Mensagens de Reflexão


Eu te desejo
Não parar tão cedo
Pois toda idade tem
Prazer e medo...

E com os que erram
Feio e bastante
Que você consiga
Ser tolerante...

Quando você ficar triste
Que seja por um dia
E não o ano inteiro
E que você descubra
Que rir é bom
Mas que rir de tudo
É desespero...

Desejo!
Que você tenha a quem amar
E quando estiver bem cansado
Ainda, exista amor
Prá recomeçar
Prá recomeçar...

Eu te desejo muitos amigos
Mas que em um
Você possa confiar
E que tenha até
Inimigos
Prá você não deixar
De duvidar...

Quando você ficar triste
Que seja por um dia
E não o ano inteiro
E que você descubra
Que rir é bom
Mas que rir de tudo
É desespero...

Desejo!
Que você tenha a quem amar
E quando estiver bem cansado
Ainda, exista amor
Pra recomeçar
Prá recomeçar...

A gravidez de um pai não se dá nas entranhas, mas fora delas. Ela se dá primeiro no coração, onde o sentimento de paternidade é gerado. Um desejo de ser e de se ver prolongado em outra vida, que seja parte de si mesmo, mas com vida própria. Imagino que deve ser frustrante a princípio.

Durante toda a espera, um pai é um pai sem experimentar o gosto de ser, sem os inconvenientes de uma gravidez, mas também sem as lindas emoções que tanto mexem connosco.

E quando ele sente pela primeira vez a vida que ajudou a gerar, tudo toma outra forma. Ele sente um chute e se diz já que este será um grande jogador de futebol. E muitas vezes se surpreende e se maravilha quando vê uma princesinha que sabe chutar tão bem. Mas tanto faz. Está ali um sonho que se torna palpável.

E um parto de um pai se dá quando ele pega pela primeira vez sua criança nos braços, quando ele se vê em características naquele serzinho tão miudinho que nem se dá conta ainda que veio ao mundo e que se tornou o mundo de alguém. E os sentimentos e emoções se atropelam dentro dele. E ele sente que, a partir desse instante, a vida nunca mais será a mesma. E ele precisa olhar dez, cem, mil vezes para acreditar que tudo não passa de um sonho. E geralmente há um enorme sentimento de orgulho que toma posse dele.

Assim se forma um pai. Pronto para ensinar tudo o que aprendeu da vida, um dia ele descobre que não sabe realmente muito, que na verdade aprende a cada instante. Diante da sua criança ele se torna um adulto vulnerável e acessível. E vai gerando, pouquinho a pouquinho, dentro de si mesmo, a arte de se tornar um pai.

Deus pede estrita conta de meu tempo.
E eu vou do meu tempo, dar-lhe conta.
Mas, como dar, sem tempo, tanta conta.
Eu, que gastei, sem conta, tanto tempo?
Para dar minha conta feita a tempo,
O tempo me foi dado, e não fiz conta.
Não quis, sobrando tempo, fazer conta.
Hoje, quero acertar conta, e não há tempo.

Oh, vós, que tendes tempo sem ter conta,
Não gasteis vosso tempo em passatempo.
Cuidai, enquanto é tempo, em vossa conta!
Pois, aqueles que, sem conta, gastam tempo,
Quando o tempo chegar, de prestar conta
Chorarão, como eu, o não ter tempo...

Quando te decidires: Segue!
Não esperes que o vento
Cubra de flores o caminho.
Nem sequer esperes o caminho.
Cria-o. Fá-lo tu mesmo.
E parte... Sem lembrar,
que outros passos pararam,
que outros olhos ficaram,
te olhando seguir.

Para mim os homens caminham pela face da Terra em fila indiana.
Cada um carregando uma sacola na frente e outra atrás.
Na sacola da frente, nós colocamos as nossas qualidades.
Na sacola de trás guardamos os nossos defeitos.
Por isso durante a jornada pela vida, mantemos os olhos fixos nas virtudes que possuímos, presas em nosso peito.
Ao mesmo tempo, reparamos impiedosamente nas costas do companheiro que está adiante, todos os defeitos que ele possui.
E nos julgamos melhores que ele, sem perceber que a pessoa andando atrás de nós, está pensando a mesma coisa a nosso respeito.

Mude ainda dá tempo, e não esqueça...

Sorria !!! ...

Jesus nos manda amar ao próximo, e a verdade é que nem sempre isso é cumprido. Maioria das vezes as pessoas ignoram-se na rua, são rivais no trabalho, maltratam-se em casa.

Vivemos uns contra os outros, não nessas guerras grandes e que parecem não terem fim, mas nessas guerras pequenas e mesquinhas. Um coração nunca poderá ser plenamente feliz enquanto guardar maus sentimentos, e querer o mal de outra pessoa não faz bem a quem sente isso.

O mundo seria melhor, a vida mais bela e fácil se todos se amassem e respeitassem. Talvez seja impossível e demasiado idílico, mas faça sua parte, anule os sentimentos maus e distribua amor, compaixão e compreensão, e verá como seu mundo ficará mais belo e se sentirá melhor. Ame seu próximo!

Ninguém é tão pequeno
que não tenha nada para dar,
nem tão poderoso
que não tenha nada a receber.
Ninguém é tão fraco
que nunca tenha vencido.
Ninguém é tão forte
que nunca tenha chorado.
Ninguém é tão alto
para nunca ser ajudado.
Ninguém é tão inválido
que nunca tenha contribuído.
Ninguém é tão sábio
que nunca tenha errado.
Ninguém é tão corajoso
que nunca teve medo.
Ninguém é tão medroso
que nunca teve coragem.
Ninguém é tão alguém
que nunca precisou de ninguém!

Devia ter amado mais
Ter chorado mais
Ter visto o sol nascer
Devia ter arriscado mais
E até errado mais
Ter feito o que eu queria fazer...

Queria ter aceitado
As pessoas como elas são
Cada um sabe alegria
E a dor que traz no coração...

O acaso vai me proteger
Enquanto eu andar distraído
O acaso vai me proteger
Enquanto eu andar...

Devia ter complicado menos
Trabalhado menos
Ter visto o sol se pôr
Devia ter me importado menos
Com problemas pequenos
Ter morrido de amor...

Queria ter aceitado
A vida como ela é
A cada um cabe alegrias
E a tristeza que vier...

O acaso vai me proteger
Enquanto eu andar distraído
O acaso vai me proteger
Enquanto eu andar...

Devia ter complicado menos
Trabalhado menos
Ter visto o sol se pôr

Um certo homem saiu em uma viagem de avião. Era um homem que acreditava em Deus, e sabia que Ele o protegeria. Durante a viagem, quando sobrevoavam o mar um dos motores falhou e o piloto teve que fazer um pouso forçado no oceano.

Quase todos morreram, mas o homem conseguiu agarrar-se a alguma coisa que o conservasse em cima da água. Ficou boiando à deriva durante muito tempo até que chegou a uma ilha não habitada. Ao chegar à praia, cansado, porém vivo, agradeceu a Deus por este livramento maravilhoso da morte. Ele conseguiu se alimentar de peixes e ervas. Conseguiu derrubar algumas árvores e com muito esforço conseguiu construir uma casinha para ele. Não era bem uma casa, mas um abrigo tosco, com paus e folhas. Porém significava proteção. Ele ficou todo satisfeito e mais uma vez agradeceu a Deus, porque agora podia dormir sem medo dos animais selvagens que talvez pudessem existir na ilha.

Um dia, ele estava pescando e quando terminou, havia apanhado muitos peixes. Assim com comida abundante, estava satisfeito com o resultado da pesca. Porém, ao voltar-se na direção de sua casa, qual tamanha não foi sua decepção, ao ver sua casa toda incendiada. Ele se sentou em uma pedra chorando e dizendo em prantos:

"Deus! Como é que o Senhor podia deixar isto acontecer comigo? O Senhor sabe que eu preciso muito desta casa para poder me abrigar, e o Senhor deixou minha casa se queimar todinha. Deus, o Senhor não tem compaixão de mim?"

Neste mesmo momento uma mão pousou no seu ombro e ele ouviu uma voz dizendo:

"Vamos rapaz?"

Ele se virou para ver quem estava falando com ele, e qual não foi sua surpresa quando viu em sua frente um marinheiro todo fardado e dizendo:

"Vamos rapaz, nós viemos te buscar".

"Mas como é possível? Como vocês souberam que eu estava aqui?"

"Ora, amigo! Vimos os seus sinais de fumaça pedindo socorro. O capitão ordenou que o navio parasse e me mandou vir lhe buscar naquele barco ali adiante."

Os dois entraram no barco e assim o homem foi para o navio que o levaria em segurança de volta para os seus queridos.

Se você abre uma porta, você pode ou não entrar em uma nova sala. Você pode não entrar e ficar observando a vida. Mas se você vence a dúvida, o temor, e entra, dá um grande passo: nesta sala vive-se!

Mas também tem um preço. São inúmeras outras portas que você descobre. Às vezes curte-se mil e uma. O grande segredo é saber quando e qual porta deve ser aberta.

A vida não é rigorosa, ela propicia erros e acertos. Os erros podem ser transformados em acertos quando com eles se aprende. Não existe a segurança do acerto eterno.

A vida é generosa, a cada sala que se vive, descobre-se tantas outras portas. E a vida enriquece quem se arrisca a abrir novas portas. Ela privilegia quem descobre seus segredos e generosamente oferece afortunadas portas.

Mas a vida também pode ser dura e severa. Se você não ultrapassar a porta, terá sempre a mesma porta pela frente. É a repetição perante a criação, é a monotonia monocromática perante a multiplicidade das cores, é a estagnação da vida...

Para a vida, as portas não são obstáculos, mas diferentes passagens!

Existem vários tipos de amor, mas é inquestionável que todos são fortes e determinam o quanto vale a pena viver. É preciso amar direito, sem medo nem preconceito.

É preciso encontrar no amor a fórmula da felicidade. Sim, porque não dá para viver com o coração cheio de alegria se não existir amor no nosso dia a dia. E por isso devemos cuidar do sentimento mais lindo que existe: o amor.

Pureza que enfraquece o meu corpo
Pureza essa que fortalece a minha alma
Essa Alma que a princípio era tão fraca e doce
Será ela hoje tamanha grandiosidade.

Como podes, doce alma, tornares-te
Tão pura e ao mesmo tempo tão forte?
Como podes, fraca alma, tornares-te
Tamanha grandiosidade?

De onde vens grandiosa divindade?
Como podes vir de um nada
Se tens uma razão?
Que razão é essa que tanto me completa?
Serás tu o amor que há tão pouco me realizou?

Agradeço a ti, anônima sensação,
Pois sem ti não seria hoje
Essa alma que há tão pouco se realizou.

Para quê rimarmos textos?
Se sabemos que por trás de tais palavras
Existem milhares de significados?

As palavras têm o seu brilho e tu também tens.
Realiza-as e faz com que as tuas palavras
Brilhem no coração de cada leitor!

A vida é uma jornada cheia de surpresas. É preciso coragem, perseverança, amor e muita generosidade para achar as boas surpresas, pois a vida às vezes as esconde muito bem, em lugares que nunca imaginamos.

Quem passa pela vida sem buscar essas surpresas, nunca viveu de verdade. A vida é essa busca constante por coisas inesperadas e surpreendentes que nós presenteiam com felicidade. Por isso, entregue-se à vida, aproveite as oportunidades que a vida te oferece. Não tenha medo, acredite no seus sentimentos e faça aquilo que manda o seu coração. No final, você provavelmente se arrependerá daquilo que não fez. Do amor que não viveu, da árvore que não abraçou, da viagem que adiou, do trabalhou que recusou por não acreditar em você.

Inspire-se! Leia poesias, viaje, aprenda outras culturas, converse com estranhos, escute o coração do próximo mas acima de tudo escute o seu coração. Deixe a sua esperança crescer, a sua fé tomar conta de você até derrotar todos os seus medos.

Nunca deixe de sonhar e tente realizar ao máximo seus sonhos. Sonhos realizados são lindas surpresas da vida. Sonhos adiados trazem grande amargura. Não deixe nunca a amargura tomar conta de você. Chore, grite e expulse a amargura. E deixe o amor, a paz e o perdão envolverem todo o seu ser.

Só assim a vida poderá revelar suas lindas surpresas!

Que importam as tristezas
que me fizeram chorar
Que importam as decepções
que me fizeram injuriar
Que importam o desespero
que me fizeram lamentar
Que importam as pedras,
que no meu caminho encontrei...
E das tantas quedas que levei
mas com determinação me levantei...
Que importam os altos e baixos
pelo qual tive que passar...
Das tantas noites que sozinha,
chorei, chorei até soluçar...
E das tantas perguntas que fiz
para Deus, sempre dizendo:
Senhor por que, por que?
Nada mais importa...
Tudo agora está explicado
Passei pelas tempestades...
Sobrevivi e renasci
Tudo foi para finalmente
Ter você perto de mim.

A muito tempo no Japão antigo existia um Velho Samurai que morava em um pequeno vilarejo, seu nome era Hatori Hanzo. Foi um grande general do imperador lutou inúmeras batalhas e guerras. Mas agora, estava velho e decidiu se ausentar já que não havia mais guerras e seu país estava em paz, neste vilarejo ele ensinava a arte de combate aos jovens e era respeitado e admirado por todos.

Certo dia chega um samurai mais jovem neste vilarejo procurando por Hanzo, sabendo que ele era um lendário samurai lança o desafio:

- Então você é o lendário Hatori Hanzo, não passa de um velho mas vim aqui desafiá-lo.

O velho samurai aceitou o desafio e ao amanhecer do dia seguinte foi ao centro do vilarejo onde estava seu desafiante, que arrogantemente blasfemou, xingou, cuspiu e ofendeu Hanzo.

O velho apenas ficou ajoelhado sem se mover ou dizer algo e sem se desviar das pedras que o seu desafiante atirava em sua direção. Logo entardeceu e todos estavam espantados pois "o lendário Hatori Hanzo estava com medo?!"

Depois de horas o jovem e arrogante samurai deu as costas frustrado e foi embora se vangloriando de uma vitoria que não existia.

Um dos jovens alunos de Hanzo se aproximou e perguntou:
- Mestre, o senhor poderia tê-lo vencido com apenas um golpe e ter calado aquele verme, por que ficou calado imóvel sem revidar?

Com um olhar paciente e um sorriso Hatori Hanzo respondeu ao seu aluno:
- Se alguém lhe oferecer um presente e você não aceitar, a quem o presente pertence?

O aluno responde:
- Ele pertencerá a ninguém mais do quem me ofereceu.

- Exato - responde Hanzo
- O mesmo acontece com alguém que te insulta, blasfema, chinga...se você não aceitar isto tudo retorna a quem lhe ofereceu.

Moral: A honra não está em vencer seu oponente com apenas um golpe, mas sim em ensinar-lhe a disciplina e o respeito através de superioridade moral. A maior batalha é aquela que não acontece.