Mensagens de Reflexão


Às vezes deixamos para trás um simples gesto, e não o enxergamos como deveríamos enxergar. Aí um dia olhamos para trás e por descuido deixamos de o sentir. Mas o mais importante é que a falta que sentimos faz com que lembremos desse gesto e que de alguma forma ele deixou marcas.

Aquele gesto, aquele abraço foi positivo, foi bonito. Foi um abraço dado na hora certa. Um abraço de carinho, um abraço sincero, espontâneo. Um abraço que jamais deveria ser esquecido, que a vida traz na nossa memória.

Dê sempre o melhor, e o melhor virá!
Às vezes as pessoas são egocêntricas, ilógicas e insensatas. Perdoe-as assim mesmo. Se você é gentil, as pessoas podem acusá-lo de egoísta e interesseiro. Seja gentil assim mesmo.

Se você é um vencedor, terá alguns falsos amigos e alguns inimigos verdadeiros. Vença assim mesmo. Se você é honesto e franco, as pessoas podem enganá-lo. Seja honesto e franco assim mesmo.

O que você levou anos para construir, alguém pode destruir de uma hora
para outra. Construa assim mesmo. Se você tem paz e é feliz, as pessoas podem sentir inveja. Seja feliz assim mesmo.

O bem que você faz hoje pode ser esquecido amanhã. Faça o bem assim mesmo. Dê ao mundo o melhor de você, mas isso pode nunca ser o bastante. Dê o melhor de você assim mesmo. E veja que, no final das contas, é entre você e Deus. Nunca foi entre você e eles!

O casamento é como um barco no mar tempestuoso deste mundo. Os problemas que todos enfrentamos nos causam agitação e é difícil conseguirmos uma boa estabilidade. É preciso união, perdão e reconciliação no casal para que as adversidades não afetem o relacionamento e ambos possam chegar felizes a um cais seguro.

Se ao contrário disso, marido e esposa remarem em diferentes direções, acabarão por não seguir o rumo correto e toda a família poderá sofrer as consequências de um duro naufrágio. Cada membro precisa de perceber que seus atos irrefletidos podem afetar todos os restantes. Palavras e gestos devem sempre ser ponderados e com a intenção de beneficiar a paz familiar.

Não é impossível atingir a felicidade apesar dos problemas que todos os casais enfrentam. Basta deixarmos o orgulho de lado quando temos de pedir desculpas ou perdoar de coração. Com a atitude correta, as reconciliações serão cada vez mais constantes e todos serão beneficiados com isso.

Jamais se arrependerá de ter refreado a língua, quando teve vontade de dizer o que não convinha ou o que não era verdade. De ter formado o melhor conceito sobre o proceder de outrem. De não ter julgado com severidade os atos alheios, ignorando a real motivação de cada ser.

Jamais se arrependerá de ter perdoado aqueles que magoaram você e de ter contribuído para sua evolução espiritual. De ter cumprido pontualmente suas promessas bem pensadas. De ser fiel aos compromissos dignos e nobres a que se vinculou.

Jamais se arrependerá de ter suportado com paciência as faltas alheias. De ter ignorado as mentiras e as maledicências que lhe chegaram aos ouvidos. De ter dirigido palavras bondosas aos desventurados e tristes. De ter simpatizado com os menos afortunados e de ter realizado algo de efetivo e bom em prol de alguém.

Jamais se arrependerá de ter pedido perdão pelas faltas cometidas. De ter reparado o mal que causou. De ter pensado antes de falar. De ter honrado a seus pais, agindo com gratidão por todo o bem que deles recebeu. De ter sido cortês e honesto em tudo e com todos.

Jamais se arrependerás de ter ensinado algo de bom e verdadeiro a uma criança. De ter sido capaz de cativar um coração e de ter feito uma amizade verdadeira. De ter oferecido pão a um faminto e consolo a um aflito. De se desviar do caminho errado e seguir pelo caminho correto, por mais árduo que esse possa ser.

Pode escolher os caminhos que vai seguir no curso de sua vida. Pode optar quais posturas assumirá diante das mais variadas circunstâncias da vida. Você é o senhor dos seus passos e o dono de seu futuro. Não compete a mais ninguém as escolhas que afetarão a sua história.

Por mais que terceiros possam atingi-lo, somente os seus próprios atos, suas reações definirão o rumo do seu destino. Antes de agir, reflita com ponderação e sabedoria. O arrependimento nas decisões equivocadas, tomadas sob a influência do egoísmo e da ira, o fará sofrer.

Fazer o bem sempre é motivo de satisfação e alegria. Para o homem de bem não interessa o reconhecimento pelo seu ato, nem gratidões e honrarias. A consciência tranquila e a certeza de que se fez o melhor e o possível, é o suficiente para apaziguar o coração.

Não tenha medo de ousar e fazer coisas que nunca fez antes e nem tampouco de mudar em sua vida aquilo que for necessário. Siga sempre pelo caminho do bem e jamais se arrependerá dessa escolha. Controle-se e procure escutar o que seu coração tem para lhe contar e investigue suas razões. Compartilhe seus desejos com a pessoa amada, quem sabe também ela tenha algo para compartilhar com você. Utilize seus talentos, use a iniciativa e dê início aos seus projetos com amor, coragem e dedicação.

Esse será o segredo do seu sucesso. E quando amar, não encontre justificativas para fugir dele. Lembre-se que às vezes ele está nos lugares menos prováveis e onde menos esperamos. Jamais se arrependerá de ter tido calma e paciência, pois se esse amor ainda não chegou, uma hora ele chegará até você.

Um dos maiores enigmas que cercam a humanidade desde, é por ironia, algo muito frequente nas nossas vidas, a morte. Deparamo-nos com ela todos os dias, seja com pessoas conhecidas, estranhas, que viviam do outro lado do mundo ou até com um animal de estimação muito querido.

Apesar de todas as explicações dadas pelas diversas religiões, pela ciência ou ainda pelos nossos antepassados, é algo sempre muito discutido e muito questionado. Há quem relacione a morte com uma passagem, que levará para um lugar anteriormente esperado, há também quem acredite que é apenas uma transição para o início de uma nova vida.

As explicações são as mais diversas, mas independentemente do que acredite, nunca é fácil dá adeus a um ente querido, principalmente quando existem palavras ainda não ditas. A crença na morte como algo além de um simples fim, nos conforta em um segundo momento, após a chegada do sofrimento da partida definitiva de uma pessoa querida.

Mas a única certeza que temos sobre a morte é que ela sempre chega, para uns mais rapidamente, para outros o tempo pode passar muito lentamente. Sabemos que o fim para quem foi é certo, mas o que acontece depois disso, certamente ainda dará origem a muitos questionamentos.

Falar é completamente fácil, quando se tem palavras em mente que expressem sua opinião. Difícil é expressar por gestos e atitudes, o que realmente queremos dizer.

Fácil é julgar pessoas que estão sendo expostas pelas circunstâncias. Difícil é encontrar e refletir sobre os seus próprios erros.

Fácil é fazer companhia a alguém, dizer o que ela deseja ouvir. Difícil é ser amigo para todas as horas e dizer a verdade quando for preciso.

Fácil é analisar a situação alheia e poder aconselhar sobre a mesma. Difícil é vivenciar essa situação e saber o que fazer.

Fácil é demonstrar raiva e impaciência quando algo o deixa irritado. Difícil é expressar o seu amor a alguém que realmente te conhece.

Fácil é viver sem ter que se preocupar com o amanhã. Difícil é questionar e tentar melhorar suas atitudes impulsivas e às vezes impetuosas, a cada dia que passa.

Fácil é mentir aos quatro ventos o que tentamos camuflar. Difícil é mentir para o nosso coração.

Fácil é ver o que queremos enxergar. Difícil é saber que nos iludimos com o que achávamos ter visto. Fácil é ditar regras e difícil é segui-las.

(Carlos Drummond de Andrade)

Vou ensinar-lhe agora o modo de entender que não é ainda um sábio. O sábio autêntico vive em plena alegria, contente, tranquilo, imperturbável; vive em pé de igualdade com os deuses. Analise-se então a si próprio: se você nunca se sente triste, se nenhuma esperança te aflige o ânimo na expectativa do futuro, se dia e noite a tua alma se mantém igual a si mesma, isto é, plena de elevação e contente de si própria, então você conseguiu atingir o máximo bem possível ao homem! Mas se, em toda a parte e sob todas as formas, você não busca senão o prazer, fique sabendo que tão longe estás da sabedoria como da alegria verdadeira. Você pretende obter a alegria, mas falhará o alvo se pensa vir a alcançá-la por meio das riquezas ou das honras, pois isso será o mesmo que tentar encontrar a alegria no meio da angústia; riquezas e honras, que você busca como se fossem fontes de satisfação e prazer, são apenas motivos para futuras dores.

(Sêneca)

O sucesso é construído à noite! Durante o dia você faz o que todos fazem. Não conheço ninguém que conseguiu realizar seu sonho sem sacrificar feriados e domingos pelo menos uma centena de vezes.

Da mesma forma, se você quiser construir uma relação amiga com seus filhos, terá que se dedicar a isso, superar o cansaço, arrumar tempo para ficar com eles, deixar de lado o orgulho e o comodismo.

Se quiser um casamento gratificante, terá que investir tempo, energia e sentimentos nesse objetivo.

O sucesso é construído à noite! Durante o dia você faz o que todos fazem. Mas, para obter resultado diferente da maioria, você tem que ser especial. Se fizer igual a todo mundo, obterá os mesmos resultados.

Não se compare à maioria, pois infelizmente ela não é modelo de sucesso. Se você quiser atingir uma meta especial, terá que estudar no horário em que os outros estão tomando chope com batatas fritas. Terá de planejar, enquanto os outros permanecem à frente da televisão. Terá de trabalhar enquanto os outros tomam sol à beira da piscina.

A realização de um sonho depende de dedicação. Há muita gente que espera que o sonho se realize por mágica. Mas toda mágica é ilusão. A ilusão não tira ninguém de onde está. Ilusão é combustível de perdedores.

"Quem quer fazer alguma coisa, encontra um meio. Quem não quer fazer nada, encontra uma desculpa.”

(Roberto Shinyashiki)

Quando enfrentar dificuldades lembre-se que os planos de Deus são maiores que qualquer obstáculo.

Existem vários tipos de amor, mas é inquestionável que todos são fortes e determinam o quanto vale a pena viver. É preciso amar direito, sem medo nem preconceito.

É preciso encontrar no amor a fórmula da felicidade. Sim, porque não dá para viver com o coração cheio de alegria se não existir amor no nosso dia a dia. E por isso devemos cuidar do sentimento mais lindo que existe: o amor.

Apxsar da minha máquina dx xscrxvxr sxr um modxlo antigo, funciona bxm com xxcxção dx uma txcla. Há 42 txclas qux funcionam bxm, mxnos uma x isso faz uma grandx difxrxnça.

Dxvxmos txr o cuidado para qux nossa xquipx não sxja como xssa vxlha máquina dx xscrxvxr, qux todos sxus mxmbros trabalhxm como dxvxm. Ninguxm txm o dirxito dx pxnsar: Afinal sou apxnas uma pxssoa e sxm dúvida não fará difxrxnça para o nosso grupo.

Comprxxndxmos qux para um grupo podxr progrxdir xficixntxmxntx, prxcisa dx
participação ativa dx todos os sxus mxmbros. Sxmprx qux vocx pxnsar qux não prxcisam de vocx, lxmbrx-sx da minha vxlha máquina dx xscrxvxr, x diga a si próprio: Xu sou uma das txclas importantxs nas nossas atividadxs x os mxus sxrviços são nxcxssários.

Que importam as tristezas
que me fizeram chorar
Que importam as decepções
que me fizeram injuriar
Que importam o desespero
que me fizeram lamentar
Que importam as pedras,
que no meu caminho encontrei...
E das tantas quedas que levei
mas com determinação me levantei...
Que importam os altos e baixos
pelo qual tive que passar...
Das tantas noites que sozinha,
chorei, chorei até soluçar...
E das tantas perguntas que fiz
para Deus, sempre dizendo:
Senhor por que, por que?
Nada mais importa...
Tudo agora está explicado
Passei pelas tempestades...
Sobrevivi e renasci
Tudo foi para finalmente
Ter você perto de mim.

Deus é um pai cuidadoso, zeloso e amoroso. Ele é onipresente, está ao nosso lado em todos os passos que damos. Ele é onisciente, sabe tudo o que acontece em nosso coração e em nossos pensamentos. É assim que Deus cuida de nós.

Deus sempre olha por nós, Ele cuida das nossas vidas, guia-nos no caminho do bem, abençoa a nossa jornada. Mas para que Deus faça a Sua obra em nossas vidas, precisamos estar abertos a Ele. Precisamos aceitar os cuidados de Deus, ficarmos sensíveis às mensagens que Ele nos transmite.

Como diz o ditado, Deus escreve certo por linhas tortas. Algumas vezes pode ser difícil para nós compreender as suas designações, mas devemos confiar na vontade do Senhor. Ele sempre sabe o que é melhor para nós, não apenas nesta vida mas pela eternidade.

Os obstáculos e problemas fazem parte do dia a dia. Não temos como fugir às dificuldades e só temos um caminho. Enfrentar! É hora de olhar de frente para o que está incomodando e dar a volta por cima.

Devemos arrumar um jeito de vencer nossos medos interiores, batalhar contra tudo que se opõe às vontades, sonhos e desejos mais fortes. Basta de aceitar as cores escuras da vida. É tempo de pintar o dia da cor que mais queremos.

Se não mudarmos o que não gostamos e nos prejudica então nada ficará melhor, belo e emocionante. Vamos transformar lágrimas em sorrisos, tristezas em felicidades. A vida é bela mesmo com todos os obstáculos!

Ninguém é tão pequeno
que não tenha nada para dar,
nem tão poderoso
que não tenha nada a receber.
Ninguém é tão fraco
que nunca tenha vencido.
Ninguém é tão forte
que nunca tenha chorado.
Ninguém é tão alto
para nunca ser ajudado.
Ninguém é tão inválido
que nunca tenha contribuído.
Ninguém é tão sábio
que nunca tenha errado.
Ninguém é tão corajoso
que nunca teve medo.
Ninguém é tão medroso
que nunca teve coragem.
Ninguém é tão alguém
que nunca precisou de ninguém!

A gravidez de um pai não se dá nas entranhas, mas fora delas. Ela se dá primeiro no coração, onde o sentimento de paternidade é gerado. Um desejo de ser e de se ver prolongado em outra vida, que seja parte de si mesmo, mas com vida própria. Imagino que deve ser frustrante a princípio.

Durante toda a espera, um pai é um pai sem experimentar o gosto de ser, sem os inconvenientes de uma gravidez, mas também sem as lindas emoções que tanto mexem connosco.

E quando ele sente pela primeira vez a vida que ajudou a gerar, tudo toma outra forma. Ele sente um chute e se diz já que este será um grande jogador de futebol. E muitas vezes se surpreende e se maravilha quando vê uma princesinha que sabe chutar tão bem. Mas tanto faz. Está ali um sonho que se torna palpável.

E um parto de um pai se dá quando ele pega pela primeira vez sua criança nos braços, quando ele se vê em características naquele serzinho tão miudinho que nem se dá conta ainda que veio ao mundo e que se tornou o mundo de alguém. E os sentimentos e emoções se atropelam dentro dele. E ele sente que, a partir desse instante, a vida nunca mais será a mesma. E ele precisa olhar dez, cem, mil vezes para acreditar que tudo não passa de um sonho. E geralmente há um enorme sentimento de orgulho que toma posse dele.

Assim se forma um pai. Pronto para ensinar tudo o que aprendeu da vida, um dia ele descobre que não sabe realmente muito, que na verdade aprende a cada instante. Diante da sua criança ele se torna um adulto vulnerável e acessível. E vai gerando, pouquinho a pouquinho, dentro de si mesmo, a arte de se tornar um pai.

Deus está presente na minha vida e por isso nada temo e tudo enfrento com fé e esperança.

A muito tempo no Japão antigo existia um Velho Samurai que morava em um pequeno vilarejo, seu nome era Hatori Hanzo. Foi um grande general do imperador lutou inúmeras batalhas e guerras. Mas agora, estava velho e decidiu se ausentar já que não havia mais guerras e seu país estava em paz, neste vilarejo ele ensinava a arte de combate aos jovens e era respeitado e admirado por todos.

Certo dia chega um samurai mais jovem neste vilarejo procurando por Hanzo, sabendo que ele era um lendário samurai lança o desafio:

- Então você é o lendário Hatori Hanzo, não passa de um velho mas vim aqui desafiá-lo.

O velho samurai aceitou o desafio e ao amanhecer do dia seguinte foi ao centro do vilarejo onde estava seu desafiante, que arrogantemente blasfemou, xingou, cuspiu e ofendeu Hanzo.

O velho apenas ficou ajoelhado sem se mover ou dizer algo e sem se desviar das pedras que o seu desafiante atirava em sua direção. Logo entardeceu e todos estavam espantados pois "o lendário Hatori Hanzo estava com medo?!"

Depois de horas o jovem e arrogante samurai deu as costas frustrado e foi embora se vangloriando de uma vitoria que não existia.

Um dos jovens alunos de Hanzo se aproximou e perguntou:
- Mestre, o senhor poderia tê-lo vencido com apenas um golpe e ter calado aquele verme, por que ficou calado imóvel sem revidar?

Com um olhar paciente e um sorriso Hatori Hanzo respondeu ao seu aluno:
- Se alguém lhe oferecer um presente e você não aceitar, a quem o presente pertence?

O aluno responde:
- Ele pertencerá a ninguém mais do quem me ofereceu.

- Exato - responde Hanzo
- O mesmo acontece com alguém que te insulta, blasfema, chinga...se você não aceitar isto tudo retorna a quem lhe ofereceu.

Moral: A honra não está em vencer seu oponente com apenas um golpe, mas sim em ensinar-lhe a disciplina e o respeito através de superioridade moral. A maior batalha é aquela que não acontece.

O presente é esse instante em que você vive permanentemente, é essa consciência de estar vivo, é essa necessidade de sonhar. O presente é esse momento em que você fica pensando no passado e imaginando o seu futuro.

O presente é assim o único tempo que importa, o único onde você pode executar uma ação, fazer a diferença com uma atitude. O presente é também o único tempo que deve ocupar a sua mente.

Recordar o passado é bonito, idealizar o futuro é inevitável, mas o que realmente conta e importa é agir no presente para que um se possa ultrapassar e o outro se concretize. Viva o presente de forma intensa e real, pois é a única forma de alcançar a felicidade e viver a vida em plenitude!

Ir mais além.
Vencer um desafio,
Procurar a superação,
Escapar por um fio,
E torná-se campeão,

Superá-se em cada gesto,
Conquistar o infinito,
Ir mais alam do que o certo,
Ultrapassar o mais bonito,

Ir além da superação
E conquistar o impossível,
Ir além da imaginação
Para vencer o invencível.

(Rômulo Raulino)

Para mim os homens caminham pela face da Terra em fila indiana.
Cada um carregando uma sacola na frente e outra atrás.
Na sacola da frente, nós colocamos as nossas qualidades.
Na sacola de trás guardamos os nossos defeitos.
Por isso durante a jornada pela vida, mantemos os olhos fixos nas virtudes que possuímos, presas em nosso peito.
Ao mesmo tempo, reparamos impiedosamente nas costas do companheiro que está adiante, todos os defeitos que ele possui.
E nos julgamos melhores que ele, sem perceber que a pessoa andando atrás de nós, está pensando a mesma coisa a nosso respeito.

Mude ainda dá tempo, e não esqueça...

Sorria !!! ...

O tempo em que vivemos é de frieza entre as pessoas. As relações são de curta duração e cada vez parecem mais descartáveis. É preciso ressuscitarmos nossas velhas amizades, encurtarmos por momentos as distâncias que nos separam e revivermos tudo aquilo que deixamos para trás.

A verdadeira amizade tem esse lindo poder de nos marcar eternamente. Não importa se passou um ou dez anos, quando voltamos a estar junto das pessoas que fizeram parte da nossa história, é como se recuperássemos vivências antigas e elas continuassem fazendo todo o sentido.

Temos a obrigação de não deixar que as ligações que criamos desapareçam. Temos de contrariar a tendência que se está a tornar comum de nos importarmos apenas com nós mesmos. Não custa muito fazer uma chamada do celular, combinar um encontro e colocar a conversa em dia.

As amizades são para sempre se soubermos cuidar delas. Pela importância que elas têm para nós, vale a pena o esforço. A nossa atitude em cumprirmos com essa obrigação determinará se viveremos acompanhados da solidão ou de pessoas que se importam connosco. E um amigo incondicional do nosso lado, sem dúvida que traz cor e alegria para nossa vida.

Eu te desejo
Não parar tão cedo
Pois toda idade tem
Prazer e medo...

E com os que erram
Feio e bastante
Que você consiga
Ser tolerante...

Quando você ficar triste
Que seja por um dia
E não o ano inteiro
E que você descubra
Que rir é bom
Mas que rir de tudo
É desespero...

Desejo!
Que você tenha a quem amar
E quando estiver bem cansado
Ainda, exista amor
Prá recomeçar
Prá recomeçar...

Eu te desejo muitos amigos
Mas que em um
Você possa confiar
E que tenha até
Inimigos
Prá você não deixar
De duvidar...

Quando você ficar triste
Que seja por um dia
E não o ano inteiro
E que você descubra
Que rir é bom
Mas que rir de tudo
É desespero...

Desejo!
Que você tenha a quem amar
E quando estiver bem cansado
Ainda, exista amor
Pra recomeçar
Prá recomeçar...

Se você abre uma porta, você pode ou não entrar em uma nova sala. Você pode não entrar e ficar observando a vida. Mas se você vence a dúvida, o temor, e entra, dá um grande passo: nesta sala vive-se!

Mas também tem um preço. São inúmeras outras portas que você descobre. Às vezes curte-se mil e uma. O grande segredo é saber quando e qual porta deve ser aberta.

A vida não é rigorosa, ela propicia erros e acertos. Os erros podem ser transformados em acertos quando com eles se aprende. Não existe a segurança do acerto eterno.

A vida é generosa, a cada sala que se vive, descobre-se tantas outras portas. E a vida enriquece quem se arrisca a abrir novas portas. Ela privilegia quem descobre seus segredos e generosamente oferece afortunadas portas.

Mas a vida também pode ser dura e severa. Se você não ultrapassar a porta, terá sempre a mesma porta pela frente. É a repetição perante a criação, é a monotonia monocromática perante a multiplicidade das cores, é a estagnação da vida...

Para a vida, as portas não são obstáculos, mas diferentes passagens!

Um certo homem saiu em uma viagem de avião. Era um homem que acreditava em Deus, e sabia que Ele o protegeria. Durante a viagem, quando sobrevoavam o mar um dos motores falhou e o piloto teve que fazer um pouso forçado no oceano.

Quase todos morreram, mas o homem conseguiu agarrar-se a alguma coisa que o conservasse em cima da água. Ficou boiando à deriva durante muito tempo até que chegou a uma ilha não habitada. Ao chegar à praia, cansado, porém vivo, agradeceu a Deus por este livramento maravilhoso da morte. Ele conseguiu se alimentar de peixes e ervas. Conseguiu derrubar algumas árvores e com muito esforço conseguiu construir uma casinha para ele. Não era bem uma casa, mas um abrigo tosco, com paus e folhas. Porém significava proteção. Ele ficou todo satisfeito e mais uma vez agradeceu a Deus, porque agora podia dormir sem medo dos animais selvagens que talvez pudessem existir na ilha.

Um dia, ele estava pescando e quando terminou, havia apanhado muitos peixes. Assim com comida abundante, estava satisfeito com o resultado da pesca. Porém, ao voltar-se na direção de sua casa, qual tamanha não foi sua decepção, ao ver sua casa toda incendiada. Ele se sentou em uma pedra chorando e dizendo em prantos:

"Deus! Como é que o Senhor podia deixar isto acontecer comigo? O Senhor sabe que eu preciso muito desta casa para poder me abrigar, e o Senhor deixou minha casa se queimar todinha. Deus, o Senhor não tem compaixão de mim?"

Neste mesmo momento uma mão pousou no seu ombro e ele ouviu uma voz dizendo:

"Vamos rapaz?"

Ele se virou para ver quem estava falando com ele, e qual não foi sua surpresa quando viu em sua frente um marinheiro todo fardado e dizendo:

"Vamos rapaz, nós viemos te buscar".

"Mas como é possível? Como vocês souberam que eu estava aqui?"

"Ora, amigo! Vimos os seus sinais de fumaça pedindo socorro. O capitão ordenou que o navio parasse e me mandou vir lhe buscar naquele barco ali adiante."

Os dois entraram no barco e assim o homem foi para o navio que o levaria em segurança de volta para os seus queridos.

Deus pede estrita conta de meu tempo.
E eu vou do meu tempo, dar-lhe conta.
Mas, como dar, sem tempo, tanta conta.
Eu, que gastei, sem conta, tanto tempo?
Para dar minha conta feita a tempo,
O tempo me foi dado, e não fiz conta.
Não quis, sobrando tempo, fazer conta.
Hoje, quero acertar conta, e não há tempo.

Oh, vós, que tendes tempo sem ter conta,
Não gasteis vosso tempo em passatempo.
Cuidai, enquanto é tempo, em vossa conta!
Pois, aqueles que, sem conta, gastam tempo,
Quando o tempo chegar, de prestar conta
Chorarão, como eu, o não ter tempo...

O caminho da vida pode ser o da liberdade e da beleza, porém nos extraviamos. A cobiça envenenou a alma dos homens. Levantou no mundo as muralhas do ódio, e tem-nos feito marchar a passo de ganso para a miséria e morticínios.

Criamos a época da velocidade, mas nos sentimos enclausurados dentro dela. A máquina, que produz abundância, tem-nos deixado na penúria.

Nossos conhecimentos fizeram-nos céticos; nossa inteligência, empedernidos e cruéis. Pensamos em demasia e sentimos bem pouco.

Mais do que de máquinas, precisamos de humanidade. Mais do que de inteligência, precisamos de afeição e doçura. Sem essas virtudes, a vida será de violência e tudo será perdido.

Sem essas virtudes, a vida será de violência e tudo será perdido.

(Charles Chaplin)

Lembro-me muito bem das palavras de meus pais, ainda criança, ao término de qualquer campeonato em que eu era participante, quando de lá saía com uma medalha pendurada no pescoço, de qualquer outra cor diferente da dourada: “O importante é participar”.

“Uma ova”, eu pensava. “Participar é coisa para perdedor, se estou no campeonato é para ganhar! Se não for dessa forma, por que estar lá?” Sempre perfeccionista, como se isso fosse uma grande virtude.
O perfeccionismo, e não me refiro ao distúrbio neurótico, mas o normal, pode ser um triunfo, quando visto pelos esforços para se atingir a excelência, mas se tornar maléfico, quanto à reação defensiva às críticas, e desastroso, quanto às exigências de padrões inatingíveis.

Ouvi algumas vezes um ditado popular, que utilizo sempre que preciso tomar decisões: “O ótimo é inimigo do bom”. Outro ditado, que agora está na moda, traz uma mensagem próxima: “Menos é mais”. Isso significa que estamos em constante mudança e evolução. Para tanto, é possível dizer que o tempo que se gasta com o propósito da perfeição pode ser mais bem aproveitado.

Até que se atinja a perfeição, oportunidades podem ser desperdiçadas em função do olhar centrado. Estatisticamente, um ponto fora da curva é chamado de especial e desconsiderado na análise de um processo.

Concomitantemente, é possível afirmar que no jogo do dinheiro não existe quem acerte todas as análises. É preciso saber perder. E estudos de finanças comportamentais apontam que a aversão à perda é um dos fatores que prejudicam a tomada de decisão mais coerente.

Com o passar do tempo, experiência, maturidade e educação financeira é que percebi a importância de se buscar a excelência, mas sem o medo do arrependimento por uma decisão equivocada. Aprendi que perder faz parte do jogo e é melhor assumir a perda, a sustentar, com orgulho, uma teoria que se mostra ineficaz.

As palavras do velho Lou, dirigidas ao aprendiz Bud Fox, chamaram a minha atenção em um dos mais famosos filmes sobre o mercado acionário, “Wall Street, poder e cobiça”, no momento em que o ambicioso jovem o procurou para tratar de um investimento, que, de acordo com ele, era garantido: “...ambiciosos entram e saem no mercado em alta. Os responsáveis sobrevivem ao mercado em baixa”. Sábio Lou!

Sinto-me confortável em afirmar que devemos buscar uma medalha de ouro, ainda que, ao término da competição, não ocupemos o lugar mais alto do pódio. Competindo, ao menos corremos o risco de ganhar.

Perder não é nada bom, mas saber perder é, no mínimo, inteligente.

(Prof. Boro)
(Win Trade)

Quando te decidires: Segue!
Não esperes que o vento
Cubra de flores o caminho.
Nem sequer esperes o caminho.
Cria-o. Fá-lo tu mesmo.
E parte... Sem lembrar,
que outros passos pararam,
que outros olhos ficaram,
te olhando seguir.

Confie em Deus acima de tudo, pois Ele estará presente quando mais ninguém estiver. O poder Dele não tem limites e será usado em nosso benefício nos momentos mais angustiantes da nossa vida.

Deixe-se guiar por Ele, procure uma orientação superior à dos homens. Deus sabe o que é o melhor para nós e sempre nos mostrará o caminho que devemos seguir.