração, você não cabe mais na minha vida. Guarde as suas histórias para quem ainda é capaz de acreditar nelas. Eu não sou mais capaz de ouvir as suas mentiras. Não se justifique, não explique mais nada, não desperdice as suas palavras. Agora eu só quero saber de mim.

Você, que já me pediu tanto e já teve tanto de mim, agora atenda o meu desejo e me esqueça!

Você é bonita, não importa o que digam. Não deixe que palavras ou padrões irreais de beleza lhe coloquem para baixo ou lhe façam gostar menos de você, do seu corpo, do seu cabelo, da sua pele, dos seus olhos, dos seus quadris, de quem você é! Você é bonita de um jeito único e singular.

Não se deixe abater por imagens, palavras e gestos infantis, porque você é melhor do que isso, você é mais forte do que tudo. Não se sinta inferior, não deixe que lhe coloquem para baixo. Acredite em você!

Não importa o que digam, para qualquer lugar que você for, um novo dia vai nascer e o sol irá brilhar para você. A vida é bela e viver é maravilhoso. Não deixe que ninguém lhe coloque para baixo. Você é linda, tem uma beleza única e singular. Não importa o que digam!

A felicidade é uma estrada que se constrói enquanto se caminha. A felicidade só depende de nós, precisamos estar predispostos a ser felizes, porque a felicidade não cai do céu, não é um fenômeno que vai aparecer em nossas vidas, e nem um grande evento com dia e hora marcada para acontecer. A felicidade é todos os dias um pouquinho. E para viver feliz, há alguns passos que podemos seguir:

1. Liberte o seu coração das energias negativas:
Raiva, vingança, rancor, revolta, pessimismo… Todos os sentimentos e energias negativas conspiram contra a felicidade. Criam uma aura de negatividade em torno de você que não lhe permite sentir-se bem, satisfeito, realizado, alegre e em paz. Transforme os acontecimentos ruins da vida em aprendizado.

2. Não se culpe:
Aprenda a perdoar os seus erros e os erros dos outros. Não seja demasiado duro com você. Todos cometem erros. Busque aprender com os seus erros e transformá-los em lições de vida. Você pode não saber, mas o perdão é mais benéfico para quem perdoa do que para quem é perdoado.

3. Leve uma vida simples:
Em vez de viver eternamente procurando problemas e tornando a vida complicada, busque soluções e simplifique. Faça por ter uma vida simples e leve. Muitas vezes, as grandes ambições só tornam a vida difícil.

4. Compartilhe:
Aprenda a compartilhar e a dar aquilo que você tem. Compartilhe o seu tempo com as pessoas que ama e que amam você, doe as coisas que já não usa mais, seja voluntário, conviva com a diversidade do mundo. Faça o bem e queira o bem.

5. Diminua as expectativas:
Muitas vezes, impulsionados por padrões que nem são os nossos, acabamos por criar altas expectativas para a nossa vida. Desejamos uma vida que muitas vezes não trará felicidade, apenas baseados no desejo de alcançar um certo status social. Seja sincero e honesto com os seus valores e convicções e reavalie as suas expectativas. Muitas vezes, menos é mais!

Deus cuida de mim quando mais ninguém está por perto. Assim como um pai que senta o filho no seu colo, Ele está sempre disponível para me ouvir e eu sei que entende até os meus sentimentos mais difíceis de expressar.

Posso não ouvir respostas aos meus pedidos, mas eu as sinto na minha vida, todos os dias e em qualquer lugar. Somente Deus consegue ser um Pai perfeito e um Amigo leal ao mesmo tempo.

O aprendiz buscou o orientador e clamou, agoniado:

- Amigo querido, por que a contradição em que me vejo? Vivia tranquilo, quando adquiria fé. Depois de instalar a fé no coração, o sofrimento apareceu em minha vida. Se acumulei tanta confiança na Divina Providência, qual a razão pela qual tantas tribulações me acompanham? Momentos surgem, nos quais me sinto em doloroso desespero. Por que tamanho contra-senso?

O interpelado, entretanto, respondeu sem hesitar:

- Filho, não te revoltes. A Lei do Senhor é justiça e misericórdia. O Pai Todo-Sábio não podia livrar-te da provação, mas não podes negar que a Infinita Bondade te amparou com o apoio oportuno, a fim de que atravesses as tempestades de hoje com o agasalho preciso.

Muitas pessoas estão sempre tão ocupadas em reclamar da vida que não se dão conta da sorte que têm. Ter saúde, ter uma família que acolhe, apoia, ama e cuida, ter amigos, ter inteligência, ter algum talento, viver com conforto e tranquilidade financeira, não ter sofrido nenhum trauma grave na vida, não ter perdido nenhum ente amado… tudo isso conjugado é muita sorte!

A sorte é uma combinação de acontecimentos na vida, que pode trazer felicidade. Mas para isso, é preciso enxergar a sorte que se tem, e saber aproveitá-la e dar valor e agradecer. Dar valor à saúde, aos familiares, aos amigos, e às oportunidades.

Foque nos pontos positivos da sua vida e agradeça a sorte de ter a vida que tem. Se você acha a sua vida difícil, saiba que há milhares de pessoas em situações muito mais complicadas que você, que não têm as mesmas chances, mas que nem por um minuto deixam de lutar.

A gratidão é uma dádiva! Reconhecer e saber aproveitar a sorte que tem é a melhor maneira de agradecer pelo que a vida lhe dá.


Geralmente, em toda parte,
No ângulo mais sombrio
Dos recantos desprezados,
Vem a aranha e tece o fio.

Escura, silenciosa,
Atendendo ao próprio instinto,
Seja dia, seja noite,
Vai fazendo o labirinto.

Por manter o enorme enredo,
Insiste e nunca esmorece,
Condenar-se por si mesma
É seu único interesse.

Desdobrando movimentos
Nos impulsos insensatos,
Pratica perseguições,
Multiplica assassinatos.

Insetos despreocupados,
Na ilusão cariciosa,
Transformam-se em prisioneiros
Da pequena criminosa.

Satisfeita, a aranha escura.
Prossegue na horrenda lida,
Nos venenos que segrega
Traz a morte e suga a vida.

Mas um dia, o espanador,
Na luta material,
Vem e arranca essa infeliz
Das teias de horror do mal.

A aranha, porém, não cede,
Com teimosia e com arte,
Foge ao bem que se lhe fez,
E vai tecer noutra parte.

Quem medita na conduta
Dessa aranha renitente,
Encontra a cópia fiel
Da vida de muita gente.

A muitos presos do engano,
Deus envia a dor e as provas;
Mas, depois de liberdade,
Vão prender-se em redes novas.

É quinta-feira, mais de metade da semana já passou e estamos mais perto do final de semana. Mas não espere que ele chegue para se divertir, para desfrutar da vida, da família, dos amigos, de você mesmo.

Cada dia conta, e o que importa mesmo é o presente. É o dia que está vivendo, esse instante, esse segundo, que importam e podem fazer toda diferença, pois do amanhã ninguém pode jurar seja o que for!

As escolhas da minha vida, eu tomo de acordo com o meu coração. Não deixo as minhas decisões serem influenciadas pelo que querem os outros, ou pelo que esperam que eu faça. Eu sou dono do meu nariz, ando com as minhas próprias pernas e eu decido a direção. A minha casa é onde eu estou, é onde eu quero estar. As minhas fases vão durar o tempo que durar. É a minha vida, é a minha história, sou eu!

O destino pode vir definido nas linhas da minha mão. Mas eu posso desenhar em cima delas e mudar o meu futuro. Sou eu, e é a minha vida. Ninguém pode decidir nada por mim. E o preço das minhas escolhas quem paga sou! Porque a vida é minha e ninguém vai sofrer as minhas dores por mim.

Ao contrário de ti
não tenho ciúmes.

Vem com um homem
às costas,
vem com cem homens nos teus cabelos,
vem com mil homens entre os seios e os pés,
vem como um rio
cheio de afogados
que encontra o mar furioso,
a espuma eterna, o tempo.

Trá-los todos
até onde te espero:
estaremos sempre sozinhos,
estaremos sempre tu e eu
sozinhos na terra
para começar a vida.

(Pablo Neruda)

Talvez você nem imagine o amor que eu tenho por você, meu filho, mas todos os dias a minha preocupação é que você esteja bem. Pode por vezes parecer que controlo demasiado você, mas acredite que tudo o que faço é lutar por sua felicidade.

Nunca recuse todo o carinho que é dado por meu coração sincero, nem conclua que não precisa da minha ajuda. A sua vida ainda dará muitas voltas certamente, mas um dia você vai perceber que é sua mãe que estará perto de você em todos os momentos.

Desfez-se a sombra do mistério errante
E as vezes da Mansão Desconhecida,
Trazem Á morte estranha e indefinida
A mensagem da vida triunfante!

É a compassiva luz de Outro Levante
Revelando a beleza de Outra Vida,
Sol para Terra escura e irredimida,
Fé para a humanidade vacilante...

Há claridade sobre a noite imensa...
Cai a negra muralha da descrença
Aos lampejos celestes da verdade.

É a nova luz divina que se eleva
Nos turbilhões de lagrimas e treva
Trocando a senda para a Eternidade.

(Chico Xavier)

Toda a felicidade e realização que os seres humanos anseiam existe no momento presente.

No agora, o tempo pára de existir e nós experimentamos uma presença que é toda absorvente, completamente em paz, e totalmente satisfatória.

Nada pode estar mais próximo do que o presente, no entanto, nada nos escapa mais rápido.

Em um instante a nossa mente nos leva para longe em memórias do passado ou fantasias sobre o futuro.

Ou nós podemos nos perceber em uma corrida contra o relógio, sentindo como se nunca existisse tempo suficiente.

Nós dizemos coisas como “O tempo está voando”, “O tempo está se acabando”, ou “Nunca existem horas suficientes em um dia.”

De algum modo nós nos esquecemos que escolhemos se queremos que o tempo seja nosso inimigo ou um aliado. Nós podemos mudar de uma percepção presa ao tempo para uma percepção atemporal para o êxtase que somente pode ser encontrado no momento presente.

Se você quer ter todo o tempo do mundo, você pode treinar a si mesmo através das seguintes práticas simples:

Pratique o prestar atenção.

Durante o seu dia, quando notar que seus pensamentos se dispersaram, volte para onde você está. Instantaneamente você verá porque se distraiu, seja porque estava entediado, ansioso, vivendo no passado, ou antecipando o futuro.

Não julge a si mesmo; simplesmente retorne sua atenção para o que está na sua frente nesse momento.

Sinta as sensações do seu corpo.

Enquanto que a mente vive no passado e no futuro, o corpo vive no agora. Conectar-se aos sentimentos do seu corpo faz com que você retorne à consciência do momento presente.

Os nossos pensamentos estão sempre nos puxando para o futuro ou para o passado, para longe do presente.

Porém é no momento presente que nós encontramos o Espírito, o nosso ser essencial e a força que anima toda a vida.

Ao se conectar com o presente nós voltamos a nossa atenção para dentro, para longe de todo o caos e atividade e experimentamos a nossa eterna e ilimitada natureza.



(Deepak Chopra)

Você pode preferir ficar esperando sentado durante oitenta dias em vez percorrer o mundo inteiro. Mas se você pensa que o tempo irá lhe dar todas as respostas e lhe mostrar todos os caminhos, então espere sentado.

Talvez você tenha ainda muito a aprender, e muitas vezes é preciso perder tudo para depois conseguir se encontrar. Mas faça alguma coisa, não entregue tudo nas mãos do tempo.

Aproveite as oportunidades, faça a sua parte. Apaixone-se, entregue-se ao amor, declare-se, mesmo que seja para um dia chorar um mar de lágrimas.

Quando o dia virar noite e apenas a luz de uma vela iluminar a sua vida, quem você estará amando? Se você espera que o tempo faça tudo por você, então espere deitado!

Pode ser que chova, pode ser que faça sol. Pode ser que o amor aconteça por acaso mesmo que você fique parado. Mas pode ser que ele passe por você e vá embora, como uma chuva de verão. Mas se você pensa que o tempo irá tratar de tudo por você, é melhor desistir.

Agarre a sua chance, faça a sua parte. Viva o seu romance, mesmo que seja para sair com o coração partido. Quem não ama e não sofre, nada aprende. Mas não espere muito tempo!

As melhores histórias de amor são aquelas que acontecem inesperadamente, com pessoas que nunca imaginamos e em lugares inusitados. Essas histórias de amor são aquelas que tinham tudo para dar errado, mas deram certo. Elas acontecem naquele dia em que nem iríamos sair de casa, mas por obra do acaso resolvemos mudar de planos.

Essas histórias de amor marcam para sempre, e algumas vezes até duram para sempre, com final feliz e tudo mais. Histórias de amor assim, nos trazem tudo aquilo que precisávamos há tanto tempo. Elas nos resgatam daquele mundo de desilusões e frustrações que o relacionamento passado nos deixou. Elas nos fazem andar nas nuvens e viver sonhando, sem medo.

Essas histórias nos trazem paz, calmaria e aconchego. Tão diferentes daquela paixão cheia de medos e inseguranças. Com essas histórias de amor, aprendemos que a vida é cheia de boas surpresas e que é preciso paciência para encontrá-las.

Quem acredita no amor, na sua força e poder, irá encontrá-lo. E irá encontrá-lo quando menos espera, mas quando mais precisa. E essa é a grande beleza de um amor inesperado! Ele nos prova que estávamos errados ao pensar que amar não vale a pena. Ele nos traz a esperança de volta e com ela a vida ganha novamente suas cores e sabores!

Lá ia eu, de mãos nos bolsos descosidos;
Meu paletó também tornava-se ideal;
Sob o céu, Musa! Eu fui teu súdito leal;
Puxa vida! A sonhar amores destemidos!

O meu único par de calças tinha furos.
- Pequeno Polegar do sonho ao meu redor
Rimas espalho. Albergo-me à Ursa Maior.
- Os meus astros nos céus rangem frêmitos puros.

Sentado, eu os ouvia, à beira do caminho,
Nas noites de setembro, onde senti tal vinho
O orvalho a rorejar-me as frontes em comoção;

Onde, rimando em meio à imensidões fantásticas,
Eu tomava, qual lira, as botinas elásticas
E tangia um dos pés junto ao meu coração!

(Arthur Rimbaud)

Os Samurais existiram por quase 8 séculos (século VIII ao XV), ocupando o mais alto status social porquanto existiu a ditadura militar nipônica denominada Shogunato. Pessoas treinadas desde pequenos para seguir o Bushido, o caminho do guerreiro.
O samurai era uma pessoa muito orgulhosa, tanto que se seu nome fosse desonrado ele executaria o seppuku, era preferível morrer com honra do que viver sem honra.
Seppuku, suicídio honrado de um samurai em que usa uma tanto (faca) e com ela enfia no estômago e puxa para cima cortanto tudo o que tem por dentro. Uma morte dolorosa e orgulhosa.

Inicialmente, os samurais eram apenas coletores de impostos e servidores civis do império. Era preciso homens fortes e qualificados para estabelecer a ordem e muitas vezes ir contra a vontade dos camponeses.

Posteriormente, por volta do século X, foi oficializado o termo "samurai", e este ganhou uma série de novas funções, como a militar. Nessa época, qualquer cidadão podia tornar-se um samurai, bastando para isso adestrar-se no Kobudo (artes marciais samurais), manter uma reputação e ser habilidoso o suficiente para ser contratado por um senhor feudal. Assim foi até o xogunato dos Tokugawa, iniciado em 1603, quando a classe dos samurais passou a ser uma casta. Assim, o título de "samurai" começou a ser passado de pai para filho.

Um grande samurai foi Miyamoto Musashi, um guerreiro que veio do campo, participou da batalha de Sekigahara e iniciou um longo caminho de aperfeiçoamento. Ele derrotou os Yoshioka em Kyoto e venceu o grande Sasaki Kojiro, outro grande samurai.
Pelo fim da era Tokugawa, os samurais eram burocratas aristocráticos ao serviço dos daimyo, com as suas espadas servindo para fins cerimoniais. Com as reformas da era Meiji, no final do século XIX, a classe dos samurais foi abolida e foi estabelecido um exército nacional ao estilo ocidental. O rígido código samurai, chamado bushido, ainda sobrevive, no entanto, na atual sociedade japonesa, tal como muitos outros aspectos do seu modo de vida.

Os Samurais, como classe social, deixaram de existir em 1868, com a restauração Meiji, quando o imperador retomou o poder do país.
Seu legado continua até nossos dias, influenciando não apenas a sociedade japonesa, mas também o ocidente.

(Uzukashi Ogawa)

A amizade é a maior ligação que duas pessoas podem possuir na vida. Felizmente, tenho em você uma grande amiga, uma pessoa totalmente confiável e uma fonte de cumplicidade sem limite. Essa é a verdadeira base de nossa união.

Sinto que você é responsável pela felicidade que nos une, sabe? Você sempre zelou por nós de forma incansável e isso não tem preço. É que uma relação baseada no respeito mútuo e no cuidado e atenção é uma relação eterna. Obrigada por tudo, amiga!

Que hoje não faltem razões para sorrirmos e cada momento seja uma oportunidade para vivermos as melhores sensações do mundo. Que este dia seja o palco das maiores aventuras e no final nosso coração esteja carregado de alegria.

Não deixe palavras por dizer e faça tudo que lhe dá prazer. A vida é breve e deve ser aproveitada ao máximo. Tenha um ótimo dia!

Hoje é mais um dia em nossas vidas e mais uma oportunidade de ser feliz. O sol amanhece para nos lembrar a beleza da vida.

Muitas vezes esquecemos de apreciar a natureza ao nosso redor. Mas é necessário sempre olhar o mundo como se fosse a primeira vez para poder se encantar com cada detalhe.

A beleza está em todo canto e viver neste lugar é uma bênção. Agradeça por mais um dia e se encante sempre!

Bom dia!

Recomendados para você

Melhores textos e frases para amigas para as fazer chorar e sorrir de emoção
Melhores textos e frases para amigas para as fazer chorar e sorrir de emoção