Mensagens Especiais

Não há mais desculpas
Você vai ter que me entender
Quando olhar pra trás
Procurando e não me ver
Chegou a hora de recomeçar
Ter cada coisa em seu lugar
Tentar viver sem recordar jamais
E se a saudade me deixar falhar
Deixar o tempo tentar te apagar

Te ligar de madrugada sem saber o que dizer
Esperando ouvir sua voz e você nem me atender
Nem ao menos pra dizer:

Que não vai voltar
Não vai tentar me entender
Que eu não fui nada pra você
Que eu deveria te deixar em paz
Eu já não sei mais
Não sei viver sem ter você
Hoje eu queria te esquecer
Mas quanto mais eu tento, mais eu lembro
Não sei viver sem ter você

Não sei viver sem ter você

É difícil de aceitar
Recomeçar do zero
Levantar e caminhar
Perceber que quem se ama
Já não se importa com você
E acordar sozinho ouvindo o som da sua TV
Chegou a hora de recomeçar

Acreditar que pode ser melhor assim tentar crescer
Fingir feliz e te deixar para depois
E a cada dia que eu morrer
Espero que você morra pois

Se eu ligar de madrugada sem saber o que dizer
Esperando ouvir sua voz e você nem me atender
Nem ao menos pra dizer...

Que não vai voltar
Não vai tentar me entender
Que eu não fui nada pra você
Que eu deveria te deixar em paz
Eu já não sei mais
Não sei viver sem ter você
Hoje eu queria te esquecer
Mas quanto mais eu tento, mais eu lembro
Não sei viver sem ter você
Não sei viver sem ter você

Preciso reaprender
A viver
Pra esquecer
Pra te esquecer

Pra te esquecer!

(CPM 22)

A chave para mudar o padrão das relações viciadas ou desgastadas, transformar a rotina e recuperar o espírito de entusiasmo e cooperação está em cultivar atitudes baseadas na espiritualidade.

- Procure em seu trabalho um sentido maior do que apenas um meio de sobrevivência.

Por menos gratificante que seja sua função, é um elo na imensa cadeia de trabalho que traz prosperidade e bem-estar coletivos.

- Identifique seus dons e habilidades.

Ter consciência de que você é a pessoa certa no lugar certo é fundamental para a realização. A competência tem relação direta com o prazer. Avalie se sua função preenche sua necessidade de satisfação pessoal. Se não, é hora de começar a pensar em mudar de emprego ou profissão.

- Aceite e compreenda as diferenças.
Procure ver os aspectos positivos que todos nós temos e exercite a capacidade de perdoar e se colocar no lugar das outras pessoas. Isso evita atritos e desgastes desnecessários.

- Aprenda com a diversidade de pontos de vista.
Pessoas com formação cultural, idade ou nível social diferentes do nosso têm muito a nos acrescentar. Tente se abrir para quem parece diferente de você.

- Exercite o afeto e a gentileza com chefes e colegas.
Um sorriso, ou um gesto atencioso, são suficientes para tornar as relações mais amistosas e produtivas. Seja como um ponto de luz no seu ambiente de trabalho.

- Acredite que você tem vasto potencial a ser explorado.
Às vezes perdemos chances de expansão ou mudança na profissão por não apostar em nós mesmos. É o caso de quem acha não ser capaz de aprender outro idioma.

- Viva o momento presente.
Um dos princípios do budismo destaca a importância de estar sempre focado no momento presente e fazer todas as coisas como se fosse a primeira vez. Isso nos dá motivação e nos conecta com nosso foco.

- Equilibre trabalho, família e espiritualidade.
Dê a devida atenção a cada uma dessas áreas da vida, sem achar que uma é mais importante que outra.

(Alkíndar de Oliveira)

“Não tenho medo de mostrar meus sentimentos e de fazer coisas imprudentes, pois acredito que o que não se mostra, não se sente. Coisa que talvez surpreenda muito a você, pois os seus sentimentos são tão guardados que parecem não existir realmente.”

“Mas uma coisa pode ser dita a meu favor: mesmo que não me encontrasse naquele estado de terrível vaidade egocêntrica, eu não teria podido avaliar a extensão do mal que causava por que então não sabia o que era amor. Será que alguma vez eu soube?”

“Dependendo das circunstâncias e do momento, uma qualificação pode ser levada muito acima do seu real valor; muitas vezes, ao contrário, pode ser rebaixada pela tendência a se considerar que nascer em berço de ouro é mais importante do que ter bom caráter.”

“A timidez é sempre efeito de uma sensação de inferioridade, de um modo ou de outro. Se eu pudesse me convencer de que meus modos são perfeitamente graciosos e espontâneos, não seria tímido.”

(Trechos de Razão e Sensibilidade - Jane Austen)

Mantenha seus pensamentos positivos, porque seus pensamentos tornam-se suas palavras. Mantenha suas palavras positivas, porque suas palavras tornam-se suas atitudes. Mantenha suas atitudes positivas, porque suas atitudes tornam-se seus hábitos. Mantenha seus hábitos positivos, porque seus hábitos tornam-se seus valores. Mantenha seus valores positivos, porque seus valores... Tornam-se seu destino.
(...)

Nunca perca a fé na humanidade, pois ela é como um oceano. Só porque existem algumas gotas de água suja nele, não quer dizer que ele esteja sujo por completo.
(...)

A verdade reside em todo coração humano, e cada um deve procurar por ela lá, e ser guiado pela verdade assim que a veja. Mas ninguém tem o direito de forçar os outros a agirem de acordo com sua própria visão da verdade.
(...)

Nunca use violência de nenhum tipo. Nunca ameace com violência de nenhum modo. Nunca sequer tenha pensamentos violentos. Nunca discuta, porque isto ataca a opinião do outro. Nunca critique, porque isto ataca o ego do outro. E o seu sucesso está garantido.

(Mahatma Gandhi)

Boa semana para todos!
Que esta semana vocês possam
experimentar algumas ou todas essas coisas:
Se apaixonar.
Rir até o rosto doer.
Um banho quente.
Um supermercado sem filas.
Um olhar especial.
Receber cartas.
Escutar sua música preferida no rádio.
Uma boa conversa.
Pegar uma boa praia.
Achar uma nota de R$50,00
na sua blusa de inverno do ano passado.
Rir de você mesmo!
Ter alguém para lhe dizer que você é bonita.
Os amigos.
Ouvir acidentalmente alguém falar Bem de você.
Acordar e perceber que ainda faltam
algumas horas para dormir.
Fazer novos amigos, ou ficar junto dos velhos.
Conversar à noite com seu colega de quarto.
Alguém brincar com seus cabelos.
Bons sonhos.
Viagens com os amigos.
Ganhar um jogo difícil.
Encontrar com um velho amigo,
e descobrir que há coisas que nunca mudam.
Descobrir que o amor é eterno e incondicional.
Abraçar a pessoa que você ama.
Ver o nascer do sol.
Levantar e agradecer a Deus
por outro lindo amanhecer!

Infelizmente o Deus estudado pela teologia não corresponde ao Deus interpretado pela psicologia e filosofia. Jesus apresentou um Deus que não condena, não faz guerras para impor sua vontade, não agride, não discrimina, mas um Deus generoso, afetivo, sereno.

Você discrimina prostitutas? Ele as abraça. Você rejeita drogados? Ele os ama. Você dá as costas a muçulmanos ou budistas por não serem cristãos? Ele é deslumbrado por eles. Não importa a opção sexual, a religião, a cultura a nacionalidade. Jesus nos apresentou um pai preocupadíssimo com cada ser humano.

(Augusto Cury)

É muito normal em certos momentos da vida, acharmos que algo do passado poderia ter sido diferente, ou que o presente já não nos traz muita satisfação. Modificar as atitudes do passado, até que provem o contrário, ainda não é possível, mas as consequências que tais atos provocaram, podem ser amenizadas ou até corrigidas com novas atitudes no presente.

Se a vontade de recomeçar é mesmo grande, foque em todos os benefícios que tais mudanças trarão para sua vida e ganhe coragem para continuar. Mas se o medo ainda prevalece, pare um pouco e tenha a certeza se o recomeço realmente acrescentará algo positivo na sua vida. Imagine as possíveis consequências positivas e negativas e veja se o esforço valerá a pena.

Diariamente temos oportunidades para novos recomeços, a cada mês ou a cada ano, sempre nos deparamos com a possibilidade de seguir outros caminhos. Se ainda não conseguiu enxergar nenhuma dessas oportunidades, provavelmente ainda não chegou a real necessidade de mudar algo na sua vida.

Independentemente da vontade ou não de recomeçar, nunca deixe uma oportunidade passar sem antes ser muito bem analisada. Você pode estar perdendo a maior chance de mudar positivamente a sua vida pelo simples fato de estar apegado à ilusão de que é impossível transformá-la.

Certa vez houve uma inundação numa imensa floresta. O choro das nuvens que deveriam promover a vida dessa vez anunciou morte. Os grandes animais bateram em retirada fugindo do afogamento, deixando até os filhos para trás. Devastavam tudo o que estava à frente. Os animais menores seguiam seus rastros. De repente uma pequena andorinha, toda ensopada, apareceu na contramão procurando a quem salvar.
As hienas viram a atitude da andorinha e ficaram admiradíssimas. Disseram: “Você é louca! O que poderá fazer com um corpo tão frágil?”. Os abutres bradaram: “Utópica! Veja se enxerga a sua pequenez!”. Por onde a frágil andorinha passava, era ridicularizada. Mas, atenta, procurava alguém que pudesse resgatar. Suas asas batiam fatigadas, quando viu um filhote de beija-flor debatendo-se na água, quase se entregando. Apesar de nunca ter aprendido mergulhar, ela se atirou na água e com muito esforço pegou o diminuto pássaro pela asa esquerda. E bateu em retirada, carregando o filhote no bico.
Ao retornar, encontrou outras hienas, que não tardaram muito a declarar: “Maluca! Está querendo se heroína!”. Mas não parou; muito fatigada, só descansou após deixar o pequeno beija-flor em local seguro. Horas depois, encontrou as hienas embaixo de uma sombra. Fitando-as nos olhos, deu a sua resposta: “Só me sinto digna das minhas asas se eu as utilizar para fazer os outros voarem”.

(Augusto Cury)
(trecho do livro "O Vendedor de Sonhos")

Quando fazemos tudo para que nos amem e não conseguimos, resta-nos um último recurso: não fazer mais nada. Por isso, digo, quando não obtivermos o amor, o afeto ou a ternura que havíamos solicitado, melhor será desistirmos e procurar mais adiante os sentimentos que nos negaram. Não fazer esforços inúteis, pois o amor nasce, ou não, espontaneamente, mas nunca por força de imposição. Às vezes, é inútil esforçar-se demais, nada se consegue; outras vezes, nada damos e o amor se rende aos nossos pés. Os sentimentos são sempre uma surpresa. Nunca foram uma caridade mendigada, uma compaixão ou um favor concedido. Quase sempre amamos a quem nos ama mal, e desprezamos quem melhor nos quer. Assim, repito, quando tivermos feito tudo para conseguir um amor, e falhado, resta-nos um só caminho...o de mais nada fazer.

(Clarice Lispector)

Com uma trajetória de 30 anos de empreendedorismo marcada pela geração de riqueza, é natural que muitas vezes as pessoas queiram saber se tive insucessos. Respondo, com clareza e transparência, tive! Alguns desses negócios aconteceram e serviram, antes de mais nada, como aprendizado e uma tremenda injeção de ânimo.

Tive uma empresa de jipes que não deu certo. Se tivesse feito escolhas mais acertadas em relação à motorização, meus jipes estariam aí até hoje. Outro negócio que não foi adiante pretendia ser uma ponta da internet no mundo real, seguindo o modelo da Amazon, site americano de compras pela rede. Graças a essas experiências aprimorei minha Visão 360, modo de empreender que prevê os aspectos fundamentais a serem levados em conta na execução de um projeto. Atestei a importância de completar de fato todo o "rosário" de engenharias, sem esquecer nenhum conceito fundamental para o sucesso de um empreendimento.

Além disso, um negócio que não dá certo nos ensina a fechar a empresa da maneira correta, o que é importantíssimo para manter o crédito com bancos e financiadores.

É importante aprender na vida com experiências boas e ruins. E, principalmente, aprender para evoluir e prosperar.

(Eike Batista)

É triste constatar a seguinte realidade: se você acha que pratica o verdadeiro Jiu-Jitsu, saiba que provavelmente não é verdade. O verdadeiro Jiu-Jitsu está morrendo. Salvo raras excessões, aquela arte marcial, mais eficiente que todas as outras, tal como sempre ouvimos falar, quase não existe mais. Não digo que o que você aprende hoje em dia não seja suficiente para se defender e até fazer bonito em cima de um fanfarrão qualquer, mas: você sabe defender-se de um ou mais agressores em uma briga de rua? Ou você nunca treinou defesa pessoal, acreditando que na hora pensará em alguma coisa? Não se engane. Em se tratando de luta, como diziam os antigos mestres, ou você sabe ou não sabe. Se não treinou, não sabe, ponto.

O antigo judô, ou Kano Ju-Jitsu, era uma arte marcial completa, derivada do antigo JuJutsu (arte marcial sem armas praticada pelos antigos samurais). Mestre Kano criou uma arte marcial e não um esporte como alguns fazem crer. Inclusive o Jiu-Jitsu desenvolvido pela família Gracie, no Brasil foi ensinado a Carlos Gracie por por Mitsuyo Maeda, o Conde Koma, que treinou a arte suave na Academia Kodokan de Jigoro Kano lá no Japão. Então, fica a pergunta: O que ocorreu com o Judô afinal de contas? Foi exatamente o mesmo que vem acontecendo com nosso Brazilian Jiu-Jitsu na atualidade: Uma arte marcial quando vira esporte, acaba sucumbindo a tantas regras que perde sua marcialidade. Se por um lado a arte marcial sendo divulgada como esporte atrai mais e mais adeptos buscando a tal arte marcial perfeita, por outro lado, as academias visando apenas medalhas e títulos ensinam cada vez menos o que os alunos mais ansiavam num primeiro momento (olha a redundância aí!). Hora, aquele aluno que sempre ouviu falar que o Jiu-Jitsu é a arte marcial mais eficiente do mundo acaba por empolgar-se realmente quando tem contato com ela (afinal Jiu-Jitsu é empolgante mesmo) mas sem saber, acaba praticando apenas uma das várias vertentes do jiu jitsu, ou seja, a parte esportiva que visa apenas testar conhecimento na arena entre os atletas. Se o professor não for muito consciente da rara oportunidade que tem nas mãos, de desenvolver seres humanos cada vez mais fortes e confiantes, não passará para eles a parte de defesa pessoal do jiu jitsu que é o que realmente interessa. Vejamos o que o grande mestre Hélio Gracie disse a respeito quando ainda em vida em entrevista à Fightingnews:

“O Jiu-Jitsu que criei foi para dar chance aos mais fracos enfrentarem os mais pesados e fortes. E fez tanto sucesso, que resolveram fazer um Jiu-Jitsu de competição. Gostaria de deixar claro que sou a favor da prática esportiva e da preparação técnica de qualquer atleta, seja qual for sua especialidade. Além de boa alimentação, controle sexual e da abstenção de hábitos prejudiciais à saúde. O problema consiste na criação de um Jiu-Jitsu competitivo com regras, tempo inadequado e que privilegia os mais treinados, fortes e pesados. O objetivo do Jiu-Jitsu é, principalmente, beneficiar os mais fracos, que não tendo dotes físicos são inferiorizados. O meu Jiu-Jitsu é uma arte de autodefesa que não aceita certos regulamentos e tempo determinado. Essas são as razões pelas quais não posso, com minha presença, apoiar espetáculos, cujo efeito retrata um anti Jiu-Jitsu”.

(João Pedro Guimarães)
(Jiu Jitsu Uberlândia)

Nossa história foi forte, intensa, verdadeira, mas acabou! Você tem de entender que não vai existir mais nada entre nós. Encaro você como um amigo, sabe? Estou bem como sua ex-namorada, por isso não adianta insistir.

É que sua persistência anda estragando tudo. Entendo que você deseja a reconciliação, eu sei, mas isso não é mais possível. Quero o melhor para você e isso não passa por retomar nosso namoro.

Ele nunca ocupou oficialmente um cargo político ou religioso, mas foi um dos líderes mais poderosos do século 20: fez de suas palavras, atos e ensinamentos eficientes armas na luta por um mundo mais pacífico. Com sua figura franzina e amável, o indiano Mahatma Gandhi marcou a história mundial contemporânea como um símbolo de paz.

Em termos concretos, seu maior feito foi liderar a batalha para libertar seu país da dominação britânica, que durou mais de 200 anos. Antes dele, o movimento para a independência do país era marcado por conflitos armados, mas, convencido de que enfrentar o ódio e a violência utilizando os mesmos artifícios equivale a igualar-se ao inimigo, Gandhi propôs um movimento com base na verdade e no amor, seguindo o princípio da não-violência.

Seu poder de influência atingiu em cheio milhões de indianos miseráveis e injustiçados, que encontraram na sua figura a ponta de esperança há muito perdida, passando a venerá-lo e chamá-lo de Mahatma, que significa “grande alma”. Mais que isso: Gandhi inspirou os maiores pacifistas do nosso tempo, criando um meio alternativo de solução de conflitos – o diálogo.

Hoje, a influência de Gandhi está intimamente ligada com a espiritualidade e ultrapassa fronteiras de todo o mundo, fazendo com que pessoas das mais diferentes raças e religiões concordem que esse pequeno homem – de pouco mais de um 1,60 metro de altura – foi um dos maiores apóstolos da paz que a humanidade já conheceu.

(Carine Portela)
(Tríada)

O que é que se encontra no início? O jardim ou o jardineiro? É o jardineiro. Havendo um jardineiro, mais cedo ou mais tarde um jardim aparecerá. Mas, havendo um jardim sem jardineiro, mais cedo ou mais tarde ele desaparecerá. O que é um jardineiro? Uma pessoa cujo pensamento está cheio de jardins. O que faz um jardim são os pensamentos do jardineiro. O que faz um povo são os pensamentos daqueles que o compõem.

(Rubem Alves)

Uma pessoa pode sentir-se sozinha quando está longe de suas pessoas queridas, quando não tem (ou pensa que não tem) amigos, pessoas que a entendam, lhe deem carinho, atenção, quando termina um relacionamento afetivo, perde um ente querido... São muitas as possibilidades que trazem o sentimento de solidão.

Mas, a pior solidão que alguém pode sentir é a de não ter a si, estar distante de seu interior, de sua verdade, não saber quem é. Quando não sabemos de verdade o que somos, o que queremos, nos sentimos perdidos e sozinhos. Ora, nem nós mesmos nos conhecemos, por conseguinte, não conseguimos saber ao certo o que somos e queremos, não somos companheiros de verdade da gente. Não agimos seguindo decisões e desejos autênticos, somos levados pela opinião dos outros, pela vida ou por valores que estão dentro de nós mas que aí se instalaram vindo de fora, com nossa permissão, claro, mesmo que inconsciente, mas não representam nosso eu verdadeiro.

Alguém nesse estado pode estar rodeado de gente que a ame, dê apoio, compreensão, mas mesmo assim estará se sentindo só, muito, desesperadamente até. Uma solidão que nada que vem de fora pode aplacar de verdade se algo não for feito pela própria pessoa que se sente solitária.

É muito ruim olharmos para dentro de nós e encontrarmos ideias confusas, valores duvidosos, falta de autoconfiança criada por mensagens incorporadas vida afora e pelo não conhecimento de nossa real identidade. Se eu não sei quem sou verdadeiramente, não me conheço, não sei me ajudar, me acompanhar, me amar.

Essa profunda solidão, da ausência do eu verdadeiro, provoca imensa instabilidade e dor. Muitos distúrbios afetivos podem daí advir, como a depressão, por exemplo. Quem passa ou passou por isso sabe como é duro viver nessa condição. E às vezes nem todo o apoio externo a suaviza.

O caminho para resolver essa solidão interior é voltar-se para dentro, cada um em seu tempo, de seu jeito, às vezes procurando a orientação de alguém habilitado, e tentar resgatar seu eu autêntico, suas vontades, preceitos, qualidades e aptidões que podem estar esquecidos lá no fundo, encobertos por toneladas de elementos errôneos, pensamentos exteriores de qualidade duvidosa e mensagens negativas que se permitiu que estacionassem no íntimo do ser.

Esse trabalho de autoconhecimento e redescoberta, de resgate do eu verdadeiro, nos aproxima mais de nós mesmos, de nossa verdade. Vamos nos achando de novo, percebendo o que temos feito que está ou não de acordo com o que realmente queremos e precisamos. Esse resgate, invariavelmente, faz com que reconheçamos nossas verdadeiras qualidades, limites também (e esses concluímos se podem e devem ser superados, quando e como). Vamos limpando o interior do que não é nosso e percebendo o que de bom temos, vamos reaprendendo a nos gostar.

Assim, começamos a nos nortear novamente na existência, mais seguros, mais senhores e companheiros de nós, mais centrados, com mais autorrespeito, autovalorização. Nos amando e conhecendo mais, sabendo pelo que queremos lutar sinceramente; temos para onde olhar quando procuramos respostas e referências: dentro da gente. Somos uma grande companhia e amizade para nós mesmos, não estamos mais sós. Quando tenho a mim, sinceramente, não me sinto só nem desorientado, Posso ficar confuso às vezes, mas sei como parar, refletir e encontrar o rumo novamente.

Não me sentindo mais só, com falta de mim, posso perceber melhor a vida (e aprender melhor com a leitura que faço dela), seus acontecimentos, as pessoas a meu lado e o que têm de bom a me oferecer. Fico cada vez mais aberto e firme, melhor para viver minha relação comigo e as relações interpessoais de todos os tipos (profissionais, familiares, afetivas, etc.). Fico cada vez mais distante da solidão.

(Marcus Facciollo)
(Portal da Psique)

Enfermeira não fala, coordena vibrações nas cordas vocais,
Enfermeira não pensa, faz sinapse.
Enfermeira não toma susto, recebe respostas galvânicas incoerentes.
Enfermeira não chora, produz secreções lacrimais.
Enfermeira não espera retorno de e-mail, espera feed-back.
Enfermeira não perde energia, gasta ATP.
Enfermeira não divide, faz meiose.
Enfermeira não beija, permuta microorganismos.
Enfermeira não se olha no espelho, faz avaliação postural.
Enfermeira não respira, faz trocas gasosas.
Enfermeira não sente dor, tem estímulos nociceptivos.
Enfermeira não espreguiça, faz alongamento.
Enfermeira não tem estresse, tem arritmia sinusal...
Enfermeira não come, degusta.
Enfermeira não cheira, olfata.
Enfermeira não toca, tateia.
Enfermeira não respira, quebra carboidratos.
Enfermeira não elogia, descreve processos.
Enfermeira não tem reflexos, tem mensagens neuro-transmitidas involuntárias.
Enfermeira não facilita discussões, catalisa substratos.
Enfermeira não admite algo sem resposta, analisa o hereditário.
Enfermeira não se apaixona, tem comportamento de padrão motor ativado pelas reações químicas induzidas pelas respostas emocionais.

Ser Enfermeira é....uma arte!!!

(Marcelo Fouquet Rosembrock)
(Pensador)

Quando pequenos fazemos tantos trabalhos em grupo na escola, e provavelmente nunca lhe passou pela cabeça a importância que eles trariam para sua vida profissional. Hoje em dia, por mais que alguém tenha certa independência financeira e trabalhe até sozinho em uma pequena empresa, é impossível conseguir trabalhar completamente só.

Por mais que tenha autonomia sempre haverá uma mínima dependência, nem que sejam através dos fornecedores e clientes, para limitar ou até especificar como será o direcionamento da empresa.

Aqueles trabalhinhos da escola falado anteriormente, servem não somente para aprendermos as dividir tarefas, mas principalmente para conseguirmos interagir positivamente com as ideias dos outros colegas para finalizar o trabalho de maneira positiva e eficiente.

Da mesma forma que vivemos profissionalmente, onde cada um tem uma função complementar a outra, onde juntas concluem a proposta final da empresa. Para além de unir diversas opiniões que certamente enriquecem profundamente nosso dia a dia profissional, trabalhar em equipe nos dá a oportunidade de conhecer novas pessoas, ampliar nosso repertório e principalmente expandir o nosso olhar para a vida.

Concordando ou não com o colega, toda opinião é bem vinda e extremamente relevante, não podemos nunca esquecer que somos todos diferentes e ouvir as diversas visões sobre o problema é a melhor maneira de resolvê-lo.

Tatame que estais debaixo de nossos pés
Abençoada seja nossa luta
Fortificai o nosso treino
E que seja eu mais forte que o meu adversário
Assim na raspagem como na imobilização
Kimono meu de cada dia
Não rasgai hoje
Perdoai, os nossos triângulos mal feitos
Assim no treino como no campeonato
Não nos deixeis cair em finalização
Mas livrai-me do armlock aéreo
Amém!

Ser um empreendedor é executar os sonhos,
mesmo que haja riscos.
É enfrentar os problemas,
mesmo não tendo forças.
É caminhar por lugares desconhecidos,
mesmo sem bússola.
É tomar atitudes que ninguém tomou.
É ter consciência de que quem vence sem obstáculos
triunfa sem glória.
É não esperar uma herança,
mas construir uma história...
Quantos projetos você deixou para trás?
Quantas vezes seus temores bloquearam seus sonhos?
Ser um empreendedor não é esperar a felicidade acontecer,
mas conquistá-la.


(Augusto Cury)

“Quando mais conheço o mundo, mais me desagrada. E o tempo confirma a minha crença na inconsistência do caráter humano e no pouco que se pode confiar nas aparências de bondade ou inteligência.”

“O bom filósofo só tira benefício de onde ele existe.”

“Sempre se aprecia muito o poder de fazer qualquer coisa com rapidez e não se presta atenção às imperfeições com que se faz.”

“As discussões se parecem demais com as disputas.”

“A vaidade é um defeito. Mas o orgulho, no caso de pessoas de inteligência superior, acredito que seja válido.”

“Me pergunto quem seria o primeiro a descobrir a eficácia da poesia para acabar com o amor.”

“Somos poucos os que temos valentia suficiente para nos apaixonarmos completamente se a outra parte não nos encoraja.”

“O orgulho está relacionado com a opinião que temos de nós mesmos; a vaidade, com o que queríamos que os demais pensassem de nós.”

(Jane Austen)

Paciência para as dificuldades
Tolerância para as diferenças
Benevolência para os equívocos
Misericórdia para os erros
Perdão para as ofensas
Equilíbrio para os desejos
Sensatez para as escolhas
Sensibilidade para os olhos
Delicadeza para as palavras
Coragem para as provas
Fé para as conquistas
E amor para todas as ocasiões.
Que Você tenha
Uma Semana Maravilhosa!

Quando eu tinha 17 anos, eu li uma citação que era mais ou menos assim: "Se você viver cada dia como se fosse o último, um dia com certeza você acertará." Eu fiquei bastante impressionado e desde essa altura, nos últimos 33 anos, eu me olho no espelho todas as manhãs e pergunto: "Se hoje fosse o último dia da minha vida, será que eu ia querer fazer aquilo que eu vou fazer hoje?" E sempre que a minha resposta é "Não" durante muitos dias seguidos, eu sei que tenho que mudar alguma coisa.

(Steve Jobs)

Ser ou não ser, eis a questão: será mais nobre
Em nosso espírito sofrer pedras e setas
Com que a Fortuna, enfurecida, nos alveja,
Ou insurgir-nos contra um mar de provações
E em luta pôr-lhes fim? Morrer.. dormir: não mais.
Dizer que rematamos com um sono a angústia
E as mil pelejas naturais - herança do homem:
Morrer para dormir... é uma consumação
Que bem merece e desejamos com fervor.
Dormir... Talvez sonhar: eis onde surge o obstáculo:
Pois quando livres do tumulto da existência,
No repouso da morte o sonho que tenhamos
Devem fazer-nos hesitar: eis a suspeita
Que impõe tão longa vida aos nossos infortúnios.
Quem sofreria os relhos e a irrisão do mundo,
O agravo do opressor, a afronta do orgulhoso,
Toda a lancinação do mal-prezado amor,
A insolência oficial, as dilações da lei,
Os doestos que dos nulos têm de suportar
O mérito paciente, quem o sofreria,
Quando alcançasse a mais perfeita quitação
Com a ponta de um punhal? Quem levaria fardos,
Gemendo e suando sob a vida fatigante,
Se o receio de alguma coisa após a morte,
–Essa região desconhecida cujas raias
Jamais viajante algum atravessou de volta –
Não nos pusesse a voar para outros, não sabidos?
O pensamento assim nos acovarda, e assim
É que se cobre a tez normal da decisão
Com o tom pálido e enfermo da melancolia;
E desde que nos prendam tais cogitações,
Empresas de alto escopo e que bem alto planam
Desviam-se de rumo e cessam até mesmo
De se chamar ação.

(William Shakespeare)

Queria não controlar meu coração. Penso: se pudesse entregá-lo ao menos por um final-de-semana, esta chuva caindo em meu rosto teria outro sabor. Se amar fosse fácil eu estaria abraçada com ele, e a letra da música contaria uma história que é a nossa história.

(Paulo Coelho)

Tem beijo que parece mordida
Tem mordida que parece carinho
Tem carinho que parece briga
Tem briga que aparece pra trazer sorriso

Tem sorriso que parece choro
Tem choro que é por alegria
Tem dia que parece noite
E a tristeza parece poesia

Tem motivo pra viver de novo
Tem o novo que quer ter motivo
Tem aquele que parece feio
Mas o coração nos diz que é o mais bonito.

(Fernando Anitelli - Teatro Mágico)

Naqueles momentos difíceis, onde parece que nada dá certo e não existe solução para nenhum dos seus problemas, não tenha vergonha em pedir ajuda, pois pior que permanecer em uma má situação é viver com a dor de não ter tentado o suficiente para sair dela.

Você não pode esperar uma atitude inicial de ninguém, além de você, para solucionar os seus problemas. Primeiramente é necessário que você esteja disposto a encarar tal dificuldade, mas também não é por isso que excluirá uma possível ajuda de algum amigo ou pessoa mais próxima.

A união com outras pessoas certamente o fará perceber outras perspectivas do problema e facilitará bastante a busca de uma solução para ele. Somos mais de 7 milhões de pessoas no mundo, por que você ainda acharia que deve passar por tantas dificuldades sozinho?

Ganhe coragem e peça ajuda quando sentir que está precisando. A união é uma arma poderosa para ultrapassar qualquer dificuldade, não deixe nenhuma chance de resolver seu problema passar com indiferença, pois o não aproveitamento dessa oportunidade pode dar lugar ao arrependimento, trazendo muito mais dor e sofrimento.

A separação de talento e habilidade é um dos conceitos mais incompreendidos por pessoas que têm sonhos e querem alcançar alguma coisa na vida. Talento você tem naturalmente, habilidade só é desenvolvida através de horas e horas e horas de trabalho no seu ofício. (...) Não há nenhuma maneira fácil de contornar isso. Não importa o quão talentoso você é, seu talento vai falhar se você não está qualificado, se não tiver habilidade, se você não estudar, se você não trabalhar duro e dedicar-se a ser melhor a cada dia, você não vai ser capaz de comunicar com o seu talento da forma que você quiser. (...) A única coisa que eu vejo que é distintamente diferente sobre mim é que eu não tenho medo de morrer na esteira. Você pode ter mais talento do que eu, você pode ser mais esperto do que eu, mas se estivermos na esteira juntos, acontece uma de duas coisas: você vai sair primeiro ou eu vou morrer. É realmente muito simples.

(Will Smith)

Muitas vezes relutamos para trabalhar em equipe, achando que é mais fácil trabalhar sozinho e ao acrescentar mais uma pessoa, pode acabar até incomodando seu processo criativo. Se você enxergar o trabalho em equipe desta forma, certamente será bem mais difícil adquirir novos conhecimentos, pois a troca de experiências interpessoais é uma ótima forma de renovar seu repertório.

Para trabalhar bem em conjunto é preciso ter uma mente aberta para ouvir vários tipos de opiniões e uma boa fundamentação teórica para defender suas ideias e apreciações. Por mais que seu companheiro não tenha tanto conhecimento na sua área, neste caso, as experiências de vida podem sugerir que olhe seus conceitos por outro lado, e isto é importantíssimo para o crescimento profissional.

Se um dia surgir uma oportunidade de trabalhar em equipe, não fuja, deixe o orgulho em casa e aproveite todas as possibilidades de aprendizado. O relacionamento com diferentes opiniões amplia nossos horizontes e nos retira da completa escuridão.

Você ainda não reconhece minha voz, não consegue distinguir meu toque de outras carícias, não identifica meus gestos de carinho, de ternura! Você, meu neto tão amado, é o melhor que tenho na vida!

Sinto paz quando fico observando você a cair no sono. Coisas dessas me deixam feliz! Quando você crescer quero estar de seu lado, meu bem! Quero apoiar suas decisões e ajudar a tornar seu mundo, um mundo alegre!

Boa noite, meu bem! Que as horas mais escuras do dia sirvam para abraçar seu descanso, seu repouso.

Lembre que as estrelas estão lá em cima olhando por seu bem-estar; transformando sombras em luzes claras, cuidando de todos sem esquecer alguém. Além de tudo isso, estou torcendo para que sua noite contenha toda paz que você tanto merece. Bons sonhos, meu bem!

Recomendados para você

O que é saudade e 8 formas especiais de demonstrar esse sentimento
O que é saudade e 8 formas especiais de demonstrar esse sentimento